História She's back - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Exibições 116
Palavras 5.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heey guys, é muito, muito importante que vocês escutem a música - Paperweight - quando for solicitado! ( E, eu não sei se passei dos cinco dias de postar mas, se passei me desculpem! É sério.)

Boa leitura..,

Capítulo 25 - Planos


Fanfic / Fanfiction She's back - Capítulo 25 - Planos

 

Pov Narradora

- …Eu sabia que você iria, gostar. - Dinah disse sorrindo. - Eu ajudei a escolher. - Se gabou, dando de ombros.

- Realmente eu gostei muito! Ontem foi um dos melhores dias da minha vida, Cheechee! - Camila falara animadamente, fitando a amiga com os olhos cheios de emoção.

Ambas falavam do dia anterior – na verdade, era sobre Lauren ter pedido a Latina em namoro – Camila realmente estará muito feliz, isto era mais do que visível! O jeito como a mesma sorria, a luminosidade no olhar. Também, não era para menos, namorar Lauren Jauregui, dona de uma beleza fora do comum! A mesma tinha que ficar extremamente feliz mesmo. E Lauren também, por namorar Camila Cabello, com os traços latinos mais lindos que alguém já vira na vida! Ambas eram e, são extremamente lindas! Donas de uma beleza incrível e, muito invejável por muitas pessoas.

- Lauren te faz bem, Mila. Sempre fez. - Ally disse sorrindo de lado fitando a Latina e o sorriso de canto que, não saía um só segundo dos lábios da mesma, juntamente, com os olhos carregados de felicidade.

- Tem razão, Ally. - Camila disse fitando a mesma.

- Certo, este assunto já está me entediando. Ainda mais porque Mani não está aqui. - Dinah disse fazendo bico e revirando os olhos em tédio.

Camila e Ally se entreolharam e sorriram, com toda certeza não era normal ver Dinah Jane, à garota que pegava todas, tão “trouxa” por alguém. Mas também, Normani era e, sempre fora muito bela! Com um corpo invejável, e com suas danças que devem deixar qualquer pessoa hipnotizada. A mesma sempre gostara muito de dançar, e o melhor de tudo era que sempre soubera. Dançava de uma forma quase profissional e, pegava o ritmo da música e a coreografia com facilidade!

- Não me olhem assim! - Dinah disse fuzilando as duas que abafaram o riso com as mãos.

- Certo, Dinah. Você não precisa ficar assim só porque está gostando realmente de alguém. É completamente natural, algum dia você teria que se apaixonar por alguém e, acho que este alguém é a Mani. E, eu até fico feliz, porque vocês juntas são tão lindas, na minha opinião combinam muito e, que Deus me perdoe por dizer tudo isto. Mas, é o que eu acho! - Ally disse em pura sinceridade, fitando a amiga que olhava para ela com atenção.

- Allycat! Você, falando isto? - Dinah perguntou em brincadeira, com incredulidade. - Esperava menos de você! - Disse em deboche fazendo a amiga revirar os olhos.

- Cale a boca, Dinah. - Ally disse fazendo Camila e Dinah rir.

- Eu to só brincando, boba. Obrigado pelas palavras, realmente eu gosto muito da Mani mesmo. Ela me faz feliz e, nunca senti nada parecido por ninguém!

- Awwn, veja só Ally. Nossas melhores amigas apaixonadas, que lindo, não? - Camila disse em deboche rindo.

- Tem razão, Mila. - Ally disse sorrindo. - Mas, você e Lauren também são apaixonadas, não sei do que está falando.

Dinah neste momento, explodiu em uma gargalhada alta.

- Toma! O sujo falando do mal lavado, né? Cabello. - Dinah disse rindo. - Toca aí, Ally.

- Mas eu não falei nada de mais! Por que está rindo?

- É que ela é otária, Ally. Liga não. - Camila disse em desdém dando de ombros.

Dinah fuzilou a Latina com os olhos.

- Só não te bato agora porque sua Namoradinha acabou de chegar! - Dinah disse se levantando.

