História Severe Punishment - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Suga
Tags Daddykink, Dirtytalk, Jungkook!tops, Lemon, Oneshot, Pwp, Sugakook, Yoongi!bottom, Yoonkook
Visualizações 374
Palavras 2.851
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha só quem tá aqui com mais um lemon não é mesmo? Pra não perder o costume né galera.

Dessa vez o shipp é yoonkook e, o Suga é bottom (até porque, como vocês sabem, é minha religião)

A shot é lemon desde o começo, juro mesmo! Desde a primeira palavra (É isso que se faz quando você não sabe começar uma one shot, fica a dica rs)

Eu sei que são 2:15 da manhã e não é um horário muito bom pra postar fanfic, mas se eu não terminasse e postasse hoje eu morreria, porque queria postar isso logo.

Quem sabe, algum dia, eu coloque uma capa nesse capítulo nenom?

Enfim! Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Fuck me daddy





- Você vem sendo um garotinho tão mal, Hyung – Jeon suspirou com falso desapontamento na voz. A visão que tinha era deveras excitante, um Min YoonGi amarrado pelos pulsos na cabeceira da cama e automaticamente de quatro para si, empinando cada vez mais, todo oferecidinho. O mesmo tinha os olhos vendados e vestia apenas meias brancas até a metade das coxas fartas e uma calcinha rosa. – Você quebrou muitas regras, sabe disso, não é mesmo? – Perguntou retoricamente, já sabendo a resposta – Claro que sabe, é uma putinha necessitada que não aguenta ficar muito tempo sem um pau – Essas palavras fizeram o membro de Min pulsar dentro da peça íntima. A falta de delicadeza nas palavras de seu Daddy e a brutalidade consigo eram com certeza as melhores partes das punições. – Vejamos... você se tocou sem permissão, mais de uma vez – Quando Suga foi se defender Jeon continuou – Não negue baby, eu sei disso – Suspirou derrotado. YoonGi não tinha culpa dos brinquedos sexuais que seu Daddy tanto comprava eram tentadores ao ponto de lhe fazer quebrar uma das regras. – Me provocou publicamente a semana toda, eu estava deixando passar, mas porra YoonGi! Eu estava no meio de uma reunião e você me mandou um vídeo gemendo igual uma puta, tem noção da vergonha que eu passei? – Min riu sapeca, sua proeza tinha dado certo. Tudo que Jeon falava era verdade, provocou o namorado a semana toda, estava sentindo falta das punições que lhe rendiam dias sem sentar direito. Quando viu que Jeongguk estava meio que ignorando tudo, teve que apelar, então fez um vídeo enquanto brincava consigo mesmo, fazendo questão de gemer bem alto. Isso resultou num Jungkook mais vermelho que um pimentão numa reunião super importante, voltou pra casa o mais rápido possível para puni-lo.

- D-Desculpa Daddy – Disse manhoso.

- Eu sei que não se arrepende em nada, Min YoonGi – Levou um tapa estalado na nadega direita e gritou pelo susto. Realmente, o menor não tinha um pingo de arrependimento. – O que devo fazer contigo, garotinho mal?

- M-Me puna, Daddy – Praticamente gemeu. Já estava à muito tempo preso sem conseguir alívio, e os tapas e as palavras sujas do namorado lhe renderam uma ereção gotejante.

- Isso você pode ter certeza que farei, mas não será como das outras vezes – Riu sádico. Min arrepiou-se inteiro, sabia que tinha tomado no cu em ambos os sentidos.

Jeon ainda trajava roupa social, nem se deu o tempo de tira-las, logo quando chegou em casa tratou de punir seu garoto malcriado. Desceu da cama apenas para tirar seu paletó preto junto com a calça da mesma cor, logo tratando-se de se livrar também da camisa social branca. Ficou apenas de cueca, a qual marcava bem seu membro já ereto – era impossível não ter uma ereção com YoonGi todo manhosinho daquele jeito. Apenas abaixou-se para pegar o cinto de couro que antes usava e voltou para a cama na mesma posição de antes, ajoelhado atrás de Min.

