História Seulement Vous - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Lay, Suho
Tags Exo, Lay, Suho, Sulay, Yaoi
Exibições 103
Palavras 5.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeey minna-san boa tarde/noite
Nossa há quanto tempo heim, depois de finalmente acabar com o período letivo....amém ja não era sem tempo, cá estou eu para atualizar....
Teve gente lá no Wattpad me pedindo pelor amor de Deus atualiza, e como eu estou de pré- ferias (falta ver umas notinhas ne professor não disse se passei ou não) então resolvi dar um up aqui
Não abandonei a fic u.u ela está aqui linda e fofa, e espero que gostem do cap de hoje <3

Capítulo 4 - Capitulo 4


Fanfic / Fanfiction Seulement Vous - Capítulo 4 - Capitulo 4

➸ 30 de março

O alfa carregava Jun Myeon ainda desacordado até a enfermaria onde uma mulher jovem e beta já se preparava para receber o ômega, com o telefone em seu ouvido, ela conversava chamando por ajuda de seus colegas da medicina. Deitando do corpo na cama, Yi Xing observava atentamente o garoto desacordado, passando a mão em seus fios negros observava a tez pálida e os lábios arroxeados. Não imaginava que a situação chegaria á tal ponto, observava o braço do garoto com marcas roxas sentindo do peito doer, claramente queria tocá-lo e sentir de sua textura. Entretanto alguém ousava fazê-lo antes de si e ainda o deixava em perigo. Não poderia permitir que aquilo ocorresse novamente, e ainda mais por sua culpa.

Sentando-se na poltrona perto da cama, observava a enfermeira fazer os curativos em Jun Myeon, passava a gaze pelos machucados em sua boca e fazia careta ao ver do pequeno estrago ocasionado pelo aparelho. Colocando de um acesso em seu braço e ligar o soro suavizou-se com a estabilidade do garoto e virou-se para Yi Xing, que mantinha os braços cruzados e fisionomia séria. O meio sorriso e o olhar brilhante da enfermeira era um alivio para o alfa, estava fora de perigo. Dizendo ir recepcionar a equipe que havia chamado, deixou o mais alto á sós com o garoto, que aproximou-se da cama passando a ponta dos dedos na testa do menor afastando os fios de cabelos. Sua respiração era mínima e calma, estaria em breve desperto e com o clima da primavera provavelmente ficaria gripado.

- Me desculpe. – Sussurrava olhando para o jovem desacordado, sorrindo levemente passou o polegar sutilmente por seus lábios pálidos, pareciam sem vida e isso não era confortável. – Se eu não existisse, talvez pudessem as pessoas seriam mais felizes.

A porta fora aberta pela enfermeira, pigarreando baixo despertou a atenção do alfa. O mesmo apenas se curvou em uma breve referência, e deu espaço para os médicos que se aproximavam.

- Eles vão tirar o aparelho dele – Sussurrava a enfermeira logo sorrindo para o alfa que cruzava os braços novamente. – Chuto que ele precisa apenas de um descanso por alguns dias, depois que eles fizerem um laudo eu conversarei com a diretora.

- E os pais dele? – Pedia o alfa, sem ainda desviar os olhos atentos dos médicos que tentavam tirar o aparelho com extremo cuidado.

- Já foram chamados.

A enfermaria logo ficou cheia com a chegada de Jong Dae, que apenas ficou ao lado do outro alfa observando também os médicos retirarem com sucesso o aparelho odontológico. Os dois alfas não conversaram, nem trocaram olhares, permaneciam atentos aos cuidados médicos que o garoto recebia e logo suspiravam em alivio com a afirmação dos médicos de que tudo estava bem.

- Espero nunca ter que passar por isso de novo – Sussurrava a beta, que manteve a porta entreaberta. O cheiro que transpassava pela porta já denunciava a chegada dos pais do ômega.

Jong Dae e Yi Xing permaneciam encostados na parede observando a entrada do casal, o homem mediamente alto e cabelos negros a fisionomia séria ia direto á cama onde Jun Myeon estava deitado, a mulher tinha o rosto doce e olhos brilhantes, o sorriso de Jong Dae fora resultado da semelhança que fez entre a mãe e o filho, os dois com aquele olhar. A mulher suspirava preocupada segurando a mão levemente fria do filho, enquanto a enfermeira repassava os comentários e avisos dos médicos.

