História She bad - Cameron Dallas - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Brandon Rowland, Brent Rivera, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Hunter Rowland, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jacob Sartorius, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Camerondallas, Magcon, Shawnmendes
Exibições 145
Palavras 892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura gente.
Desculpa qualquer erro.
Seis viram o micão do Luis?
Pra mim foi meu melhor capítulo!😘

Capítulo 8 - Cameron? -She Bad


Fanfic / Fanfiction She bad - Cameron Dallas - Capítulo 8 - Cameron? -She Bad

POV JADE

Então fomos para a festa. Fomos um dos primeiros por que como a Mahogany ia ser a Dj ela tinha que chegar antes e nós fomos com ela.

-Bom gente, eu vou subir pra mesa de Dj. Qualquer coisa passem lá. -Mahogany disse enquanto se dirigia para cima.

-Tudo bem. -Dissemos juntos.

  Aos poucos a festa foi ficando mais cheia. A Mahogany colocou uma das minhas músicas preferidas, Juju on dat beat. Eu amo essa música!

-Que a gente pedir pra Mahogany colocar um funk e mostrar pra eles como realmente se dança? -Maria disse alto por causa do som.

-Ok. Vou pedir pra ela. -Disse indo até a mesa de som. Mahogany então colocou Turutum do MC Kevinho e MC Davi se não me engano. Então eu e a Maria começamos a dançar. Percebi que conforme íamos dançando, mais gente ia olhando. Principalmente Cameron que mordia seu lábio enquanto eu e Maria dançávamos. Qua do acabou a música várias pessoas começaram a aplaudir.

-Dançam bem brasileiras. -Shawn disse enquanto chegavamos perto dele que estava encostado no bar.

-Ah! Obrigada. -Maria agradeceu e eu apê as dei um sorriso de canto enquabto procurava Cameron que tinha sumido do nada. 

-Procurando alguém? -Cameron disse no meu ouvido me fazendo arrepiar. -Gente essa aqui é Elisa. -Ele apresentou uma garota que estava ao seu lado. Não sei por mas estava com ciumes.

-Oi. -Todos disseram menos eu.

  Fui até um sofá. Do meu lado se sentou Maria e Shawn e do outro Elisa é Cameron. Todos os 4 ficaram se pegando enquanto eu fiquei no meio segurando vela.

"Se ele está querendo fazer ciúmes pra mim ele não vai conseguir!" 

Fui para o meio da boate e comecei a dançar. Vi que Elisa foi até o banheiro e Cameron se aproximou de mim.

-Ciúmes Jade? -Ele sussurrou em meu ouvido.

-Claro que não Dallas. -Disse no mesmo tom que ele ainda virada.

-Conta outra né?! Sei que você ficou com ciúmes. Deu pra ver na sua cara! 

-Cala a boca Cameron! -Disse me virando.

-Ah! Fala a verdade Jade. Pode falar. -Ele disse rindo.

-Voce tá fazendo tudo isso pra me irritar né!? -Fiz uma afirmação óbvia.

-Talvez sim...talvez não. O que importa é que sendo ou não uma provocação eu consegui te irritar. -Ele disse debochando.

-Aff Cameron! Você é um escroto. Eu te odeio! -Eu disse o encarando.

-Escrota é você. Muito infantil da sua parte sintir ciúme de alguém que não é nada seu! -Ele disse sério.

-Nao sei por que ainda perdi te.po com você! -Disse o encarando com cara de ódio.

-Por que é uma trouxa! -Ele disse e eu concordei.

-Pois é. Sou mesmo. Por acreditar em você. -Disse e senti uma lágrima escorrer. Rapidamente limpei meu rosto.

-Para de ser falsa! Você não me engana com esse teatrinho. Vadia! -Ele disse me encarando.

-Ok Cameron. Muito bom mesmo. Conseguiu o que queria. Me magoar! -Disse batendo palmas e saindo dali.

  Fui então para o lado de fora da boate correndo e comecei a chorar. 

-J-Jade...desculpa. Foi da boca pra fora. Eu juro! -Cameron disse enquanto vinha atrás de mim.

-DESCULPA? VOCE TEM CERTEZA QUE QUER ME PEDIR DESCULPAS? -Disse gritando. 

-Me desculpa por favor! Eu fui um babaca! -Ele disse.

-Disso eu sei. Eu sei muito bem! -Disse limpando meu rosto das lágrimas.

-Por favor Jade. -Ele disse se aproximando.

-Sério. Me esquece. -Disse me afastando. -ME ESQUECE! -Gritei enquanto corria dali para um matagal. Chegando lá eu chorei mais. Até que senti alguém me puxar. Iria até gritar mas desmaiei.

-Hm...olha quem resolveu acordar! -Uma moça dizia enquanto andava em minha volta.

-O-Oque eu...onde eu estou? Quem é você? -Disse ainda me acostumando com a luz.

-Ah! Você está bem longe da sua casa. Da sua cidade... -Ele dizia ainda me rodeando.

-Eu reconheço essa voz...-Disse tentabdo me lembrar da voz.

-Claro que lembra. -Ele disse calma.

-Liz! -Dei um grito espantada.

-Exato! -Ela disse parando a minha frente.

-C-Como você pode? -Disse chorando. -Eu pensei que você fosse minha mãe. Pensei que me amasse!

-Ai Garota! Para de chorar por qualquer coisa. Eu nunca quis tê-la como filha. Eu nunca quis um filho ou filha. Só te tive por que eu queria a herança do seu pai.

-Você é ridícula! EU TE ODEIO! -Gritei ainda chorando.

-Que bom que me odeia. Significa que sou muito má! E isso é muito bom! -Ela disse me encarando. -Já você -Ela apertou minhas bochechas. -Foi uma trouxa em acreditar em mim.

-Sínica! -Gritei e ela riu debochada.

-Sou mesmo! -Ela começou a andar de costas pra mim. -Sabe? -Ela se virou. -Eu acho que seu tempo já seu né? -Ela voltou a minha frente e chegou perto de meu rosto. -17 anos já tá bom.

-Aaargh! Eu te odeio! -Gritei e cuspi na cara dela.

-Não mais que eu! -Ela gritou. Apenas dei uma joelhada em seu queixo depois que consegui me soltar das cordas. Ela caiu desmaida no chão. Fui levando meu pé até tentar pegar o canivete caído no chão mas Liz se levantou antes. -Você não vai sair daqui garota! Não tão cedo! -Ela pega o canivete e vai vai para uma sala que tinha perto desse galpão. Não sei de que jeito mas co segui me soltar e me levantar. Corri até o portão e estava tentando abrir se não fosse o irritante barulho do cadeado batendo no portão.

-Droga! -Disse. 

-Você não vai escapar. -Liz disse sacando uma arma de seu bolso. Ouvi o disparo e cai no chão.

(N/A: Tô no Shawn hehe😏)

-C-C-ameron



Notas Finais


Bom gente. Eu sei lá. Né. Me digam aí no insta: @decifradas e me add no snap: isabmandy
Como sempre um beijo pra quem quiser e...FALOOW!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...