História Seven Steps - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alissa, Bts, Hirai Momo, Hoseok, Jimin, Jungkook, Namjoon, Seokjin, Taehyung, Yoongi
Visualizações 49
Palavras 2.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


?
??
???
????
?????
Sim, isso aqui é um capítulo!

Bom, não me perguntem, eu simplesmente tive tempo e também estava ansiosa para esses próximos capítulos que estão chegando.
E amanhã é feriado, né, people? Estamos livres \o/

O capítulo está menorzinho, mas 99,9% de chance de eu postar final de semana, talvez não no sábado!

Bjs e boa leitura ❤️

Ps: o começo está com narração em 3ª pessoa, não estranhem!

Capítulo 19 - Apologies


Fanfic / Fanfiction Seven Steps - Capítulo 19 - Apologies

Assim que Taehyung saiu da sala, Yoongi abraçou a loira como nunca antes. Na verdade, eles nunca tinham se abraçado. 

 O de cabelos pretos se sentia extremamente culpado pelo que acontecera, principalmente após Mingyu ter lhe dito sobre a empresa falida do pai. O policial fizera aquilo por raiva, queria machucar o tão temido Suga e conseguiu conquistar seu objetivo.

 Alissa, por seu lado, estava com o corpo dolorido e sentindo seus ferimentos arderem, mas sabia que deveria consolar o seu chefe. Em nenhum momento a loira o culpara pelo ocorrido, por isso sentiu sua garganta fechar quando o viu chorando. Ela queria chorar também, porém queria mostrar-se forte por ele e se segurou. 

 Os dois se encontravam sentados no sofá e abraçados, enquanto Yoongi chorava e Alissa afagava os cabelos de sua nuca, repetindo para ele que estava tudo bem, e que nunca o culparia por nada. Ele, que nunca mostrava suas emoções assim, prometia e jurava a cada instante que ninguém tocaria mais um dedo nela sem a permissão da mesma.

 Min Yoongi não sabia o que estava acontecendo com ele, apenas permitia-se chorar com Alissa. Por incrível que pareça, Yoongi estava mostrando uma fraqueza sua para uma pessoa que conhecia a pouco tempo, mas já tinha mexido tanto com ele, mesmo sem perceber.

 A loira via seu chefe chorar e, por esse motivo, sentia seu peito apertar cada vez mais e a vontade de chorar também só aumentava. Ela tinha que dar um jeito, ela tinha que mostrar um jeito melhor de consolá-lo e sabia exatamente como fazer isso. Sendo assim, separou o abraço e segurou o rosto do pálido com as mãos, secando as lágrimas dele com os polegares. Ele a olhava confuso, mas antes de perguntar qualquer outra coisa, os lábios dos dois já estavam colados. Os dois sentiram algo diferente naquele beijo, não era igual ao da noite que anterior. 

Era como se uma onda térmica passasse pelo corpo deles, todavia, causava um efeito diferente em cada corpo. Min Yoongi sentia que aquilo estava lhe dando forças, recarregando suas energias. Alissa Kroger sentia que tirava toda a carga negativa dos dias ali. No fundo, era um alívio para os dois.

 Ambos estavam aproveitando a tranquilidade do momento, a delicadeza dos toques. Nada importava mais. Ele não se importava com o que tinha acontecido, muito menos com a culpa que ele carregava, da mesma forma que ela não se importava com o que ia acontecer quando ele descobrisse a verdade. O que importava era o momento, importava o que estava acontecendo. Yoongi esquecia de tudo aquilo que ele tinha feito, Alissa esquecia de tudo aquilo que ela iria fazer.

 Após separarem sua bocas, as carícias não terminaram. Não carícias com duplas intenções, sim carícias que ambos precisavam. Enquanto Yoongi trabalhava duro todo dia para tomar conta de seus meninos, junto à Seokjin, Alissa se torturava toda a noite imaginando no que aconteceria com Mark caso ela largasse tudo. 

