História Show Me Your Direction - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Gerumy17

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Sugamin, Yoonmin
Exibições 30
Palavras 2.094
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Lord; Olá, tudo bem sorvetes?
Eu sempre tive vontade de escrever uma Yoonmin, e achei a oportunidade certa nessa data tão especial que é o aniversário do nosso Jimin ♥ ~
Devo agradecer eternamente a Gerumy que topou em escrever comigo meio que de ''ultima'' hora xD
Espero que gostem e continuem dando muito amor para o nosso baby Park ♥
Boa leitura! ~

Capítulo 1 - Compass the south-east


Fanfic / Fanfiction Show Me Your Direction - Capítulo 1 - Compass the south-east

Um dia ensolarado e belo para a cidade de Daegu, mas não para todos, não para o pequeno Park Jimin.

Amigos de infância, ele e Min Yoongi- Ou Suga como havia o apelidado carinhosamente- eram inseparáveis. As idas a sorveteria, os passeios no parque, disputas de videogame...

A partir de hoje, nada irá passar de lembranças felizes.

Apesar de toda a tristeza que o pequeno Jimin sentia no fundo ele acreditava que veria seu hyung novamente. Ainda mias depois que Suga lhe deu uma bússola apontada para o sudeste como presente de despedida.

 

Treze anos se passaram agora Jimin se encontra na grande Busan. Andava dificilmente pelas ruas do centro por conta do horário de pico.

Após alguns minutos olhando vitrines e procurando seu objetivo, com a pasta amarelas em mãos, batia os dedos constantemente no objeto pelo nervosismo e bufava toda vez que o vento passava em seu rosto bagunçando seus cabelos ruivos.

Park já estava ficando cansado e irritado de tanto perambular pelas grandes ruas do centro de Busan, por isso não hesitou em abrir um pequeno sorriso quando avistou uma praça pouco movimentada com um extenso banco de madeira. Sentado naquele banco Jimin fechou os olhos jogando a cabeça para trás, o vento gelado que bagunçava seu cabelo já não lhe incomodava mais, muito pelo contrario, o ruivo sentia uma sensação reconfortante de alivio. Era como se todos os seus problemas não existissem quando a brisa gelada atingia seu rosto com delicadeza.

Olhou a pasta novamente em mãos onde continha seu currículo, tirou o celular do bolso e atraves da própria tela arrumou os cabelos da melhor forma o possível. Ao abaixar o aparelho, percebeu um comercio à frente, pintado de azul com duas faixas brancas na horizontal.

Jimin suspirou algumas vezes antes de tomar coragem para adentrar o local, após atravessar a porta de vidro sentiu um doce aroma de mente que lhe fez viajar ao passado trazendo lembranças de sua infância. Sem ao menos perceber o ruivo começou a sorrir bobamente enquanto brincava com sua bússola no bolso do casaco.

Observava atentamente as belas fotos de praias e pontos turísticos do lugar, estavam em ângulos tão perfeitos, algumas pessoas apontando de dentro do carro para o mar aparentemente agitado, outras andando alegres com seus filhos no calçadão de Busan.

Em passos lentos, o pequeno Jimin vinha a conhecer mais daquele lugar, lhe mostrando como todos os ambientes eram belos e viciantes de se ver.

-Posso lhe ajudar?- Um jovem rapaz de cabelos loiros apareceu em sua frente, tirando-lhe de seus pensamentos.

-Sim... – mostra um sorriso sem graça- estas fotografias... – Os dois jovens andam juntos até um quadro emoldurado em dourado, que ocupada inteiramente à altura da parede azul; nele estavam dois garotos numa praia que dava vista panorâmica a uma cidade noturna completamente iluminada.

-Todas registradas pelo Sr.Min, nosso chefe- ele se aproxima e passa a mão sobre a grande moldura- mas esta é especial, como algo que causou perde-se lhe custaria à vida. – O loiro solta um suspiro e volta seus olhos para o ruivo novamente.

Jimin observava cada detalhe daquela fotografia gingante e buscava em sua mente a resposta de onde conhecia aquilo, era como um déjà vu que vinha carregado de sentimentos inexplicáveis. Porém todo o esforço que o ruivo fez para lembrar-se de algo foi em vão.

