História You Smile Mekes Me - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 92
Palavras 1.890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii gente linda

VOLTEIIIII

To de volta e com muitassss surpresas,tanto nessa fic como nas outras

Obg aos comentarios das lindas :

~123p
~Choosekylizzle
~Gabirauratic
~shipertrouxa
~giih-giih
~ginasticju

Espero que gostem do capítulo

Capítulo 25 - Lyan...


Fanfic / Fanfiction You Smile Mekes Me - Capítulo 25 - Lyan...

Pov laura

Ai ai...eses lynch's sabem como uma alegrar o dia de uma garota viu?!!

A roda gigante ,o parque,os brinquedis,as barracas...o beijo!!
Tudo de bom ....perfeito

O beijo até agora ta ganhando ,gente porque ele tem que beijar tão bem assim ,sei que posso parecer tímida em vários casos,mais eu não posso deixar de lado o meu Jeito Mulher,sabem?? Não posso evitar, é impossível com um lynch...ou melhor com um Ross lynch..

-hey laura!!!vem,vamos... -chamou ross me cutucando..

-Oi??..ha claro,vamos..-disse pegando sua mão que ele estendeu a mim

Continuamos andando,paramos em algumas barracas ,pra comprar doces e jogas aqules joguinhos que sempre tem em parques.

-Quero te levar em um lugar,desse parque que eu tenho certeza que vvai gostar..

-Onde..?-pergunto curiosa o fazendo rir do meu intusiasmo de sempre

-você vai ver daqui a pouco..-disse me guiando pra um lugar um pouco mais afastado do parque tinha pessoas,mas eram poucas....

-Ross aqu...AAAA..-começei a dizer, mas fui interrompida por um barulho de tiro,acabei gritando

-Calma....-disse ross tenntando me acalmar,depois de um tiro escutamos mais dois seguidos ,o que me assustou mais ainda,Ross me abraçava,mas não adiantava -...ta tudo bem ,vou ver o que é fica aqui...

-cuidado ross !!...-disse a ele,que sorriu de lado acentindo me dando um beijo na testa logo após saindo

Mais de dez minutos ja tinham se passado,ross estava logo a frente eu podia ver uma parte de seu corpo ,ele estava com uma espressão séria ,e parecia conversar com alguem ,decidi chegar perto ,mas parei quando escutei um choro,e ele vinha de atrás de uma arvorê ,criei coragemm de chegar mais perto,e vi que tinha um garotinho encolhido chorando,abraçando as suas pernas,ele parecia ter uns aproximadamente 3 ou 4 anos ,era loirinho ,mas seu loiro não era tanto como do ross ,ele parecia uma mistura de castanho com loiro, um cor de mel.....

-Ei..-cheguei mais perto dele,que se assustou e me olhou com os olhinhos vermelhos ,ele chorava soluçando-...calma,não vo te fazer mal...

-o que vochê que ??..-perguntou me olhou e eu sorri fraco

-só quero te ajudar...o um garoto tão bonitinho ta chorando aqui?? Cade seus pais??-pergunto calma, e ele começa chorar novamente ,não que elr tenha parado,mas chorou mais ainda

-Eu não tenho mamãe....e-e..meu papai, ta la..la.-disse soluçando e apontando para onde o ross estava perto

Olhei e la estava um homen caido no chão ,foi ai que percebi que ,haviam o cercado de políciais,o homem estava em meio a sangue próprio

-E...ele é teu papai??-perguntei

-No..ch..chão

-O que aconteceu com ele??-pergunntei novamente

-Ele me tlouce no palque pla blinca,mas um homen pegou ele e tlouce pra cá e atilou nele,..agola o papai ta..ta..-ele falou tudo deixando muitas lágrimas caindo,mais no final não o deixei terminar e o peeguei no colo ,abraçando o mesmo bem forte ,que rejeitou no começo mas depois se entregou e me abraçou forte também

-calma ,ta tudo bem!!.....você tem algum tio ou tia?? Eu posso te leva pra eles...-pergunto me levantando com ele no colo

-Não ...eu não tenho tio e nem vovo e vovó ,ele folam plo céu!! -Disse cabisbaixo

-você que vim comigo??você pode durmir la em casa,depois eu vejo alguem pra te leva...-digo passanfo a mão nos seu cabelos e ele assentiu e deitou sua cabeça em meu ombro

-LAURA!! -Escutei ross me chamando -cade você??

