História She Will be loved - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Beautyqueen, Goldenqueen, Rumbelle
Exibições 26
Palavras 869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Belle estava exausta! Porém uma exaustão diferente, prazerosa, sua vida girava em torno de um amor incondicional; Não havia lacunas pra pensar em seu relacionamento com o pai do bebê. Enquanto Belle se preparava para tomar um banho, a campanhia toca e ela se depara com a ultima pessoa que fosse ver naquele momento.

- Regina?

- Oi Belle?! Será que eu posso entrar pra gente conversar?

- Regina, olha a minha vida está muito corrida, e eu não posso pesquisar nada, finalmente achei um tempo pra mim. - A bela ruiva respondeu com uma pitada de rancor ao confirmar que as pessoas sobre iam procurá-la apenas para ajudar com suas pesquisas.

-Não Belle, eu não vim aqui pra isso, eu quero falar sobre mim e Rumple.

-Oh! Você ou evil queen?! – a ruiva de olhos verdes respondeu confusa.

- Levando em consideração que ela é um pedaço do meu passado e que eu compreendo os sentimentos e emoções dela. Acho que vamos falar de nós duas e Rumple. – Regina respondeu meio que engolindo em seco ao mesmo tempo em que queria acabar com aquilo.

- Essa é nova! Sinto cheiro de honestidade aqui.

- Eu sou honesta, Belle!

- Mas não comigo! Você nunca foi não é?!

- ok?! Certo! Estou aqui pra isso.

- Antes tarde do que nunca. - Regina se sentou no sofá ouvindo uma Belle extremamente ácida, talvez o mal humor fosse a falta de sono - ela pensou.

- Ela não está com Rumple por amor, Belle.

-Regina, sem ofensa mas eu nunca achei que houvesse amor ali.

- Ok. As coisas são mais complexas do que apenas sexo e poder, Belle.

- Eu entendo de complexidade.

 Regina sentia como se estivesse a ponto de abrir a sua alma. Não era novidade ela se abriu Robin, Snow, Emma, Archie, mas falar sobre Rumple e com Belle era tópico pouco acessado. A verdade é que era difícil voltar a isso.

-Belle, quando minha mãe estava grávida ela ofereceu a minha vida em um acordo. Eu estava sendo formada e meu destino estava predestinado a ele. Eu cresci vendo a forma que minha mãe utilizava a magia, e eu odiava a magia com toda a minha alma. Meu sonho era ser livre, ser quem eu quisesse ser, mas eu estava amarrada a magia, não havia nada que eu pudesse fazer, não havia lugar onde eu pudesse ir. Cora ou Rumple me achariam. Daniel morreu pra que meu destino fosse cumprido. Eu fiz o que era previsível me apeguei à raiva, ao poder. Eu só queria ser livre, mas eu era de alguém. – Ela finalmente respirou novamente ao ver as feições de Belle, não tinha nada a ver com pena ou raiva, pelo contrário havia identificação. Era como se finalmente tivessem entendendo o quanto seus terrenos eram conhecidos.

- Eu sou pessoa que trocada em um acordo e passei a vida em prisões, inclusive por você. Quer mesmo falar de liberdade?! - Belle respondeu na pausa de Regina com a voz embargada, enquanto os olhos da morena se enchiam de água.

- Eu sei que fiz péssimas escolhas, não estou aqui pra me justificar, eu quero ser honesta com você. Minha relação com Rumple é totalmente tóxica e com vários graus de co-dependência. Eu ainda me sinto influenciada por ele e talvez por isso a evil queen se envolveu com ele novamente.

- Então vocês tiveram um passado? – De alguma forma ela ainda queria negar esse tipo de conexão.

- Não é nada como você pensa!

- Você não sabe o que eu penso!

- Eu sei que você o ama. E ele ama você de uma forma que ele nunca amou ninguém. Ele tem um jeito toxico e errado de amar, mas eu sei que é genuíno. - Belle franziu a sobrancelhas surpresa com o rumo que a conversa havia tomado.

- O que você quer Regina? Onde você chegar?  Que eu dê uma chance a ele? Que eu aguente? Que eu espere?  Que eu o ame incondicionalmente?!  Sendo que o que ele faz é só bagunçar a vida das pessoas como ele fez com a sua vida e com a minha? Eu estou exausta de todo esse drama.

- Não! Você não tem obrigação nenhuma disso. Você tem que só cuidar do seu filho, cuidar dele com todo amor como você tem feito. Cuidar de si mesma.
Eu não estou aqui pra exigir nada de você. Eu só disse o que penso. -Então ela segurou a mão dela, eu sinto muito Belle, sinto por tudo que eu fiz contra você. - Belle a abraçou.

- Regina é tão fácil te odiar, quanto amar. Eu também sinto muito que você tenha que lhe dar com a Evil Queen e com as sombras que te envergonham. - Então elas ouviram um chorinho fino de bebê.

- Eu não tomei banho!

- Vai lá eu cuido dele enquanto você toma banho.

Regina cuidou do neném recém-nascido de Belle até que ela saísse do banho e pudesse amamentá-lo. Ao final daquela conversa perceberam o quanto poderiam ser parecidas e que com tantas coisas em comum nasce uma amizade legitima. No final de tudo elas tinham uma à outra.


Notas Finais


Eu tenho algumas ideias de continuidade o que vocês acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...