História She was made of stars, He of darkness - Dramione - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Córmaco Mclaggen, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Luna Lovegood, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Simas Finnigan, Theodore Nott, Viktor Krum
Tags Comedia, Darkfic, Draco, Dramione, Harrypotter, Hogwarts Hermione, Jkrowling, Magia, Romance
Exibições 390
Palavras 2.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá Potterheads! 😊❤
Então amores, como estão nesta reta final? Hein, hein? Eu estou feliz e de coração partido. Jahahan

E o beijo super especial de hoje vai para; Magnalobo, HermioneJeanGW, SweetSnowWhite, sweet_pudim, Gabbyee, Lily_Halling, MDriih, SraMalfoy642, Gabyalmondes, babistich13, Cyoongis, MakaylaMorgan, lari2221 e Rafaela18lopes. Obrigada pelas favoritações! ❤

Espero que gostem. 😊

~Juro solenemente não fazer nada de bom!~

Capítulo 58 - Deusas e Suas Cores.


Fanfic / Fanfiction She was made of stars, He of darkness - Dramione - Capítulo 58 - Deusas e Suas Cores.

PDV Hermione.


Era finalmente a formatura, o penúltimo dia naquele Castelo. Uma vida de possibilidades nos aguardava longe daquele muros.


Aquele era um dia importante.


O dormitório que eu dividia com Gina estava uma completa bagunça. Havia roupas por todos os lados, sapatos, maquiagens e vários outros acessórios femininos. Pansy, Luna e Astória vieram para se arrumar conosco.

Aquela zona toda estava me deixando nervosa, confesso. Eu não costumava deixar as coisas espalhadas como estavam, mas era uma boa causa, né?

A ideia de Luna de comprarmos vestidos umas para as outras foi realmente maravilhosa, pra elas pelo menos.. Não era o último ano de Gina e Luna, mas elas iam como acompanhantes de Harry e Blás, respectivamente e estavam super, ultra, mega empolgadas.


Luna estava com um vestido vermelho que destacava seus olhos extremamente claros, dando a ela um ar mais adulto, mostrando um lado mais mulher e sensual. O vestido de Luna era longo, justo desde o busto até o meio da cintura que era marcada e uma fenda pegando o resto do cumprimento.


Pansy estava com um longo Rosa Pálido que a fazia parecer mais delicada e feminina. A parte frontal ele tinha um decote pequeno, e alças grossas. Mas a sensualidade do seu vestido era o imenso decote nas costas. Um misto de delicadeza e erotismo.


Astória estava também com um longo Turquesa que a fazia parecer tranquila, e estável. Ele era bordado com paetês escuros no busto e seda franzida no restante do cumprimento. Caindo perfeitamente em seus quadris.


Gina estava com um Violeta, que a deixava com um ar místico, erótico e charmoso. O da ruiva tinha uma lateral em renda transparente cheia de brilhos que pareciam pequenas estrelas, salpicadas no tecido. Ele tinha um decote pequeno e alças médias.


E eu escolhi um quase Cobalto, que é a mesma cor dos olhos de Draco. Meu vestido era longo estilo princesa. Ele não tinha decotes e vinha fechado até a clavícula, o  busto cheio de detalhes em paetês prateados e a cintura bem marcada, caindo solto e volumoso da cintura para baixo.


Estávamos simplesmente perfeitas. Agora, já vestidas e fazendo os retoques finais, foi que nos demos conta disso.


— Tá legal, Pansy, você fez suspense durante toda a semana, diz logo quem é seu par! - mandou Gina, enquanto passava o batom nude -

— É isso mesmo garota, você nos fez esperar a semana toda, por favor diz de uma vez! - pediu Astória arrumando os fios loiros -

— Vocês não vão acreditar! - ela exclamou sorrindo debochada - Lembram-se daquele garoto que discuti na Dedos de Mel?

— Foi bem mais que uma discussão. - disse eu, zombeteira -

— Ah por Merlin, não vamos debater sobre isso novamente! - ela pediu - Eu vou com ele! - respondeu de forma natural -

— Eu não sabia que podia chamar gente de fora.. - disse Gina pensativa -

— Não pode.. - Luna disse - Eu sabia que ele era familiar! - falou a loira - Ele é da minha casa, tá no último ano também.

— Como é que nunca o vi? - perguntou Asty -

— Acho que ele quer competir o título de rato de biblioteca com a Granger.. - disse Pansy risonha -


Todas rimos enquanto terminamos de nos arrumar. Depois de mais algumas horas de conversas, maquiagens e risos, seguimos para o salão principal onde os garotos deveriam ter criado raízes.


Quando descemos as escadas e vimos os meninos quase rolei de tanto rir. Eles estavam cochilando, sério, os tadinhos esperaram tanto que acabaram dormindo. Deu até pena de acordá-los. Mas não para Pansy.