- Sabe o que estou segurando? – Passou o objeto levemente pelas costas, que pela posição estava bem marcada, vendo-o arrepiar. Min assentiu. Jeon passou os olhos pelos inúmeros brinquedos sexuais espalhados pela cama, escolhendo qual iria usar. Viu uma mordaça rosa com uma bolinha de plástico macia da mesma cor e pegou-a. – Não vai poder falar enquanto te puno – Riu debochado colocando a bolinha na boca de Min e amarrando as fitinhas rosas atrás de sua cabeça. YoonGi odiava usar aquele ‘brinquedo’ por vários motivos. Não podia gemer, coisa que adorava, e aquela maldita mordaça fazia sua mandíbula doer por ficar tanto tempo aberta abrigando a bolinha, mas mesmo assim, as punições com ela nunca eram menos prazerosas.

Pegou novamente o cinto na mão e, em um movimento rápido, o bateu contra as costas de Min. O mesmo gritou abafado e se remexeu na cama pelo susto e dor do ato, sem deixar de gemer manhoso pela onda de prazer que percorreu seu corpo. Repetiu o ato, dessa vez nas costelas, e YoonGi teve os olhos marejados por baixo da venda, molhando o tecido preto. Jeon repetiu o ato várias vezes, até as costas do menor estarem com vários tons de roxo, algumas partes até sangrando. Enfim, largou o sinto no chão novamente.

- Não marquei sua bunda, percebeu? – Min assentiu – Prefiro fazer isso com minhas próprias mãos – Apalpou as bandas fartas e, ainda, branquinhas do namorado as apertando fortemente entre seus dedos, logo largando-as, vendo o formato de seus dígitos ficarem perfeitamente no lugar. – Quer gemer enquanto faço isso? – YoonGi assentiu rapidamente em pleno desespero fazendo Jeon rir, faria de tudo pra tirar a maldita mordaça. Jeon então esticou seus braços desamarrando os laços que prendiam a mordaça. Suga ofegou alto assim que teve o objeto incômodo fora de sua boca.

- Ah Daddy – Gemeu arrastado – Me fode l-logo – Pediu manhoso já não aguentando mais.

- Meninos malvados não tem direito de opinar – Riu debochado – Não agora. – Deu um tapa forte na nadega esquerda do menor lhe vendo recuar o quadril um pouco pela dor, mas logo relaxando novamente. Jeongguk passou o olho novamente pelos brinquedos espalhados na cama e viu um plug, que assim como quase todos os objetos ali, era também rosa, então o pegou. – Chupa – Colocou o objeto na boca de Min lhe obrigando à chupar, e assim fez com vontade, deixando o brinquedinho completamente lambuzado. Sem demora Jeon fez Min parar de chupa-lo e afastou as bandas antes branquinhas do menor, mas ao invés de penetrar o plug como Min pensava, deixo-o de lado por um momento na cama novamente e aproximou seu rosto da entrada pulsante, YoonGi gemeu surpreso ao sentir a respiração de Jeon lá. O maior estendeu a língua completamente pra fora, passando-a levemente sobre o local pulsante, sentindo o corpo à frente de si tremer.

- Aaaaawn Daddy! – Gemeu alto com o prazer que o simples ato lhe deu. YoonGi tentava empinar o máximo que podia, ficando assim completamente exposto bem em frente ao seu Daddy. A vozinha manhosa de Min lhe chamando de Daddy fazia o membro de Jeon pulsar, Min YoonGi é uma perdição. Penetrou a língua no local, que mesmo depois de tantas fodas continuava apertado, começando leves movimentos de vai-e-vem. YoonGi já se via nas estrelas, nenhuma palavra que saía de sua boca fazia sentido, era uma bagunça de gemidos altos que pediam por mais. Jeon cessou o beijo grego com um chupão, deixando o local mais avermelhado que o normal, ouvindo um gemido frustrado de Min.