- Ah – A jovem beta logo apontou para os alfas – Esses rapazes foram os que tiraram Jun Myeon da piscina.

O olhar do alfa mais velho, pai de Jun Myeon, fora direto para Yi Xing, observou as tatuagens em sua pele e o pigarrear de reprovação não passou despercebido pelo mesmo que apenas olhava para o ômega desacordado. Jong Dae percebendo a situação, apenas se curvou em cumprimento e sorriu cordialmente, tendo a atenção do casal.

Estalando a língua, Yi Xing apenas se retirou da pequena enfermaria, sentindo não ser mais útil ali dentro. Jong Dae apenas observou a cena e sorrira em ver que em algo havia ganho.

- Jong Dae, ajude o casal Kim a levar Jun Myeon, sei que você aguenta.

- Ah claro, eu ajudo.

O alfa fora até a cama, passou os braços pelas costas e pernas do ômega e o ergueu. Arqueou a sobrancelha com a leveza do garoto, tendo a ajuda da ômega, mãe de Jun Myeon, os três seguiam para fora da enfermaria.

Yi Xing estava encostado em uma árvore no lado de fora da escola, observava atentamente a cordialidade do Senhor Kim diante de Jong Dae que terminava de arrumar Jun Myeon dentro do carro. O alfa cerrava o cenho e afundava os dedos em seus braços, era a segunda vez que alguém o tocava daquela forma sem sua permissão. Passando a acariciar de seus cabelos negros, o alfa respirou fundo e soltou de um suspiro alto enquanto balançava a cabeça.

- Terei de agir o quanto antes.

Sussurrando tais palavras, deixou as mãos no bolso da calça e seguia o caminho para a sala de aula.

➸ 31 de março

Baekhyun andava de um lado para outro pensativo, os lábios levemente torcido e o cenho cerrado já eram expressões de uma reflexão que não chegaria em seu resultado final tão cedo. Cruzando os braços, voltava a olhar os dois lideres á sua frente, ambos silenciosos e ignorando a presença do outro. Uma situação totalmente inesperada e confusa, já que se preparou para separar uma briga entre os dois. Min Seok pigarreou chamando de suas atenções, arrumou a pilha de folhas e as pousou sobre a mesa á sua frente.

- Jun Myeon ficará afastado por alguns dias para poder se recuperar devidamente. – O mencionar do presidente chamou a atenção dos dois garotos. Retesando minimamente, o ômega mais baixo limpava a garganta em nervosismo, tentando ter compostura diante dos olhares atentos e frios dos jovens. – S-Sendo assim ficarei em seu lugar o substituindo.

- Ou seja? – Jong Dae sorria de lado, uma forma maliciosa e até audaciosa de deixar o garoto á sua frente mais nervoso. Baekhyun dera um passo á frente, retribuindo do mesmo sorriso, desafiar os líderes era uma adrenalina que gostava de sentir.

- Ou seja, vocês vão fazer de suas tarefas como planejado. – Arqueando a sobrancelha o garoto sorrira com a pequena ideia que surgia em sua mente. – Caso deem problema Jun Myeon será punido também, já que ele está responsável por seus castigos.

- Isso não faria sentido – Argumentou Yi Xing mantendo o olhar desinteressado sobre os dois garotos do grêmio. – Ele não será punido já que está de licença, sendo assim o substituto passa a ser responsável por nós.

Os olhares recaíram sobre Min Seok, o menor encolheu os ombros e tinha suas bochechas avermelhadas pela vergonha. Assentindo, sentiu-se aliviado pelos olhares terem saído de si.

- M-Mesmo assim – Continuava o menor ainda envergonhado segurando seus dedos debaixo da mesa – Não quero ir visitar o Myeonnie e dizer que tudo o que ele planejou foi por água baixo.... tentem fazer os seus melhores e com isso o castigo acaba.

Os dois lideres se entreolhavam pela primeira vez naquele dia e apenas bufavam para então desviarem seus olhares. Min Seok suspirava olhando para Baekhyun que observava atentamente o celular. Não tendo á quem recorrer de sua vergonha, apenas distribuiu as planilhas para os lideres e sentou-se em seu lugar, mesmo sendo um substituto não ousaria sentar na cadeira de seu amigo.

- Tragam essas fichas preenchidas com todos os alunos amanhã, e então á tarde iniciaremos os preparativos para as atividades. – Lendo a folha com a caligrafia de Jun Myeon, o ômega suspirava e sorria levemente.  – Zagan ficam responsáveis pelos preparativos dos esportes e Phenex as gincanas.

