História Seu sabor tão exótico... - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Hentai, Lemon, Originais, Songfic, Yaoi
Visualizações 38
Palavras 1.647
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Uhuu acabei o capítulo kkk o lemon de vocês tá pertinho amores! empero que gostem. Boa leitura.

Capítulo 10 - Conseguimos?


Narradora POV
             

 

                Lucas estava entrando em desespero, não pretendia tocar o garoto, nem queria! mas para o seu alivio viu que a câmera havia sido desligada novamente, logo em seguida alguém bateu na porta.


-Lucas? sou eu! abre a gente tem que ir rápido! - reconheceu a suposta voz e abriu a porta, deu seu casaco para o garoto que ainda vestia roupas provocantes e eles saíram, passaram disfarçadamente pela boate, saindo e entrando no carro. 
Não demorou muito e eles estavam na casa de Lucas, que pegou seu notebook e tentou se comunicar com os dois garotos que estavam no colégio, eles pareciam estar esperando pela chamada e atenderam rapidamente.
-Lucas!? o Iori tá bem? - perguntou Seiji, parecendo extremamente preocupado.
-Está, ele foi trocar de roupa, estava vestido de modo indevido... cara por favor me diz que vocês tem um plano? - falou.
-Amor, nós temos - Jonny interferiu - podemos chantagear Bill, mas por que a pressa? precisamos de mais tempo para planejar algumas coisas.
-Os idiotas apagaram os caras da boate, daqui a pouco vão vir atrás da gente, e adivinha? o pai do garoto não foi achado! vão mata-lo se não fizermos alguma coisa! - falou irritado, não tinham mais tempo

-Estou pronto... - Iori entrou no quarto - Obrigado Lucas.
-De nada, vem... alguém precisa te ver - deu espaço para o outro sentar ao seu lado.
-Iori? você está bem? te feriram? comeu? o que te obrigaram a fazer? - As perguntas feitas por Seiji foram rápidas deixando o outro confuso.
-Ei... para com isso idiota! eu estou péssimo, eles estão com meu pai e eu drogado! precisam salva-lo... - pediu.
-Jonny, vamos... tem que ser agora. - falou para o outro que apenas concordou com a cabeça.
-Amor, é o seguinte: Pegue o carro e vá com o Iori até o centro, sabe bem onde... os seus amiguinhos terão que ficar preparados para pegarem o Miura, sabe o que pode acontecer se o Celli não quiser entregar o homem né? seus caras vão morrer, então entenda essa palavra pre-pa-ra-dos, até mais tarde amorzinho - desligou a chamada.
-Ouviram né? vamos.
.
.
.
    Bill POV

Eu estava na diretoria resolvendo alguns problemas e assinando documentos, Felipe estava sentado perto de mim, eu sempre o obrigo a me esperar. Bateram na porta, Felipe levantou para ver quem era, imaginamos ser o técnico mas era aqueles dois pivetes vindo me incomodar aquela hora.
-O que querem? - perguntei irritado.
-O Sr. Miura de volta. - Seiji falou e deu um sorrisinho idiota.
-A tá, claro, marquem hora - eu ri - estão falando sério? acham que é vir aqui e simplesmente me pedir que eu irei dar?
-Não achamos - Jonny começou - mas se não fizer isso eu irei enviar isso - ele me mostrou um email no qual estava carregando, lá provava as compras ilegais da empresa e principalmente as minhas, com Felipe, se isso carregasse eu iria perder o Felipe, a empresa, meu dinheiro, minhas propriedades e ainda seria preso! tentei pegar o celular das mãos dele mas ele foi rápido. - Não pode! sem falar que não vai conseguir cancelar isso sem minha ajuda.
-B.. Bill... - Felipe me chamou, ele estava parado, parecia assustado, percebi uma mão de Seiji em suas costas, provavelmente com uma faca.
-Não faça isso! - pedi.
-Ué, ele é só um servo, apenas um escravo sexual e pra que quer ele se pode ter quem quiser? - Jonny provocou - ou será que... ama ele? assim como Pedro ama Misaki, você ama ele?
-Não o machuquem... eu ligarei para o Celli... não o tirem de mim - eu enfraqueci durante esses últimos anos, não posso julgar Wernek, esse garoto mudou minha cabeça com aquele sorriso, talvez eu tenha criado essa escola apenas para parecer que ainda sou o mesmo homem amargo de antes.
.
.
.
Leon Celli POV

Quando acordei estava furioso, acordei o restante das pessoas, Britney estava cuidando da boate sozinha então não viu nada acontecer, fomos rápidos em pegar o carro e o Miura e então seguimos para a casa de Lucas mas não havia ninguém lá, fomos avisados que o Sr. Alencar estava trabalhando e seu filho tinha o costume de sair a noite. Imaginamos os lugares que ele poderia estar e então nosso rumo foram os lugares isolados.
Quando ainda estava no carro recebi uma mensagem, era Bill me mandando voltar para a boate e entregar o Miura para alguns caras que estariam me esperando lá na frente. Realmente não estava entendendo! por que o Bill queria que entregassemos o cara? mandei a seguinte mensagem "Não o farei, o Miura e seu filho são propriedades minhas agora" Era preciso, afinal eu já estava farto de sempre ser a sombra daqueles caras, meu filho que é um escravinhos do Wernek, era mais importante e respeitado que eu! enquanto eu faço quase as mesmas coisas que eles e me mantenho no chão. Continuamos o percurso.
Vasculhamos os lugares isolados da cidade mas nada foi achado então só tinha uma opção, o centro. Assim que chegamos pudemos avistar o Lucas Alencar sentado e Iori ao seu lado, eles conversavam felizes... por pouco tempo...
.
.
.
Pedro Wernek POV

