História Sex Strike - ChanBaek - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lu Han, Sehun
Tags Baekhyun, Boyslove, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Greve, Hunhan, Kaisoo, Lemon, Palhaçada, Provocação, Shortfic, Smut, Yaoi
Visualizações 854
Palavras 1.095
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Tarde pequenos seres
Parei
Ola como estão?
Chegamos ao último capítulo eeeeeeee.
Muito obrigada por terem lido/favoritado e muito obrigada por cada comentário. Como o rei Luizinho diz "te amo vocês".
Espero que vocês tenham gostado dessa coisa louca.

LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE TEM AVISINHO.

Leiam, favoritem, comentem.

BOA LEITURA

Capítulo 5 - ▣Fim da Greve▣


ACABOU AS 5 SEMANAS, EU TO TÃO FELIZ. EU VOU SAIR DA SECA, AFOGAR O GANSO, MEU TREM VAI ENTRAR NO TÚNEL. Parei.

Levanto da cama e ando pela casa chamando o Baek.

Aff, ele já foi trabalhar... Merda.

Me arrumo e vou para empresa porque infelizmente minhas férias acabaram.

Chegando na empresa, encontro o filho da puta aka Do KyungSoo.


— Eai Chanyeol, como está? — ele pergunta sorrindo cínico. Preciso rever minhas amizades.

— Eu to com uma vontade louca de te bater, KyungSoo...

— Eu só contei a verdade pro Baek. Você acha que eu não vi o Sehun próximo de mais de você?

— Ele tava arrumando minha gravata!

— Você é tão ingênuo... Não percebeu as intenções dele com você?

— Mas agora ele ta com o Luhan...

— Mas antes queria você, panaca. Ai, como você é lerdo, eu tive que avisar o Baekhyun pra ele tomar medidas drásticas.

— Idiota. Se você não transa, não venha destransar os transantes.

— E quem disse que eu não Transo?

— Quem foi o maluco que você pegou por ai?

— Peguei meu namorado... Kim Jongin o nome. — KyungSoo diz sorrindo e eu arregalo os olhos.

— Como assim você ta namorando o Jongin e não me disse nada? Nossos 15 anos de amizade não significaram nada pra você?

— Para de drama, seu imbecil. Eu tentei te contar milhares de vezes por telefone, mas você ficou me ignorando porque tava putinho... Agora lide com isso.

— Mas como aconteceu? Você fez algum feitiço pra ele?

— Vai se foder. Eu tomei coragem e chamei ele pra sair, me declarei e o beijei. Ele então começou a falar que sempre gostou de mim e bla bla bla ai na mesma hora eu pedi ele em namoro. Ele aceitou e quando vi eu já tava na cama dele.

— VOCÊS TRANSARAM NO PRIMEIRO ENCONTRO?

— Ah Chanyeol, não vem pagar de santa não. Você já fez coisa pior.

— Estou feliz por você, mesmo você não merecendo...

— Vai trabalhar, Chanyeol. Me deixa em paz.

— Ranzinza.



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Chegando em casa, vejo meu Baek sentado no sofá, provavelmente me esperando. Jogo minha bolsa no chão e me sento ao lado do mais velho, beijando o mesmo.

— Vai tomar um banho e depois volta aqui.

— Vem comigo?

— Não, eu já tomei, seu sem vergonha. Vai logo que temos que conversar. — meu cu trancou agora.



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



— Vai Baek, pode falar o porquê dessa greve maluca.

— Eu fiquei puto porque você é lerdo e deixa as pessoas se aproveitarem de você... Mas também queria te testar. Você sabe como sou inseguro, queria ver se durante a greve você iria atrás de outra pessoa e me largar. Eu sei que é infantil mas eu fico com medo de você não me amar mais e...— interrompo a fala do baixinho, beijando-o. Após o fim do beijo, encaro-o e encosto nossas testas.

— Amor, eu casei com você porque eu te amo. Pra mim você é o homem mais lindo e perfeito desse mundo. Eu amo seu jeitinho e tudo em você, eu só tenho olhos pra você, Baekhyun. Posso ser lerdo e não perceber quando as pessoas se aproximam com segundas intenções, mas eu nunca trocaria você por ninguém, bebê. — digo e o mais velho me abraça apertado.

