História Shine Forever (Hiatus/Revisando) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags Hyungwon, Jooheon, Kihyun, Kpop, Minhyuk, Monsta X, Shownu, Wonho
Visualizações 13
Palavras 1.221
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoinhas, i'm come back.

Então... Reta final da fic, não prometo nada, ok? Bora lá

Capítulo 7 - From Zero - parte 1


Fanfic / Fanfiction Shine Forever (Hiatus/Revisando) - Capítulo 7 - From Zero - parte 1

Todos aguardavam ansiosos o que a garota estava prestes a contar. Muito inquietos, mexiam-se desconfortáveis no sofá e na poltrona, enquanto Kihyun permanecia imóvel atrás da moça, com as mãos repousando sobre os ombros dela, que não se atreveu sequer a erguer o olhar para o grupo. As mãos entrelaçadas sobre o colo estavam trêmulas e inquietas, e não era por menos, deveria estar presa por atentado e se eles iriam entregá-la ou não  era incerto, tudo dependia do que ia contar naquela conversa.
— Na primeira noite do Wonho no hospital, quando conversamos sobre isso e o que fazer à respeito, ele me pediu que encontrasse essa garota. - foi Kihyun quem quebrou o silêncio incômodo. — Você havia pedido ainda à tarde, quando todos entramos no quarto, depois que o Chang saiu correndo. Eu lhe disse que não era uma boa ideia, você se lembra muito bem disso. Mas antes que eu pudesse te convencer a desistir você...
— Ele te deu um beijo e dormiu. - Chang cortou a explicação sem o menor pudor, pegando a todos de surpresa, principalmente Kihyun, que não esperava por aquilo.
— Como... Como você sabe disso? - perguntou, ficando corado e sem graça.
— Eu... contei para ele. - Wonho parecia igualmente sem jeito, colocando uma das mãos atrás da nuca olhando para o maknae que estava sendo no extremo oposto do sofá. — Por que procurou mesmo sendo contra??

— Eu não procurei. Mesmo depois da nossa conversa à noite, estava decidido de que esta seria uma péssima idéia.

— Mas então…?

— ELA me procurou. - declarou solenemente diante de todos. — Fale.

Um pequeno momento de silêncio fez com que a tensão crescesse novamente, e ela começou a falar, finalmente.

— Tudo começou quando Son me ligou, pouco depois da estréia de vocês, dizendo que queria um favor meu. Foi tão estranho, ele fez tanto mistério mas, como sempre nos ajudou em casa, acabei aceitando mesmo assim. Só quando cheguei que soube do que se tratava, não podia mais voltar atrás agora mas não queria fazer o que ele me pediu também. - um pequeno murmúrio começou a se formar, a deixando ainda mais nervosa, mas Kihyun rapidamente os fez se calarem e pediu que ela continuasse. — Nós acompanhamos o programa do começo ao fim, apoiamos vocês o máximo que pudemos fazer então... Quando ele disse para que eu literalmente pulasse no seu pescoço, como uma garota qualquer, de forma vulgar e oferecida, de certa forma me arrependi disso. Jamais teria incentivado se soubesse que ele se tornaria aquele tipo de homem. Por conta disso, criaram uma péssima impressão sobre mim e não os culpo por isso. Espero que… possam me perdoar algum dia. - todos olhavam para Shownu agora, o julgando cruelmente.

— Então você sabia sobre… sobre nós? - Wonho perguntou curioso, apontando para si e I.M respectivamente.

— Não. Não até o jantar de aniversário dele, quando me contou depois que vocês voltaram para o apartamento na empresa.

— E como você soube do jantar e onde era o restaurante? - Chang foi mais agressivo com sua pergunta, pelo tom de voz que usava mais parecia uma acusação. —  Só nós sabíamos, foi escolhido em cima da hora pelo Kihyun-hyung.

