História Shake It Up - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Gerumy17

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bts, Jihope, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin, Park Jimin, Yaoi
Visualizações 52
Palavras 1.385
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oeoeoeoeo
Antes tarde do que nunca né?
Agradeço do fundo do meu kokoro-san minha baby @Gerumy17 que me ajudou novamente de última hora
(novamente a gente fazendo algo as pressas pro aniversário do menino Jimin socorro)
A capa é provisória, a OS foi inspirada na música Shake it Up do grupo Kis My FT2 (Amém meu Jpop ♥)
Sem mais delongas, boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Shake It Up - Capítulo 1 - Capítulo Único

Aquele seria outro final de semana insuportável, aonde Park Jimin teria que acompanhar seu melhor amigo Kim Namjoon a mais uma festa de faculdade. 

–Vamos Jimin, prometo que será divertido! – Namjoon puxava o garoto do sofá que acabou por se render. Afinal, o que ele poderia fazer? Jimin amava secretamente Namjoon. Ele não resistia, nem aos puxões que o mais velho lhe dava. Nem aos pedidos para acompanhá-lo. Nem ao amor que sentia.   

–Aish Namjoon, você sabe o que sempre acontece nessas festas, é como um cronograma! – respondeu enquanto soltava seu braço do amigo e suspirava – chegaremos, você beberá, irá dançar e sumirá. Voltando para casa às 4 da manhã e no dia seguinte não se recordará de nada. 

Não que "sumirá" fosse a palavra que desejava usar, Park sabia exatamente onde Namjoon estaria. 

Mas não gostava de relembrar de momentos assim. 

–Eu prometo ficar com você desta vez. 

–Eu já ouvi isto antes – olhou feio para o mesmo e prosseguiu em direção ao seu quarto, onde apanhou a primeira vestimenta, sem se preocupar se era ideal ou não para uma festa de faculdade.  

–Vai com essa roupa mesmo? – Namjoon questionou Jimin assim que ele pós os pés na sala. O garoto suspirou e bateu a porta do quarto, voltando minutos depois vestindo uma calça preta rasgada, uma regata branca e uma jaqueta de couro com detalhes em dourado. 

–Agora sim, esta tão bonito que é capaz de arrumar alguém. 

–Não sou desses e você sabe – Jimin disse indiferente, talvez até com um pouco de raiva do comentário. Com mal humor pegou as chaves e apagou as luzes, Namjoon o puxou para fora do apartamento em silêncio.  

☆~☆~☆~☆~☆~☆~☆

 Ao chegarem na tal festa Jimin sentiu um certo enjôo por conta do cheiro forte de álcool que invadiu suas narinas repentinamente, a fumaça do cigarro o fazia tossir constantemente. Tudo que desejava era sair dali, mas tudo que pode fazer fora sentar-se no primeiro sofá desocupado que encontrou.  

–Porque você sempre fica assim? Tente se divertir um pouco – Namjoon entregou um copo com algum drink ao garoto que hesitou em beber, mas o fez quase cuspindo o líquido em seguida.  

Namjoon ria da situação do amigo. 

–Não ria! – protestou – Isso é péssimo.  

–Sua expressão foi a melhor – Namjoon conteve os risos e entregou outro copo ao garoto.  

–Juro que esse é bom. 

Novamente hesitante Jimin bebeu e para sua surpresa era realmente bom. 

–Isso tem gosto daqueles chicletes que gostávamos na infância.  

–Aqueles que deixavam a língua azul e nossas mães nos diziam que íamos ter câncer por isso. É cada coisa absurda que nos contavam – Os dois caíram na risada. Jimin achou a ideia de ter vindo desta vez até boa, finalmente estava se divertindo. Porém, mudou rapidamente sua opinião assim que avistou SeokJin – ficante de Namjoon – o chamado com um sorriso que provocava raiva em Park.  

–É… Jimin, eu já venho – Namjoon levantou as pressas deixando o garoto naquele sofá com um olhar enciumado e um coração novamente ferido. 

☆~☆~☆~☆~☆~☆~☆

"Já venho" – Jimin soltou no ar imitando Namjoon  

–Faz duas horas que ele se foi –O garoto bufou e saiu daquele sofá que agora só havia casais.  

 Park Não conhecia ninguém naquela casa. Todos presentes ali eram apenas pessoas que ele via diariamente, mas nunca pensou em se aproximar ou fazer amizade com algum deles.  

O rapaz possuía medo de ser rejeitado como sempre aconteceu em sua infância. O único que havia acolhido ele durante anos fora Namjoon, este que ele acabou por criar um amor não recíproco. 

Suspirou aliviado quando sua curiosidade de subir as escadas encaracoladas o fez entrar em uma porta que mostrava a ampla cidade sobre as grades não tão baixas. 

Estava contente por ter encontrado a extensão varanda, e em meio a tantas conversas e músicas altas, um lugar para descansar sua mente. 

Com os braços que descansavam sobre os ferros, Park olhava o céu estrelado da cidade, tantas estrelas próximas, tantas constelações formadas. 

