História Show de vizinha - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Camila Cabello, Harry Styles, Lauren Jauregui
Tags Camren, Vero
Exibições 154
Palavras 1.867
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O último... Espero que gostem.

Capítulo 11 - Eu Sempre Me Lembrarei...


Eu não preciso nem dizer como a gravação foi um sucesso, é lógico que seria, a porcaria do tripé nunca desaponta, ta que eu tenho que da um credito especial pro Harry e pra Vero, sério, melhores amigos não existe, bom mais chega de papo fiado né, serviço feito, saímos todos da escola e fomos pra limousine, fomos o caminho inteiro bebendo champagne lógico por conta do Simon, e se divertindo, deixamos a Vero na casa dela junto com a Lucy, o Harry e a April, como vocês perceberam esses dois também se deram bem.

-Boa noite gente * a Camila diz sorridente assim que eles saem da limousine e fecham a porta, ela senta do meu lado e eu abro um sorriso*

-E ai.. qual foi a coisa mais louca que você já fez?*ela me pergunta sorrindo, aproximo mais meu rosto do dela, coloco minha mão entre seus cabelos e a beijo.*

O beijo foi se aprofundando, coloco minha mão no zíper do seu vestido e vou descendo devagar ela me olha morde os lábios e vai tirando minha camisete, sorrio.

Assim que ela estava de roupa tirada, não consegui tirar meus olhos dela, aquela garota era perfeita, literalmente gente. Eu já estava sem roupa também.

Ela foi sentando no meu colo devagar, olhei pra ela, ela estava olhando dentro dos meus olhos, sorri pra ela, não preciso nem dizer que eu ainda era virgem né  gente, você já deviam ter sacado isso, então ta perdendo a virgindade com a garota que eu amo, não existe coisa melhor.

-Eu te amo *digo ela abre aquele sorriso que eu mais gosto e responde*

-Eu também te amo *sorrio e a beijo. Só tenho uma coisa pra dizer, do que aconteceu em seguida, foi a melhor noite da minha vida.*

 

                                                                                      -----------------------------------

 

Mais como nem tudo são flores né, já veio os problemas no dia seguinte, eu tinha dormido na casa da Camila e nesse momento tinha acabado de sair da casa dela e tava indo pra minha, pequeno caminho de nem um minuto já que nós somos vizinhas, mais antes de entrar em casa, meu celular toca.

 -Alo *digo sorridente ainda lembrando da noite de ontem, que nem sequer parei pra vem que era quem estava ligando, só me toquei quando a pessoa respondeu*

-Estamos fritas..

-Vero?

-A fita não ta aqui.. sumiu *ela diz meio afobada do outro lado da linha*

-O que? *digo tentando assimilar o que ela estava falando*

-Eu não to brincando Lauren... eu já procurei por todo canto do meu quarto, a porcaria da fita sumiu *ela diz quase gritando do outro lado da linha*

-Ta.. ta, fica calma *digo*

-Não tem como ficar calma, a fita sumiu caramba..

-Como assim sumiu?

-Não esta mais aqui, ágüem roubou, ela não esta mais aqui droga *ela diz e parecia que estava quase chorando pelo tom de voz, eu tinha acabado de entrar em casa e quando cheguei na sala de jantar, lá estava ele, quem eu menos esperava, sim o Austin junto com o Sr. Salinger, todos estavam me olhando com uma cara estranha, desligo o celular na cara da Vero, por que eu tenho certeza que eu estou fodida.*

-Esse é o Sr. Mahone, ele disse que tem uma coisa muito importante pra falar conosco *Já ouvi essa frase antes em hahaha, meu pai diz e logo percebo que o Austin estava segurando uma fita e sorrindo pra mim*

É fodeu mesmo, adeus mundo.