Camila riu e estalou a língua na direção da mesma, que revirou os olhos e sorriu. Mas, aquela palavra que a mesma falara, esquentara o coração de Camila que sorriu de lado, caminhando em direção à porta de entrada para receber Lauren. Sua namorada.

 

8 de julho de 2015 – Nova York (NY)

 

- Você tem notícias do seu… de Alejandro? - Lauren perguntara para Camila, a Morena sabia que a mesma não gostara de que, pronunciassem “pai”, para falar de Alejandro Cabello, em sua presença.

As duas andavam tranquilamente pelas ruas de Nova York. Não se passara um só dia em que ambas ficaram um dia somente sem se ver, queriam aproveitar às férias de verão para ficar uma ao lado da outra. Estavam até combinando de ir à praia de Miami, passar uns dias por lá. Na casa de Megan, - prima de Lauren -.

- A única coisa que eu sei é que ele está vivo, pois sempre manda uma quantia de dinheiro. Eu falei que não queria absolutamente nada dele mas, infelizmente, minha mãe disse que ele tinha obrigação disto. Aliás, o que ela ganha onde ela trabalha não é o suficiente para nos manter. - Camila disse pensativa e, vez ou outra dava de ombros. - Realmente não quero saber como ele está, única coisa que me interessa é saber que ele está vivo e… bem?

Quando disse a última frase, sua voz saiu em um som quase inaudível mas, que Lauren conseguiu ouvir perfeitamente pela aproximação.

- Eu sou muito idiota por ainda me importar um pouco com ele? Sabe, depois de tudo? - Disse fitando a Morena.

- Claro que não, Meu Amor! Você só tem um coração muito grande, é uma pessoa muito boa. Não sinta-se deste jeito só porque você se preocupa com ele, certo? - Lauren disse levantando com o dedo indicador o queixo da Latina. - Isso mostra ainda mais que você tem um coração muito bondoso dentro do seu peito, que se preocupa com as pessoas, por mais que elas tenham te machucado.

Camila sorriu de lado, fitando os olhos verdes intensos da Morena.

- Obrigada. - Camila disse antes de distribuir um selinho demorado nos lábios da mesma.

- Então? Nós vamos mesmo pra casa da Megan, não é? - Lauren disse mudando de assunto logo em seguida.

- Não sei, não Lolo. - Dissera pensativa.

- Ah, vamos Camz! Por favor! É só por alguns dias. As meninas estão muito ansiosas para irem, só falta você dizer que sim. - Lauren disse fazendo bico.

A mesma sabia que, se pedisse qualquer coisa com jeitinho e com aquele bico enorme nos lábios, conseguiria facilmente qualquer coisa da Latina. E, desta vez, parecia que não iria ser diferente.

- É, acho que não vai ser má ideia passar alguns dias em uma casa de praia. - Camila disse pensativa, sorrindo com o dedo indicador sob o queixo.

- E o melhor de todos, eu vou, estar lá! - Lauren disse com um largo sorriso, nos lábios.

- É, tem razão. - Dissera e, Lauren sorriu para a mesma já sabendo a resposta. - Sim, eu vou!

- É assim que eu gosto! - Dissera abraçando a Latina de lado.

 

10 de julho de 2015

O dia estava lindo! Um sol que esquentara o corpo brilhava no céu azul, com algumas nuvens sob o mesmo. Finalmente, tinha chegado o dia das meninas viajarem, para a casa de praia de Megan, - prima de Lauren - A mesma também tinha uma beleza fantástica! Megan, sempre fora uma garota muito levada, dava as melhores festas em Miami, seus pais sempre se frustravam pela bagunça que a mesma deixava a casa, depois da noite anterior. Mas, este ano, a mesma havia parado por um tempo de " decepcionar " seus pais. Os mesmos ficavam muito bravos com ela mas, logo a tratavam normalmente. Sim, Megan sempre fora uma garota mimada. Disso ninguém tinha dúvidas.

Depois de algumas horas de vôo, com o jatinho particular da família Jauregui. Dinah, Normani, Ally, Lucy, Camila e Lauren. Chegaram na casa de praia de Megan.

