História She will be loved - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Frank Lampard, John Terry, Michael Ballack
Tags Chelsea, Michael Ballack, Shevchenko
Exibições 20
Palavras 1.513
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Festa surpresa...


Fanfic / Fanfiction She will be loved - Capítulo 33 - Festa surpresa...

26/10/09
Michael on

Lauren chegou aos seus 23 anos,mesmo estando as voltas com 4 crianças ela ainda achava que a vida dela era parada demais.

Fiz o maior esforço para retribuir ao máximo o que ela fez pra mim no meu aniversário.

Não tinha idéia do que dar a garota que já tinha tudo.

Pensei em uma coisa mas pra isso precisaria de ajuda,de muita ajuda.

Primeiro recorri ao Roman que demorou tanto a responder que imaginei ter desmaiado.

-Conta comigo,até o fim do dia estará tudo resolvido.

Depois pedi a ajuda as mulheres,minha mãe,minha sogra e as garotas que faltaram pouco dar piti.
E por fim,ao esquadrão suicida,esses me chamaram de maluco.

Combinei também com os meninos,Louis e Emílio é claro porque Jordi era muito fofoqueiro,tudo contava pra ela.

-Treino?Hoje?Mas hoje não tinha.-Lauren diz fazendo bico.
-Esse técnico é bem bipolar mesmo,tenho que ir amor.

Dei um beijo nela e saí,não tinha treino nenhum,fazia parte do plano.

Cheguei ao CT e encontrei o esquadrão pronto pra dar início a preparação da surpresa.

Lauren on

-Feliz aniversário mutter.-Jordi me abraçou e me entregou uma flor.-Esqueci do presente.

-Não faz mal meu amor.-Peguei-o em meus braços e beijei seu rosto.-Sabia que a mamãe ama orquídeas?

-Não sabia.-Balançou a cabeça em negação.-Vou mandar o papai encher o jardim da casa nova de oquida.

-Orquídea meu amor.-Disse rindo.

Louis e Emílio saíram com os avós,ficamos apenas eu,Jordi e Mikaelly em casa,o que foi muito bom.
Levei-os para o jardim,estava um pouco frio,mas deu pra nos divertir bastante.

Estranhei o fato de todos terem sumido,deviam estar aprontando alguma.

Minha mãe finalmente deu as caras e começamos a conversar.
Acabamos por falar de casamento,coisa que parecia ter sumido da cabeça de Michael.

-Olha que amor.-Minha mãe abriu uma revista.-Vocês são considerados o casal mais bonito da Inglaterra.

-Exagero,tem os Beckhan também.-Peguei a revista e li a matéria.-Victoria tá tão ossuda.

Minha mãe começou a rir,eu conhecia os Beckhan,graças a John e Frank que me apresentou o David,um lord pra dizer o contrário.

Mikaelly passou a ser mimada pela minha mãe e depois pelos meus sogros que trouxeram os meninos.

-Feliz aniversário.-Me deram um relógio de presente.-Papai esqueceu né?

-Acho que sim Loi.-Respondi meio triste.

Fizeram de tudo pra me alegrar,Karin fez a torta floresta negra que eu adoro,depois que Mikaelly nasceu os presentes que são pra mim,na verdade são pra ela.

-Que bonito,minha irmã vai ficar linda nesse vestidinho.-Emílio diz olhando o mimo.

E assim o dia foi passando,minha mãe disse que tinha que ir pro restaurante e meus sogros foram embora e levaram os três meninos dessa vez.

Aproveitei que Mikaelly estava dormindo e fui tomar banho.
Quando saí,Mirna estava entrando no quarto com uma caixa e um buquê de orquídeas nas mãos.

-São pra senhora.-Deixou tudo em cima da cama e saiu.

Peguei o buquê e achei um envelope,abri e logo reconheci aquela caligrafia.

"Mein liebe,te conheço a 3 anos então sei que você está querendo me matar por imaginar que esqueci..mas não esqueci.Feliz aniversário meu amor,minha felicidade é poder compartilhar de mais um ano de sua vida com você.
Na verdade não tinha treino nenhum,só uma desculpa que inventei pra sair de casa.
Antes que isso vire uma carta,quero que vista esse vestido, fique linda(não precisa de muito esforço,você já é),aquele vestidinho que seu pai mandou é pra nossa princesa,esteja pronta as 20:00 que seu motorista irá te pegar,tenho uma surpresa pra você.
Te amo muito..Michael."

Abri a caixa e meu queixo caiu,o vestido era lindo.
Me arrumei e arrumei Mika também,eram 19:45 quando o tal motorista chegou.

-Fala sério Petr.
-Ue,pensou que seria quem?

Durante todo o caminho fomos conversando até que paramos no CT.

-Chegamos,por favor se encaminhe para o campo de treinamento e parabéns.

Estranhei o local escolhido para tal surpresa e fui até lá,antes que chegasse minha mãe pegou Mikaelly do meu colo e meu pai veio em minha direção.

-O que está acontecendo?-Perguntei os olhando,pelo jeito que estavam vestidos.

-Vai entender.-Meu pai me deu o braço e me levou.

Eu não acreditei,a surpresa na verdade era meu casamento.

Louis me entregou o buquê e a música começou a tocar.
Far away do Nickelback.

Tentei não chorar,mas as lágrimas criaram vida própria e decidiram rolar mesmo assim.
Fui entregue ao Michael e a vontade de mata-lo sumiu quando o vi sorrir.

-Me desculpa,só pensei nisso.-Sussurrou pra mim.

A maior surpresa foi perceber que todos sabiam e além disso até os nossos amigos da seleção alemã estavam ali.

