História Imagine Jeon Jungkook - Promises Never End (HIATUS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Bts Jungkook, Imagine, Imagine Jeon Jungkook, Incesto, Jeon Jungkook, Jungkook
Exibições 160
Palavras 1.991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


XENTE ME SEGURA E....E EU TO VIRANDO UMA ALEEH, ELA NÃO PARA DE FAZER FANFIC... ELA FEZ MACUMBA Q...Q mas... Entau :3 EU AMO FANFIC DE INCESTO * 3 * e entau decidi fazer uma, eu tive essa ideia ouvindo First Love .w. Espero que gostem e desculpem qualquer erro ❤

Boa leitura! ~Ami

Capítulo 1 - Eu quero tudo.


Fanfic / Fanfiction Imagine Jeon Jungkook - Promises Never End (HIATUS) - Capítulo 1 - Eu quero tudo.


          Nem posso esperar para ve-lo... Faz 2 meses que não vejo Kookie, ficou chato sem sua presença aqui e Jimin não para de me perguntar sobre ele. Jungkook e meu pai foram viajar por esses 2 meses, ir para a escola sozinha não é legal quando se já está acostumada com a presença de Jungkook, e muito menos voltar para casa sem ter alguém falando bobagem ou sentindo ciúmes quando os meninos me olham.

          - Mãeeeee! Falta quanto tempo?! - Digo correndo as escadas a baixo.

          - _______ não corra enquanto desce as escadas! Não foi assim que eu te criei! Seja uma dama, como eu lhe ensinei! - Rose, minha mãe, diz firme - Faltam três horas para eles chegaram, agora deixe-me ver se as empregadas estão fazendo seus trabalhos - Ela saí andando em direção ao segundo andar.

          - Não ligue para ela - Disse Jeh, minha "empregada" favorita, ela era bem  mais uma amiga do que empregada, ela era como uma mãe segunda, a mãe que me dava atenção.

          - Jeeeh! - Sorrio e a abraço.

          - O que você acha de fazermos um bolo para seu pai e seu irmão? - Jeh diz correspondendo ao meu abraço.

          - Uma ótima ideia! - Digo separando nosso abraço e então vamos em direção a cozinha.

           Jeh pega um livro de receitas e deixa em cima da bancada, eu pego os ingredientes e Jeh pega a forma e as outras coisas que usaríamos. Após um tempo fazendo o bolo, finalmente terminamos, Jeh o coloca dentro da geladeira.

           - Agora, é só esperar! Ah... Vou ter cuidado para que Jungkook não chegue perto do bolo - Ela diz rindo.

           - E o papai também né? - Digo rindo e ela me olha com uma expressão de "Você já sabe o que eu estou fazendo" - Ahn? - Digo confusa.

           - Vocês estão de férias a partir de hoje, nao é? Comam de madrugada juntos para que ninguém sabia - Jeh diz baixinho.

           - C-Certo...! - Digo sorrindo. Jeh era a única pessoa que sabia o que eu sentia pelo meu irmão, e ela me apoiava muito, sempre dizia coisas como "Você vai o faze-lo feliz mais do que qualquer outra" "O dia que vocês conversaram pela primeira vez, ele veio até a cozinha todo feliz da vida dizendo que finalmente havia lhe conhecido, e quando eu perguntei se ele havia achado você bonita ele corou e disse muito!", essas coisas me enchiam de alegria, sempre que eu estava triste eu me lembrava disso e era como se os problemas não existissem mais. Já sofri muito por amor, principalmente quando eu li que gostar do irmão é "errado"... Mesmo com a minha promessa, eu tentei o esquecer e por isso, talvez eu tenha sofrido tanto perto daquela outra pessoa, era como se... Ela tivesse me drogado, eu precisava dela, não importava se o seu "eu te amo" fosse verdadeiro ou falso, eu tinha medo, medo de ficar sozinha... - Jeh... - Digo e ela me olha - Você é um anjinho! - Digo e a abraço, ela faz o mesmo e ouvimos o barulho da porta sendo aberta,

           - Vai, vai! - Ela diz me solta e me empurrando de leve, saio da cozinha e vejo Jungkook e nosso pai entrando em casa.

           - KOOKIEEEE! - Digo correndo em sua direção e o abraço forte. Nosso pai não havia se importado e  subiu as escadas sem dizer nada.

           - Isso tudo é felicidade de me ver?! - Ele diz rindo e me abraçando.

           - Aham... - Digo corando.

           - Jungkook, _______ chorou quase todas as noites de saudades! - Jeh disse vindo até a sala.