- Prima! - Megan corre para os braços da Morena e a abraça com toda vontade e saudade do mundo!

- Oi Megan. - Lauren falara abraçando a mesma um pouco sem jeito.

Camila, se sentira um pouco incomodada com aquilo, - a mesma tinha de admitir - Certo, tudo bem que Megan é prima de Lauren mas, a Latina conhecia muito bem a garota. Megan, já tentara ficar muitas vezes com Lauren, em festas e outras ocasiões. Dizia que não havia problema algum em, as duas se pegarem, - Camila não gostara nada disto - por este e, outros fatores, a Latina se incomodava facilmente com tal ato. Mas, apenas respirou fundo e sorriu sem jeito para a mesma quando fora cumprimentar a Latina. Camila gostava de Megan, achava ela uma pessoa muito legal e divertida mas, não pudera evitar de se sentir daquele jeito.

- Camila! Quanto tempo não nos vemos! Como vai? - Megan dissera abraçando a mesma.

- É verdade, já faz tempo. Estou muito bem, mas e você? - Perguntara sorrindo.

- Melhor agora, com vocês aqui. - Disse com um largo sorriso no rosto.

- Meg, está aqui é a Dinah, amiga de Camila. E minha também. - Lauren disse apresentando a maior que sorriu largo e cumprimentou a mesma. - Ah, e esqueci de mencionar que ela é trouxa pela Mani. Assim como a Mani por ela então...

Dinah fuzilou a mesma com os olhos e interrompeu a morena.

- Cala boca, Jauregui. Você não pode falar absolutamente nada, de nós duas! - Dinah disse fitando a mesma.

Megan explodiu em uma gargalhada, o que arrancou risadas das outras.

- Gostei de você, garota. Bem-vinda, Dinah. Por favor, fique à vontade. Assim como todas vocês, viu? - Dissera apontando para todas no ambiente.

Todas assentiram com a cabeça. Logo em seguida, foram para seus devidos quartos. Havia somente dois quartos de hóspedes. - O que causou uma pequena discussão para saber quem ficaria de casal. -

- Nem pense! Você quer mesmo que eu fique dentro de um quarto com essas duas? - Dinah dissera fuzilando Lauren com os olhos e, apontando para Ally e Lucy que olharam com incredulidade para a amiga. - Eu e Mani não vamos ter privacidade! Mas, você e Camila por outro lado não! Vão poder transar à vontade!

- Este é o objetivo. - Lauren dissera para a mesma com um sorriso cínico brotando nos lábios.

Lauren, havia chegado primeiro no quarto de casal que havia na casa. O outro quarto, era extremamente grande com duas camas de casais. Mas, Dinah não queria em hipótese alguma ficar naquele quarto, queria privacidade com Normani.

- Deus! Dinah, deixa as duas ficarem com o quarto. Elas acabaram de começar a namorar novamente, não seja inconveniente! - Ally disse fitando a mesma.

Dinah fuzilou Lauren por alguns segundos e respirou fundo antes de dizer:

- Okay! Mas, não reclamem se ouvirem gemidos da Mani, durante a noite. - Falara maliciosamente.

- Sangue de Jesus tem poder, Dinah Jane! Você só pensa em sexo? - Ally disse com incredulidade. - E, nem pense em fazer estes absurdos no mesmo quarto que eu! - Apontou acusadoramente na direção da mesma que riu alto.

- É mesmo! Também não quero ficar ouvindo os gemidos abafados de Mani, durante a noite. Sei que deve ser muito bom ouvir este som mas, infelizmente não vou ser eu a pessoa a dar prazer para ela então...

Neste mesmo momento, Dinah deu um passo furioso na direção de Lucy, que riu alto se afastando da amiga.

- Você vai calar a boca ou, eu vou ter que ir aí e fazer minha mão decolar e pousar diretamente na sua cara? - Dinah falara em fúria.

- Calma, DJ! Estou só brincando. - Lucy dissera cessando a risada.

- É bom mesmo!