Eles se perguntava se naquele universo, ele fosse a única afastada de toda a luz. 

– Park Jimin? – com um susto, o mesmo largou as amplas estrelas e olhou o jovem de cabelos negros que, agora, se encontrava ao seu lado – também está cansado da multidão? 

– Talvez – apanhou a bebida que o jovem o entregou, nem pensou o por que tal ato, mas o álcool poderia fazê-lo fugir um pouco de toda aquela realidade – o que te traz aqui, bem... 

– Hoseok, Jung Hoseok – lhe lançou um pequeno sorriso, voltando agora a seu drink que borbulhava constantemente no copo.  

–Eu estive te observando durante algum tempo... Você cursa arquitetura não é mesmo? – Park fez um gesto com a cabeça, estava confuso do porque aquele rapaz que aparentava ser tão popular possuía interesse nele.  

–Desculpe-me, mas porque veio falar comigo assim, tão repentinamente?  

– Te acho interessante Jimin, você é tímido e isso lhe faz fofo – Park corou com o comentário e desviou o olhar.  

– Você é muito ligado aquele tal de Namjoon não é mesmo? 

–Você o conhece? 

–Sim, ou melhor, SeokJin não para de falar nele, é inevitável não saber da vida toda do cara – Hoseok riu, mas percebeu o incomodo de Jimin.  

Jung era um cara esperto e a essa altura já havia notado o que se passava. Ele se condenava por ter tocado no assunto '' Namjoon'' quando tudo que deveria fazer era conquistar o rapaz.  

– Você gosta dele né?  

– O que!? – Jimin corou novamente – É tão obvio assim...? –Hoseok lhe lançou um sorriso vitorioso.  

–Aish, sim, eu gosto daquele idiota. É inevitável, ele é o único que foi gentil comigo a minha vida inteira... – O moreno tomou um gole de sua bebida e arqueou as sobrancelhas prestando atenção em tudo que Park lhe dizia.  

Hoseok pretendia conquistar Jimin naquela noite. E não achava que Namjoon seria um problema, ou melhor, um concorrente.   

O moreno ansiava por estar ao lado do mais novo e protege-lo como ninguém. Queria apenas sentir o sorriso dele e não ia descansar até conseguir aquilo.  

–Vamos apenas agitar essa noite –Hoseok sussurrou  

–Como? – Park questionou espantado.  

–Venha comigo, vou fazer você esquecer tudo hoje – O moreno tomou o ultimo gole de sua bebida e puxou Jimin assustado para dentro da casa se direcionando até o DJ.  

–Soonyoung, pode colocar aquela música para mim? – O rapaz de cabelos loiros sorriu e fez um gesto de '' okay'' com as mãos.  

– Vamos dançar Jimin –Hoseok o puxou para pista de dança aonde vários casais dançavam uma música lenta.  

–O que? – Cada vez mais Park se assustava – Eu tenho vergonha... 

–Só relaxe e apenas agite-se. 

Mesmo querendo fugir Jimin acabou se rendendo quando percebeu que a música do qual Hoseok havia pedido era nada mais nada menos que Shake it up, sua música favorita.  

– Ai cara, como você conhece isso?  

– Eu gosto, porque?  

– É minha música favorita – Jimin riu.  

Finalmente ele estava feliz de verdade aquela noite, e isso fazia o coração de Jung bater mais rápido.  

Os dois começaram a dançar e receber olhares de todos em sua volta, mas ambos importavam-se somente com a diversão.  

Entre um passo ou outro, uma nova bebida aparecia nas mãos dos garotos, e quando menos esperavam foram parar em um mundo louco que suas mentes criavam entre a batida contagiante do som. 

– Você era quieto demais, olha só pra você agora! - Jung saboreou o último gole de sua bebida, aquela altura já havia perdido a conta de quantos gostos fortes sua boca já havia experimentado naquela noite. 

E ele sabia, que faltava apenas um. 

– Eu precisava curtir, você estava certo Hoseok. 

Por pouco não terminaria sua frase, um puxão fez com que Jimin trancasse tudo que desejava falar entre palavras embaraçadas e risadas constrangedoras. 

Agora tudo que sentia era a sintonia que o moreno dominava a sua boca enquanto boa parte das pessoas em volta já não se importava mais com nada. 

E Hoseok sabia bem, que aquele gosto era o mais puro e viciante que poderia sentir. 

– Você... – a respiração forte lhe impedia de prosseguir com clareza, mas sabia que não era motivo para desistir – sabia que existe um segredo, que faz você esquecer do que a vida lhe trás de ruim?

– O que seria? – riu involuntariamente enquanto seus olhos apenas se prendiam nos marcados lábios de Jung. 

–Se agitar. Apenas agite baby. 


Notas Finais


Agradeço a participação do DJ Kwon Soonyoung (Hoshi) -qqq
Nunca pensei que postaria uma Jihope desde que sou seguidora fiel filha de Yoonseok -qq ~ Mas tudo tem a primeira vez, né?
Novamente, muito obrigada Gerumynha, sem você eu não sou nada.
Você é a Nutella que falta no meu pão -qq /corre


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...