           - Owwwn, sério?! - Ele separa nosso abraço e sorri enquanto bagunça meu cabelo.

           - Sério! Nunca mais vá embora! - Digo fazendo bico.

           - Certo pequena, na próxima você vem junto! - Ele mesmo arruma meu cabelo - Eu vou para o meu quarto descansar, até! - Ele me dá mais um abraço e abraça a Jeh, ele sobe as escadas, eu não queria ficar longe dele, então fui atrás, ele já havia fechado a porta do quarto, eu não iria abrir a porta do seu quarto sem sua permissão, me sentei em frente a sua porta e fiquei lá por um tempo.

            - _______, por que está sentada na frente da minha porta? - Abro os olhos e o vejo em minha frente, nossos rostos estavam próximos.

           - E-Eu queria conversar mas eu não abriria a porta sem sua permissão...! - Digo corada e ele também cora.

           - Vamos combinar assim então, você pode entrar quando quiser, sem precisar bater na porta - Jungkook diz sorrindo.

           - Okay! - Sorrio.

           - Vai querer entrar? - Jungkook pergunta acariciando minha bochecha.

           - S-Sim...! - Digo corada, ele se levanta e entra em seu quarto, eu o sigo. Seu quarto estava diferente, bem diferente... Quando éramos menores o seu quarto era do jeito que nossos pais queriam, e eles queriam que fosse como da realeza, agora está de um jeito que um adolescente queria, parece que o rapaz super educado e refinado está se quebrando como um espelho... Eu gosto de entrar aqui, me lembra quando... Nós beijamos sem querer, foi nesse quarto, estávamos brincando de cabra cega, eu estava vendada e ele havia se escondido, quando eu fui me abaixando para ver se era ele, perdi o equilíbrio e nossos lábios se tocaram, os lábios de Jungkook eram macios e estavam meios molhados, talvez ele havia passado a língua neles.

            - Faz tempo que você não entrava aqui, não é? - Ele se senta em sua cama e eu me sento no chão em frente a sua cama.

            - Faz... A gente brincava bastante aqui né? - Digo sorrindo.

            - Sim, era muito engraçado! - Ele diz rindo - Principalmente quando você perdia o equilíbrio, tropeçava ou caía - Jungkook sorri de leve.
  
           Conversamos por horas e sobre coisas totalmentes aleatórias, ele me disse que não gostava das meninas que se apaixonavam por ele apenas pela sua beleza, eu também não gosto delas...! E que ele queria que elas o amassem pelo seu caráter, jeito se ser e etc, não por sua beleza.

          - Kook - Digo e ele me olha corado - Ahn...? O que foi? - Digo confusa.

          - N-Nada... - Ele desvia o olhar.

          - Okay então... Eu vou indo, tenho que tomar banho para o jantar... Até! - Digo e me levanto.

           - Certo, até! - Ele sorri e então eu saio do quarto.

           Vou em direção ao meu quarto, abro a porta, a fecho, vou para o armário e pego meu pijama, que era uma camisola branca, minha mãe não me deixava ter pijamas normais... Pego minha toalha e vou para o banheiro, deixo encher a banheira com água quente e coloco espumas, depois entro nela, senti meus músculos se relaxando.

           - _______?! - Ouvi a voz de Kookie e batidas na porta. MAS O QUE?!

           - O-O QUE FOI?! - Digo corando e esperando que ele não abra a porta.

           - Mamãe disse para você se apressar, tem visitas... - Ele diz - V-Vou entrar para colocar a roupa que mamãe disse para você vestir... - Ouço o som da porta abrindo e o vejo entrando, mas ele estava tampando seus olhos com sua mão.

           - ... K-Kook... N-Não tira a mão dos o-olhos...! - Ele chega perto da banheira, seco minhas mãos na toalha e tiro parte do meu corpo de dentro da água para pegar a roupa. Ele continua com os olhos fechados e se afasta da banheira.

          - _______...? Posso ficar aqui...? - Ele pergunta, pude ver suas bochechas coradas.

          - Se não virar para trás... Pode - Digo voltando para a banheira.

          - C-Certo...! - Jungkook diz se sentando no chão de costas para a banheira. Ficamos em silêncio por muito tempo - _______...?

           - O-O que? - Digo me cobrindo com a toalha.

           - P-Posso virar...? Ele tira a mão dos olhos.

           - N-Não...! - Coro ainda mais. Me sinto um pimentão ambulante.

            - Okay... - Ele diz e coloca sua mão nos olhos novamente, saio da banheira e seco meu corpo, me visto e olho para Jungkook, ele ainda estava de costas - E agora...? - Jungkook diz.