Todas riram animadamente. O que fez Normani e Camila subirem as escadas para ver o que havia acontecido. Megan, que a todo momento ria animadamente da reação de Dinah, se levantou e caminhou até Lauren.

- Não me disse que Camila tinha voltado e, muito menos que vocês haviam voltado também. - Megan disse puxando a morena para um canto mais afastado.

- Desculpa, Meg. Não tive muito tempo de ligar para você e contar a notícia. Camila voltou a poucos meses.

- E já voltaram, tipo do nada? - Perguntou franzindo o cenho.

- Sim, eu não consigo ficar longe dela. Eu a amo demais para deixá-la escapar. Além disso, ela me contou o motivo de tudo.

- Seja qual for, deve ser muito bom. Porque pelo jeito que você ficou e, sofreu depois do término de vocês... Achei que nunca mais iria, querer ver a cara dela novamente. Mas, fico feliz que você esteja feliz, Laur. - Megan dissera com toda sinceridade do mundo, fitando os olhos intensos de Lauren.

- Obrigada Meg. - Falara sorrindo de lado para a mesma.

********

 

No outro dia, as meninas foram animadamente até a praia. O sol forte ia de encontro com a pele, as ondas se quebravam no mar, pássaros e gaivotas voavam. O lugar não estará tão cheio naquele dia.

- Vamos ficar logo, ali. - Ally sugeriu e se direcionou para o lugar que falara, sendo seguida pelas meninas.

 

Depois de alguns minutos entre conversas e risadas, Camila se levantou - o que fez ela receber alguns olhares curiosos das meninas-

- Vou entrar, quem vai comigo! - Camila dissera fitando todas.

- Eu vou! - Dinah disse animadamente se levantando. - Vamos? - Falou fitando Normani.

A negra apenas assentiu com a cabeça sorrindo e se levantou.

- Vamos, Lolo?

Camila pedira para a morena que apenas fez uma expressão de cansaço - também, não era para menos, Camila e Lauren fizeram amor durante boa parte da noite anterior - era de se esperar a mesma ter ficado um pouco exausta.

- Por favor, Lo.

- Depois eu entro, Camz. A água deve estar muito fria! - Lauren falara com um bico nos lábios.

Camila apenas deu de ombros e retirou lentamente, o pano que cobria seu bumbum. O biquíni da mesma era preto, o corpo de Camila parecia que fora esculpido por deuses! Sua cintura fina. E, seus seios pequenos, eram extremamente perfeitos para seu corpo. Lauren engoliu em seco quando viu Camila caminhar graciosamente em direção ao mar.

- Olha, Laur. Não é por nada não mas, se eu fosse você, não deixaria ela andar sozinha por aí de biquíni. - Megan disse fitando a Latina.

- Muito menos eu! Desculpa Laur, mas olha só que corpo! Não é exagero falar que todos os olhares de várias pessoas estão direcionados para ela. - Lucy falou fitando a latina dos pés a cabeça.

- Hey! Calem a boca as duas! E, parem de olhar para ela com olhos de caça! - Lauren disse fuzilando as duas, que riram da reação da mesma.

Foi tudo o que Lauren disse antes de, se retirar do local e correr apressadamente em direção à latina.

Realmente uma garota como ela, não poderia ficar andando sozinha por aí. Seus longos cabelos caiam feito cascata por suas costas. Os fios de cabelo que se molhavam, conforme a mesma entrará na água.

Rapidamente, Camila sente braços envolverem sua cintura de uma forma avassaladora! Camila deu um pequeno pulo, pelo susto que tomou. Seu corpo colidiu com o corpo de outra pessoa e, pelo êxtase e eletricidade que percorreu por todo seu corpo, a mesma soubera muito bem quem poderia ser. Lentamente, Camila se virou de frente para a pessoa que segurava em sua cintura de uma forma possessiva. Olhos verdes cintilantes e intensos, fitavam Camila.

- Pensei que não queria entrar. - Camila, dissera em desdém, dando de ombros.