Pegou o plug novamente, separou as bandas agora meladas por saliva e introduziu o objeto sexual, o vendo sumir dentro da cavidade quentinha.

- Daddy! – Min gemeu alto ao sentir o prazer do plug lhe penetrando. Mesmo o objeto sendo pequeno, era grosso e lhe dava prazer. 

- Poupe sua voz para gritar meu nome depois, baby – Jeon sussurrou e mordeu o lóbulo de Suga, lhe vendo arrepiar por completo, sabia exatamente os pontos fracos do menor. Desprendeu as algemas do pulso de Min lhe fazendo cair deitado de bruços na cama. Como o menor ainda estava vendado, Jeongguk o guiou, lhe fazendo ficar ajoelhado na cama – Agora eu vou foder essa boquinha – Sussurrou perto da boca de Min e lhe beijou necessitado. Já estava sentindo falta da textura macia dos lábios do menor. Se afastou rapidamente para tirar o resto de suas roupas por completo enquanto Min esperava ansiosamente - não poder ver os atos do maior lhe deixava ansioso.

Já completamente nu, Jeongguk ficou em pé na cama, deixando seu membro completamente ereto na frente do rosto do namorado que se encontrava ajoelhado. Pegou seu falo, passando a glande lentamente pela bochecha do menor, vendo-a ficar melada com seu pré-gozo que escapava com abundância pela fenda. Min tinha a boca entreaberta, ansioso para ter o membro do namorado na boca o quanto antes.

- Abre a boquinha, bebê – Sem demora YoonGi abriu, como o bom submisso que era. Jeon, sem cerimônia penetrou a boca do namorado de uma vez, a preenchendo toda com seu membro. Gemeu alto com a sensação quentinha e molhada da cavidade do menor. Começou com movimentos lentos de vai-e-vem para Min se acostumar, mas com o tempo as estocadas foram ganhando a rapidez e brutalidade que ambos gostavam. Agarrou os cabelos do menor e estocava com força, apenas aproveitando a sensação prazerosa de ter seu falo deslizando pela boca macia de Suga. Até que, Jeon parou por completo os movimentos. – Faça por conta como a boa putinha que é, mama bem gostoso. – Colocou as mãos na cintura apenas esperando YoonGi continuar sozinho. O submisso então tirou o membro da boca apenas para respirar, mas logo o abocanhou novamente, começando movimentos rápidos de vai-e-vem. Jeon estava nas estrelas, revirava os olhos e gemia alto de prazer, nunca havia recebido um boquete melhor do que o do namorado, Min YoonGi fazia aquilo como ninguém. Jeon queria muito ver a expressão de prazer do menor, então o fez parar os movimentos e tirou a venda, o vendo todo corado e com a expressão mais sexy que já havia visto. Ficou o adimirando por alguns segundos e empurrou a cabeça dele contra seu membro novamente, lhe deixando comandar os movimentos como antes. – Ah Baby! Você faz isso muito bem – Jogou a cabeça pra trás em pleno êxtase. Min agarrou as coxas malhadas que tanto amava do maior fazendo mais pressão contra seu membro, fazendo então a garganta profunda que fez Jeongguk soltar um urro de prazer. Tirou o membro da boca novamente para respirar e começou a masturba-lo rapidamente enquanto chupava suas bolas, sabia que ali era uma região sensível no maior - e em qualquer outro homem. Jeon quase desabou com esse contato, estava difícil se manter em pé com YoonGi chupando seus testículos daquele jeito. Quando viu que seu ápice estava muito próximo, vez o menor se afastar, ainda não estava na hora. Respirou fundo tentando se recompor, ajoelhando-se também na cama, ficando da mesma altura que o menor – Você fez isso muito bem, acho que merece uma recompensa – Ambos sorriram e Jeon o puxou para um beijo afoito. – Mas sem que antes eu abuse desse corpinho lindo – Estalou um tapa forte na bunda do menor ao se separarem. – De quatro de novo! – Sem demora Min obedeceu, ficando na mesma posição de antes, mas dessa vez sem as algemas e a venda. 