A cerimônia foi tão simples e ao mesmo tempo tão especial que eu nunca imaginaria isso.

-Lauren Elizabeth Abramovich,aceita Michael James Ballack como seu legítimo esposo?

-Aceito.

-Michael James Ballack,aceita Lauren Elizabeth Abramovich como sua esposa?

-Não senhor,eu só fiz tudo isso por vontade de gastar dinheiro em uma cerimônia relâmpago.-Michael diz revirando os olhos.-É claro que aceito.

-Depois dessa graça deveria anular esse casamento.-De onde saiu esse padre?-As alianças.

Emílio as trouxe e sorriu pra mim,esse garoto me enganou direitinho.

-Então,minha louquinha russa,prometo lhe ser fiel,te respeitar,amar,proteger,ser seu amigo,companheiro,namorado e todas as outras coisas para o resto da minha vida.-Michael diz e coloca a aliança no meu dedo.

-Tem certeza que eu sou a louquinha dessa relação?-Pergunto rindo.-Realmente eu quis te matar,principalmente por mentir pra mim,por envolver todos e ninguém deixar uma pista solta,imagino que não contaram pro Jordi.-Michael negou.-Mas hoje eu recebi mais uma prova do seu amor por mim e de todos também,eu prometo lhe ser fiel,amar,respeitar,ser sua família,ser aquela que apaga seus medos e vive seus sonhos com você.

Após as trocas de alianças e o padre dar sua benção,fomos a tal festa.

-Como fizeram isso em tão pouco tempo?-Perguntei ao meu marido.
-A conta bancária do seu pai.-Sorriu de lado.-Desculpa se não deu pra você usar o vestido dos seus sonhos.

-Não tem problemas,o que é um vestido perto do que você fez?-Passei meus braços em volta do pescoço dele.-Você é perfeito amor.

-Aaaeeeh sra.Ballack,sendo esposa do capitão agora vamos nomear vossa majestade nossa capitã.-Podolski diz fingindo uma reverência.

-Ai sai daqui cara chato.-Michael diz rindo.-Eu sou o capitão de vocês,ela é só minha.

-Uiii ciumento.-Lahm também surgiu de algum lugar rindo.-Lauren amor,como você suporta?

-Com muito amor.-Beijei o rosto dele.-Eu amo esse ciumento e também não fico atrás.

Os blues vieram se juntar a nossa conversa e meu pai também,claro que todos babaram na Mikaelly.

-Bonita igual a mãe,por favor,não seja chata igual seu pai.-Schweinsteiger rodava com ela no colo.-Brincadeira capitão.

-Vamos arrumar uma camisa da seleção pra ela?Vai ficar tão fofinha.-Klose chegou até brilhar os olhos.

-Minha neta vai torcer pra seleção alemã?-Meu pai revirou os olhos.-Tudo bem,mas sempre torça pro Chelsea meu amorzinho.

Mikaelly deu uma gargalhada,awn meu Deus,ia tomar ela do Bastian mas ele foi mais rápido.

-Pode parar,minha afilhada vai ficar comigo.
-Quem disse?-Terry deu o ar da graça.-A afilhada é minha.

Antes que começassem a brigar já fui logo me metendo no meio e dizendo que Mikaelly poderia ter todos como padrinhos.

-Quanto mais tios pra afugentar os gaviões,melhor.-Michael deu seu veredito.


Dançamos a noite toda,meu pai liberou todos do treino do dia seguinte.
Terry teve um ataque de pânico quando Luísa começou a passar mal,Lampard foi acudir o amigo lhe explicando que era normal.

-Esconda as facas meu amigo.-Michael apontou pra mim.-Experiência própria.

Jordi resolveu brigar com todo mundo por ter deixado ele de fora da surpresa.
-Você é bem fofoqueiro Jordi.
-Mamãe o Loui me chamou de fofoqueiro.-Disse cruzando os braços.
-Mas você é.-Dei um tapa em Michael.-Mas ele é amor,se ele soubesse ia correndo contar pra você.

Isso era verdade,tudo que acontecia ele vinha me contar.

Karin e Stephan estavam tão felizes que nem ligaram pra gente,ficaram envoltos em sua bolha romântica,coisa que nos fez suspirar.

-Será que Michael e eu chegaremos a essa fase,mais de 30 anos de casamento.-Perguntei.
-Pra isso acontecer comigo vou ter que por um cinto de castidade no John.
-Nossa Luísa,falando assim parece que o John é mulherengo.-Disse Karen.-Frank tenta por juízo nele.
-Minha notícia pra vocês é que...vamos embora pra Ucrânia.-Emily diz.-Andry quer que Adrielly cresça em seu país.
-E você tá de boa com isso?
-Você ficaria de boa se seu marido decidisse criar sua filha no país dele e esquecesse de que você também tem o seu?
-Essa é a sina de se casar com jogador de futebol,e sim,eu estou de boa por ir pra Alemanha.-Dei de ombros.-Um dia Shev se aposenta e vocês vão poder viajar mais.
-Você vai pra Alemanha??-As três perguntaram.

-Uhum,os meninos pediram e Michael não nega nada a eles.-Observei-o com os três meninos.-Mikaelly é bebê,vai se adptar ao país.

Michael on

Podia ver nos olhos da minha mulher o quanto ela estava feliz.
Eu não estava diferente,as vezes eu tenho que fazer tudo assim,no impulso pra dar certo.

Aproveitamos muito bem a festa,mas por ainda ser meio de campeonato paramos mais cedo que o normal.

-Te prometo que quando fizermos 10 anos de casados,te faço uma festa maior.-Beijei seu ombro nu.
Ela me retribuiu com beijos calorosos,não precisávamos estar longe para ter a nossa lua de mel.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...