- Achou mesmo que eu iria, deixar minha Latina, andando por aí com este biquíni? Sabia que está atraindo muitos olhares em sua direção, Srta. Cabello. - Lauren dissera roçando seus lábios de uma forma lenta, na orelha de Camila – causando arrepios por todo o corpo da mesma. -

Camila franziu o cenho em confusão, com o comentário de Lauren.

- Ah, não me diga que você não percebeu olhares em cobiça e desejo sobre você. - Lauren dissera revirando os olhos.

- Claro que não. E, também, não me importa quantos olhares eu tenha atraído, o único par de olhos que eu quero me fitando desta e, muitas outras formas, é o seu, Lolo. - Camila dissera fitando de forma intensa os olhos de sua namorada.

No mesmo momento, os olhos de Lauren, se iluminaram ainda mais. E Camila a puxou para perto e colou seus lábios, para começarem um beijo calmo, com muito desejo – porque afinal, ambas estavam somente com o biquíni – aquilo, fizera com que Lauren puxasse Camila para mais perto de si, quase fundindo seus corpos. O beijo era rápido e frenético, com várias mordidas no lábio inferior.

- Hey! Suas safadas, já tá bom, não acham? - Dinah, sempre inconveniente.

Camila fechara as mãos em punhos, desfazendo o contato com Lauren e fuzilou a amiga em fúria.

- Dinah! Eu vou te matar! Por quê você é tão inconveniente? - Camila perguntara incrédula.

- Porque, simplesmente é engraçado interromper o momento de puro tesão e desejo de vocês duas. - Dinah disse dando de ombros e rindo alto.

- Eu tentei, segurá-la. - Normani disse com as mãos em sinal de rendimento.

- Nós ainda vamos interromper o momento entre vocês duas! - Foi a vez de Lauren se pronunciar, em um tom de, quase juramento.

-------------

- Hey, o que houve? - Lauren disse se sentando ao lado de Lucy, que continha um semblante extremamente pensativo e, triste no rosto. - É a Vero, não é?

A mesma respirou fundo antes de fitar Lauren com um olhar totalmente vago.

- Eu realmente estava sentindo algo muito forte por ela, sabe? - Lucy dissera fitando as ondas que se quebravam.

- Lu, você tem que entender que ela ainda não estava pronta para um relacionamento. Siga em frente! Eu sei que você consegue e com toda certeza tem muitas meninas que estão querendo ficar contigo. Disso eu tenho certeza.

Depois da festa, Vero e Lucy, passaram à noite juntas. Fora uma das melhores noites de ambas, nunca na vida delas, tinham sentindo tanto prazer e combinação. Elas continuaram ficando por mais alguns dias. Mas, infelizmente, Verônica Iglesias, nunca fora uma pessoa de se relacionar. Sua primeira namorada fora aos 15 anos, a mesma sentiu seu coração sendo partido ao meio quando ambas terminaram por causa da família da garota. E, depois daquele dia. A mesma prometeu para si mesma que nunca mais se apaixonaria novamente, para não ter seu coração partido novamente. Mas, parece que a vida não é como nós planejamos, sempre há um porém, em tudo. Desde a primeira vez que Vero beijou Lucy, fora como se um turbilhão de sentimentos estivesse percorrendo suas veias. Cada célula de seu corpo, estava sendo levado para Lucy de uma forma avassaladora e completamente inimaginável. A mesma sentia sensações tão boas e ao mesmo tempo, tão ruins. Boas porquê, era gostoso e divertido a forma como seu corpo ficara em sintonia, e ela se sentia incrivelmente feliz ao lado de Lucy. Mas, ruim porque, a mesma não queria começar a gostar de alguém depois de tanto tempo, não ela não podia! Tinha muito medo de ter seu coração partido novamente por algum motivo. Mas, eram sensações que a mesma nunca na vida sentira, nem ao mesmo quando namorara pela primeira vez, aos 15 anos. Verônica gostava da vida de pegadora, gostava de ter várias à sua volta. Não queria perder a pose de pegadora que tinha, no colégio. Por este e outros fatores Vero, achou melhor terminar tudo. A mesma nunca ficara tanto tempo com uma pessoa como estava ficando com Lucy. Sim, ela gostava da mesma mas, tinha medo do rumo que as coisas poderiam tomar.