Jong Dae olhava a folha e fazia careta pelo possível cansaço que sentiria em organizar aquilo tudo, porém faria daquilo a sua aposta secreta. Se preparasse tudo em extrema perfeição, com certeza o incidente das copias com Jun Myeon seriam redimidos e até mesmo uma admiração por parte do menor poderia recair sobre si. Levantando-se com pressa, segurou firmemente dos papéis e se retirou da sala do grêmio, passando a percorrer pelos corredores convidando de seus amigos para começarem a suas tramas, nenhum minuto poderia ser desperdiçado.

Já o líder do Zagan parecia desanimado demais para iniciar suas atividades, jogando suas forças para as pernas se retirou da sala e seguia pelo corredor enquanto coçava a nuca pensativo. Como poderia preparar uma escola para eventos fúteis, quando algo bem mais importante lhe aguardava fora daqueles portões? Já havia percebido o interesse de Jong Dae sobre o presidente do grêmio, e isso lhe incomodava. A sensação era como uma bomba prestes a explodir, e para evitar isso seria necessário um fio certeiro para ser cortado e a bomba ser desativada. Mas onde estava esse fio?

Mesmo pensativo com algo além de sua visão, tudo o que lhe restava era seguir o que havia sido planejado. Olhando para a folha em suas mãos, suspirou ao pensar que teria de pedir ajuda aos seus amigos para terminar a tarefa.

➸ 05 de abril

A porta de madeira fora batida três vezes, ajeitando o travesseiro em suas costas Jun Myeon avisara sobre a porta estar aberta, a mesma logo dera espaço para o rosto juvenil do vice-presidente, Min Seok. As bochechas coradas e os olhos redondamente curiosos passavam pelo cômodo até encontrar o amigo pálido na cama, entrava no cômodo de forma tímida ao encontrar o sorriso largo de Jun Myeon. Aproximando de forma tímida sentou-se na beira da cama, observou atentamente para seu amigo segurando sua mão.

- Como se sente?

- Estou um pouco dolorido, mas logo irei para a escola. – Min Seok ria com a animação do amigo em querer voltar para a escola, e claramente a animação tinha nome e sobrenome de um certo alfa.

- Vim aqui lhe visitar e dizer como estão as coisas por lá.

- Oh sim, conte-me tudo.

Ajeitando-se na cama, Jun Myeon tentava manter a fisionomia mais séria o possível. Mas o que gostaria de saber mesmo era sobre um certo alfa tatuado, que poderia estar brigando e arranjando confusão com o outro alfa. Segurando os dedos de Min Seok, o moreno olhava de forma atenta para o colega.

- Bom por incrível que pareça, não houve nenhuma briga física. – Sorria o ômega ao iniciar a fala, Jun Myeon demonstrou surpresa e até mesmo piscava algumas vezes. – Pois é, eu dei as planilhas e eles logo começaram a fazer o que foi pedido.

- Acho que eles querem se livrar do castigo.

- Ou querem te impressionar – As faces dos ômegas avermelharam-se ao mesmo tempo, Min Seok suspirava e passava a olhar suas mãos que agora repousavam em seu colo. – Os dois te salvaram na piscina.

- O-O que? Como assim? – A confusão no rosto do ômega foi o suficiente para que o outro se ajeitasse melhor, e passasse a contar o ocorrido. Em todo o momento Jun Myeon olhava de forma concentrada para o menor, avaliando sua fisionomia e talvez pensando se acreditaria ou não naquilo. – Quer dizer... os dois juntos?

- Sim.... O Lay é uma incógnita ainda – Min Seok umedecia os lábios e desviava o olhar para o chão – Mas o Jong Dae é como um livro aberto, todo mundo sabe que ele está interessado em você.

- I-Isso só pode ser um equivoco. M-Minnie você sabe...

- Eu sei, quer dizer...todos sabem – Ria o menor voltando a acariciar a mão do mais velho o acalmando – Você estava á espera de alguém que lhe amasse para que pudesse se esquecer dele. E se...essa pessoa fosse Jong Dae?

