História Seu Ômega •°• Uma história Kaisoo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 264
Palavras 1.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Seres humanos do meu coraçãozinho, tudo bom com vcs??? 😘😆💕💕

Seres que respiram eu estou com pouca criatividade para fazer os próximos caps, talvez seja um dos motivos de eu demorar tanto pra postar? Não sei, talvez.

É foda estudar gente... (•/\•)

De qualquer jeito, APROVEITEM COM CARINHU
ursinhos queridos😍

Capítulo 7 - Capítulo 7


 Xiumin ON ×

Já tinha se passado mais alguns dias desde o pequeno acidente de Baekhyun. E posso dizer que o clima mudou bastante desde a primeira semana de aula pra Essa, seria a terceira certo? Tanta coisa acontecendo e eu to perdido. Acho que passou duas semanas e cinco dias.

Vamos por partes. Depois que LuHan trouxe D.O - um apelido nosso para o nosso pequeno Soo - pra casa, eu fui para o hospital ver o pequeno acidentado. Convenhamos que Kyung exagerou legal na hora, quando cheguei, o médico disse que ele apenas desacordado e com uma pequena perda de sangue por conta da batida. Uma pequena lesão. Nada de muito risco.

Nosso pequeno SatanSoo não largava do pé do melhor amigo. Todos os dias, cuidava do esquilo e fazia muita fama entre as enfermeiras, mesmo não querendo. Secretamente informava Kai e seus amigos- basicamente o Chen - sobre oque estava acontecendo com o acidentado.

LuHan estava agitado, não por conta do cio, mas sim por algo que ele me recusa a contar. Me senti traído, ambos sempre dividiam as coisas, sem poupar detalhes. Agora ele... Ele está escondendo algo de mim! Meu coração de amigo está machucado e ele ainda vai pagar.

Hoje seria o dia que as visitas teriam menos tempo para ficar com o paciente. Afinal hoje é sexta.

× Baekhyun ON ×

Quando acordei no hospital não entendi nada. Apenas tive vagas lembranças do jogo que estava tendo com meus amigos. Só depois que fui lembrar da batida com Kai. Aiiisshhh...

Minnie veio e cuidou de toda a papelada. Soube das coisas que Kyung disse para os amigos de Kai e fiquei chocado.

Soo não é um cara de muitas palavras apesar de falar bastante quando está conosco, desde pequeno guardava tudo pra si e aguentava o tranco sozinho. Demorei uns quatro a seis anos para fazê-lo se abrir comigo, ainda assim não é fácil. Porém óbvio. Não entendo seus problemas e pensamentos no ponto dele chorar numa cena super emocionante de um filme polícial. Realmente...

Ele vem todos os dias possíveis. Todos os dias o vejo com olheiras e o rosto um pouco inchado, olhos vermelhos e um sorriso forçado. Soo nunca foi bom em lidar com os problemas sozinho, entretanto não dava brecha para alguém ajudar. É apenas ele e seu mundo.

Hoje é sexta e o horário de visitas acabaria mais cedo. Fiquei sentado na minha cama pacientemente esperando dar o horário de visitas para ver meu pequeno SatanSoo. Deu o horário e fiquei até um pouco ancioso para vê-lo, todo dia era algo diferente e mais matéria....

A porta se abriu e meu coração deu um pulo.

- Chanyeol? - minha voz quase não saiu direito. - Oque você está fazendo aqui? - não contive o sorriso bobo na cara enquanto o orelhudo se aproximava.

- Quer que eu vá? Eu posso ir sem nenhum problema.

- Não, seu idiota! - resmunguei e ele riu, mostrando seu sorriso cheio de dentes. - Estava com saudades...

- Você não sabe como é difícil ficar longe de você. - logo se aproximou para um abraço desengonçado por conta dos fios.

Deslizou sua mão até meu cabelo, suas mão chegaram ate minhas bochechas e assim a acaricia. Aproximou timidamente até meus lábios, não demorou o contato, que era necessecitado por mim e por ele. Não queríamos aprofundar, apenas curtir o momento só nosso.

Ok.... Ok... tenho que confessar... Estive saindo com Park Chanyeol desde o segundo dia de aula. Não era algo que queria contar pros outros, por que os meninos estavam morrendo de raiva deles. Descobri altas coisas sobre a rapariga da SunHee, ela contou milhares de coisas horríveis do Soo pros meninos apenas para eles mexerem com meu pobre melhor amigo.

Chanyeol não é tão babaca e estúpido como é na sala de aula. Por incrível que pareça, ele é romântico e muito fofo. Totalmente o contrário na cama. No começo foi difícil por conta da minha vergonha, por ele e seus amigos terem mexido com meu pinguim e ele ter ficado me enchendo o saco na aula. Entretanto sou muito mente aberta e deixei ele falar tudo, toda a verdade.

Agora aqui estou eu com... Meu ficante na lista dos permanentes (lista que criei agora), nos beijando no hospital.

Pela falta de ar tivemos que nos separar, em seguida Channy depositou vários outros selinhos. Sorri com o ato.

- Não posso ficar muito tempo. - suspirou, percebi a tristeza no seu tom de voz.