- Não é tão fácil, Lauren. E você sabe muito bem disso.

- Eu sei que não é, Lucy. Mas, poxa! Você não pode ficar tanto tempo sofrendo por ela. Sei o quão duro pode ser tirar uma pessoa de dentro do seu coração, sendo que ela já tomou posse dele. Parece que você nunca vai conseguir arrancar de dentro do seu coração a pessoa que está nele. Sinceramente? Eu não consegui mas, acredito que você consiga, pelo menos ficar com outras pessoas sem se lembrar dela o tempo todo. Qual é, vocês nem ao menos namoraram!

- Eu vou tentar, Laur. Eu vou tentar… - Lucy disse mais para si, do que para Lauren.

--------------

- Eu não vou! Não quero me molhar Dinah, já disse! - Ally exclamou para a amiga que à fitava com uma das sobrancelhas arqueadas, e os braços cruzados abaixo dos seios.

- Você não tem opção. Qual é, Allyson! Você veio na praia e não vai entrar na água! Qual a lógica disto? Você vai por bem ou, por mal. - Dinah disse em ameaça com um sorriso diabólico no rosto.

- Ally, se eu fosse você. Levantaria agora e iria andando por si até o mar. Pelo contrário Dinah ira te levar à força. Vai por mim. - Camila disse fitando a mesma.

- Ela não faria isso. - Ally disse dando de ombros olhando para Camila. Quando a mesma fora fazer menção de se deitar novamente na toalha, sentiu mãos envolverem suas pernas.

- Alguém, me ajuda aqui! - Dinah exclamou rindo.

- Eu ajudo! - Megan disse se levantando.

- Megan! Não faça isso! - Ally gritou fuzilando a mesma que apenas explodiu em uma gargalhada.

- Hey! Jauregui. Venha nos ajudar! - Dinah gritou para Lauren que estava caminhando em direção a elas, sendo seguida por Lucy.

- Lauren! Nem pense nisto! - Ally gritara para a amiga que estava com um sorriso diabólico nos lábios.

- Desculpa, Allycat. - Lauren dissera segurando em um dos braços de Ally.

- Mais o quê?! Camila me ajuda aqui!

- Desculpa Ally mas, eu te avisei. - Camila disse dando de ombros.

- Deus vai castigar todas vocês, por isto! - Ally esbravejou enquanto era carregada até o mar.

- Dá pra você ficar quieta? Ta dificultando o aqui. - Dinah disse segurando firmemente nas pernas da menor.

Antes mesmo que a baixinha pudesse falar algo, foi surpreendida com a água gelada indo de encontro com a sua pele. A mesma gritou tão alto que fez quase todos direcionarem seus olhos nela. Dinah gargalhava alto indo em direção à amiga que a fuzilava em fúria com os olhos.

- Sua… - Ally começou a falar indo em direção a Dinah.

- Cuidado com o que vai dizer, Brooke. Deus não vai gostar que você fale algum palavrão! - Dinah disse em ironia, fazendo Ally se calar e caminha em passos furiosos pela areia.

- Hey! Ally, já estamos aqui então, vamos aproveitar! Vamos lá, não fica assim. - Megan disse sorrindo indo em direção a mesma.

Ally se virou e fitou as mesmas por alguns segundos, com um olhar avaliativo. Até que, revirara os olhos e abriu um pequeno sorriso de canto.

- Okay! - Disse caminhando para mais fundo do mar.

- É assim que se fala!

- Cala boca, Jauregui. Eu ainda estou brava com vocês. - Ally disse em desdém dando de ombros.

Todas entraram na água, que estará em uma temperatura totalmente agradável. As ondas se quebravam lentamente. O lugar estará ainda mais calmo, com pouca movimentação de pessoas – ainda eram 11:20 – então muitas pessoas, logicamente não estariam uma hora dessas na praia. Mas, por algum motivo, as meninas acharam melhor acordar logo cedo para aproveitar a manhã.