 Seu menino era a coisa mais valiosa do mundo. Era seu precioso. Por ele que ela aceitou tudo. Alissa seria capaz de trair a confiança daqueles que ela já nutria um sentimento pelo garoto. 

 Mas, como eu já disse, nenhum dos dois estava pensando naquilo. A única coisa que realmente se passava na cabeça deles era o sentimento que estava começando a se enraizar no coração dos dois.

 Só que, obviamente, o orgulhoso e a marrentinha não admitiriam aquilo tão cedo.

 Já os maknaes bolavam um plano na sala de Jungkook. A ideia era descobrir o que estava acontecendo com seu hyung e sua noona. Eles mereciam saber se alguma coisa realmente estava nascendo ali, não só pelo fato de Yoongi ser quase como um pai para eles, mas também por Alissa ser a melhor amiga dos três.

 O esquema era simples: Taehyung ia levar Alissa para seu quarto, para tomar conta da mesma, enquanto os outros dois chegariam mais tarde com algo para comer, que acabou sendo pizza de pepperoni.

 A noite permaneceu tranquila para os quatro e, para Alissa não desconfiar, eles começaram jogando o assunto aos poucos. Conversaram sobre os hyungs, depois falaram um pouco da empresa – apenas o fato de estarem atarefados, afinal não podiam ir mais a fundo. Em seguida, Jimin comentou sobre como os hyungs eram importantes e como se sentia mal se seus amigos mais velhos chorassem, como no esquema, Taehyung aproveitou para falar que viu Yoongi chorando mais cedo.

 E então começaram as perguntas. Perguntaram se Alissa achava o pálido bonito, ela respondeu que sim. Perguntaram se a relação dos dois havia melhorado e ela confirmou.

 - E o beijo dele também é bom? – Park Jimin arriscou a pergunta, não aguentando mais o joguinho com sua noona. – Ah, qual é, Alissa? Achou que fosse esconder da gente até quando? Somos seus confidentes, pode confiar na gente.

 Então Alissa contou a verdade. Falou que tinha beijado Yoongi no dia anterior, mas que provavelmente tinha sido pelo efeito do álcool, e admitiu o que tinha acontecido hoje. 

 - Mas você sente alguma coisa por ele? – Kookie também resolveu perguntar.

 - Não sei. – ela admitiu. – Mas posso garantir que eu amo vocês...

 Assim, Alissa conseguiu disfarçar um pouco e mudar o assunto.

 A hyung line também estava desconfiando. De uma hora para outra, Suga parara de colocar coisa na cabeça deles em relação à garota, o que era bem estranho.

 Contudo, eles também eram mais espertos que os maknaes, por isso vieram com uma ideia que os incriminasse muito menos. Namjoon falaria no dia seguinte com V, daria a ideia, mesmo que indiretamente, de um presente para Alissa em seu aniversário, o qual eles descobriram que seria em pouco mais de dois meses. 

 Com certeza eles dariam a ideia para Yoongi e, se o mesmo aceitasse, as apostas deles estariam corretas: só seria questão de tempo até que os dois estivessem juntos.

 Mas, se a história dos hyungs dará certo, vocês descobrirão daqui a pouco. 

 Min Yoongi’s POV

 No dia seguinte... 

 - Lembra daquela empresa que só estava nos dando prejuízo há... Uns três anos atrás? – Hoseok começou a me explicar. – Uma que prestava serviços para o governo?

 - Aquela que tivemos que sabotar e vice-presidente foi preso? – perguntei, girando a caneta em minhas mãos.

 - Essa mesmo. O presidente da empresa era o pai de Kim Mingyu.

 - Pera. – Namjoon deu uma pausa. - Então quer dizer que aquele merda fez tudo isso por raiva da gente? 

 - A culpa de tudo aquilo ter acontecido com Alissa foi nossa? – Tae perguntou, revoltado, e virou-se para Hoseok, que deu de ombros.

