História Sex Strike - ChanBaek - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lu Han, Sehun
Tags Baekhyun, Boyslove, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Greve, Hunhan, Kaisoo, Lemon, Palhaçada, Provocação, Shortfic, Smut, Yaoi
Visualizações 586
Palavras 1.281
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaa
Como estão?
Esse é o penúltimo capítulo, pois é. Eu avisei que a fic era pequena, hehe.

Leiam, comentem, favoritem.

Capítulo 4 - Quarta e Quinta Semana


Quarta semana


— Amor, cheguei. — escuto meu marido fechando a porta e vindo para nosso quarto.

Ele se aproxima e me beija, mas logo se joga ao meu lado na cama.

— Como foi seu dia, Yeol?

— Ah foi divertido... Mas cansei muito a mão. — ele me encara desconfiado.

— Como assim?

— Fiquei o dia inteiro batendo punheta porque ultimamente meu marido não está dando conta do serviço, sabe?

— Chanyeol...

— Baek, eu gozei tanto que você nem tem idéia... Acabei estragando um quadro seu porque bati punheta pra sua foto maravilhosa. Já te disse que eu amo seu rosto? Seria tão bom gozar nessa sua carinha linda...

Baekhyun teve que se trancar no banheiro...



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Quinta semana.


A última semana de tortura, amém.

Mas não é porque é a última semana que eu vou deixar de provocar o Byun. Meu segundo nome é provocação, lidem com isso.

— Baek, você viu o que estão dizendo nos jornais?

— Nem liguei a TV hoje, to lotado de atividades pra corrigir. Mas o que aconteceu?

— Apareceu uma nova doença e a cura é muito sexo. Acho que estou doente...

— E eu achando que você ia falar sério... Se depender de mim, você vai morrer doente.

— Credo, Baek. Você não me ama mais?

— É justamente por eu amar você que eu fiz essa greve.

— Como assim?

— Semana que vem você vai entender!



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Preparei um belo jantar romântico para eu e o Baek, mesmo ele não merecendo.

Observo ele beber o vinho maravilhoso que comprei e seguro a risada, mal sabe ele o que tem naquele vinho...

— Nossa Chan, ta quente aqui né? —Ele diz se abanando

— Estamos no inverno, amor. Estou morrendo de frio... — digo cínico

— Acho que essas velas que você colocou na mesa que estão me deixando com calor — ele então tira a blusa de moletom ficando apenas de regata.

— Você sabe que eu posso resolver esse seu calor né? — pergunto malicioso e recebo um olhar desejoso vindo do Byun.

— V-Você colocou algo no vinho né...

— Eu? Eu não fiz nada, Amorzinho.

— Eu vou te matar, Chanyeol...

— Você quer uma ajuda com esse probleminha ai? — me levanto e encaro o volume já visível nas calças do menor. — Não vamos transar... É só um agradinho pra você... — sugiro em tom sedutor e vejo o Byun me encarar com luxúria.

— S-Só um boquete e n-nada mais... — Ah ele cedeu, amém JongDeus. Mas como eu sou Park Chanyeol e fui destinado a me foder e não do jeito que eu queria, assim que eu me ajoelhei em sua frente, minha sogra resolve apertar a campainha... Vai ser azarado assim na puta que pariu, viu.



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



— Baek, você já ouviu candy shop do 50cent?

— E quem nunca ouviu essa música, Yeol?

— Eu gosto bastante dessa música... Sabe qual minha parte preferida?

— Qual?

— Aquela que fala "Vou te levar pra loja de doces

Vou te deixar lamber o pirulito

Vai garoto...não pare

Vá indo até atingir o ponto".

— Por que você tem que levar tudo para o lado sexual?

Porque você me da tesão, amor.

— Chanyeol, vai tomar no cu.

— Eu poderia estar fazendo isso agora, mas você não colabora...

— Quer que eu aumente mais uma semana?

— Ta querendo me matar?

— Então pare de gracinha.



Oh my god...



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Baek está no trabalho, deve estar no meio de uma aula.Eu acho que vou aprontar...

Tiro minha roupa e resolvo mandar o famoso nude para meu marido... Hehe.


Baekhyun P.o.v


Me sento na cadeira esperando meus alunos copiarem o conteúdo para eu explicar a matéria, quando sinto meu celular vibrar... Mensagem de Chanyeol, ué ele sabe que a essa hora estou em aula e não me manda mensagens...