- Laur! Vamos indo, eu e as meninas estamos com fome, vamos passar em algum lugar e comprar comida ou qualquer outra coisa para almoçarmos! - Megan gritou para Lauren que estará abraçada com Camila um pouco mais afastadas.

- Certo! Só vou ver aonde Dinah e Mani se meteram e já vamos! - Lauren gritou para que a prima escultasse perfeitamente.

Megan, apenas assentiu com a cabeça e saiu da água.

- Vamos? - Lauren disse colando sua testa na de Camila.

- Queria ficar mais um pouco aqui, com você. - Disse fazendo bico.

- Oh, meu Amor. - Lauren disse acariciando de leve a bochecha de Camila que apenas fechou os olhos para aproveitar ainda mais o toque. - Vamos fazer assim, amanhã à noite, nós voltamos aqui e aproveitamos à noite estrelada e linda que ira estar. Só eu e você, certo?

- Certo! - Camila disse sorrindo fraco.

- Agora cadê aquelas duas…? - Lauren disse olhando para os lados, tentando procurar Dinah e Normani que desapareceram.

Ambas olhavam para todos os cantos, na tentativa falha de achar as duas.

- Ali estão elas! - Lauren falara revirando os olhos.

Dinah e Normani, estavam afastadas de todos, e se beijavam ferozmente, parecia que iriam se fundir com tanta aproximação. Camila, olhara para Lauren e um sorriso diabólico surgiu nos lábios da mesma. A morena logo entendera o que a Latina queria fazer. Então, vagarosamente, elas se aproximam do casal.

- Muito bonito, não é? Estão quase se comendo aqui mesmo! - Lauren dissera em um tom alto, o que fez Dinah e Normani pularem de susto e desfazerem o contato.

Se Dinah pudesse matar alguém com o olhar, com toda certeza, Lauren Jauregui não estaria mais no mundo dos vivos. Camila ria da expressão de Dinah e Normani.

- Mas que. Porra. É. Essa? Jauregui e Cabello! - Dinah exclamou furiosa, falando pausadamente.

- Nós dissemos que iriamos atrapalhar o momento de vocês, também. - Lauren disse dando de ombros.

- Elas estão certas, Dinah, se você não atrapalhasse tanto as duas, talvez elas não fizessem isto agora! - Normani disse fitando a mesma.

- Vocês estavam mesmo transando, aqui? Na praia? No mar?! - Camila dissera com incredulidade arrancando risadas de todas.

- É ainda melhor aqui, vocês deviam experimentar. - Dinah disse sorrindo maliciosamente.

- Concordo. - Normani disse se retirando do lugar sendo seguida por Dinah.

- Alguém poderia ver, gente!

- É por isto mesmo que estávamos fazendo isto aqui, é ainda mais excitante, Mila. - Dinah disse dando de ombros.

- Não liga para elas, Camz. Elas não sabem o que falam. - Lauren disse pegando a toalha do chão e andando em direção ao carro, aonde Lucy, Ally e Megan esperavam.

- Mila, se eu não te conhecesse tão bem, diria que você é muito inocente… - Dinah disse rindo.

- Mas eu sou!

- É sim. - Dinah disse em sarcasmo rindo.


 

11 de julho de 2015 – Miami (Flórida)

A noite estará agradável, as ondas se quebravam violentamente no mar. O fluxo de pessoas estava absolutamente baixo, as estrelas enfeitavam o céu negro, com uma brilhante lua no céu. A brisa fresca ia de encontro com a pele, fazendo todos os pelos do corpo se eriçarem bruscamente.

Como prometido, Lauren na noite seguinte, trouxera Camila para praia novamente. O dia tinha sido cheio, elas e as meninas, andaram por quase toda cidade de Miami, conheceram vários lugares incríveis. E saíram das lojas de roupas e acessórios, com algumas sacolas nas mãos. Realmente Miami era uma cidade muito divertida e, com vários pontos turísticos.

Camila, encarava atentamente as ondas do mar, vez outra, fechara os olhos para aproveitar o barulho tranquilo que elas podiam fornecer.

- É tão bom estar aqui. Com você. - A Latina dissera deitando sua cabeça no ombro de Lauren.

