História Shameless - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Colegial, Comedia, Drama, Liayden, Scallison, Stalia, Stydia
Exibições 154
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HEEEEY GUYS, I'M BACK BITCHES

E então? Como vai a vidinha de vocês? *desviando das facas, socos e chutes*
Hey, calma, demorei SIIIM PRA CARALHO
Mas eu tô aqui com uma treta fresquinha nas mãos:3
Aproveiteeeem:)

Capítulo 16 - I'm Sorry?


Eu realmente estava surpresa com Stiles ali

-Tudo bem, vou fingir que não te vi aqui- Sento na cadeira e começo a beber minha inseparável coca enquanto Arya e Kira falavam sobre livros e séries

Percebi que Stiles estava olhando pra mim, e ele não parava de me olhar

-perdeu algo aqui?- digo já nervosa

-Hey, calma aí marrenta- Ele diz e sorri

Me levanto e digo-Gente eu tô indo agora- Pego a minha mochila e vou andando para fora da escola

Coloco meus fones de ouvido escutando Gasoline da Halsey. Ah, como eu amo essa mulher!

Vejo um vulto atrás de mim, e oque eu fiz? Isso mesmo fui corajosa e saí correndo, afinal, quem é Bolt na fila do pão ein? 

Paro de correr já cansada e grito- POR FAVOR PALHAÇO ASSASSINO

 NÃO ME MATA-

-Garota, sou eu-Ouço aquela vozinha

-Hm...Malia?- Digo e me desencosto da árvore- O que veio fazer aqui?- pego a minha mochila que tinha caído no chão na hora da correria e cruzo oa braços

-Eu...eu...-Ela começa a gaguejar-Eu queria te pedir desculpas- 

-Olha Malia, eu não estou afim de brincadeiras por hoje. Então por favor se isso for uma piada vá embora- Digo já me virando de costas

Sinto uma mão fina e gelada tocar em meu braço me obrigando a virar. Quando viro, vejo uma Malia que nunca vi antes, ela estava com os olhos cheios de lágrimas e com um olhar de piedade-Lydia por favor. Eu fui inútil por ter feito tudo aquilo, eu estou me odiando no momento- Ela diz com um tom de culpa

-Como posso confiar em você?- Murmuro baixinho

-Lydia por favor, eu preciso da sua ajuda, mas me prometa que não irá contar á ninguém- Ela diz e se abaixa sentando na grama colocando a cabeça no joelho com o apoio dos braços

Sento ao lado dela e vejo algumas marcas roxas em seu braço e em suas pernas-Malia, alguém está te batendo?- 

Ela apenas balança a cabeça como se estivesse dizendo que não. Então ela apenas se levanta deixando as suas lágrimas molharem mais ainda o seu rosto, suspira e diz-Eu sofri...eu...- Ela se embola nas palavras 

-Malia pode me contar, eu aceito suas desculpas. Mas no momento apenas me conte- Digo colocando a minha mão na mão dela

Ela suspira e finalmente diz em meio aos soluços-Eu fui abusada-Fico sem reação-Foi á 6 meses atrás, antes da festa- 

-Olha, se não me quiser me contar tudo bem- Digo com uma voz confortante

-Não, tudo bem, eu...eu preciso contar- Ela diz e começa

 

Malia On

FlashBack On

 

Estava eu na balada com meu mais novo amigo Theo. Sim amigo, ele é bem parecido comigo e me entende ao contrário dos outros

No momento, eu estava esperando ele chegar com as bebidas. Quando vejo um ser brutamonte sentar na minha frente-Gatinha, eu tenho um trabalho á fazer aqui- Ele diz e coloca uma arma em cima da mesa

Fico imóvel e digo- Oque quer de mim? Dinheiro? Eu tenho- 

Ele atira pra cima e eu me escondo em baixo da mesa. Foi aí que eu vejo todo a correria e confusão, o pessoal estavam saindo desesperados dali

Sinto puxarem meu cabelo e dizerem no meu ouvido-Ordens são ordens- Sinto meu rosto entrar em contato com o vidro. Uma dor insuportável, como se cada pedaço da minha pele estivesse sendo quebrado aos poucos, ele tinha usado a minha cabeça para quebrar o vidro da mesa

Sinto mais dor ainda quando ele me joga no chão e coloca o seu pé sobre a minha cabeça e puxa o meu braço pra cima

Grito de dor quando vejo Theo

Ele se abaixa ficando na minha "altura" e diz- Não se deve confiar em ninguém doce Malia Tate- 

Sinto uma dor gigante na minha cabeça e acabo desmaiando me encontrando com a escuridão.


Notas Finais


AAAH TRETAAA ADORON

Já estou escrevendo o próximo capitulo e vou apenas falar uma coisa: Preparem os seus forninhos! MUAHAHAHA ~le-se engasgando~

Se puderem, comentem. Sério gente, ajuda bastante
Além do mais eu adoooro responder os comentários de vocês:3

Beijos Stydia e até a próxima treta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...