História SHe - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Zayn Malik
Personagens Zayn Malik
Tags Amor, Art, Romance, Zayn
Visualizações 3
Palavras 1.609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O i gente. Tudo bem com vocês? Eu sou Marcela e se vocês quiserem podem me chamar de Mar ou do que quiserem mesmo. Essa aqui não e a minha primeira fanfic, ja tive varias e varias, mas o site apagou, e como a minha vó sempre diz, as vezes precisamos perder para ganhar outras e eu ganhei a ideia para essa fanfic, eu realmente espero que vocês gostem e deem muito amor a sHe assim como eu estou trabalhado duro para deixa-la bem legalzona pra vocês.

* Plagio e crime, então gente, por favor respeitem.
* Essa fanfic não e movida a comentários, mas e sempre bom ter criticas construtivas, então apenas se quiserem, deixem seus comentários que eu irei responder com todo amor e carinho.
* Eu quero deixar claro que eu não tenho um calendário certinho para postar a fic, o que não quer dizer que dps desse capitulo vou ficar 1 mês sumida, mas eu demoro um pouco sim a escrever pq quero dar a vocês do bom e do melhor. Mas juro que no máximo sábado eu posto novamente pra vocês.
* Essa fanfic e um pouco virada para o Zayn, não que não vá ter nenhum POV da Karou, mas posso dizer que vão ser um pouco mais dele do que dela

Enfim. eu espero que vocês tenham uma boa leitura e que amem a fanfic.

Capítulo 1 - Time To Relax


Fanfic / Fanfiction SHe - Capítulo 1 - Time To Relax

FlashBack on

- Como assim você não quer? – Meu pai gritou se levantando de sua poltrona de couro – Você não tem quere Zayn você vai fazer isso e ponto, somos uma família de tradições e eu não tive um filho homem para que ele seja um pintor de merda – Meu pai disse com toda sua raiva me fazendo encolher um pouco na cadeira que estava a sua frente.

- John – Minha mãe o repreendeu – Não e assim também, mas, meu filho – Ela se virou para mim – Você sabe que essa empresa e o seu futuro e o futuro da nossa família e sabe muito bem a regra que seu bisavô impôs para os que não querem isso não sabe? – Ela me perguntou e eu encolhi os ombros afirmando.

- Ele sabe disso tudo Mirian, ele sabe de tudo por que eu o fiz ler as regras e mesmo assim ele disse que era isso que queria – Meu pai disse gritando a todos os pulmões – Me diz Zayn, por que mudou de ideia? – Meu pai me perguntou ofegante.

- Eu não me vejo atrás de uma mesa de escritório papai. Isso tudo não e pra mim – Disse olhando todo o escritório completamente formal do meu pai na famosa empresa da família – Eu quero poder expressar minha arte e....

- Eu não vou permitir isso – Ele gritou me cortando e jogando um dos quadros que ficavam sobre sua mesa na parede quebrando o vidro que protegia a foto – Eu não vou deixar – Ele sussurrou mais pra ele do que para mim.

- Meu filho, por que você não pensa direito e depois nos da à resposta? – Minha mãe perguntou afagando meus ombros – Podemos te mandar para a casa da sua vó no interior e lá....

- Não mamãe – Disse a cortando – Eu quero isso – Falei me levantando e encarando meu pai no fundo dos olhos e ali eu podia ver a magoa e o desespero – Eu quero ser emancipado.

FlashBack off

- Zayn? Cara você esta ai? – Joshua balançava sua mão m frente ao meu rosto – Cara tem mais de três minutos que eu estou te chamando. Onde esteve? – Ele perguntou e se olhou no espelho mediano que ali tinha arrumando seu terno vinho – Vamos, a exposição já vai começar – Ele disse e fomos andando em direção a porta e eu o sigo.

- Ai que bom que você saiu de lá amor – Chantel fala vindo ate mim com seus saltos absurdamente altos fazendo barulho no piso – Achei que você iria fugir de seus compromissos. Hoje e um grande dia para você meu amor – Ela disse chegando perto de mim e ajeitando a gola do meu paletó – Sabe que a mídia toda já esta ai apenas a sua espera apenas querendo que o grande pintor Zayn Malik apareça e claro, com a sua linda namorada ao lado – Ela diz e me da um selinho que eu tento aprofundar, mas sou impedido por suas mãos me afastando – Meu batom amor, preciso estar bonita para os flashes – Ela diz e pega seu celular para ver se ainda estava com a mesmo, atitude essa que me fez revirar os olhos.

- Vamos logo com isso. Não vejo a hora de poder beber alguma coisa bem forte – Digo e saio andando na frente deles dois indo em direção ao grande salão onde todos estavam a minha espera. Assim que entro no salão sou abordado por vários olhares o que me fez engolir a seco. Olhei para trás e não vi nem Joshua e nem Chantel em nenhum canto. Ótimo, vou ter que enfrentar essa sozinho.

- Boa noite senhoras e senhores – Disse alto o suficiente para todos me escutarem – Eu sou Zayn Malik e bem vindos a mais uma das minhas exposições – Disse e todos me aplaudiram – Dessa vez eu quis mostrar as cores e detalhes e para isso eu fui ate a África do sul à procura de inspirações. Fiquei mais de meses com tribos e em regiões diferentes atrás de locais, roupas, cultura, enfim, espero que gostem – Disse e me aplaudiram novamente e logo todos se espalharam pela galeria olhando meus quadros pendurados pelas paredes.