Camila estará com as costas encostadas nos seios da Morena, sendo embalada pelos braços protetores e quentes da mesma.

- É incrível!

Play !  música - Paperweight 

As duas ficaram em silêncio por alguns minutos, Camila parecia concentrada e pensativa.

- Você pensa no futuro, Lolo?

- Sim, todas as noites quando eu deito minha cabeça no travesseiro, só consigo imaginar nós duas.

- Como? - Camila perguntara sorrindo.

- Em uma casa grande, com um quintal enorme para nossos filhos brincarem animadamente com Spike! - Lauren dissera em um tom totalmente, animado, com um sorriso tranquilo brotando nos lábios.

- Spike? - Camila perguntara franzindo o cenho.

- Sim! Nosso cachorro! Um labrador! Como no filme Marley e Eu!

Camila sorriu involuntariamente com isto.

- E, na varanda de nossa casa, teria um lindo balanço para nós nos sentarmos quando estivermos cansadas ou para apenas nos lembrar de quando nos conhecemos e até onde fomos com nosso amor! Relembrar deste dia, em que estamos fazendo os planos para uma vida perfeita! E então, eu vou acordar de madrugada quando Katie, estiver chorando ou, apenas precisando que alguém esteja com ela para protegê-la do monstro que “vai” estar por baixo de sua cama ou, até mesmo dentro do seu guarda-roupa. E, eu vou, estar com ela! Para ajudá-la nessas horas de medo. Ou até mesmo, Owen, que sempre vai precisar de uma das mães para ajudá-lo em tudo o que precisar.

Cada palavra que saía pela boca de Lauren, era sincera, aquilo fazia o coração de Camila amolecer. Uma emoção surgia de uma forma avassaladora dentro do peito da mesma, que junto com esta emoção, também vinha uma súbita vontade de chorar. Ouvir Lauren falando aquelas palavras sobre o suposto futuro das duas, de como seriam as coisas, era completamente lindo!

- Gostei dos nomes que escolheu. - Camila dissera pensativa, sorrindo.

Realmente a Latina havia gostado muito dos nomes, pois ficara pensando em quando chamaria um deles pelo nome. E, eles viriam correndo ao seu encontro, com um largo e lindo sorriso no rosto.

- Você acredita mesmo, que um dia isto poderá acontecer? - Camila disse com os olhos cheios de emoção, esperando por uma resposta afirmativa.

- É claro que eu acredito, meu Amor! Acredito nisto com todas as forças do meu ser! E quando este dia finalmente acontecer, quando estivermos casadas, em nossa casa com nossos filhos. Neste dia. Eu vou ser a pessoa mais completa e feliz deste mundo todo! - Os olhos verdes de Lauren brilhavam em emoção e felicidade. - Mas agora, só falta você me dizer. Então, você acredita que um dia isto possa acontecer?

Camila virou de frente para Lauren e pôs as pernas uma em cada lado da cintura da Morena e se sentou no ventre da mesma, de uma forma delicada beijou-a de leve. Apenas transmitindo o amor que a mesma sentia pela Morena. Então, vagarosamente, Lauren abriu os olhos e, Camila pode ver aqueles lindos olhos verdes intensos que deixavam-na extremamente feliz.

- Com todas as forças do meu ser, meu Amor! Eu acredito!

Fora tudo o que Camila dissera, antes de abraçar a Morena, quase por uma necessidade. Elas se abraçavam à luz do luar da noite agradável de julho. Sim, aquela noite com toda certeza ficaria guardada na memória de ambas, para todo o sempre! Pois fora exatamente naquela noite, em que elas decidiram qual futuro iriam, querer tomar. Os planos de ambas eram incrivelmente lindos! Elas se amavam o bastante para conseguir imaginar uma vida como aquelas, com uma casa com um cachorro e dois ou mais filhos correndo pelo quintal atrás de Spike! Puxa, realmente quando estamos apaixonados, fazemos e pensamos coisas absurdas e perfeitas!


 

Aj


Notas Finais


Favoritem, comentem, quero saber o que estão achando :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...