Os olhos surpresos de Jun Myeon ressaltavam a palidez de sua pele, nunca havia pensado que a situação chegaria a este ponto. Talvez fosse uma brincadeira consigo, ou apenas uma forma de seu amigo de passar o tempo. Piscando algumas vezes, o ômega mais velho se reencostou em seu travesseiro mantendo o silêncio tomar conta do cômodo. Mordendo o lábio inferior, o menor apenas suspirava e voltava a olhar para suas mãos se repreendendo mentalmente, uma situação que jamais esperou passar nos últimos anos de estudo. Observando o amigo que parecia surpreso, se ajeitou na cama respirando fundo tentando manter a voz menos tremula que poderia.

- Baek já fechou o pacote para a nossa formatura, a viagem será para uma fonte termal em estilo japonês. – O outro apenas desviou o olhar e assentia sem ao menos saber direito sobre o que o amigo falava. Soltando de um suspiro baixo, levantou-se da cama esboçando um sorriso calmo – Bom, acho melhor deixá-lo descansar.

Se despedindo brevemente o ômega se retirou do quarto, passando pela sala agradeceu, mais uma vez, á mãe de seu amigo por permitir a sua visita. Ao sair da casa recusando educadamente o pedido para ficar e jantar, Min Seok caminhava com as mãos no bolso, sentindo os olhos marejarem mais uma vez.

➸ 09 de abril

Respirando fundo, observava atentamente para a entrada do colégio. Fazia alguns dias que não ia para além desses portões e isso lhe trazia a sensação de um calouro novamente. Porém um iniciante ele não era, agora era presidente do grêmio estudantil, com sua opção sexual totalmente assumida de forma desmerecedora e enfrentaria tudo de cabeça erguida. Mesmo assim sentia o arrepio na espinha.

Segurando firme de sua mochila nas costas, Jun Myeon passava pelos portões e seguia para o prédio principal. Não havia nenhum aluno ali, provavelmente todos estariam reunidos em suas salas junto com os professores para darem inicio á semana desportiva. Teria que ir para o grêmio, por conta do ocorrido não iria participar do evento, apenas seria juiz junto com a diretora.

Passando para o prédio norte, subindo as escadas seguia o seu caminho habitual para a sala do grêmio estudantil. Encontrando a porta aberta, esticou o pescoço para olhar dentro da sala, encontrando seus amigos Baekhyun e Min Seok. Suspirando aliviado por não encontrar os líderes tão cedo, abriu o melhor sorriso e entrou na sala, encontrando os olhos surpresos dos ômegas que não tardaram em lhe abraçar.

- Pensei que viria somente semana que vem! – Baekhyun deslizava as mãos pelo corpo do presidente, o olhava de forma atenta procurando por possíveis machucados, arrancando risos dos amigos.

- Eu estou bem, já poderia ter vindo antes.

- Bom, então ao trabalho!

Min Seok puxava os rapazes para fora da sala e seguirem para a ala oeste do colégio onde ocorreria o evento. Enquanto caminhavam, Jun Myeon olhava estupefato para a organização, na verdade bandeiras com os símbolos das duas gangues haviam sido espalhadas pela escola, ao longe poderia ver as quadras com as filas de alunos que se organizavam junto aos professores para entrarem. As áreas onde ocorreriam as corridas e gincanas, estavam perto de barracas brancas onde os professores estavam arrumando. Tudo em perfeito organização.

- Por incrível que pareça, eles prestam para algo – Comentava Baekhyun em um sussurro para o líder.

Jun Myeon apenas ria do comentário do amigo, que lhe direcionava para a primeira corrida que ocorreria. A diretora se aproximou dos três alunos e os cumprimentavam com extrema alegria, parecia ilusão ver a escola toda reunida para um único propósito. Garantindo a saúde de Jun Myeon, que repetia mais uma vez estar bem para o evento, a senhora apenas entregou os uniformes para que os rapazes fossem se trocar. Seguindo o caminho para o ginásio onde usariam o vestiário, os três garotos conversavam em risos sobre a situação do tesoureiro.

- Ele está me perseguindo!

- Talvez queira passar o cio com você – Dizia Min Seok corando levemente, arrancando mais risos de Jun Myeon. O caso seria perdido se Baekhyun fosse tão tímido quanto os amigos, o que ocorria longe da realidade.

- Me nego, já viram ele comendo? Parece um mendigo em frente de um banquete, só de pensar na baba que escorria dele... – Encolhendo os ombros, Baekhyun se arrepiava com a visão imaginativa – Argh garoto porco.

