História Sex Between friends - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Novos Titãs (Teen Titans)
Exibições 81
Palavras 2.715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Foi mal a demora , estava sem tempo par escrever , mas ai está amanha eu continuo prometo .

Capítulo 3 - New rommate


Fanfic / Fanfiction Sex Between friends - Capítulo 3 - New rommate

 

P.O.V Dick 

 O Relógio marcava 8:30  quando Rachel apareceu na sal de cabelos molhados , usava uma calça e uma blusa regata preta um casaco fino roxo e sapatilhas , ela chegou a sala beijou o namorado e se sentou no sofá .

Rea –O que acham de sairmos ? – Perguntou se sentando ao meu lado .

Vic –Kory ainda está dormindo , mas quan.... – foi interrompido por uma Kory que esfregava os olhos ,os cabelos cobriam seu olho direito , ela tinha colocado um casaco branco fino de mangas de sino ( que começava fino abraçando o braço da ruiva e terminava largo ) branco , Kory caminhou e se sentou na mesa da cozinha de costa para nós , e ficou ali , eu não sabia o que ela tinha , ela dizia que era por causa das notas ,eu duvidava ,ela  era ótima aluna , sempre foi , estava estranha dês de ontem ,será que eu havia falado algo que a magoou na noite em que cheguei bêbado em casa?  .

Gar –Está tudo bem ? – Perguntou se levantando e colocando a mão no ombro de Kory ,para chamar atenção .

 

Kory –estou sim – respondeu se virando para trás fazendo Gar tirar a mão do seu ombro e sorrindo de leve – só com sono ainda .

Dick –Vamos na Pizzaria ? – pergunto me levantando , logo estávamos todos dentro do carro , Kory já estava mais desperta e fazia piadas ,arrancando gargalhadas de todos , chegamos na pizzaria alguns minutos depois ,entramos e nos sentamos em um mesa do lado de fora , escolhemos o sabor da Pizza uma vegetariana , uma de frango e outra Portuguesa , conversávamos e riamos de qualquer coisa , o clima estava bom ,descontraído , quando a pizza chegou , alguns conversavam outros como Kory e Rea ficaram quietas e só riam .

XXX – Posso me juntar a vocês ? – na hora a conversa cessou eu olhei para trás , mas eu já sabia quem era  , todos me encararam esperando eu dar um resposta a, larguei minha fatia no prato e me levantei para cumprimentá-la .

Dick –Claro – disse puxando uma cadeira ao meu lado , Barbara se sentou entre mim e Kory , pegou um pedaço da pizza portuguesa ,a mesa permaneceu em um silencio constrangedor até que Rea puxou assunto .

Rea –Como você está ? faz tempo que não vai lá em casa – perguntou limpando a boca com um guardanapo , mentalmente agradeci a ela .

Barbara – Estou bem , eu tenho andado um pouco ocupada , com algumas coisas –falou  logo o clima entre nós ficou um pouco mais descontraído ,porem eu estava eu sentindo a falta da voz de uma pessoa Kory  , mas ao contrario de antes agora Kory não comia , não ria , não conversava , estava sentada encostada na cadeira de madeira , com os braços cruzados , no rosto uma afeição indiferente , eu sabia que nenhum deles gostava de Barbara , mas eu me sentia culpado por mentir para os pais dela , fingindo ser seu namorada só para ela não ir morar em outro lugar , eu me sentia responsável por ela , por protege-la , já que os pais dela não estavam ali .

Terminamos de comer ,pagamos e fomos em direção ao estacionamento , estavam todos andando mais a frente e barbara e eu ficamos para trás .

Barbara –Eu sei que os seus amigos não gostam de mim , Mais eu preciso de ajuda Dick –falou enquanto andávamos .

Dick – Com o que ? – perguntei arqueando uma sobrancelha .

Barbara –Eu fui demitida ,e o dinheiro que meus pais mandam não dá para pagar o apartamento que eu estou morando , será que eu não poderia passar , algum tempo com vocês – Me perguntou – eu tenho que entregar a chave do lugar amanha anoite .

Dick –Vamos fazer assim eu vou conversar com eles e se permitirem eu falo com você qualquer coisa eu pago pra você o aluguel desse mês e você tenta encontrar um trabalho . – do nada ela pulou em meus braços dando gritos de alegrias que chamaram a atenção dos meus amigos que virara nos encarando mas logo entraram no carro , me despedi de Barbara prometendo ligar e falar o que  eles decidiram, vim tenso o caminho todo , tentando pensar em um jeito de convence-los a aceita-la  , chegamos no apartamentos  já eram uma 9:30 , quando todos iam para seus quartos para trocar de roupa ,eu os chamei , eles sentaram no sofá e eu me sentei na mesinha de vidro ,para ficar de frente para todos eles .

Dick –Então ..... eu queria pedir um favor – falei juntando as mãos – tem como a barbara vir morar com nós por um tempo ? ela está passando por dificuldades financeiras e foi demitida não tem como ela pagar o aluguel do apartamento onde ela mora – lancei e esperei as resposta mas elas não vieram – Rea – perguntei .