Bill me mandou uma mensagem falando tudo o que meu filho e o amiguinho fizeram, eu estava orgulhoso. Meu filho Seiji havia feito uma parceria, armado uma chantagem, sequestro de propriedade e ameaçaram a propriedade de Bill! eu não imaginava que aquele garoto faria algo inteligente finalmente. Nas escolas temos sempre aqueles garotos que a diretora quase taca o salto na testa porque não suporta mais, mas para manter minha empresa ele precisaria ser inteligente, não iria ter a lei ao seu lado para o impedir de apanhar, na verdade iria contra ela. Vamos concordar, o amor faz loucuras, eu olho todos os dias para Misaki e penso "Ele é o motivo de eu continuar vivo, de não ter desistido em uma briga, de não ter permitido um gatilho acabar com minha vida ainda, de não ser mandado para algum tipo de tortura! ele me faz querer continuar" . Eu irei ajudar meu filho, primeiro vamos analisar a situação. O Leon tá achando que se nos enfrentar vai ganhar respeito... vai é ganhar uma bala alojada no c...
-Pedro! o que está fazendo aí? - Misaki me interrompe.
-Pensando, para de me chamar! - fazia três horas que ele estava tentando me tirar do escritório para comer.
-Aaaah você é chato! eu fiz com tanto amor... - ele fez aquele beicinho manhoso - eu volto em dez minutos.
Voltando, ele não vai entregar o Miura por bem, então será por mau... 
.
.
.
Seiji POV

Eu não estava acreditando que aquele cretino não quer entregar o Sr. Miura... força sogrão!
Eu estava prendendo o Felipe, Jonny havia tirado o telefone de Bill, estávamos tentando pensar no que fazer agora, ele havia comunicado meu pai, eu estava com medo ele não tinha respondido nada! e agora? e se ele ficou bravo? eu vou levar um soco no meu saco cara...
.
.
.
Celli POV

Estacionamos e saímos, Iori se assustou e agarrou nos braços de Lucas, ele sabia que eu tinha uma arma na cintura... a mesma que não está aqui...
-Tá procurando sua arma? - um garoto que estava em outro banco levantou e mostrou minha arma em sua cintura.
-Espera! você não se preparou para vir? os seus amiguinhos por acaso colocaram balas nas armas? - todos olharam suas armas e estavam sem munição alguma, eles haviam sido espertos.
-E eu me cagando de medo! sem a arma você não é nada! - Iori levantou e veio na minha direção, claro que meus seguranças iriam me proteger, foram dois, mas para minha surpresa o garoto nocauteou os dois, as pessoas começaram a nos olhar assustadas.
-Peguem o Miura - disse ao meu segurança que foi até o carro e pegou o moreno que nem andar direito conseguia. - Ainda o temos.
-Pai...
-Filho... 
-Iori venha - ordenei, vi ele dar um passo e exitar um pouco 
Eu vencerei.

Narradora POV

Iori não sabia o que fazer, era seu pai ali. Deu um passo mas parou, mas percebeu algo estranho, as pessoas estavam se afastando e um carro preto parou perto de nós, homens mascarados e armados desceram.
-Leon Celli, é melhor vir conosco, você está causando problemas para a população.
-A tá! quem é você? -Outro homem desceu se aproximando e segurando ele pelo braço 
-Sou tua mãe desgraçado! - reconheceu a voz e estremeceu.
Tudo estava confuso agora, foi nesse momento em que todos se distraíram que Lucas e Iori conseguiram derrubar os seguranças de Leon e pegar Miura, correram para o carro e deram partida indo embora dali antes que a coisa piorasse.
No carro foi enviada uma mensagem para Jonny "sabe o que fazer", e com isso um e-mail foi enviado a polícia, entregando tudo que Britney e Sarah faziam, Leon não poderia ser entregue a polícia ou falaria sobre a verdade de Bill, Jonathan e Pedro. Felipe foi solto, Bill pegou seu celular e avisou Pedro que nesse momento havia rendido Celli, os seus seguranças haviam o abandonado assim que Miura foi pego e aquela voz reconhecida, pegaram o carro e fugiram antes de que a polícia chegasse.
Logo a polícia estava na boate, encontraram todos os documentos e o verdadeiro "chefe" ou melhor a chefe, Sarah na verdade estava guiando Leon nisso tudo, ele não era dono de quase nada além da boate, as compras entre outras coisas eram comendo dela. Britney era cúmplice de tudo, agora Leon seria procurado mas infelizmente não seria achado para ser julgado.
Lucas seguiu seu caminho para o colégio, iria ver seu amor e devolveria o amor de Seiji. Finalmente aquilo estava tendo um fim.

 

 


Notas Finais


Obrigado por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...