-To aqui ross...-falo chegando perto do mesmo ,que se assustou ao me ver com o garoto no meu colo

-Quem é ele??-perguntou chegando perto de mim

-filho do homen que acabou de levar um tiro..-digo um pouco baixo pra que o garotinho aqui não se assuste novamente

-....onde ele tava??-pergunntou um pouco sério

-ele tava chorando encolhido atrás daquela árvore -digo apontando para a mesma árvore que eu estava a pouco tempo

-acho bom a gente leva ele pra mãe dele e dize tudo o que aconteceu ...v-disse pegando minha mão ,mas o parei antes de sairmos muito longe

-ross....ele disse que não tem mãe ,e eu perguntei se ele não tinha mais ninguém da família ,e ele me disse que só tinha o pai ,os avós dele morreram,e pelo jeito nem a mãe e nem o pai dele tem irmãos ...-falo e ross suspirou por um tempo, parecia pensar

-o que a gente faz??

-Vamos pra casa dos seus avós ...ele precisa discançar ,e pode durmir la na sua casa hoje?? e amanhã a gente pode ve o que faz..-falo e ele me olha mas acente depois

-Tudo bem....temos que achar o riker

Saimos da parte de tras do parque ,e começamos a andar entre varias pessoas e as vezes trombando com as crianças ,não sei como esse garotinho que eu ainda não sei o nome ,conseguiu durmir com tanta barulheira ..

Continuamos andando até encontrarmos riker e vanessa em uma barraca de tiro ao alvo, eles estavam rindo como nunca,chegamos mais perto até eles perceberem nossa presença..

-quem é esse menino??-perguntou riker um pouco assustado ,ja vanessa chegou perto e sorriu passando a mão em seus cabelos

-que garotinho lindo.....-disse ela sorrindo

-Bom....resumindo,eu ia levar a laura num lagi que tem aqui pra trás do parqye,mas antes da gente chegar ,escutamos um barulho de tiro,ai eu fui ver o que era e um homen que ja foi preso,deu três tiros no pai desse menino,que a layra encontrou chorando atrás de uma árvore ,laura ate pergunntou pra ele se ele tinha algum parente ,mas pelo o que ele disse pra ela não tem ninguém ,só tinha o pai ...-ross disse resumindo tudo ,a cara do riker e da minha irmã era de espanto e preocupação

-coitado....então vamos levar ele la pra casa talvez nossos pais vejam o que pidemos fazer...-disse riker pra ross que assentiu

E assi fomos em seguida para o carro,e pelo garotinho aqui não querer se disgrudar de mim por estar durmindo,eu fui atrás com vanessa e riker foi na frente com o ross,eles conversavam sobre algumas coisas dos policiais e eu ja contava o que tinha scontecido pra vanessa,que me ouvia atenciosa e as vezes fazia carinho na criança no meu colo,ao passar de 20 minutos chegamos ao destino,e pelo que eu acho ja se passam das 23:00

-Quer que eu leve ele??-perguntou ross ao ver provavelmente minha cara de cansada

-Não ..pode deixar ,eu levo -falo sorrindo de lado e ele apenas concorda

Entramos na casa,e os todos estavam na sala ,conversavam animadamente,quando nos viram,foram as mesmas perguntas,e nós contamos tudo a eles que falram que iriam ver o que poderiamos fazer,e não podia deixar em branco algum lynch vir com a ideia de mim e do ross adotarmos o menino, ele acordou depois de um tempo,e se assustou ao ver todo mundo,rydel até brincou com ele que recusou sair de perto de mim e do ross...é o ross conseguiu falar com ele,e pelo jeito gostou pois riam juntos , e por um discuido ele até chamou por seu pai mas acho que se lembrou do que aconteceu e começou a cchorar novamente ,dona lisa (avó dos. Lynch's e mãe da dona stormie) me mostrou um quarto no qual eu poderia deixar ele durmir...

-Obrigado dona lisa...-disse a ela que sorriu e deixou um beijo na testa do garoto

-Dinada querida,e naquela cama eu acho bom você por uns travesseiros a volta dele pra não cair...-disse e eu assenti logo ela se foi e eu entrei no quarto, e o deitei na cama..

