História She Stole My Heart - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ashley Benson, Personagens Originais
Tags Ashley Benson, Lashley, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Exibições 33
Palavras 1.786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, meus bolinhos. Bem, como eu disse ontem, eu não iria postar hoje porque eu ia ficar sem net, mas meus pais colocaram wifi aqui em casa e agora vou poder postar! EEEEEEEEEEEEEEEEEEEH!!!!
Enfim, boa leitura, meus amores!

Capítulo 3 - Chapter Two.


Fanfic / Fanfiction She Stole My Heart - Capítulo 3 - Chapter Two.

Eu ainda não tô acreditando que ganhei o concurso. Eu vou ficar frente a frente com o Louis, porra! Eu nem sei o que fazer. Alguém pode me beliscar? Meu Deus, como assim é amanhã o grande dia? Nem to acreditando. Finalmente ele vai poder saber quem eu sou. Minhas pernas começam a tremer e minhas mãos nem se fala. Meu coração está acelerado e estou suando.

 

******************************************************************

 

Abri meus olhos e peguei meu celular que estava em cima do criado-mudo. Desbloqueio a tela e já são 05:00 AM. Bem cedo, não? Mas eu preciso me arrumar e arrumar as coisas pro show. Sim, sim, é sábado. Como o tempo passa rápido, não é?

 

Ontem á noite, fiquei mexendo no Twitter até meus pais chegarem e como eles estavam demorando muito, acabei me jogando na cama e capotei de sono, ou seja, estou morrendo de fome.

 

Sentei na ponta da cama e coçei meus olhos. Eu não estou com nenhum pingo de sono, também, eu fui dormir ás 20:00, lógico que eu não estou com sono. Amarrei meus cabelos num rabo de cavalo e calcei meus chinelos. Ué, cadê minhas pantufas? Eu devo ter esquecido no banheiro ontem de manhã.

 

Levantei-me toda empolgada e fui pro banheiro. Tranquei a porta e faço minhas higienes matinais e acho minhas pantufas debaixo da pia, mas estão molhadas. Mamãe deve ter lavado enquanto eu estava na escola. Arrumo meus cabelos, fazendo uma tiara de tranças e escovo meus dentes. Passo rímel e um gloss e saio do banheiro.

 

Saindo do banheiro dei de cara com meu pai na porta do quarto com seu terno, todo feliz com um sorrisão no rosto. Desconfiei.

 

- Oi, papai. - falei com um sorriso no rosto.

 

- Oi, filha. - meu pai disse vindo em minha direção e me deu um abraço.

 

- Aconteceu alguma coisa? - perguntei retribuindo o abraço.

 

- Dê oi para o novo secretário. - Papai desfaz o abraço e diz todo empolgado, convencido e orgulhoso.

 

- Aaah!! Que ótimo, papai. Parabéns. - sorri e dei alguns pulinhos. Papai sorriu.

 

- Está fazendo o que acordada á essa hora? - papai pergunta tentando não rir.

 

- Tenho que ir mais cedo no estádio do show pra conversar com a produção da banda que eles vão dar informações sobre o concurso e etc. - respondi sorrindo.

 

- Ah, sim! Boa sorte, então. - papai beijou-me na testa e entrou no banheiro. Sorri e fui pro quarto correndo.

 

Abri meu guarda-roupa e procurei minha camiseta customizada dos meninos e a vesti, coloquei um short jeans escuro e calcei um tênis da Nike branco. Procurei minha faixa que eu mesma fiz dos meninos e coloquei dentro da minha mochila da Adidas e coloquei também o CD deles e depois fui correndo até o criado-mudo e peguei minha carteira e um cartaz pequeno.

 

Pendurei a bolsa nas minhas costas e fui pra cozinha. Estou morrendo de fome! Deixei a bolsa em cima da mesa e abri a geladeira, observei por alguns segundos a geladeira e decidi pegar um iogurte de morango e uma barra de cereal de morango com aveia. Tomei meu iogurte e guardei a barra de cereal dentro da minha bolsa pra caso eu sentir fome mais tarde.