— MAS QUE PALHAÇADA É ESSA! - Pan gritou fazendo eles saltarem nas poltronas e nos olharem ainda sonolentos -

— Porque raios você tem que gritar? - perguntou Blás coçando os olhos - Aliás, tá linda! Vocês todas. - o moreno diz gentil -

— Isso, exatamente por isso que acordei vocês, para me elogiarem! - ela sorriu marota e deu uma voltinha - Maravilhosa né?

— Divina! - um garoto moreno de olhos verdes e corte baixo falou aproximando-se dela - Eu poderia ser acordado com seus gritos todos os dias se fosse pra te ver assim..

— Oh! - ela disse mortificada e corada. O que? Pansy parkinson corada!

— Você fica bem em cores claras. - o acompanhante da Pansy diz -

— Obrigada. - Pansy disse tímida -

— Salazar, eu realmente estou vendo Pansy Parkinson corada? - perguntou Draco debochado -

— Não enche garoto! - ela rosnou para o loiro - Vá elogiar sua namorada!


Draco sorriu de lado e veio andando até mim vagarosamente. Ele estava absolutamente perfeito. Um terno escuro, camisa de dentro preta e uma gravata vermelha. Eu adorava aquilo dele, aquele estilo Dark. Além de ser extremamente sexy e atraente.. Seu cheiro me invadiu assim que ele parou em minha frente, fazendo-me ficar levemente zonza, pensando em cenas depravadas. Em sua mão direita tinha uma caixinha transparente.


— A cada vez que te vejo assim perco um pedaço do meu coração pra você. - ele disse baixinho - O que pretende fazer quando o tiver inteiro em suas mãos?

— Eu lhe darei o meu como um brinde. - falei piscando e ele sorriu. -

— Por enquanto me dê seu braço direito. - ele pediu calmamente -


Estiquei o braço para ele, o mesmo que tinha a pulseira que ganhei no Natal, ele abriu a caixinha e de lá tirou um pequeno girassol que estava com alguns fios prateados como se fosse uma pulseira. Ele enrolou no meu braço e em seguida deu um beijinho, senti todo o meu ventre se contrair com seus lábios em mim. Ele sabia o efeito que me causava.


— Girassóis são uma das minhas flores favoritas! Eles são simples, coloridos, lindos.- falei olhando para a pequena flor - Isso parece com que os trouxas fazem no último ano escolar.. Dar uma flor para seu par do baile.

— Digamos que eu pesquisei mais um pouco sobre eles… - ele disse dando de ombros e colocando as mãos no bolso - Você gostou? - um olhar curioso e um brilho nos olhos cinzas -

— Eu amei! - falei e lhe dei um selinho - Obrigada!


PDV Draco


Ao longo de todo esse tempo que passei com Hermione eu deveria ter me acostumado com todo e esplendor que ela é e com sua beleza extremamente fascinante e atraente. Parecia uma estrela solitária em uma galáxia obscura. Essa galáxia era eu. Eu já me imaginava tirando-a de todo aquele tecido azul, explorando com devoção cada mísera curva daquele corpo castanho. Eu estava a ponto de sequestrá-la para longe daquela formatura e amá-la até o sol nascer.

Mas, deixemos esses pensamentos impróprios para o final da festa. É em meus braços onde ela encerra sua noite de qualquer forma.


Ofereci meu braço para a pequena rainha e ela sorriu daquela forma mais espontânea possível e o pegou, entrelaçando ao seu.


Saímos da torre da casa dela, seguindo para o Salão principal, nas escadas que davam acesso ao mesmo, Ronald se encontrou com sua parceira que era ninguém menos que Cho Chang. A asiática da Corvinal e ex do seu melhor amigo. Que ironia do destino, não é?! Ela estava bem bonita, admito. Seus cabelos negros e lisos estavam presos fortemente no topo da cabeça e ela trajava um vestido amarelo muito elegante. Ela sorriu enquanto se aproximava e então continuamos nosso caminho.

Estávamos em uma fila totalmente arrumada e improvável.

Puxando todos nós estava Pansy e Kaleb, atrás estava Gina e Harry, depois Ronald e Cho, Astória e Theo, Blásio e Luna e por fim; eu e minha deusa de azul.


Atravessamos as portas e parecia que éramos convidados importantes, pois todos olhavam para nós, em um misto de admiração e curiosidade.

Avistei entre as cabeças aquele MacLaggen, ele conversava animado com uma garota da Lufa-Lufa, e quando nos viu acenou com a cabeça. Devolvi o gesto e continuei andando com minha morena absurdamente maravilhosa ao meu lado.