- Estão todos muito bonitos Zayn – Joshua disse colocando sua mão em meu ombro me fazendo virar para ele o vendo abotoar seu ultimo botão de sua camisa social e apoiar seu paletó em seus ombros.

- Cara, onde esteve? – Perguntei pegando uma taça de champanhe.

- Ouvi o telefone tocando e tive que ir atender – Ele disse e eu apenas dei de ombros.

- Amos, muitos quadros estão sendo vendidos – Chantel disse vindo ate mim com seu batom completamente borrado e com oura camada sobre seus lábios.

- Chantel o que houve com o seu batom? – Perguntei estranhando já que a mesma não tinha me permitido beijar os mesmo por causa do batom.  

- Ah, meu batom? – Ela perguntou nervosa e pegou seu celular em sua pequena bolsa e assim que abriu a câmera do mesmo arregalou os olhos – A sim, meu batom. Eu tirei aquela camada, tinha ficado horrível e como ele e vinte e quatro horas eu acabei manchando meu rosto – Ela disse guardando seu celular em sua bolsa – Vou dar um jeito nisso, com licença – Ela diz a mim e a Josh e se retira.

- Acho que estão te chamando ali Zayn – Ele diz e eu olho para um casal e caminho ate o mesmo.

[...]

 06/08/2017-10:01 AM- ZM Galery

O relógio em minha mesa marcava 10h01min da manhã e eu já não via a hora de voltar a minha casa e poder deitar. Minha cabeça explodia e minhas costas doíam de tanto me curvar em minha mesa. A exposição tinha sido um sucesso completo. Todos os quadros foram vendidos e com isso mais dinheiro caia em minha conta mais e mais, o que não era problema, o único problema e que eu não estava feliz com isso, quer dizer, e claro que eu estava feliz pelo meu trabalho ter sido tão reconhecido assim e por eu ter mais dinheiro em minha conta bancaria, mas eu sentia que ainda faltava alguma coisa. Ainda falta. Pego o porta retrato que fica sobre a minha mesa de escritório e o encaro.

-Queria tanto vocês aqui comigo – Digo olhando a foto onde meus pais me abraçavam quando eu era menor, devia ter entre oito e onze anos, estávamos em frente a grande arvore de natal que sempre tinha lá em casa e meu pai me entregava uma caixa gigantesca ode ali havia uma pista de carros. Esse foi um dia feliz, uma recordação que me faz esquecer que eu não falo com eles a três anos, pelo menos com o meu pai já que minha mãe me liga varias vezes ao mês para saber como estou. Logo após a minha emancipação, meu pai cortou completamente todo o tipo de contato comigo e havia proibido minha mãe de fazer tal coisa, mas após algumas ameaças da mesma alegando se separar dele, ele liberou e desde então minha mãe tem falado comigo frequentemente, algumas vezes ele pergunta se sou eu ao telefone e assim que ela o responde eu não escuto mais nada, eu realmente não queria ter essa relação com o meu pai, mas era isso ou desistir do meu sonho para fazer publicidade e trabalhar na empresa da família. Não que eu ache que isso seja uma má ideia, mas eu não me vejo em uma sala no vigésimo quarto andar de um prédio comandando todos a baixo de mim, e nunca gostei dessa ideia e foi isso que fez a cabeça ambiciosa do meu pai enlouquecer o fato de eu sempre querer essa vida meio aventureira, já que eu já viajei para vários lugares para pintar meus quadros, isso nunca foi o que meu pai quis pra mim, não era o que ele imaginava para a minha vida.

- Entre – Digo assim que escuto batidas na porta me tirando de meus pensamentos.

- Desculpe atrapalhar senhor Malik, mas o senhor tem uma entrevista agora – Melissa diz ao botar  apenas a metade do corpo para dentro de minha sala. Solto o ar de meus pulmões de forma pesada e reviro os olhos.

- Vamos lá.

07/08/2017-02:55 AM

Havia acabado de entrar em casa e estava completamente exausto e só de pensar que amanhã eu teria que ir a galeria novamente e passar por tudo isso eu ficava mais cansado ainda. Joguei-me no sofá de minha casa logo após pegar uma garrafa de Bourbon e um de meus copos para bebida logo o enchendo. Olhei para a minha parede dando uma golada em meu copo e relaxei assim que o álcool desceu por minha garganta.

Eu olhava meus quadros ali pendurados e as lembranças das viagens vinham em minha cabeça e logo o peso de que teria que fazer outra exposição logo veio logo atrás. Não que isso seja uma coisa ruim, ate porque eu fui emancipado só para poder ter a carreira que tenho hoje, mas e cansativo ter a mídia toda atrás de você sempre que isso acontece, eu queria ter algum lugar pra ir e relaxar completamente e ao mesmo tempo ter ideias para novos quadros. Um lugar onde não teria pessoas querendo tirar fotos de mim ou esperando que aconteça alguma coisa que me faça ficar nos assuntos mundiais por dias. Minha mãe sempre diz que não devemos fugir de nossos problemas, mas eu não estava fugindo, estava apenas dando um tempo de todos eles. Peguei meu celular e disquei o numero logo ligando e no terceiro toque fui atendido.

- Senhor Malik, o que deseja?

- Prepare o jatinho. Vamos para Colômbia.


Notas Finais


Gente, só pra explicar que o Joshua e representado pelo Joe Jonas e a Chantel pela Gigi (maravilhosa) Hadid.
Até Sabadous.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...