A escola parecia um lugar divertido naquele momento, como se nada tivesse ocorrido e apenas aproveitava a presença de seus amigos. Entrando no vestiário os rapazes começaram a se trocar, guardando seus uniformes em seus respectivos armário. Min Seok e Baekhyun terminavam por primeiro e já saíam correndo atrasados para irem participar dos jogos que ocorreriam. Jun Myeon lavava o rosto e sorria para o espelho, “que estranho sem aparelho”, ainda não havia se acostumado com a boca leve.

Preferindo não seguir o exemplo de seus amigos atrasados, o ômega saíra do vestiário seguindo pelo ginásio. Parou de andar e olhava atentamente para o alfa diante de si, a cor sumira de seu rosto, os olhos se arregalavam e o nervosismo lhe tomava conta. O alfa dos Zagan estava usando sua calça esportiva azul, mas a regata branca que usava deixava á mostra seus músculos e tatuagens. O mesmo observava atentamente para o ômega á sua frente, e pensando direito aquele era o primeiro momento em que ficavam completamente a sós após o ocorrido.

- Voltou cedo.

O ômega permanecia parado enquanto observava o outro se aproximar, mesmo ouvindo sua voz calma e baixa, parecia ter sido alta o suficiente para ecoar em sua mente. Ficando frente á frente, Jun Myeon apenas assentia mantendo os olhos sobre o rosto do alfa, que abria um leve sorriso no rosto.

- O-Obrigado – Sussurrou ao despertar de seu transe, passando a segurar na blusa de moletom preta, descontava seu nervosismo tentando controlar o rubor na face, que fora falha total. Yi Xing observava aquilo atentamente, e sorria cada vez mais largo diante da peça rara diante de si. – Por me pegar na piscina.

- Foi minha culpa que tenha se machucado. Se eu pudesse controlar o que as pessoas fazem...

- A-Ah – O nervosismo do menor apenas aumentava, estaria Yi Xing ali apenas “para se desculpar” – Não precisa se preocupar, isso foi...

- Seu sorriso é bem mais bonito sem o aparelho.

Novamente com sua voz baixa e calma fazia com que Jun Myeon paralisasse e o olhasse com um fio de esperança acendido. Não poderia ser tão cruel á este ponto, uma boa forma de desviar o assunto e talvez dissipar de sua culpa, porém mal sabia que suas palavras eram como pequenos nós que desatavam dentro do ômega. O coração acelerava, e os olhos se encontravam mais uma vez como uma conversa telepática. Estava totalmente paralisado, sentindo seu corpo parado enquanto o coração gritava para avançar, e o cérebro o mandava parar. A razão e a emoção dificilmente entravam em harmonia no garoto ômega, e por isso manteve seus sentimentos tão encobertos por exatos três anos.

Porém Yi Xing apenas observava aquele garoto á sua frente tendo sua mente longe dali. O via tão de perto pela primeira vez, sendo que a ultima vez que o vira estava desacordado e todo machucado. Não poderia averiguar seus braços, estavam cobertas pelo moletom, porém a cor rosada em suas bochechas eram sinais de que tudo estava bem, o mal havia passado. Mas havia algo a mais naquela expressão do ômega. Aproximando-se mais do que o seu limite pessoal, Yi Xing tocou com as pontas dos dedos a bochecha rosada do menor, seus olhos fitavam as pérolas amendoadas e brilhantes que eram os olhos de Jun Myeon como se estivesse hipnotizado. E o cheiro, ah doçura de um aroma que simplesmente lhe chamara atenção á três anos atrás. 

Um momento totalmente oportuno para Jun Myeon, que jamais imaginou estar tão próximo assim daquele que tanto amava. Porém na porta do ginásio, observando atentamente daquela aproximação, Jong Dae caminhava com passos pesados e respiração acelerada. Sabia muito bem o que resultaria se Yi Xing desse o próximo passo, e queria evitar isso o quanto pudesse. Ficando atrás do ômega, olhou para o outro alfa que já tinha percebido de sua presença. Envolveu seus braços na cintura de Jun Myeon e deixou com que seu corpo encostasse com o do menor, o despertando do transe.

- Myeonnie a diretora está lhe esperando.

- A-Ahn? – Olhando os dois alfas, o ômega apenas desvencilhou-se dos braços de Jong Dae, olhou uma ultima vez para Yi Xing que fitava Jong Dae em sua fisionomia séria. Preferindo não dizer mais nada, apenas correra para fora do ginásio.

- O que raios pensa que está fazendo?