— Maldito dia em que pisei naquela empresa. Sinto muito, é a gravadora de vocês, mas nada disso teria acontecido se eu não tive ido até lá no aniversário dele. - respondeu com certa revolta, parecia nutrir um grande rancor pela Starship. Mas rapidamente a melancolia retornou à sua voz e voltou a falar de modo tristonho. — Estava no hospital, próximo ao centro, onde papai foi internado às pressas após um ataque cardíaco. - Shownu rapidamente se levantou espantado, aquilo era algo que ele não sabia. Mas quando tentou interromper Kihyun e Jooheon o fizeram se sentar novamente e ouvir em silêncio o que ela dizia. — Eu queria te ver, juro que apenas queria te ver. Mas quando me apresentei na recepção e disse que era sua prima me disseram que haveria um jantar à noite e eu poderia vir. Claro que fiquei feliz mas, como precaução, achei melhor ligar e confirmar. Você pareceu sem graça quando mencionei isso mas, como sempre detestou festas e outros eventos de aniversário, acabei insistindo até que concordasse. Apenas queria te ver, Son. Não queria nada daquilo, eu juro. - disse, com os olhos começando a marejar.

— Mas o que isso tem a ver com a gente? - Hyungwon parecia impaciente mas foi bastante cortês em sua colocação.

— Quando cheguei, me disseram que vocês tinham saído com ele, e não falaram onde iam. Embora triste por esse desencontro, estava conformada de certa forma, “há sempre o ano que vêm” me dizia mentalmente enquanto saia do prédio. Mas quando passei pelo portão e estava caminhando pela calçada em direção ao hotel meu celular vibrou com uma mensagem de texto com um endereço e  que dizia algo como “Son está te esperando, venha rápido!”, mas era de um número desconhecido, o mesmo que me ligou segundos depois rapidamente eu imaginei. Disse que me conhecia e que sabia que eu precisava de dinheiro para o tratamento do meu pai. Disse que me daria esse dinheiro, mas em troca queria dois favores meus. - fez uma breve pausa, olhando para todos e, quando Kihyun anuiu com a cabeça positivamente, continuou. — Que beijasse Lim Changkyun e matasse Shin Hoseok. - uma chuva de conversas paralelas, entre argumentos e acusações, teve início quase que se imediato, interrompendo o relato da garota. Fazendo um som assustadoramente irritante, Kihyun e Hyungwon obtiveram êxito em restaurar o silêncio necessário para continuar a ouvir. — Disse que me pagaria metade na hora e a outra depois de cumprir minha parte do “acordo”. Assim que desligou, uma nova mensagem chegou avisando que um depósito de 500 mil dólares foi feito na minha conta e eu… bem… - começou a gaguejar de forma descontrolada. Um dos rapazes buscou água com açúcar para ela, e depois de se acalmar iria prosseguir. Já estava terminando, segundo ela. — O beijo, embora eu me sentisse muito envergonhada por isso, seria simples ou pelo menos é o que eu pensava. Nunca pensei que… que vocês dois… eu sinto muito por isso.

— Quem mandou que você fizesse isso? - Kihyun a interrompeu, dando a entender que já havia chegado ao fim a participação da garota ali.

— Espera mas ela ainda não falou porque atirou, Kihyun! - Shownu se levantou mais uma vez estendendo a mão em direção à sua prima.

— Ela não atirou. Sua prima tem uma irmã gêmea, Son. Você não sabia disso não é? - Kihyun o cortou em sua fala imediatamente, não queria mais interrupções.

— Você… tem uma irmã gêmea? - pareceu confuso, todos estavam na verdade já que, horas antes ele mesmo havia dito que foi ela e agora o próprio Yoo Kihyun estava se desmentindo.

— Quem pediu que você fizesse isso? Diga. - Kihyun falava firmemente, embora sua voz normalmente fosse serena e agradável.

— Jooheon. - respondeu direta e segura, deixando a todos eles boquiabertos enquanto o rapper abaixava a cabeça com as mãos na nuca ao ser encarado pelo grupo, muito provavelmente incrédulo.

Todos estavam tão perdidos em meio a essa loucura que quando se deram conta Kihyun já estava entregando a garota outra vez aos seguranças que a levaram embora.


Notas Finais


A parte 2 está praticamente pronta mas... Como​ sou um autor muito atencioso com vocês, só semana que vem para postar :3

Bye, bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...