— Isso foi muito legal, sabia? - Herms sussurrou para mim, se referindo ao meu comportamento para com o MacLaggen -

— Percebi que ele não oferece nenhum risco à nós. - falei sorrindo de lado para ela -

— Você demorou a perceber isso! - ela acusou divertida, seus olhos brilhavam mais que as velas que flutuavam -

— Eu posso ser um pouco teimoso. - conclui e ela acabou positivamente com a cabeça.


Sentamos todos e juntos e ficamos esperando a Diretora dar início a cerimônia de formatura.



PDV Hermione.


Estava tudo tão perfeito! O Salão Principal estava todo cheios de velas flutuando, enormes bancos retangulares para os formandos e cortinas com as cores das quatro casas espalhadas pelas paredes de pedra. Eu não tinha como dizer ao certo o que se passava comigo, ou com meus amigos. Mas tenho certeza de que todos estávamos felizes com os acontecimentos atuais.

É tão irônico encontrar a felicidade nos braços daqueles que por tanto tempo nós desprezamos, olhamos torto e humilhamos. Eu sentia todas as boas energias no ar, nos olhos dos meus. Harry e Rony estavam tão serenos, tão em paz, era mágico vê-los daquela forma, quase inédito também.

Durante todos os anos que passamos neste Castelo, tivemos que suportar diversos tipos de situações, passar por provações, dor, medo, insegurança, ira, e no fim, apesar das perdas, e do vazio, tínhamos uns aos outros e tudo deu certo. Estamos aqui vivos, juntos e fortes. Esperando a vida recomeçar, com suas novas fases e ciclos.


Somos as estrelas em volta da lua da vida.


Claro que com o fim da guerra tudo se reformulou, coisas mudaram, pessoas juntaram-se a nós. Foi um ano de muitas outras situações, de inseguranças novas e medos bobos, mas, pela primeira vez, todos buscamos a nossa paz, estivemos ocupados com coisas muito mais simples do que um mestiço querendo dominar o mundo e céus isso foi tão importante, tão preciso.


E quando Olho para o meu lado e me deparo com a figura de cabelos platinados e olhos cinzas com os dedos entrelaçados nos meus constato que tudo aconteceu como tinha de acontecer, ou então que apenas segui as minhas escolhas à risca.


Minerva ainda dá continuidade à cerimônia, falando como o ano foi bom, como fomos vencedores, e entregando os diplomas à nós.

Deixo que meus olhos girem ao redor e vejo como alguns alunos parecem entediados.


— Aposto como alguns alunos gostariam de por um feitiço silenciador nela.. - cochicho para Pansy que está à minha direita -

— E se eu te contar que sou uma dessas? - ela pergunta risonha -

— Eu diria que quero fazer o mesmo - confesso e a vejo ficar levemente chocada com minha revelação -

— Essa é a minha garota. - Draco murmura ainda olhando para a diretora. Sorrio orgulhosa -


~*~ ~*~


As horas passaram um pouco mais devagar do que gostaríamos mas felizmente já tínhamos recebido nossos diplomas e tínhamos jantado. Estávamos em uma mesa redonda do lado esquerdo do Salão, apenas conversando antes de ir dançar como jovens loucos que somos. Hehehe.


— Preciso da atenção de todos! - Blásio pediu, levantando-se -

— Lá vem merda! - murmurou Draco e eu lhe dei um tapa no peito dele e o cínico apenas sorriu -

— Ignorando completamente o comentário super incentivador de nosso simpático Draco irei continuar.. - ele disse olhando para o loiro em um misto de deboche e desafio - Eu queria que todos fossem testemunhas do que vou fazer agora.. - continuou. Ele estava nervoso, era nítido.


Blásio virou-se para Luna que estava distraída com as fantásticas loucuras de Ginevra, quando o negro começou..


— Luna.. - ela virou-se para ele prontamente, mas quando o viu de pé jogou a cabeça para o lado e franziu o cenho - Eu queria dizer, na frente de todos o quanto você é importante para mim, o quanto você me faz feliz. Eu jamais, em toda a minha vida, conheci alguém como você, alguém que fosse tão fundo em mim como você foi. - ele sorriu para a loira que já tinha os olhos vermelhos - Foram tantas que passaram, e não digo isso pra te comparar com as outras porque nenhuma delas pode sequer chegar aos seus pés. Você é a paz que sempre busquei, a pureza na minha vida de pecados.. - então ele respirou fundo - Então, deixando de lado toda a improbabilidade, você aceita ser minha namorada?


Luna tinha lágrimas nos olhos e um sorriso imenso nos lábios finos. Ela se levantou rapidamente e se jogou nos braços do moreno que agora sorria abobado enquanto cheirava o cabelo loiro dela.