- Ah, espera, eu te irritei? – O sorriso largo de Jong Dae apenas deixava o outro cada vez mais furioso, cerrando de seu pulso apenas respirava fundo tentando se manter calmo – Acho que todos sabem, mas eu gosto dele.

- Não ouse...

- Só pelo fato de suas amiguinhas terem feito a arte do outro dia na piscina, já me deixa á frente. – Dois passos á frente, Jong Dae observava Yi Xing com o sorriso vitorioso em seu rosto – A família dele também parece gostar de mim.

- Não pense que eu irei me importar com isso.... Eu não comecei ainda.

- Então não comece, eu já estou na sua frente. – Rindo, o alfa passava a mão pelo cabelo e se afastava lentamente, porém parou de andar e se virou para fitar o líder do Zagan ainda o observando – Afinal eu li o diário dele e sei o do que ele precisa.

- Mas sou eu a quem ele quer!

- Admita que perdeu essa, irmãozinho.

Jun Myeon se sentou ao lado da diretora sentindo a dificuldade em conseguir se concentrar, o rosto avermelhado não iria sair tão facilmente assim como a sensação de quase ter tido o seu primeiro beijo. Podia sentir ainda em sua pele o toque sutil de Yi Xing, e isso mexia cada vez mais com o menor que tinha suas esperanças acendidas com fervor. Ouvindo os gritos dos alunos, ajeitou-se na cadeira tentando se concentrar nas disputas que ocorriam, a diretora apenas comentava da corrida de revezamento pelo alto falante, deixando de lado o aluno ao seu lado. Puxando a prancheta com as folhas, Jun Myeon observava a corrida e fazia as anotações necessárias, olhando para o relógio que cronometrava. Levantou-se da cadeira pegando o apito para soar o final da corrida, gerando gritos e torcidas da classe que havia ganhado.

Anotando os dados necessários para a premiação que ocorria á noite, o ômega já havia se recuperado e até mesmo esquecido por um momento o ocorrido no ginásio. Porém ao perceber que as turmas dos terceiros anos iriam disputar a corrida, os seus olhos trataram de procurar pelo alfa tatuado. Olhos traíras que se encontraram com as orbes negras de um alfa que lhe observava e sorria, enquanto se direcionava para um ponto na pista onde esperaria pelo companheiro lhe passar o bastão. Além de encontrar Yi Xing como ultimo corredor, vira que a pessoa com quem disputaria não seria ninguém menos que Jong Dae.

Segurando o apito na boca e o cronometro na mão direita, apitou para dar inicio a nova corrida de revezamento. “Foca nos corredores, vamos lá foco na corrida Jun Myeon”. Temendo ser traído por seus olhos, conseguiu de observar atentamente os corredores que repassavam os bastões para dar continuidade. Suspirava baixo olhando o cronometro e fazendo anotações necessárias, mas logo teve de olhar para aqueles dois alfas que competiam em seu mundo interno. Ambos estavam posicionados com as mãos esticadas para trás esperando sua vez, Jun Myeon acompanhou com o olhar quando um corredor se aproximou e entregou o bastão á Jong Dae que saíra em disparada.

Ficou surpreso com a velocidade que o alfa corria, até mesmo havia se esquecido de Yi Xing que segundos depois recebeu o bastão e começava a correr. Jun Myeon segurava firme do apito ao perceber que os rapazes poderiam terminar a prova antes do tempo se encerrar, mantendo o foco em Jong Dae que tinha o primeiro lugar, se assustou ao ver Yi Xing se aproximar ferozmente, com os movimentos dos braços e pernas em sincronia. Os dois estavam empatados, e mesmo seguindo para a linha de chegada fora difícil para o ômega ver quem chegou primeiro. Soando do apito o garoto se aproximou da diretora, que também estava boquiaberta com a velocidade.

- Q-Quem ganhou? – A pergunta da diretora fora baixa, e olhava com expectativa para o ômega.

- Jong Dae ganhou – Sussurrava logo balançando a cabeça – Pelo menos aonde eu vi foi ele quem...ganhou.

- C-Certo...me parece isso também... o coloque como vencedor.

Assentindo o ômega escrevera o nome do alfa como vencedor, suspirou e olhou para os dois concorrentes que apenas bebiam água em suas respectivas turmas. Balançando a cabeça, colocou um boné e seguiu para o próximo jogo da qual iria ser juiz. No caminho observou algumas gincanas que ocorriam ao mesmo tempo, encontrou Baekhyun que conversava com um alfa de cabelos descoloridos. Recordou-se do cio do amigo e logo foi em sua direção, vendo o olhar de poucos amigos do alfa mais alto.

