História Should I really love you? | OneShot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Originais
Visualizações 13
Palavras 410
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Droubble, FemmeSlash, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi, eu estou sad (de novo, novamente, outra vez rs)

Capítulo 1 - Capítulo único.


Fanfic / Fanfiction Should I really love you? | OneShot - Capítulo 1 - Capítulo único.

Eu estou feliz.

Eu estou triste.

Eu estou sentimental.

Eu preciso de você agora.

Eu posso tentar te ligar essa noite?

Você me atenderá? 

Eu não consigo dormir.

Eu preciso de você aqui comigo.

Eu devo encarar o teto e tentar desenhar imagens no fundo branco?

Meu tão pequeno parece infinitamente grande hoje. Eu deveria me deitar sozinho?

Por favor, me conte uma história pra dormir.

Por favor, cante-me uma canção de ninar.

Talvez não funcione, pois mesmo que eu tente dormir, os incontáveis carneirinhos voam pela minha cabeça. 

O som deles batendo na janela soa como um trovão. Tão barulhento!

Acho que estou com medo.

Estou com medo essa noite.

Ouço o som do sino tocando 12 vezes a meia-noite. Cuidado com Lobisomens, eles podem puxar seus pequenos pés de madrugada.

Eu só tenho a lua agora. Tão grande, tão bonita, tão brilhante.

Ela é minha única amiga agora, ela é a minha única companhia. 

Mesmo assim, não estou afim de vê-la hoje, estou cansado do mundo. Eu só quero você. Por favor, me ame também?

Estou tonto, estou tonto!

Não consigo parar de pensar em você.

Meus sentimentos estão baixos agora, mas eu quero ir alto até o espaço.

Mas eu estou sozinho, então quem saberia como me sinto? 

Eu queria apenas me tornar uma estrela, solitária, mas que flutua nos céus, sem fazer nada, apenas brilhando por conta própria.

Assim como a noite de pouco a pouco escurece, os meus sentimentos também escurecem.

Estou sozinho.

Não tenho esperanças.

Preciso de você, eu não vou aguentar.

Quem saberia como me sinto de verdade?

Eu posso colocar uma música qualquer. Jazz serve? Tanto faz! Não me importo se combina comigo.

Apenas quero que a música se espalhe. Do ouvido aos meus pés, me deixando longe das redes sociais.

Ah, elas são as piores!

Cuidado, cuidado com redes sociais.

Não se deve escrever nada estúpido enquanto está bêbado de sentimentos.

Sinto falta dos dias em que você também estava só. 

Pelo menos aí eu tinha você só para mim.

Você ama mesmo a ela? 

Eu queria alcançar você, mas não consigo, mesmo que eu me arrependa.

Eu não consigo mais ver você, por mais que eu tente. 

Eu sinto sua falta.

Mas... acho que nunca poderemos ser felizes para sempre, certo? 

E agora, toda a felicidade que passamos juntas fica apenas nos arquivos da memória.

Eu poderiair até você,

Eu poderia ir até a sua simples rua FlitterWochen, onde o chão era feito de pedrinhas de diamantes.

Eu poderia bater na porta de sua casa, número 410, mas...

Eu deveria?

Você está feliz agora?

Está feliz sem mim?

Eu preciso ir até você.

Mas eu realmente deveria?

Eu realmente deveria amar tanto você?





Notas Finais


Crefo, eu to muito sad da vida.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...