            - Pode - Digo e ele se vira.

            - Você está linda! - Kook sorri corado.

            - Obrigada! - Sorrio.

           Saímos do banheiro e descemos as escadas, chegamos na sala de jantar, onde tinha uma mesa grande, nela estavam sentados nossos pais e mais um homem, uma mulher, eles deviam ser casados, e uma garota que parecia ter mais ou menos a idade de Jungkook.

           - Jungkook, _______, esses são o senhor Darx, sua esposa Guna e sua linda filha, Lunnie - Minha mãe diz sorrindo - Eles jantaram conosco - Ela parecia feliz, me sento na mesa, Jungkook ía se sentar ao meu lado - Jungkook! Sentesse na frente de Lunnie! Vamos...! - Ela diz quase o empurrando, Jungkook se senta na frente de Lunnie, que estava sorrindo, mas Kook não parecia feliz. Lunnie tentava puxar assunto mas logo ele acaba por que Kookie não queria estar perto dela, imagino.

           - Espero que você e minha filha tenham se dado bem, talvez, futuramente possam estar casados? - Guna diz sorrindo e Lunnie sorri olhando para o Jungkook. É O QUE?! ALGUÉM QUER MORRER SUFUCADA POR UM COELHO DE PELÚCIA!

           - Não - Jungkook diz firme. Nossos pais estavam sorrindo, e agora olhavam sérios para Kookie.

           - Jungkook, para o quarto agora! - Meu pai disse apontando para cima, os nossos quartos ficavam no tercerio andar, os dos nossos pais, como eles não gostavam de subir tantas escadas, ficava no primeiro. Ele foi sem dizer nada, exatamente nada.

                ( … )

            Já estava de noite, ouvi meu pai dizer que Jungkook não poderia sair do quarto, e também não disse que ninguém poderia entrar no dele. Saio do meu quarto sem fazer barulho, mas quanto menos barulho eu tentava fazer, mais barulho parecia que eu fazia, vou até a cozinha e abro a geladeira, o bolo parecia bom, pego o bolo e subo as escadas. Como ele havia dito, eu não o chamaria ou bateria na porta, já que eu não precisava, a luz do seu quarto estava acessa.

           - Kookie! - Digo um pouco baixo entrando em seu quarto, quando entro, me deparo com Jungkook sem camisa, ele estava deitado na cama mexendo em seu notebook, ele olha em minha direção e cora, fico paralisada e corada também... Não imaginava que ele já tinha abs...

           - _______....! - Ele diz se cobrindo quase todo com a coberta.

           - O-Oi...! - Digo, me senti uma pimenta mergulhada em ketchup de tão vermelha que eu estava.

           - E-Eu... Posso ficar sem camisa na sua frente...? Na praia os homens andavam sem camisa para todo lado... - Jungkook diz corado olhando para a coberta.

           - Pode s-sim! - Sorrio e ele faz o mesmo, Jungkook tira a coberta de cima de si e se levanta da cama.

           - Você que fez?! - Ele olha para o bolo sorrindo.

           - Com a ajuda com Jeh, e a ideia foi dela também - Sorrio, Jungkook passa o dedo no chantilly e coloca a boca. Tão sexy...

           - Ficou ótimo!  Me dá tudo! - Ele pega o bolo da minha mão e ri.

           - Nossa! - Acabo rindo também.

           - ... Eu queria tudo... Mas ter você aqui já serve! - Ele sorri corado.


Notas Finais


EEEEE ESPERO QE TENHAM GOSTADO DO PRIMEIRO CAPÍTULO :33 ~se alguém souber uma fanfic de incesto do TaeTae por favor me diz 'u' TO PRECISANDO OWO, obg ~

Produção: Ami ( euzinha :3 amorzin de pessoa ~pareiu cksmsks ) - Meu Twitter : https://mobile.twitter.com/account - @ami_taehyung
Aleeh ( talvez vcs já conheçam :3 ela escreve fanfic nessa conta ) : Twitter dela : https://mobile.twitter.com/Alicia_Endler?p=i - @Alicia_Endler
Killa: ( ela dá idéias ) - https://mobile.twitter.com/_Imister - @_Imister
루카스 : ( fornece imagens ) - Twitter dele : https://twitter.com/ArmyBoyLUCAS?s=07 - @ArmyBoyLUCAS

Meu Twitter junto com a Aleeh : https://mobile.twitter.com/Aleeh_Ami?p=i - @Aleeh_Ami

Um bjo pra quem quiser e até o próximo capítulo :33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...