História Sex Shop - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 1.089
Palavras 869
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Epilogue


"Amor... Precisamos ir." Senti Camila rodear os braços em minha cintura e eu suspirei.

"Eu sei..." Sorri triste. "É que fazem três anos e eu não consigo olhar essas lápides e pensar que meus país estão aí entende? Eu sempre vou querer ir visitar eles e beijar aquela bochecha gorda do meu pai, ou abraçar minha mãe tão forte que ela vai querer me bater depois, ouvir suas indecências sobre sexo ou ver esses dois transando, era traumático, mas até disso sentirei saudades." Ri sentindo as lágrimas voltarem. "Eu não entendo porque eles se foram." Sussurrei. Aquelas lápides não pareciam ser deles, não deveriam ser deles.

"Eu também sinto falta deles anjo, eles eram como uma segunda família e saber que um maldito motorista bêbado conseguiu tirar a vida deles me dá uma revolta." Ela negou com a cabeça, suspirei. "Mas vamos amor, temos que pegar nosso bichinho de olhos vezes, sabe como ela fica nervosa quando demoramos." Ela riu me fazendo rir junto.

"Vamos." Sorri me virando para ela. 

 Saímos do cemitério em silêncio, fomos até o carro e Camila logo seguiu em direção para a escolinha da nossa pequena Hanna, ela tinha quatro anos de idade, tínhamos feito inseminação artificial depois de dois anos de casadas, eu que acabei fazendo, e ela saiu com os meus olhos, Camila é completamente apaixonada por ela, diz que tudo o que ela queria na vida era uma pequena Lauren andando pela casa, já eu queria que tivesse a cara da Camila, mas estava feliz com o quão linda nossa filha era. Durante esses anos a rede do Sex Shop aumentou bastante, ela abriu mais algumas lojas mas felizmente não saiu do meu lado por nada, resolvendo tudo de longe, eu não aguentaria ficar sem ela novamente, já eu decidi que eu deveria seguir minha paixão que era fotografia, consegui um bom emprego e com um ótimo salário, nossa vida estava estabilizada, tínhamos tudo o que precisávamos e éramos felizes assim. 

 Assim que Camila estacionou em frente à escolinha já pude ver um pequeno ser vir correndo puxando a mochila de rodas e um sorriso grande no rosto, sua testa estava molhada e alguns cabelos grudando, essa hiperatividade dela sempre a deixava assim, toda suada. 

"Mamães!" Hanna gritou e eu e Camila nos abaixamos para receber nossa filha nos braços, sorri apertando-a num abraço gostoso e cheirei seu pescocinho, aquele cheirinho que só ela tinha misturado com suor.

"Huhh, alguém precisa tomar um banho." Fiz uma careta exagerada e Hanna gargalhou.

"Mamãe! Eu não estou fedendo." Ela fez bico e eu sorri.

"Tá sim filha, olha isso, sua mãe até desmaiou!" Apontei para Camila que fingiu cair na grama e Hanna correu até ela balançando os ombros, ri baixinho vendo Camila fingir acordar. 

"Mamãe eu tomo banho! Não desmaia por favor." Hanna implorou chateada e eu fiquei com dó. Éramos péssimas mães.

"Estamos brincando meu bebe, você sempre será cheirosa." Camila sorriu puxando a Hanna para abraçá-la.

"Quem quer ir para casa, tomar um banho bem gosto e comer pizza?" Perguntei sugestivamente e recebi total atenção das duas na mesma hora, gargalhei vendo o quão parecida elas conseguiam ser, os olhos brilhando em expectativa. 

"Nós!" Camila e Hanna gritaram juntas.

"Duas crianças." Revirei os olhos brincando e sorri pegando Hanna nos braços, Camila levantou e abriu a porta para eu colocar ela na cadeirinha. 

 Voltamos para o carro e seguimos para casa, morávamos numa casa no centro de Miami agora, o apartamento não era adequado para uma criança e Camila queria que nossa filha tivesse um jardim para brincar, uma piscina, balanço, então compramos uma casa pequena mas aconchegante e familiar, era um bairro bom e ainda tínhamos Dinah e Ally que moravam perto, as duas casaram e ainda tinham um bebê a caminho. 

 Eu conseguia esquecer os problemas quando tinha Camila e Hanna do meu lado, mesmo triste sabendo que hoje era o aniversário de três anos da morte dos meus pais eu conseguia rir ao lado das duas pessoas mais importantes da minha vida, meus pais ainda conseguiram ver Hanna até quando ela tinha um ano de idade, ela não se lembra deles obviamente mas eu lhe conto sempre sobre eles. 

-*-

 Quando acabei de colocar Hanna para dormir beijei sua testa e cobri mais seu corpinho, sai do quarto logo em seguida e voltei para a sala onde Camila me esperava para vermos um filme de verdade agora, tínhamos pedido pizza e assistido dois filmes de desenho com a Hanna até ela cair no sono, era sempre assim nossas noites e eu nunca me cansava, ver meu bebê rir dos filmes, aquele olhar admirado para a televisão, a felicidade dela em ter nós duas ali com ela para assistir juntas era impagável, eu faria de tudo por essa menina.

"Hmm, cheirosa." Camila sussurrou cheirando meu pescoço e eu sorri arrepiada, Camila sempre teria os mesmos efeitos em mim.

"Amor." Chamei e ela se afastou para me olhar, sorri acariciando seu rosto e suspirei. "Eu te amo tanto, acho que nunca vou dizer o suficiente, eu não sei o que faria sem você e Hanna." 

"Eu também te amo meu amor." Ela sorriu juntando nossos lábios num beijo carinhoso. 


Notas Finais


E aí babes, demorei mas voltei, não sei se é o final que todos esperavam mas espero que tenham gostado, Sex Shop foi uma fanfic totalmente inusitada, uma ideia de madrugada que deu certo e cresceu muito, eu só tenho a agradecer todos que acompanharam a fic, não importa se foi no começo, no meio, quase no final, ou aos que ainda vão ler após esse final, vocês sempre estarão no meu coração, todos os comentários, votos, ameaças de tudo que é lugar HSKSBWLN. Eu vou continuar escrevendo porque escrever é uma paixão e eu acredito que eu escrevo bem (vamos nos iludir) e espero que vocês continuem acompanhando minhas outras histórias que vem por aí, obrigada a todos ❤️ sentirei muitas saudades dessa fic aff

AMO VOCÊS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...