-Senta *meu pai diz calmo demais, caminho e me sento do lado do Sr. Salinger*

-Olha Sr. Jauregui, se não se importa eu queria falar a sós com ela primeiro, tudo bem? *o Austin quem diz*

-Ah.. claro *a mamãe diz e se levanta junto com o papai e o Sr. Salinger, sai os três da mesa e vão para outro cômodo da casa me deixando sozinha como Austin ‘’vulgo’’ Bombril.

-Como foi seu baile? *ele diz assim que todos saem*

-Isso é meu *não respondo o que ele pergunta, digo isso olhando pra fita que estava em cima da mesma*

-A gente estava numa boa, mais daí você vai e faz isso.. isso foi ideia minha, agora vou ferrar com sua raça *ele diz nervoso, ata a gente tava numa boa, o filha da puta me rouba e ainda diz que a gente estava numa boa*

-Você tem que me devolver isso *digo tentando ficar calma*

-A é.. vem tirar de mim *ele diz segurando a fita*

Olho pra ele e não digo nada, ele continua sorridente.

-É... vai fazer o que?

-Eu não tenho que fazer nada.. o Simon Cowell faz *digo ele para de sorrir e eu continuo simples* -Ele é meu sócio nisso, meio a meio *olho bem pra ele e continuo* -Então, por favor será que da pra devolver minha fita.

-A VAI SE FE *quando ele vê o que ia falar quase gritando ele para e me olha bem* -vai se ferrar *diz me olhando e quase sussurrando e continua* -Eu vou ficar com a sua parte.

-Não.. essa grana vai pro Samnang.. é o dinheiro que você roubou seu filha da mãe.. *digo olhando pra ele e ele continua*

-Eu não to nem ai, eu não dou a mínima... Eu vou fica com a sua parte. *ele diz e eu respondo*

-E seu eu não der? *digo calma*

-Hora do show *ele diz levantando a fita e olhando pra mim*

Olho bem pra ele e digo por fim.

-Ta bom.

-Ta bom o que? *ele diz sem entender*

-Mostra a fita..

-Eu não to brincando *nem eu seu otário*

-É que eu não me importo mais.

-Isso.. vai ser bem interessante *vai sim*

Ele se levanta e chama todos que estavam em outro cômodo para ir pra sala, me levando e suspiro, senhor agora você tem que ter piedade em, pelo amor de Deus. Vou pra sala também e logo o Austin me olha antes de colocar a fita no vídeo cassete.

-Lauren.. quer dizer alguma coisa antes de eu começar a rolar a fita *ele diz e todos na sala olham pra mim, fico quieta e ele continua* -Tudo bem então.. Vamos ao show *ele coloca a fita e agora eu começo a rezar.*

Assim que o vídeo começa aparece as meninas vestidas devidamente, de saia e camisa social, quando elas falam que o assunto do vídeo é sobre sexo, meu pai e minha mãe me olham, mais logo voltam a prestar atenção na TV, começa a aparecer algumas cenas das pessoas no baile, alguns casais dançando e as meninas explicam ‘’que eventos assim pressionam cada vez mais os adolescentes a fazer sexo’’ logo elas dizem no vídeo que iram ensinar a colocar camisinha em uma pessoa de verdade, nada de banana nem outra coisa do tipo, o Austin me olha, sorrio pra ele.

As meninas continuam dizendo que para quem esperava que aquilo fosse um filme pornô, era melhor tirar o cavalinho da chuva, por que nesse vídeo não teria cena de sexo, é isso ai mesmo gente daí vocês me perguntam como esta a cara do Austin, ela esta no chão literalmente.

-O que, que é isso? *ele fala mais consigo mesmo, olhando pra TV e logo sai uma frase que ele não esperava das meninas*

 

‘’Vocês não vão ver sexo, vocês vão ver educação sexual’’

 

Elas tiraram a roupa de ficando só de lingerie e logo aparece um letreiro explicando que era um filme de educação sexual para o século vinte e um, o filme continua mais agora todos estavam prestando atenção em mim.*

-Isso é interessante Lauren *diz a mamãe olhando pra mim depois olha pro papai*

-É.. eu acho uma ótima ideia *ele diz e vira pro Sr. Salinger que estava sentado do lado dele* -Você se lembra desses filmes da nossa época? uma coisa eu digo a você se tivesse tido algo assim, nós teríamos prestado mais atenção não acha.