Jeon olhou para a variedades de brinquedos novamente e escolheu o vibrador, pegando também o anel peniano, não deixaria Min gozar tão cedo. Pegou na base do plug que estava dentro do menor e, antes de retira-lo, o remexeu no interior do mesmo apenas para lhe provocar, logo ouvindo um gemido manhoso em resposta. Tirou o plug de uma vez, Min gemeu alto com o ato. Jeon estendeu o vibrador para o menor chupar e assim o fez, deixando-o bem lubrificado. Sem mais delongas, penetrou o vibrador no menor e o ligou na velocidade máxima.

- DADDY AH! – Min gritou com o prazer tão repentino e começou à se contorcer. Vez ou outra o brinquedinho acertava sua próstata lhe fazendo urrar, não aguentaria muito e Jeon percebeu isso.

- Então baby... – Segurou o membro do menor lhe masturbando rapidamente, logo colocando o anel peniano na ponta do mesmo, Min arregalou os olhos – Não vai gozar tão cedo... – Riu sádico ao ver a expressão de desespero de Suga. 

- Daddyyy! Por f-favor – Gemeu manhoso, não aguentaria muito tempo. 

Jeon tirou o vibrador de dentro do menor e o desligou, dando um alívio imediato ao mesmo. O virou de frente e se pôs no meio de suas pernas. A expressão de Suga era digna de uma foto - lábios vermelhos e inchados pelas mordias e beijos, rosto corado dando uma leve expressão fofa e os cabelos grudados na testa por conta do suor. Jeon podia ficar o admirando pelo resto da vida. Tomou os lábios tentadores para si num beijo afoito, logo descendo chupões e mordidas nada fracas pelo pescoço de Min, que arfava baixinho. 

Sem conseguir mais aguentar, Jeon colocou sua glande na entrada do menor e o penetrou lentamente, ambos gemeram aliviados quando estava inteiramente dentro dele. Apenas para provocar, Jeon começou estocadas lentas, quase imperceptíveis, deixando Min irritado.

- Daddy! Me fode com força! – Deu uma rebolada forte fazendo ambos gemerem. 

- Já que está com tanta pressa então comande – Sentou-se na cama puxando Min para seu colo, logo o penetrando novamente fazendo seu membro deslizar pelo interior do menor com facilidade. Deixou um tapa forte na coxa parcialmente coberta pela meia branca e Suga começou a movimentar-se rapidamente, subindo e descendo com volúpia no colo do maior.  

Jeon segurou fortemente a cintura do menor apenas acompanhando seus movimentos rápidos. Min quicava rapidamente em seu colo fazendo o som dos corpos se chocando ecoarem pelo quarto todo. YoonGi, já começando à ficar cansado, passou os braços pelo pescoço do namorado, distribuiu beijos e chupões pelo local, também queria deixar suas marcas. Min quicava com força e outrora rebolava sensualmente, dando cada vez mais prazer para ambos. Conforme YoonGi cansava, mais lentos os movimentos ficavam, até que sentiu suas pernas completamente adormecidas.

- Daddy... e-eu cansei – Disse manhoso contra o ouvido do maior, que se levantou da cama ainda com YoonGi em seu colo. O prensou na parede e o mesmo colocou as pernas ao redor de sua cintura, ficando bem firme. Jeon lhe penetrou novamente, logo retomando estocadas rápidas com movimentos frenéticos, até acertar o ponto doce de Suga lhe ouvindo gritar manhoso em seu ouvido. – Acerta aí de novo, isso! – Urrou ao ser acertado ali novamente. Adorava a forma que Jeon conhecia seu corpo e lhe fazia delirar com cada estocada precisa. Com seu ponto doce sendo surrado com força, suas bandas sendo apertadas fortemente pelas mãos de Jeon para não cair e recebendo  mordidas e chupões em seu pescoço, Min sentia seu orgasmo muito perto, mas aquele maldito anel não deixava e toda vez que tentava ejacular, doía muito, e não era o tipo de dor que gostava de sentir – Daddy, me deixa g-gozar! Por favor! – Suplicou sentindo lágrimas de prazer escorrendo pelo seu rosto. Desde que foi prensado na parede, Jeon não tinha parado com os movimentos frenéticos. 