Rea –Olha eu ,não vou dizer que sou fã dela – falou e eu já esperava por um não quando – porem se ela está com dificuldades financeiras , tudo bem , por mim sem problemas .

Dick –Gar ? – perguntei .

Gar – É como ela disse , se ela esta com dificuldades quem sou eu para negar – falou e um sorriso brotou em meus lábios .

Dick – Vic ?

Vic – Por mim tudo bem – disse levantando as mão em sinal de rendição .- Passei meu olhar para Kory ,ela estava parada com os braços cruzados em baixo dos seios e com o olhas para o chão , agora sim  temos um problemas .

Dick –Kory ? – chamei ela olhou para mim e arfou levantando os ombros e logo os abaixando .

Kory –Teria alguma diferença se eu dissesse , não ? – perguntou , e eu fiquei calado , eu não sabia o por que dessa rixa entre elas – É obvio que eu não quero ela aqui , mas vai fazer alguma diferença , é claro que não – disse se levantando e indo para o quarto , fechei meus olhos e suspirei ao som da porta sendo fechada com força . 

Dick –Certo , eu sabia que ela iria dizer não – falei para os outros .

Rea –Se você quiser eu falo com ela ? – perguntou já se levantando .

Dick –Não,  deixa que eu vou falar com ela . – Rea se sentou no colo do namorado e eu fui enfrentar a fera .

 

p.o.v Kory

Era só o que me faltava aquela ..................................... HAAAAAAAAAAA , não vou poder ter paz nem na minha própria casa ,estava preste a trocar de roupa quando pude ouvir alguém batendo na porta do quarto .

 

Dick –KORY –me chamou ,mas é nunca que eu abro essa porta – VAMOS CONVERSAS ,VAI O QUE CUSTA VOCÊ ACEITAR ELA AQUI DURANTE ALGUNS MESES –a minha paz ,respondi mentalmente ,Eu não iria aturar ela me humilhando dentro da minha própria casa ,na escola eu não poderia revidar , porque lá ela tinha amigos iguais a ela e aqui tinha Richard ele iria protege-la de todas as formas ,mesmo ela estando errada ,ela daria um jeito de achar um defeito para jogar na minha cara , e eu tinha ,era burra de mais ,me deixei levar por um bêbado , não por um Bêbado comum , Richard grayson  ele não iria lembrar era obvio , eu o amava , mais também não era trouxa . – Kory por favor  - fechei meus olhos e engoli em seco , os abri novamente e fui em direção a porta , droga de coração , droga de amor ,droga de barbara , eu a odiava com todas as forças , eu me odiava com todas as minhas forças , quando você ama alguém você quer ela feliz mesmo que isso signifique a sua infelicidade  , abri a porta e o encarei .

Kory – O que você Richard ? –perguntei me apoiando na porta .

Dick –Podemos conversas ? – me perguntou , me afastei da porta para ele entrar , me sentei em minha cama vendo ele fechar a porta e se sentar ao meu lado a Luz que iluminava o quarto parecia ser mais interessante  que o próprio Dick  - Por que você não gosta dela ? o que ela te fez ?- ela não me fez nada ,ela ainda faz todos os dias , quis responder , mas me contive .

Kory –Não importa o que eu diga ,ela vai vim pra cá mesmo , não é ? – perguntei olhando para ele .

Dick –Se você me disser o porque de não se darem bem eu pago o aluguel dela desse mês , caso o contrario eu não tenho motivos para dizer não , todos concordaram. – falou olhando para  mim , eu queria contar eu juro que queria , mais eu não ia arriscas ser chamada de retardada pelos meus próprios amigos .

 

Kory – Eu não posso contar – falei para ele .

Dick –Então eu sinto muito Kory – ele disse tentando tocar na minha mão mas eu desviei – Kory – falou notando que eu não queria ele me tocasse –Tenta me entender ,os pais dela não estão aqui e eu me sinto culpado por mentir para eles , tenta se colocar no meu lugar . – tenta você se colocar no meu , quis gritar na sua cara , mais fiquei quieta .

Kory – Eu não tenho que aguentar a Barbara no mesmo espaço que eu convivo por um erro seu Richard . – falei mais alterada ,me levantando .

Dick – Eu tenho que ajudar ela , tanta ver que ela não tem ninguém .  .

Kory –E eu tenho ? . – perguntei .

Dick –Como assim Kory ? –Perguntou confuso .

Kory –Se ela vier para cá , você não precisa se preocupar com quarto , por que pode dar o meu para ela – pode se ouvir um trovão do lado de fora do quarto e a campainha tocar , ele me olhou confuso .

Dick –O que você ta falando?

Kory –Estou dizendo eu ,se ela vier morar aqui , no momento em que ela entrar por aquela porta com as coisas dela eu saio com as minha . – disse olhando ele ,ele ficou parado por um tempo digerindo tudo o que eu falei .

Dick –Kory ,também não é assim – falou tentando chegar perto de mim .

Kory – vá ligar para ela , diga que ela pode vir – eu sentia meu coração sendo esmagado – mais eu vou embora – falei com os olhos marejados .  –Sai do meu quarto Dick – falei com a voz entrecortada ,antes que eu pudesse abrir a porta para ele , Vic a abriu .