- Por que? - fiz bico.

- Quando KyungSoo chegar aqui e me ver vai fazer um escândalo maior que o da escola, eu não quero isso. - fomos surpreendidos por alguém abrindo a porta.

- KyungSoo não vai vir hoje. - quase surtei quando Minseok apareceu na porta.

- Hyung!! - gritei.

- Isso é um hospital, palhaço, não grita, ainda mais que você é o hospitalizado. - entrou no quarto colocando sua mochila em uma das cadeiras.

- Desculpa.. hihi

- Vocês dois juntos é uma surpresa. - falou indiferente. - Há quanto tempo estão assim?

- Desde o segundo dia de aula. - Channy falou normal, eu estava nervoso, afinal escondi de todos.

- Interessante... - fixou seu olhar em mim, gelei. - Sabe que o penguim vai acabar contigo quando souber.

- Sei, mas por enquanto ele não vai saber. Quero que ele saiba por mim não de repente. - falo convencido. Ele da de ombros.

-Por que ele não vai vir hoje? - Channy curioso como sempre.

- Eu e o LuHan convencemos ele de arranjar um trabalho de meio período.

- O QUE? - fiquei estático quando escutei aquilo sair da boca do hyung. - Não é possível...

- Claro que é! Pensa que hospital é barato? Está nesse luxo de quartinho por conta que estamos pagando, se no final não tivermos dinheiro para pagar o aluguel nós iremos pra rua!

- Ximin-sshi eu tenho dinheiro, posso ajudar, já que tenho feito visitas escondidas com Byun, além de que eu não quero prejudica-los.

- Chanyeol, muito gentil da sua parte, mas, não sei se devo confiar em você. -cruzou os braços.

- Minnie, você está sendo muito duro com ele! Chanyeol não se parece nenhum pouco do que é na escola. - falei manhoso.

- Não muda o fato do que ele fez com o D.O. ou com todos nós, por vocês estarem juntos, foi poupado. Não sentiu tanto quanto nós.

- Xiumin, os outros garotos só fazem aquilo por a que acham que fizeram algo de ruim pra SunHee. Para eles, ela é um doce. - completou Chanyeol.

- Um doce estragado... - fez uma cara de nojo, ri. - Enfim... Aproveitem essa tarde, depois, diga tudo ao Kyung, por que se não vai conseguir feri-lo e vai deixa-lo mais machucado do que você.

Se levantou e foi embora. Deixando apenas nos dois no quarto.

× KyungSoo ON ×

Nesse tempo que o esquilo ficou no hospital, fui visita-lo todos os dias possíveis. Não vou mentir que eu estou sofrendo, choro todos os dias após chegar em casa e depois dou o meu máximo para cuidar dele com o meu melhor sorriso do momento. Como esse necessitado por sexo é meu melhor amigo desde sempre, deve se perceber que eu não sou bom com amizades, foi por conta do Baek que pude conhecer Minnie e LuHan.

Se não fosse ele estaria sozinho hoje e com uma depressão profunda (digamos assim).

Agora estou com LuHan procurando um trabalho de meio período para mim. Os hyungs me convenceram de trabalhar, há já que os dois não dariam conta das dispensas sozinhos. Passamos por várias lojas e até que achamos uma - perto da escola para variar -. Uma simples loja de conveniência disposta a me contratar. Eu gostei pelo fato do senhor da loja ter sido extremamente simpático comigo, fechamos um contrato e teria de trabalhar todas as tardes/noite.

Apenas iria começar segunda, pelo menos tenho dois dias para aproveitar.

× LuHan ON ×

EU NÃO AGUENTO MAIS O SEHUN!!!

Todos os dias é uma gracinha. Todos os dias ele me atiça, me deixa vermelho e logo em seguida finge que nada aconteceu! Eu estou acabado!

Logo depois daquele beijo roubado lá em casa ele vive correndo atrás de mim. Não que eu não queira é claro ... Apenas não confio nele, convenhamos que também já transei com ele feito um louco condenado, eu estava bêbado! Poxa aquilo era para ser uma só noite, nem era porque não havia planejado sexo para aquela noite.

Tento parecer o mais normal possível, juro que eu tento! Minseok anda meio cabisbaixo esses dias, não sei se é pelo fato do Baekhyun estar no hospital, ou ele ter notado que estou estranho.

Sehun é um pedaço de mal caminho que está entrando no meu caminho sem pedir permissão. Foram incontáveis vezes que ele me deu uma cutucada, uma apertada onde não devia e eu dei na cara dele. Acha que meu corpinho é pra qualquer um? Enganou-se.

Só espero que ele não faça uma loucura comigo, ou eu fique louco por ele...


Notas Finais


Tchaaaaa tchaaaaaaaa fim.😅😂

LuHan tem que aproveitar que é o SEHUN porra o SEHUN esse DELICINHA.😤😤 Não consigo entender pq eu fiz isso, é pra até eu sofrer... aí Jesus

Até o próximo~~~😘😘😘😍😍😍

DESCULPINHA POR QUALQUER ERRO 😄😊😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...