— Desculpa, Chan...

— Não precisa ficar inseguro, amor. Eu te amo do jeitinho que você é. Eu amo até quando você me ameaça de morte. — brinco e ele gargalha.

— A greve tem mais um motivo...

— Ai meu santo JongDae. Fale.

— Eu recebi uns papeis que tem um tempão que estavamos esperando... Lembra que estavamos esperando para enfim poder adotar uma criança? Então... Agora podemos ter nosso filho! — Ele diz alegre e eu arregalo os olhos e sorrio emocionado.

— Eu to tão feliz, Baek. Mas o que isso tem a ver com a greve?

— Era pra você já ir se acostumando a ficar sem sexo porque agora que teremos uma criança em casa, teremos que nos comportar...

— Porra Baek... Então é melhor a gente ir aproveitando né...

— Hm... Acho uma ótima idéia...

Dá licença gente, eu vou matar quem está me matando a 5 semanas *moon face*.



▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣▣



Narradora on.


Baekhyun gemeu manhosamente quando as mãos grandes de Chanyeol chegaram aos seus mamilos, seu rosto já estava completamente vermelho.

Ao ouvir os sons soltados pelo menor, Chanyeol separou um pouco os corpos para observar as expressões que o mais velho fazia, ele tinha os olhos fechados, rosto corado e mordia o lábio inferior. Para Chanyeol, ele estava absurdamente sexy.

Queria tê-lo para sí ainda mais, queria devorá-lo com rapidez mas ao mesmo tempo com calma.

Chanyeol começou a tirar o restante da roupa de Baekhyun e o baixinho fez o mesmo consigo.

Quando Baekhyun percebeu, estava na mesma posição que antes, com as pernas cruzadas na cintura de Chanyeol, suspenso com suas costas coladas na parede, mas desta vez, completamente nú.

Chanyeol desceu as mãos até as nádegas de Baekhyun, que gemeu abafado. O maior beijo-o levando sua mão direita para o pênis do marido, que arfou entre o beijo, mexendo a cintura fazendo movimentos de vai e vem contra a mão de Chanyeol.

— Yeollie... Ahhhh. P-Por Favor... — Baekhyun pediu manhoso.

— Como você quiser — Chanyeol sussurra rouco no ouvido do marido, que estremece em seus braços.

Chanyeol leva seus dedos até a entrada de Baekhyun mas o mais velho o interrompe.

— Chan, E-Eu já me preparei no banho, SÓ V-Vai logo.

Assim que ouviu o menor pedir, não esperou mais, ele também não aguentava mais esperar. Posicionou-se na entrada do menor e começou a penetra-lo.

Chanyeol já estava totalmente dentro do menor, então começou a se mexer devagar.

— AHHH A-Ai Chan, Acerta ai De N-Novo — Baekhyun gemeu alto, não teve tempo de conter o gemido que cortou sua garganta quando Chanyeol acertou sua próstata.

Chanyeol começou a se mover mais rápido e com mais intensidade, quanto mais ele aumentava tanto a velocidade quanto a força, mais Baekhyun gemia.

Baekhyun foi o primeiro a chegar ao seu limite, apertando seu interior ao redor do mais novo, fazendo o mesmo se desfazer dentro de sí logo em seguida.




— Baek... — Chanyeol ofegante, chama o marido.

— O que, C-Chan?

— Segundo round?

— Até o Terceiro se você quiser...




E o casal se amou a noite toda, ou como diria Park Chanyeol "a gente trepou a noite toda, foi o maior tesão".


Notas Finais


Acabouuuuuuuu


Pera
Hehe
O aviso é que eu vou postar um extraaaaa uhuuuu.
Massas já vou avisando que vai ter Baek Seme/Top/ativo.
Então se não gostar, nem espere pelo extra.
Muito obrigada, pessoas.
Beijo na alma de vcs.


Byeee



xxMaddiexx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...