— Isso é um sim? - perguntou Blás -

— Isso é um sim! - ela repetiu pulando freneticamente no lugar.. -

— Acho que o novo casal merece uma dança! - Theo disse - Aliás, você quer dançar também, Tory? - perguntou ele para a loira de vestido verde que concordou animada -

— Vamos também, amor… - pediu Gina e Harry concordou -


Os seis se afastaram e foram dançar a música lenta que estava tocando.


— Finalmente ele pediu! - Pansy falou batendo na mesa -

— Cara, se não fosse hoje não seria nunca. - rebateu Draco -

— Ah dêem um tempo a ele, está se apaixonando pela primeira vez. - digo tentando defender meu novo amigo -

— É a primeira vez que me apaixono também, e não fiquei como ele.. - o loiro respondeu -

— Nem tem comparação você e ele, né, “pegador de Hogwarts”?! - debochei fazendo aspas com os dedos -

— Concordo com ela! - afirmou Pan -

— Afinal, de que lado você está? - Draco perguntou, fingindo mágoa -

— Eu não vou ser hipócrita, querido. - ela sentenciou, piscando -

— Traidora. - ele disse mostrando a língua para ela -


Olho para Kaleb, o par de Pansy, ele é bem bonito mesmo, e tem olhos encantadores assim como Pan. Verdes enigmáticos. Eles formam um belo casal, realmente. Resolvi deixá-los um pouco sozinhos e chamo Draco para dançar.


— Eu teria tirado você pra dançar em dez minutos.. - ele disse enquanto me seguia para onde todos estavam dançando -

— Pansy precisava de algum tempo sozinha com Kakeb.

— Tá bancando a casamenteira, agora? - questionou divertido -

— Para de ser chato! - pedi revirando os olhos - Vamos dançar logo..


Ele colocou as mãos grandes em minha cintura, e eu envolvi meus braços em seu pescoço. Começamos a nos mexer no ritmo da música lenta, sentindo as batidas do coração se igualando à melodia. Estava sendo uma noite tão agradável. Blás e Luna dançavam ao longe, nenhum dos dois tinha sincronia alguma mas pareciam estar se divertindo bastante com isso.


— Eles se completam totalmente, não é? - perguntei num sussurro perto da orelha de Draco -

— Blásio sempre foi o mais sensato de nós, acho que a loucura dela era o que faltava nele - ele disse, também rente ao meu ouvido -


Draco me girou sorrindo e depois me puxou para ele com força, nossos corpos colidiram de uma forma absolutamente deliciosa.


— Eu devo dizer que adorei seu vestido e como ele ficou espetacular em seu corpo mas não vejo a hora de despir você de todo esse tecido azul.. - ele disse, a voz rouca e baixa fazendo meus pelos se arrepiarem e meu ventre se contrair em antecipação -

— Linda cor não é? - perguntei para ele sugestiva - Me lembra seus olhos, é como se estivesse vestida com você. - completo arqueando uma sobrancelha -


O loiro balançou a cabeça em negação e sorriu, daquele seu jeito mais perverso, aquele sorriso perigoso que me faz suar só de ver e que só ele sabe dar, como se já estivesse bolando algo loucamente louco, como se já me alertasse do que estava por vir. De repente ele saiu puxando meu braço e quando percebi estávamos correndo para fora do Salão Principal.


Antes que Draco pudesse me atacar pelos corredores eu olhei para trás, para o salão animado onde todos os meus amigos dançavam e sorriam. Naquele exato momento eu senti tanta alegria, tanto amor. Aquele dia importante estava chegando ao fim mas o que vinha a seguir era muito maior do que tudo. Eu era uma bruxa formada, poderia fazer da minha vida o que quisesse, meus amigos estavam felizes e em paz e eu havia me apaixonado pelo cara mais desgraçadamente improvável. De todas as minhas escolhas desde o fim da guerra até hoje a mais incerta foi escolher viver o amor com Draco e dela proveio a maior cota de felicidade que já provei desde que pus os pés nesse imenso castelo de pedra.

Ele era tudo aquilo que eu sempre quis, mas que tinha receio de admitir.

Ainda sorrindo bobamente perante meus pensamentos reflexivos, deixei que o meu namorado me guiasse para onde seus desejos quisesse.


Notas Finais


Gente, que capítulo né? Já dá até uma dor. Está chegando lá pessoal... 😢❤

Blás foi um Fofo, não foi?
Theo e Asty estão a coisa mais fofa da vida também.

Eu tô com o coração sangrando já. 💔😢

Enfim, obrigada por todos os comentários do capítulo anterior, gente. 💕

Não esqueçam de comentar, amores! 😊❤

Até mais!

Beijos de luz da Ruiva! 😘🌟

~Malfeito, feito!~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...