 - Aparentemente sim. – Seokjin respondeu. – Mas não devemos nos sentir culpados, né?

 - Acho que não. – falei, coçando a nuca e mostrando desconforto.

 - Poderíamos fazer alguma coisa por ela. – Nam jogou. – Algum presente, algo do tipo. Eu estava conversando com o Tae mais cedo sobre isso.

 - Como um pedido de desculpas? – Jimin indagou e eu continuei observando, tentando ver até onde a conversa chegaria.

 - Me parece bom. A noona merece e não é só por isso. – Jungkook a defendeu. – Mesmo que indiretamente, ela já fez muita coisa por a gente. 

 - Só naquele cassino ela passou por poucas e boas. – V comentou. – Só de ter que aguentar os caras, as cantadas.

 - Isso que dá ser a menina mais bonita em um lugar com vinte e poucos caras. – Jin deu de ombros e arrancou uma risada de todos, que concordavam com o que ele dizia.

 - Xiumin ainda ficou no pé dela e a chamou para dançar. – Hobi relembrou.

 - E o Lay? – Jin deu sua famosa risada. – Aquele cara é um saco! Tô recebendo mensagem de 10 em 10 minutos. Parece que ele não desistiu de pedir o telefone de Alissa.

 - Bloqueia esse merda. – sugeri. – Tudo bem que ele é seu amigo, mas existem limites de encheção de saco!

 - Voltando ao assunto – Nam continuou. – Também teve Jackson e Suho comendo-a com os olhos!

 - E a história do Chanyeol? – me coloquei a rir. – Coitada!

 - O que aconteceu na verdade? Até agora eu não entendi. – V perguntou.

 - Você não viu o vídeo? – questionei e ele negou com a cabeça.

 - Pelo que eu entendi, Chanyeol estava no banheiro, quase chegando aos “finalmentes” com a garota do EXO e Alissa entrou. – Hobi tentou explicar. – Foi ela quem gravou o vídeo, não foi?

 - Não foi assim não. – Jimin cruzou os braços, enquanto eu ainda brincava com caneta em mãos. – Alissa nunca faria algo do tipo.

 - Assim, Alissa estava comigo, Baekhyun e BamBam. – Taehyung começou a explicar o seu lado. – Estava um papo até legal e tal, mas aí ela disse que ia ficar com o Golden Maknae, só que ia passar antes no banheiro, para retocar a maquiagem.

 - Aí já entra o meu lado. – o mais novo foi completar. – A loira chegou e ela estava meio em choque, obviamente eu perguntei o que foi.

 - Aí Kai e Sehun ouviram a explicação dela sobre Chanyeol e foram atrás verificar, eles que gravaram o vídeo. – Jimin finalizou.

 - Como você sabe?

 - Alissa foi ficar comigo e Chanyeol estava sendo um completo babaca com ela, por isso pediu que saíssemos de lá. – justificou. – Saímos, conversamos e Suga Hyung chegou.

 - Cacete, quantas vezes eu já disse para não me chamar assim? – perguntei.

 - Desculpa, hyung. – levou as mãos à boca, tapando-a.

 - Ah, mas também não vamos dizer que Alissa só teve frustrações, ela também se divertiu. – Namjoon disse.

 Principalmente comigo, logo após tê-la roubado de Jimin.

 - Ela arrasou no poker e se divertiu com aquilo. – Hoseok exemplificou.

 - E claro que ela também aproveitou da situação, né? Vocês não acham que JB e a Alissa formariam um pelo casal? – Jin indagou. – A troca de olhares tava tensa entre os dois.

 - JB? Im JaeBum? – questionei, rindo de forma irônica. – Ah tá que os dois vão ficar juntos. 

 - Ok... – Namjoon olhou-me de forma estranha. – Mas, chega de fofoca, e vamos voltar ao assunto. O que vamos fazer para Alissa?