Vendo o desconforto de Min, Jeongguk parou rapidamente os movimentos para tirar o anel peniano do menor, lhe vendo suspirar em alívio. Voltou com movimentos rápidos e certeiros, surrando a próstata de Min em quase todas as estocadas - o menor podia jurar que, se fosse possível, desmaiaria de prazer. 

O mesmo não demorou muito para se desfazer, sujando ambos os abdomens junto com um grito manhoso chamando pelo seu Daddy. Com o aperto ao redor de seu membro Jeon também gemeu alto pela sensação gostosa. Assim que viu que o menor recuperou a respiração, lhe pôs de joelho em sua frente. 

- Mama o Daddy bem direitinho de novo, huh? – Pediu acariciando os fios azulados do menor, logo transformando a carícia num puxão de cabelos fortes, fazendo Min grunhir. 

- Vai me dar leitinho, Daddy? – Pediu com falsa inocência na voz, pegando no membro latejante à sua frente começando uma masturbação lenta.

- Apenas se f-fizer direitinho – Arfou alto quando Min abocanhou uma de suas bolas a sugando com volúpia. – Ah YoonGi você vai me enlouquecer! – Apertou os cabelos do menor com mais força lhe incentivando à continuar. 

YoonGi lambeu o falo de cima à baixo e quando chegou à glande, deu um chupão na mesma, ouvindo um gemido alto de aprovação do maior. O abocanhou sem demora, fazendo questão de deixar a glande encostar em sua garganta. Voltou até a glande novamente e desceu até a base, repetindo os movimentos de garganta profunda toda vez que subia e descia, fazendo Jeon ver estrelas de prazer, realmente Suga fazia aquilo como ninguém. Deslizou a boca até a glande do maior envolvendo seus lábios apenas ali, começando à literalmente mamar. Fazia movimentos fortes de sucção, Jeon já sentia seu ventre se contrair e, sem demora, se desfez na boca do menor com um gemido alto, o vendo engolir tudo.

Regulou a respiração e pegou o menor no colo novamente, o colocando na cama e deitando-se ao seu lado ainda ofegante.

- Nossa Daddy – YoonGi foi o primeiro a falar alguma coisa depois de um tempo para respirarem.

- Espero que tenha aprendido com essa punição – Jeongguk riu, virando-se de frente para YoonGi que tinha um sorriso sapeca nos lábios. 

- Hmmm... que tal repetir a dose pra mim ter certeza que aprendi? – Brincou e em seguida riu.

- Posso até pensar mas, YoonGi, pelo amor de Deus, nunca mais me mande um vídeo daqueles enquanto estou no trabalho! Eu passei a maior vergonha – Juntou as mãos na frente do peito "implorando" para Suga.

- Desculpa amor – Riu – Ninguém mandou me deixar de lado! Você tinha esquecido de mim, tive que apelar – Fez bico.

- É que eu estava muito ocupado, Suga – Sorriu, passando o polegar pela bochecha ainda meio vermelha do menor. – Prometo que não te deixarei mais de lado – Aproximou-se do menor e lhe deu um beijo, dessa vez calmo, explorando sua boca com delicadeza.

Conversaram até pegar no sono e YoonGi talvez, só talvez, pediria para seu Daddy repetir a punição mais tarde. 






Notas Finais


Então? Gostaram? Ficou ruim? Uma merda? Cometem! ♡

Não se esqueçam de deixar o favorito e divulgar pros amiguinhos se gostaram rs te amo vocês


Twitter: @whytaekooka


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...