Vic –Barbara está ai , e  trás malas – senti como se uma faca fosse  cravada no meu coração , uma lagrima escorreu solitária , Dick olhou para mim enquanto eu a limpava  e saiu do quarto , abri meu guarda roupa e peguei duas malas que estavam ali , coloquei  algumas roupas dobrando cada uma para que ficassem o menor possível para caber mais , logo após encher uma mala , deixando algumas que eu raramente usava puxei uma camisa de Dick que ele havia me dado a algum tempo para usar como pijama ela era cinza e ficava muito larga em mim , mas eu gostava de usa-la ,a deixei em cima da cama , na outra mala coloquei alguns sapatos , roupas intimas e objetos pessoais como absorvente ,escova e etc .... ,junto de uma manta lilás , peguei uma mala de mão pequena e coloquei maquiagem , perfumes e cremes , deixei as mala no canto do quarto , entrei no banheiro  que tinha ali , tirei minha roupa e tomei um banho , o meu ultimo ali ,coloquei uma calsa dinz  , uma sapatilha crime , regata branca  e um casaco fino azul , deixei os cabelos soltos , e fiquei trancada no quarto até que todos fossem dormir , eu não ficaria nem mais um dia ali , eu não tinha para onde ir , mas ali também não ficaria .

 

P.O.V Dick

Estava assustado e preocupado com o que Kory podia fazer ,ela estava nervosa amanha conversaria com ela direito , sai do quarto de fui em direção a Barbara que chorava sentada no sofá tinha 4 malas ao lado da porta  , Rea ,Gar e Vic ao me verem foram para a sala de jogos .

Me sentei ao lado de dela no sofá .

Barbara –Me .... – fungou - me des...- soluçou - culpe , eu ....-parou para respirar e continuou - se.....i que você  ainda ia ...- limpou as lagrimas -.conversar com elas , mas o cara apareceu lá pedindo a chave e eu não tinha pra onde ir – disse me abraçando .

Dick –Ta tudo bem , olha já ta tarde , pega as suas coisas e vamos dormir ,hoje você fica no meu quarto .- a levei até o quarto ,tentei ouvir algo no quarto de Kory , mas ele estava em absoluto silencio , deixei Barbara no quarto e fui para a sala de jogos que ficava mais afastado da sala , me sentei em um dos puffs da sala ao lado de Rea que estava olhando para Vic e Gar jogando sinuca .

Rea –Ela está mais calma ? – me perguntou .

Eu levantei uma das sobrancelhas não sabendo se ela falava sobre Kory ou Barbara , mas podia jurar que era sobre sua amiga .

Rea –Kory ,ela está mais calma ?

Dick –Consegui conversar com ela , porem ela não reagiu  muito bem , eu perguntei por que elas não se davam bem , e ela disse que não podia me contar . –contei frustrado ,passando a mão no rosto .

 

Rea –Talvez seja algo pessoal , algo que ela não queira dividir conosco , se não ela já teria falado você não acha ?

 

Dick –Talvez seja isso mesmo – depois deum tempo sentado ao lado de Rachel , fui jogar sinuca com os rapazes , o relógio marcava 11:45 quando Barbara entrou na sala de jogos usando um pijama e sorria de algo parecia alegre , talvez por ser aceita aqui não sei ,iriamos aproveitar a noite  já que amanha era feriado a as aulas não aconteceriam  .

 

P.O.V Kory .

Ao notar que nenhum barulho vinha da sala , peguei minhas malas no canto do quarto deixei a minha cópia da chave do apartamento em cima da cabeceira ,e antes de abrir a porta vi tudo que eu estava deixando para trás ,almofadas , roupas , e a minha família ,eram 11:35 sai do quarto porem permaneci encarando a porta fechada , tentando provar pra mim que aquilo era mesmo real e que eu não iria voltar .  

Barbara –Então a Retardada vai embora – meu corpo ficou tenso e pude sentir um arrepio na coluna ,Passei por ela sem falar nada e fui em direção a porta ,com as minhas malas – pode deixar que eu abro a porta pra você Fasso questão – falou sorrindo vitoriosa , sai do apartamento e só cai na real quando ouvi o click da porta mostrando que estava trancada , peguei o elevador e desci até a garagem , mas só ai lembrei que eu tinha deixada a chave em cima da mesa da cozinha , me encostei na pilastras ao lado do carro e fui escorregando até o chão eu queria chorar ali mesmo , mas não ia fazer , a minha maior preocupação era para onde eu iria o mundo desabava do lado de fora  , para a casa de Mirian ? sem cogitação , atrás dos meus pais ? eles me expulsariam antes mesmo que olharem para mim , um hotel ? eu poderia tentar , tinha algum dinheiro na minha canta afinal nunca fui de gastar e eu tinha fazia estagio na própria faculdade ,eu fazia veterinária . peguei minha malas e pedi para o porteiro , chamar um taxi , meia noite o taxi parou em frente ao  prédio , e levou minha malas ,para o porta malas , agora era só eu ,sozinha de novo como sempre e como nunca deveria ter mudado .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...