 - Bom, podemos ver a data do aniversário dela. – dei a ideia e busquei pela ficha da marrentinha no meu computador. – Acho que não é daqui a muito tempo... – conferi a data de hoje. – Mais ou menos dois meses.

 - Podíamos dar de presente de aniversário, aí fica uma coisa “melhor”. – V sugeriu, fazendo aspas com os dedos. – Que tal?

 - Hum... Por mim tudo bem. – levei a caneta à boca. – Mas o que Alissa gosta? Já demos para ela roupas no final de semana.

 - Aish, roupas não são coisas especiais! – Jungkook afirmou. – Quer dizer, garotas gostam, mas são apenas roupas.

 - E por que não trazemos Mark para cá? – Jimin sugeriu e a ideia veio como uma lâmpada acessa na cabeça.

 Claro! O que Alissa gostaria mais do que ter Mark do seu lado no aniversário?

 - Que Mark? – Jin perguntou. – Mark Tuan?

 - Não, hyung...

 [...]

 - Pronto. – falei, grampeando as folhas. – Passagens pagas. Agora, só falta avisar ao hotel que durante esses dias a Alissa vai ficar com uma criança no quarto.

 - Eu tenho quase certeza que não tem diferença de preço para crianças, mas eu confiro assim que chegar no hotel. – Hobi disse.

 - Tudo bem. Quem vai dar a notícia para a loira? – perguntei.

 - Podemos? – os maknaes falaram em uníssono.

 - Claro! – entreguei os papéis para Jungkook. – Façam uma surpresa bonitinha, podem tomar o resto do dia livre com ela. – dei de ombros. – Só preciso que um de vocês fique... Pode ser você, Tae?

 - Pode ser, hyung... – ele pareceu meio decepcionado por não poder ir, mas resolveu não questionar nada.

 Kim Taehyung já está no meu caminho desde o dia do avião, não é? Melhor não arriscar.

 Park Jimin’s POV

 - Tá, vamos tirá-la daqui, dizendo que Suga Hyung nos liberou por causa de ontem. – comecei a passar o plano para Jungkook. – Compramos algumas besteiras para comermos e avisamos para ela assim que chegarmos no hotel. 

 - Aí pegamos o computador dela, e tudo mais, e contamos para Mark! Finalmente vou conhecer o baixinho! 

 - Sim, sim. Você vai adorá-lo. Ele é um amorzinho. – falei. – Agora, volta e tira a loira de lá.

 - Ótimo.

 Esperei uns 10 minutos até os dois voltarem. Alissa estava com uma feição meio duvidosa, mas o que predominava em sua expressão era o cansaço. Ela estava com olheiras fracas embaixo de seus olhos e fazia algumas caretas com movimentações bruscas. Além do fato de estar sem seus famosos saltos.

 - Tem certeza que fomos liberados? – ela perguntou, enquanto esperávamos o elevador chegar o térreo. – Eu tinha trabalho para fazer.

 - Acha mesmo que, depois daqueles pegas que você deu no hyung, não seríamos liberados? Existe uma coisa chamada bom humor, e com certeza ele está desde ontem! – Jungkook comentou e eu ri.

 - Aí meu Deus. – ela revirou os olhos. – Não deveria ter contado para vocês, não vão ficar quietos.

 - Ei! Pode confiar na gente, bobona! – falei.

 - Eu sei que posso. – ela sorriu de uma forma encantadora e saímos do elevador. – Vamos logo, antes que ele mude de humor!

 - Ele quem? – ouvi uma voz irritante intrometendo-se em nossa conversa e me virei, para confirmar se era ela realmente.

 - Momo?! O que faz aqui?


Notas Finais


Então, provavelmente as postagens devem ficar mais frequentes, então talvez eu deva aparecer assim no meio da semana dando a louca.

Sobre a narração em 3ª pessoa: gostaram? Querem que eu faça mais?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...