Abro a mensagem e dou de cara com uma foto do meu marido totalmente sem roupa, segurando o Chan junior que de junior não tem nada. Ah puta que pariu viu, que homem gostoso. Eu tenho muita sorte de ser casado com um homão desses.

Fico admirando a foto e quando percebo, estou excitado. Droga, vou ter que ir ao banheiro...


Chanyeol P.o.v


Ultimamente eu estou parecendo aqueles adolescentes que batem punheta todos os dias, mas isso é culpa do Baek que fica me negando fogo...

Paro de me tocar ao ouvir meu celular notificando uma nova mensagem... Baekhyun me mandou vídeo aparentemente no banheiro da escola, se masturbando... Ah caralho, que visão do paraíso. Começo a me tocar com mais intensidade encarando a tela do celular enquanto o vídeo é reproduzido.

— EITA CHANYEOL, TE PEGUEI NO FLAGRA, AMIGO. — Sabe quando você está quase tendo um maravilhoso orgasmo e chega um filho da puta que ainda ousa te chamar de amigo, e atrapalha? Eu vou matar o Luhan...

— LUHAN CARALHO, NEM BATER PUNHETA EU POSSO MAIS? MALDITA HORA QUE EU FUI TE DAR A CHAVE DE CASA.

— Credo, Chanyeol. A culpa não é minha se você não transa.

— VAI SE FODER SEU CHINÊS IMBECIL. VAI ATRÁS DO SEHUN E ME DEIXA EM PAZ. — Levanto sem roupa mesmo e empurro o imbecil até a porta e coloco ele pra fora.



Paciência... Deuses me dêem paciência porque se me derem força...



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



— Baek, o Luhan mandou eu te perguntar se você quer transar comigo.

— Pois fale pro Luhan que eu não quero.

— Credo que insensível.

— Deixa eu dormir, Chan.

— Um poema agora. Pulei na água até o umbigo, você não quer transar comigo?

— Você vai começar com essa palhaçada outra vez?

— Asa de urubu, pena de galinha, se quiser transar comigo, dê uma risadinha.

— Eu vou é te matar, isso sim.

— Em cima da colina passa boi, passa boiada, só saio da sua frente se tu liberar a raba.

— PARK CHANYEOL VAI DORMIR.


— Credo Baek...



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Último dia de greve.


Estavamos na casa dos pais do Baek (mansão na verdade, porque os Byun's cagam dinheiro).

Começamos a jantar na mesa enorme junto com os parentes do Baek que estavam lá por causa do aniversário do meu sogro. Um primo sem vergonha do Baek começa a encarar ele e eu fico puto. Levo minha mão até a coxa do meu marido por de baixo da mesa e aperto-a. Baekhyun me encara confuso, até que levo minhas mãos até o meio de suas pernas, fazendo o baixinho arregalar os olhos e arfar.

— Y-Yeol, para. Vão perceber... — ele sussurra me fazendo encarar as pessoas da mesa. Todos conversando... Menos o imbecil do primo dele, que agora esta nos encarando de olhos arregalados, hm então agora que o jogo começa...

Abri o zíper do short jeans do Baekhyun e enfiei minha mão por dentro da roupa intima dele, começando a masturba-lo lentamente, sem deixar de encarar o primo dele.

— C-Chanyeol, para com isso. Se alguém perceber, eu te m... Ahh Chan... — Baek geme baixinho durante a frase, tentando não mostrar que está sentindo prazer.

— Ah Baek, acho que deixei algo cair de baixo da mesa. — digo cínico e um pouco alto para ouvirem. Abaixo minha cabeça por baixo da toalha e começo a chupar meu marido, sentindo o mesmo agarrar meus cabelos por de baixo da mesa.

Depois de alguns minutos, Baekhyun goza na minha boca, fazendo eu engolir tudo. Tiro a cabeça de baixo da mesa e me ajeito na cadeira, olhando para meu marido e o vendo todo corado e ofegante. Encaro então o primo dele e vejo o mesmo de olhos arregalados me encarando, o mesmo desvia o olhar e passa a encarar a toalha da mesa.

— Chanyeol, eu vou te matar. Por que fez isso?

— Só queria deixar bem claro que você tem marido.

— Ciumento...



— Olha quem fala. 


Notas Finais


Próximo capítulo é o último e o fim da greve uhuuuuuuu
A vai ter um aviso tbm.
Até o próximoooo

xxMaddiexx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...