- Ham...atrapalho? – Sussurrava o ômega, Baekhyun erguia a cabeça e sorria largo abraçando o amigo logo o puxando para o lado.

- Ah queria falar com você, vamos ali....pelo amor vamos ali....

Jun Myeon assentia sendo arrastado pelo amigo, sentindo urgência em sua voz, deixando para trás o alfa desconhecido. Indo para perto dos prédios o ômega do cabelo claro suspirava e se acalmava logo olhando o amigo.

- Meu cio vai começar a qualquer momento...

- Eu...pensei que já tivesse passado.

- É mas não passou – O ômega se aproximou do amigo, baixando o tom de voz, fez sinal de que aquilo que diria seria um segredo. – Aquele grandão é aquele que comentei mais cedo, pedi aos meus pais pra me darem....aquele negócio sabe?...

- Ah pílula? – O presidente olhava para o amigo e inclinava a cabeça – Tomou pílula para não passar pelo cio?

- Tomei pílula pra adiar o meu cio – Suspirando o mais alto olhava para o amigo, formando um bico manhoso nos lábios – Como eu iria deixar o Minnie sozinho lidando com esses marmanjos? E como eu iria ficar, esse cara poderia simplesmente me perseguir mais do que o anormal que já faz.

- Mais do que o que?

- Foca Myeonnie. – Pedia Baekhyun – Mas não consigo mais segurar, eu to fraquejando.

- Não seria bom pedir a ele para passar....

Os olhos de Baekhyun se arregalaram, os dedos foram para os lábios de Jun Myeon o calando rispidamente.

- Não ouse terminar esse pesadelo. Vou passar do meu jeito, fique no meu lugar como juiz hm?

Com os lábios tampados pelo maior, Jun Myeon apenas assentia surpreso com a atitude do amigo, que logo se afastava começando a lhe passar suas instruções para os jogos seguintes. Baekhyun logo saíra para ir embora, deixando um ômega suspirar por conta do cansaço que poderia vir a sentir durante o dia, e agradecer mentalmente por seu período de cio ter sido quando estava ausente. Olhando para as folhas em mãos, se organizava distraídamente, assustando-se quando Jong Dae surgira em sua frente com um largo e doce sorriso.

- Omo, Jong Dae!

- Ah ficou surpreso, esperava alguém?

- Não...apenas não esperava.

Jun Myeon se encostou na parede e continuava a olhar as folhas enquanto rabiscava organizando em sua mente suas tarefas. Jong Dae o observava com um sorriso gentil no rosto, logo se encostou ao lado do ômega e passou a observar a escola em seu movimento agitado.

- Sabe eu ganhei a corrida.

- Sim eu vi – Desviando o olhar das folhas para finalmente observar o alfa, o ômega sorriu largo. – Aliás, não sabia que corria tão rápido.

- Nunca me pediu pra correr.

- E por que eu pediria?

- Bem....eu corri pra te salvar. – Sussurrava, logo Jun Myeon se recordava da visita que Min Seok havia feito em sua casa, as palavras ditas sobre o alfa que estava á sua frente.

- Ah certo, obrigado por me salvar...Meus pais comentaram que havia um rapaz que havia ....

- Não foi um prazer, mas te ajudar pode vir a ser.

Nunca havia pensado em Jong Dae como um alfa no sentido romântico, seus pensamentos e sentimentos sempre foram direcionados á Yi Xing. Mas não poderia negar que aquele rapaz estava ganhando de sua atenção nos últimos tempos, como um novo e melhorado Jong Dae. Corando levemente perdido em seus pensamentos, o alfa apenas observava a dispersão do outro soltando uma risada baixa.

- É...até que seu sorriso é bem bonito – Sussurrava Jun Myeon que logo corava com o que havia dito. – Q-Quer dizer....ai céus to atrasado.

- Tudo bem eu deixo você fugir do momento constrangedor.

- Obrigado Jong Dae.

Apenas sorrindo para o mais novo amigo, Jun Myeon olhava a folha e se direcionava para o novo local onde seria juiz. Jong Dae cruzava os braços e ria sozinho enquanto observava o ser que desaparecia de seu campo de visão. Desencostando da parede, passou a caminhar para um banco onde estavam seus amigos. Ignorou as perguntas sobre onde estaria, e ficou apenas preso em seus pensamentos sobre os minutos atrás recebera um elogio.