 

Peguei minha bolsa e fui pra sala. Sentei no sofá e liguei a TV, colocando na TNT Séries. Estava passando Supernatural e decidi assistir até ás 09:00 já que tinha que chegar lá ás 10:00.

 

Cinco minutos antes das 09:00, a campainha tocou. Fiquei com uma preguiça enorme de levantar e perder uma cena de supernatural, mas tive que levantar. Abri a porta e era a Karen com os ingressos na mão e toda vestida com as coisas dos meninos.

 

- Kah, você está..... - começei a rir.

 

- Eu sei. Estou parecendo criança, mas fazer o que, não é? - Karen ri e entra.

 

- Mas mesmo assim está linda. - Ri com as mãos na boca e fechei a porta com os pés. Karen senta no sofá e olha pra TV.

 

- Supernatural? Não sabia que gostava dessa série! - Kah me olhou entortando a boca.

 

- Comecei a assistir hoje. - Sentei ao seu lado sorrindo.

 

Karen não disse nada, apenas me olhou de cima á baixo. Ela arqueou as sobrancelhas e sorriu. Me olhou nos olhos e riu.

 

- O que foi, sua louca? - Perguntei curiosa.

 

- Você está linda. - Ela disse sorrindo.

 

- Obrigada, Kah. - Sinto minhas bochechas queimarem.

 

- Imagina a cara do Lou ao te ver. - Karen pisca.

 

- Não me iluda, Kah. - Abaixei a cabeça e dou uma risadinha baixa.

 

- É sério! Tenho certeza que ele vai te adorar, afinal, você tá muito lindaaa!! - Ela indaga levantando minha cabeça.

 

Não falei nada, apenas ri. Karen estava louca, mas eu acho que ela estava certa. Imagina a cara do Lou ao me ver? Será que ele vai gostar de mim? Será que exagerei no estilo? Ai, estou morrendo de ansiedade.

 

Olhei o relogio pendurado na sala e arregalei os olhos. Me levantei rápido e pendurei minha bolsa no ombro e desliguei a TV. Karen me olhou confusa e rindo de mim.

 

- Temos que estar lá ás 10:00. - eu estava quase surtando.

 

- Então vamos logo. - Karen levanta rápidamente e pega seu celular e coloca no bolso da sua calça preta.

 

- MÃEEE, EU ESTOU INDO PRO SHOW. PAI, TCHAU E BOA SORTE. - Gritei e abri a porta correndo. Eu estava tão ansiosa que quase tranquei Karen lá dentro de casa.

 

Karen e eu saimos correndo até um ponto de táxi e por sorte já havia um táxi parado na frente. Entramos correndo e passei o endereço do local pro taxista e falei pra ele ir bem rápido. Assim ele o fez.

 

Meu Deus, hoje é o grande dia de tocar Louis. De abraçá-lo, de beijá-lo. Eu estou tremendo tanto, acho que vou desmaiar. Em 30 minutos, haviamos chegado no local e paguei o taxista. Descemos do carro correndo e falamos com o segurança e digo que eu era a escolhida do concurso. Infelizmente, Karen não pôde entrar porque ela não foi a escolhida, então ela disse que iria ficar junto com as meninas na fila do show.

 

Entrei junto com o segurança e ele me deixou junto com uma moça ruiva da produção. Ela pediu meus documentos e assim eu entreguei a ela.

 

- Vamos, pode entrar. - a moça ruiva disse colocando suas mãos em meus ombros e me levando até uma sala, onde tinha uma garota de cabelos pretos e curtos.

 

Me sentei ao lado dela e a observei. A garota me olhou e sorriu. Aparentava ser a garota escolhida pelo Liam, mas não me lembro bem dela. Eu havia visto as fotos das escolhidas dos meninos mas não conseguia me recordar do rosto dela.

 

- Prazer, sou Elly. - Ela disse esticando suas mãos.

 

- Prazer, sou Isabella. - Apertei sua mão e sorri.

