História Shingeki no Sexy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Jean Kirschtein, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Reiner Braun
Tags Aot, Attack On Titan, Bertholdtxreiner, Erenxlevi, Jeanxmarco, Levixeren, Marcoxjean, Reinerxbertholdt, Shingeki No Kyojin, Snk
Visualizações 31
Palavras 744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Saga, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já vou avisando para não ter treta nos comentários: O capitulo já começa com Lemon e com Sadomasoquismo. Se não gosta não leia.

Capítulo 1 - Vestiário


—Chupe—pediu Levi ao garoto que estava ajoelhado a seus pés.

O vestiário da escola estava completamente vazio, exceto por Eren e Levi, os únicos garotos que ocupavam aquele lugar. Depois do treino diário todos os atletas já haviam tomado banho e se dirigido a suas casas para desfrutarem da janta e do descanso de seu lar.

Levi segurando seu pau o conduziu até a boca de Eren, sem se importar com a expressão amedrontada que o outro exibia. Remexeu-se quando seu órgão genital passou pelo lábio do namorado.

Olhou-o de cima para baixo, sentindo-se bem em estar tão superior e tão no controle. Adorava ver aquele garoto submisso a si.

—Ande logo com isso—ordenou, impaciente. Vendo que ainda não havia sido estimulado pelo garoto. Depois conduziu a mão em punho na direção de sua cabeça, acertando-lhe um leve soco para motiva-lo.

Logo sentiu os lábios de Eren roçarem em sua pele, em um movimento de vai e vem, tocando em suas veias dilatadas pelo desejo. A língua em contato sua cabeça e empurrando sua glande para cima e para baixo de forme suave e constante.

O prazer começou a ser cada vez mais inebriante, fazendo com que suas pernas ficassem cada vez mais bambas até que sentiu que não poderia mais manter-se de pé. Então sentou-se em um dos bancos dispostos no vestiário. Eren aproximou-se dele, ainda de joelhos e continuou com seu boquete.

Levi levou uma de suas mãos até o cabelo do outro e puxou sua cabeça para perto de seu pau duro e pulsante. O penetrava ainda mais fundo em sua boca. Conduzindo Eren por seu cabelo fazia seu órgão sexual deslizar dentro da boca dele, indo para os lados, tocando suas bochechas.

Eren estava com medo de estar realizando aquela ação de uma forma que desagradaria seu namorado, porque sabia se aquele fosse o caso aquilo renderia um castigo nada agradável. A dor que estava sendo proporcionada pelos puxões de seu cabelo nada seria comparada a punição que receberia caso aborrecesse Levi.

As fricções faziam com que Levi sentisse um prazer cada vez mais crescente, que lhe subia mais e mais, o rendendo uma sensação de relaxamento. Até que atingiu seu ápice, liberando o nível máximo de prazer. E então gozou, ejaculando dentro da boca de Eren.

Parte do sêmen escorreu pela boca de Eren e desceu por seu queixo, sujando seu rosto. Aquilo fez Levi sentir-se ainda mais excitado. Puxou o garoto para perto de si e o sentou em seu colo.

Eren ainda usava o uniforme do time de futebol, com sua camisa branca e azul suja de terra e seu short preto de malha que dava uma sensação agradável ao tocar a pele nua de Levi.

—Já está todo duro, hein?!—Provocou Levi segurando com força o pau de Eren mesmo por cima do tecido de suas roupas, o empurrando para os lados, fazendo-o gemer e excitar-se ainda mais.

A parte inferior de seu uniforme recuava para a frente, distorcido por causa de sua ereção.

Eren foi conduzido até o chão de linóleo do vestiário, sentindo o frio se alastrar quando sua pele encostou no solo. Sua bermuda fora deslizada até seu tornozelo, o que fez sua cueca branca ficar exposta, esta que foi puxada em seu elástico por Levi.

O cuecão não foi nem um pouco brando. A borda desceu até os testículos de Eren e os empurrou para trás com força. O pano adentrou-se entre suas nádegas, fazendo a pele daquela região arder com o contato rígido e forçado. Levi só parou de puxar a cueca quando o elástico da borda se rasgou.

Apesar da dor que sentiu, Eren apenas experimentou um aumento de prazer e desejo que começou a consumir o seu ser.

—Eu adoro quando você fica assim, todo submisso a mim.—Confessou Levi enquanto descia a cueca do outro, expondo sua bunda, onde cravou suas unhas, sentindo a carne macia em sua mão.—Você também gosta disso, não gosta?

—Gosto—respondeu Eren.

—Você gosta de ser fudido por mim?

—Sim...—Eren respondeu, baixinho.

—Nesse caso...—Levi penetrou o namorado com força e vontade, enterrando seu membro dentro do anus do outro completamente, até que toda a sua extensão estivesse lá dentro.

E então começou com as estocadas, firmes e fortes, indo cada vez mais forte dentro do interior de Eren. Experimentando a maciez da região a cada avanço.

Até que gozou dentro do outro e deliciou-se com o prazer experimentado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...