O sol dava lugar para a lua e o céu estrelado, o combinado para encerrar o dia de competições era de uma confraternização. Os alunos de Zagan havia feito um grandiosa fogueira, enquanto os de Phenex cuidaram da musica e comidas. Alguns minutos antes havia ocorrido a premiação para os times vencedores, e Jun Myeon agradeceu aos céus por não haver nenhuma briga entre as gangues. Agora seria apenas um momento para relaxar.

Min Seok já havia ido embora, o rapaz tinha um evento familiar da qual não poderia faltar, sobrando apenas Jun Myeon que sentou-se em um banco mais afastado, observando os alunos se divertirem depois do dia corrido que tiveram. Estava satisfeito com o resultado e o sorriso em seu rosto era o sinal disso, esse seria seu ultimo ano na escola e gostaria que o ocorrido com o seu diário tivesse sido apenas um único momento desastroso. A próxima etapa seria a viagem e o baile de formatura, e então poderia se despedir dos seus colegas.

Mas pensar em se despedir não lhe fazia bem, apesar de já ter vaga na faculdade junto com seus dois amigos, que depois das pressões feitas por Baekhyun os três se manteriam juntos. O difícil seria dizer adeus para os sentimentos que viveu, até um pouco desapontado por não conseguir se quer um beijo de Yi Xing. “Mas eu tenho lembranças....e isso me é suficiente”.

- Quer dançar?

Não havia percebido que encarava o chão, erguendo da cabeça encontrara Yi Xing com a mão estendida para si, enquanto um sorriso largo se estendia por seu rosto. Imaginando que aquilo poderia ser uma peça que seu cérebro lhe pregasse, beliscou-se no braço enquanto observava surpreso para os olhos negros do alfa. A pequena ponta de dor que sentiu fora o suficiente para comprovar que o pedido de dança era real.

- N-Não sei dançar.

- Por isso é em par, eu te guio.

Inclinando a cabeça para o lado não tivera tempo para responder, Yi Xing segurou de suas mãos o puxando de forma delicada para que se levantasse. O puxou para um canto mais preservado, mas que ainda poderia ouvir a musica que lenta que tocava. Jun Myeon sentia a ponta dos dedos quentes do alfa, se envolverem por sua cintura o puxando para perto. Deixando a vergonha um pouco de lado, o ômega pousou a mão em seu ombro, deixando com que o mais alto segurasse de sua destra.

“Minha mão, ele está segurando a minha mão”, o seu interior poderia estar uma completa confusão, mas os olhos de Jun Myeon estavam pregados totalmente nos de Yi Xing. O maior dera um passo e fora seguido pelo menor, e aos poucos a dança surgia de forma tímida e silenciosa. Apenas se olhando, como no ginásio naquela manhã, os dois rapazes pareciam entrar em um mundo interno. Yi Xing conseguira aumentar dos passos, fazendo com que os dois girassem por perto das árvores, logo tendo sorrisos crescendo em ambas as faces, até mesmo ouvira a risada baixa e tímida do ômega.

Enquanto a musica progredia, os dois dançavam sem dizer uma palavra. Yi Xing rodopiava o menor que ficava cada vez mais envergonhado e sem saber o que fazer. Seria um momento que uma garota iria adorar, mesmo assim estava curtindo o momento como uma forma de se despedir do seu primeiro amor, que iria ficar em sua memória como um conto de fadas. Assim que a musica terminou, os passos ficaram lentos até pararem de se mover, sem soltar da cintura do menor, o alfa suspirava e depositava um selar demorado na testa do ômega.

- Obrigado pela dança, presidente.

- S-Sou desajeitado, mas se gostou....

As mãos quentes de Yi Xing foram diretamente para o rosto do ômega, os fogos de artifícios preparados pelos alunos começavam a estourar nos céus, iluminando o momento em que os lábios do alfa tocaram os do menor. Jun Myeon arregalava os olhos surpreso pela atitude, enquanto sentia tanto seu interior quanto o exterior estourarem fogos de artifício.  

❖❖


Notas Finais


Bom sugestões e dicas sempre são bem vindos, mas as opiniões são realmente importantes para saber como está o cap. Então....isso será um bem vinda de volta? Não? Ok T^T
hihi até mais gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...