 

- Você deve ser a escolhida do Louis, não? - ela indaga sorrindo.

 

- Sim e você deve ser a escolhida do..... - tentei me recordar dela, mas não consegui.

 

- Do Liam. - ela disse com um sorriso de orelha a orelha.

 

- Ah! - sorri e ela também. Olhamos para a moça ruiva e ela estava lendo uns papéis da sua prancheta.

 

Pouco tempo depois, a do Niall, do Zayn e do Harry chegam juntas. Elas sentam no outro sofá de couro marrom e nos olha com um sorriso.

 

- Então, vamos começar... - a mulher ruiva começou a falar e nos explicou como tudo aconteceria, como seria a hora da apresentação em que iriamos entrar e eles iriam cantar pra gente e depois ela nos deu um crachá, para termos indentificação na hora de subir no palco.

 

Voltamos lá pra fora e finalmente abriram os portões. Eu e a tal Elly conseguimos ficar perto do palco. Olhei pros lados á procura de Karen, mas nenhum sinal dela. Fiz um bico dando um bufo em seguida e depois sinto mãos me tocarem nos ombros. Me virei e vi Karen, sorri e abraço-a.

 

- Como foi lá dentro? Viu eles? - Karen posicionou ao meu lado e sorriu.

 

- Ainda não. Mas nos deram intruções sobre a hora de subir no palco e de passar um dia inteiro com eles depois e nos deram esse crachá de identificação. - falei sorrindo e mostrei pra Karen o meu crachá.

 

- Que bom! - Karen sorriu.

 

De repente, as luzes se apagaram. E eu juro que não como não tive um infarto. As cortinas estavam se abrindo aos pocuso e as luzes do palco acenderam. E... eles apareceram. Eu fiquei paralizada, não conseguia me mover. Milhares de pessoas gritando e eu lá paralizada. Eles começaram a cantar e olhei pra Karen e começamos a gritar e pular como loucas.

 

Quando percebi meus olhos estavam encharcados e segundos depois, minhas bochechas estavam molhadas. Eu cantava, dançava, gritava, chorava, quase morria. Eu não parava de olhar eles, nem por um segundo.

 

Finalmente chegou a hora... O momento que aquela mulher havia dito pra procurar a produção. Eu não conseguia parar de tremer, nem conseguia mover as pernas de tanto que elas tremiam.

 

- É agora, Kah. - Olhei pra Karen e sorri.

 

- Boa sorte, amor. - Ela me abraçou e deu um grande sorriso.

 

Fui andando entre as Directioners até eu conseguir achar a porta onde tinha seguranças e eu tentava de vez em quando olhar para o palco. Eu nem sei como consegui andar, eu estava muito ansiosa. Esbarrei com a tal Elly e sorrimos e mostramos nossos crachás para os seguranças. Entramos e fomos as últimas a chegar.

 

Encontramos a mesma mulher ruiva e ela veio em nossa direção sorrindo.

 

- Fiquem nos lugares que eu vou colocar vocês e esperem os meninos irem até vocês. Nada de gritos e escândalos em cima do palco. E quando a música acabar saiam do palco! - ela nos disse séria.

 

Ela nos levou até uma escada e essa escada daria no palco. Mas na parte do fundo onde as luzes estavam apagadas. Eu sentia que eu estava morrendo de tanto que meu coração batia forte. Eu sentia meu corpo tremer. Várias borboletas voavam no meu estômago. E quando de repente, eu os vejo. Primeiro eu vi o Niall, e logo depois os três. Eu tentava não surtar, mas tava ficando impossível.

 

Enquanto eu estava quase morrendo, fiquei olhando para Louis e os gritos vindos da plateia se calaram e eu só conseguia ouvir a voz dele. Eu fechei os olhos e apreciei a voz daquele homem e cantei bem baixinho.


Notas Finais


E ai, gostaram? <3 Espero que sim. Postarei o capítulo três daqui a algumas horas então fiquem ligados!!
Amo vocês. <3 *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...