-Você vai me dexa sozinho??-ele perguntou com a maior carinha de sono

-não ...eu vo ta ali naquele quarto aqui do outro lado,se você nao senti bem vai ali,tudo bem??-falo fazendo um carinho de leve em sua buchecha e ele assente

-voche vai me decha na lua amanhã??-ele disse se sentando ,enquanto eu colocava alguns travesseiros a sua volta ,e olha se ele não fosse tão pequenininho e não conseguisse falar certinho eu juro que iria rir dele falas "lua" em vez de "rua" kkk

-eu prometo pra você que vou fazer o possível ,pra você não ficar na rua!!...ta bom??-falo e ele assenti novamente

-mas como vochê chama??-ele perguntou baixinho

-eu me chamo laura..e você baixinho??-pergunto arrumando seu cabelo que caia em seu rosto

-lyan..-ele disse baixinho

-é ryan Ou lyan ??-pergunto sorrindo

-lyan..o segundo que voche disse-ele falou e eu ri fraco

-tudo bem ...e quantos aninhos você tem?-pergunto e ele me com os dedinnhos ate fazer 3 comm os dedos

-que legal....então acho bom você durmir...ja ta tarde mocinho-disse o deitando e depois de um tempinho ele ja tinha se entregado ao sono..dei um beijo em sua buchecha e sai do quarto,apagando a luz e apenas deixando a porta entreaberta

Andei pelo corredor até chegar no quarto em que o ross fica,entrei no mesmo que se encontrava escuro,olhei na cama e não tinha ninguém ,ela tava com as cobertas todas em cima ,o chuveiro eestava desligado....mas onde o ross ta ??

Fiquei pensando nisso ,até sentis dois braços me abraçarem por tras,me dando um susto danado..

-ele durmiu??-perguntou baixinho no meu ouvido me causando leves arrepios

-que susto ross...ele durmiu -disse tanbem baixo,todo mundo ja devia ta durmindo,ja se passavam de meia noite...

-você gostou desse garoto em??-ele disse dando um beijo em meu pescoço ,e empurrando meu corpo ,pra que eu possa andar até a cama,sentir seu corpo perto de mim me da calarios ainda mais por sentir que ele esta sem camisa ,seu corpo quente e com sua respiraçao do mesmo jeito me deixa mais arrepiada ainda,e por agora saber que ele esta me deixando cheia de rastros de beijos no meu pescoço ....

Ho deus do céu ...hoje eu tirei dia pra pensar nisso!!! O que eu. Fui arrumar pra amar assim em??

-ross...po..ppr ..fa..fav..favor!-digo entre arquejos ele me virou pra frente ,e me beijava com um serto desejo mais ainda tinha carinho e amor ...,ele me empurrou um pouco me deitando na cama com delicadesa,descendo novamente seus beijos para meu pescoço mas agora mudando para beijos e leves mordidas pelo mesmo...

-que foi princesa??-disse ele cessando seus beijos

-acho que aqui nao é um lugar muito apropriado pra isso e nem hora...-digo a ele que me olha com uma carinha triste e manhosa

-Haa lau...por favorzinho -ele dis me enchendo de beijos o que me fez rir em um tempo

-para ross...vamos durmir vai ,eu to cansada-digo e ele para e sai de cima de mim e vai se deitar ,eu sorrio e vou ao banheiro tomo um banho bem rapido ee coloco um pijama ,e volto pra cama ,e ele ainda tava acordado só que diferenhe de antes ele ta todo emburrado ...

Descido subir em cima do mesmo,e dou um beijo em sua buchecha e depoisbum selinho em seus labios

-nao fica emburrado vai !!?-falei em seu ouvido e ele praticamente  me joga pro outro lado da cama e se vira com a cara enterrada no travesseiro

-Nossa!! Tudo bem vai fica ai emburrado tudo bem!! Também não te beijo mais...-falei me virando e fechando os olhos,mas foi em vão porque nem passou 2 minutos siquer e uma criatura loira ja estava em cima de mim quase me afogando de beijos....

......

Estavamos conversando tinha um tempinho ja...ambos sem sono....nao acontece nada,só beijos,depois começamos a conversar sobre coisas aleatorias,começamos afalar sobre o lyan, falamos sobre levar ele pra um orfanato ,ate ele me pegar de surpresa dizendo...

-você que adotar ele??


Notas Finais


Espero que tenham gostado lindas ...bjs até o próximo ,queé provavvel eu postar na sexta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...