Fico esperando Sr. Salinger falar todos na verdade estavam esperando.

-Acho uma atrocidade *assim que ele diz o sorriso da mamãe se desmancha e o do papai também eu abaixo a cabeça e ele continua* -Mais.. que se dane.. a molecada de hoje é tão maluca, talvez esse seja o único jeito de chegar neles *ele diz e se vira pra mim  que estava parada em pé atrás do sofá o tempo inteiro*

-Você tem uma coisa bem interessante aqui *ele diz sorrio e a mamãe fala*

-Isso é muito bom *ela olha pro Austin sorrindo* -Isso venderia bastante não acha? *ele da um sorriso falso*

-De onde você tirou essa idéia Lauren? *o papai pergunta me olhando*

-Como é que eu posso dizer.. é como um dom *digo sorrindo e olho bem na direção do Austin* -É que eu não consigo controlar *ele sorri, não sei se era de raiva ou o que, as vezes simplesmente eu não entendia esse cara, eu só sei de uma coisa, deu certo, todo nosso esforço deu em alguma coisa.*

 

                                                                    ----------------------------------------

 

Sabem o vídeo que nós fizemos de educação sexual pra adultos, então o vídeo foi super vendido, foi utilizado em salas de aulas de aula, do mundo inteiro, por que era usado uma pessoa de verdade, pra colocar a camisinha, e garotas super gostosas de lingerie, nada daquelas baboseiras de velho, explicando sobre sexo, sabe aquelas fita bem entediante. O que rendeu milhões pra mim pro Simon e pras meninas. E eu continuei sendo sócia do Simon, ainda iríamos produzir muito filmes por ai.

E ai vocês me perguntam e o samanang? Bom com a grana que conseguimos, com o filme consegui trazer ele pra estudar no Westport. É isso ai mesmo que vocês ouviram.

Bom a Vero continuou sendo diretora dos filmes como vocês poderiam imaginar, ela ama isso e o Harry continuou sendo ator dos filmes de ‘’educação sexual’’ sabe ele meio que não mostrava o rosto dele, nem na primeira fita que a gente fez na escola, ele usava sua mascara de esgrima, aiai só o Harry mesmo.

Eu finalmente consegui entrar em Georgetown, estava firme e forte com a Camila, nada havia mudado nada, toda vez que saia da universidade lá estava ela escorada no seu carro com aquele sorriso maravilhoso me esperando, e quando eu chegava perto recebia sempre um abraço e um beijo que só ela sabia dar, como fazia sempre desde o colégio.

E.. ah.. falando em colégio antes de eu sair literalmente dele é obvio que eu tinha que assinar o livro do anuário não é mesmo, e sabe gente eu passei o ano inteiro pensando no que escrever na parte onde tinha a seguinte frase.

 

‘’Eu sempre me lembrarei’’

 

Antes eu tinha duvida, não sabia o que escrever, mais agora eu tenho total certeza que eu sempre me lembrarei das três pernas do tripé, isso é certeza o que eu e aqueles malucos passamos juntos, não é pra qualquer amizade.

Eu sempre me lembrarei também, por incrível que pareça do Austin, bom apesar dele ser um pé no saco ele meio que fez eu me divertir também, de um jeito meio estranho mais fez.

E é lógico né gente que eu sempre me lembrarei do show de vizinha.


Notas Finais


Vamos aos clichês... Primeiramente queria agradecer a todos que leram, sério muito obrigada mesmo.. Segundamente (essa palavra não existe mais vocês entenderam kkkkk) Eu vou sentir muita saudade dessa fic, sério eu dei bastante risada escrevendo ela. Bom mais como tudo tem que acaba um dia né... então é isso ai, Valeu a todos que leram...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...