História Sex Shop - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 1.668
Palavras 1.185
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O quarto delas na mídia

Capítulo 33 - Our home


Fanfic / Fanfiction Sex Shop - Capítulo 33 - Our home

 Um ano depois.

"Eu não aguento mais!" Gemi sentindo minhas costas reclamarem, minhas pernas doerem, meus braços doloridos, deixei a caixa no chão e me joguei no mesmo, respirando fundo.

"Deixa que eu termino de trazer o resto baby, só leva as caixas para os lugares delas para não confundir." Camila passou por mim com mais uma caixa e eu suspirei, eu odiava mudanças!

 Tudo começou há dois meses atrás, Camila havia pedido para eu morar com ela, eu fiquei um pouco receosa mas ela acabou me convencendo, e também eu não poderia mais viver na casa dos meus pais para sempre, eu tinha que ser mais independente. Depois disso passamos todo esse tempo procurando por um lugar ideal para nós duas, não sabíamos se queríamos uma casa ou apartamento, fomos a uma imobiliária e ela começou a nos levar para fazer visitas. Eu havia gostado de muitos apartamentos, casas eu achava muito grande para nós duas, então resolvemos que seria um apartamento. Até que nós encontramos esse duas semanas atrás, ele é tão pequeno, aconchegante, mas moderno, e tem a nossa cara, nós realmente não poderíamos deixar ele passar. 

 O apartamento tinha dois quartos, o nosso e o de visitas, o banheiro na nossa suíte e no corredor. A sala era espaçosa, tinha uma sacada pequenininha, a vista era maravilhosa, uma das coisas que mais me fizeram amar esse apartamento. Morávamos num prédio atrás da rua que dava para a praia, então tínhamos a vista do mar, o som, o ar fresco da praia, era maravilhoso. A cozinha era bem pequena, americana, tinha a área de serviço e só. Tudo era bem encaixado para nós duas. 

 Levantando-me do chão eu tomei forças para terminar logo essa mudança, estávamos no final. O apartamento já vinha com móveis, o que facilitou muito a nossa vida, trazíamos apenas nossas coisas pessoais, mesmo eu pensando que não ia dar muita coisa, deu. Comecei a arrastar as caixas para o nosso quarto, deixando-as no chão perto da cama. O nosso quarto era o maior cômodo do apartamento, e também o com mais coisas escuras. As paredes eram cinzas, a parede que a cama ficava encostada havíamos colocado um adesivo de árvore grande, cobrindo praticamente toda essa parede e a do lado. A cama nós trocamos, era uma antiga que rangia e com certeza eu me irritaria com aquilo, então compramos uma king size confortável. Tinha um criado mudo ao lado da cama com um abajur uma plantinha pequena e um porta-joias com as nossas coisas misturadas. A janela do quarto era bem do lado da cama, iluminava ela toda com o sol de manhã, mas de noite ficava lindo com a luz da lua iluminando também. Nós tínhamos dormido duas noites lá, estávamos ansiosas.

 Quando voltei para a sala Camila tinha acabado de fechar a porta, suspiramos juntas, o dia foi cansativo, ela andou até mim e passou os braços pela minha cintura, fiz o mesmo em seu pescoço e me aproximei roçando nossos narizes preguiçosamente. 

"Finalmente." Ela sussurrou dando-me um selinho e eu sorri feliz.

"Nossa casa." Olhei para os lados observando, eu estava tão orgulhosa desse passo que demos. Significava muito para nós duas.

"Vá tomar um banho, vou preparar o jantar e então eu vou depois." Ela me deu mais um beijo e se afastou, concordei e voltei para o quarto, eu realmente precisava de um banho.

 Assim que entrei no banheiro suspirei olhando-o, ali com certeza seria o lugar que eu mais passaria meu tempo. Camila e eu amamos a hidromassagem, o resto era como um banheiro normal, nada demais. Eu até entraria na hidro agora mas me conhecendo bem eu provavelmente esqueceria do tempo e Camila iria ter que me chamar para comer, então fui em direção ao box.

 Mesmo não querendo demorar foi inevitável, eu precisava de um banho demorado e relaxante. Quando sai o banheiro estava tão cheio de vapor que eu quase não enxerguei nada, sai em seguida secando os cabelos e abri uma das caixas com o meu nome, não dava para ficar escolhendo roupa então apenas peguei um short de algodão rosinha e uma regata cinza. Prendi os cabelos com a toalha e fui em direção à cozinha, encostei-me no batente da porta e sorri carinhosa. Camila estava cantarolando enquanto escorria o macarrão na pia, eu amava que mesmo cansada ela ainda tinha disposição para sorrir.

"Está cheirando muito bem." Sussurrei passando meus braços por sua cintura e ela tremeu levemente, logo relaxando.

"Espero que o gosto esteja bom." Ela riu e eu sorri beijando seu pescoço, eu amava tanto ela.

"Eu já disse que te amo hoje?" Sussurrei apertando-a mais em meus braços.

"Mmm, não." Ela ronronou com meus beijos em sua nuca e eu sorri.

"Bom, eu te amo muito." Virei-a para mim e ela tinha aquele sorriso lindo com a língua entre os dentes, sempre será o meu favorito. Sorri mais ainda e puxei ela para um beijo, grudando nossos corpos. 

 Eu nunca fui boa em expressar sentimentos, desde o começo do meu relacionamento com Camila ela sempre foi a que mais dizia o quanto me amava, eu não sentia necessidade em dizer quando eu fazia de tudo para demonstrar em atitudes, mas percebi que não havia o porquê de não dizer, se fazia ela sorrir mais que o normal, eu diria sim. E eu via que ela gostava, então eu comecei a ter esse hábito frequente.

"Eu também amo você." Ela suspirou separando nossos lábios e deixando mais alguns selinhos. "Pode misturar o macarrão e o molho e colocar na mesa? Eu preciso de um banho agora." Ela fez bico e eu ri concordando, deixando mais um beijo naquela boca linda.

 Terminei o macarrão e coloquei na mesa com os nossos pratos, fui até a geladeira e peguei um suco de uva, sentei na mesa e esperei pela Camila. Ela apareceu alguns minutos depois, o macarrão ainda estava quente então começamos a comer em seguida, estávamos morrendo de fome, não havíamos almoçado hoje, com toda a correria da mudança apenas ficamos a parte do almoço até a tarde mudando. Enquanto comíamos comecei a pensar no que faríamos para o nosso Natal e Ano Novo. Minha mãe e meu pai iriam para Paris passar o final do ano lá, já que fazia muito tempo que eles não viajavam. As meninas no natal passavam com a família, então seria apenas Camila e eu. Não que eu tivesse reclamando, na verdade eu até estava feliz por ser só nós duas, na nossa casa. 

"Lo, o que você quer de natal?" Camila perguntou assim que terminou de comer, ri com a sincronia dos nossos pensamentos.

"Não sei, eu ainda estou pensando em algo para você. Tem algo em mente?"

"Não." Ela deu de ombros. Eu e Camila nunca escolhíamos presentes, na verdade a gente não sabia o que queria, o que dificultava muito a nossa vida, mas eu daria um jeito de encontrar o presente perfeito.

 Eu não podia negar que tinha uma ideia em mente, mas estava com certo medo. Bom, eu tinha uma semana para me resolver. 


Notas Finais


Ideias sobre quais serão os presentes de Natal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...