No mesmo instante que Park olhou para os dois garotos da fotografia mais atentamente um nó se formou em sua garganta e uma angustia invadiu seu peito, logo tudo isso se desfez em lagrimas.

-Você está bem?- o loiro perguntou e Park concordou com a cabeça tentando conter as teimosas lagrimas.

-Venha comigo... A propósito meu nome é Kim Taehyung- Com um sorriso quadrado no rosto Taehyung puxou Jimin até uma sala no andar de cima.

Jimin observou cada detalhe daquela sala. A pouca luz que a persiana permitia passar batia nas paredes brancas que o ruivo julgou terem sido pintadas recentemente. Os móveis de madeira rústica se destacavam no carpete vinho criando um clima agradável para o ambiente.

Ao levantar o olhar, percebeu que além de Taehyung, no local se encontravam outras quatro pessoas que estavam distraídas com ações variadas.

- Aqui- o loiro se aproxima de Park com um copo, o mesmo o pega e experimenta a bebida refrescante com sabor de pêssego- Se sente melhor?- confirma com a cabeça devolvendo o objeto já vazio. - Veja... Aquele jogando é o Jungkook- Taehyung aponta para o garoto sentado no chão da pequena e confortável sala que manuseava o videogame portátil. Por um momento ele fez sinal de paz e amor na direção do ruivo.

- Como eu pude esquecer?- Um dos presentes no local bate na mesa chamando a atenção de todos- É um crime comer frango sem rabanete!

-O garoto do rabanete é o SeokJin- ambos riem e SeokJin dá um breve acenos de mão.

-Olá- um rapaz de cabelos platinados aparece indo até Park- Eu sou Kim Nam... - ao colocar as mãos para trás a dar inicio a uma breve reverencia, sem perceber derruba um copo que se encontrava na mesa. -Joon. –Finaliza olhando para os cacos de vidro no carpete escuro.

-Namjoon! Era o copo da minha mãe- Outro garoto grita do fundo da sala, coloca o celular no bolso e se levanta indo na direção dos dois- Sou Jung Hoseok, e é desta forma que se faz uma reverência- Hoseok se curva logo em seguida batendo a cabeça na ponta do móvel, arrancando altas gargalhadas de todos.

Jimin observava atentamente os outros, a tal convivência que tinham... Sempre mantinham um sorriso contagiante estampado em seus rostos, fazendo assim, o pequeno Park interagir com eles.

Depois de tanto tempo vivendo sozinho o ruivo percebeu o quanto era bom ter uma conversa descontraída com pessoas tão diferentes, mas de que alguma forma inexplicável se davam extremamente bem.

Já era tarde e o local precisava ser fechado. Jimin ficou um pouco desanimado, pois gostaria que aquele momento durasse mais tempo. Porém o desanimo de Park durou pouco, o ruivo não conteve a alegria quando Taehyung  lhe disse para voltar no dia seguinte e fazer a entrevista como a dono do local.

No dia seguinte Jimin havia chegado tão cedo no local que nem aberto ele estava ainda, por isso decidiu sentar no mesmo banco da praça do dia anterior e esperar. 

Park se sentia cansado, pois não conseguiu pregar os olhos à noite por conta da ansiedade que sentia para conhecer o possível novo chefe.

O ruivo fechou os olhos e imaginou como seria bom poder trabalhar ali com Taehyung e os outros garotos. Jimin sentiu a brisa gelada bater em seu rosto e o vento bagunçar seus cabelos, apertou os olhos e se rendeu a sensação confortável caindo num profundo sono.

-Ei... Acorde!- Um garoto com cabelos esverdeados cutucava a bochecha de Park sem parar, o ruivo apenas soltou um resmungo baixinho e continuou dormindo.

-É melhor você acordar ou irei te bater- Jimin bufou abrindo os olhos relutante com a claridade, mas sua curiosidade falava mais alto porque aquela frase o fez lembrar-se de sua infância. 

Flashback on:

- Jimin! –O pequeno garoto reclama, senta-se no sofá de cor bege e coloca os pés do seu amigo que estava deitado sobre seu colo. – Não vim até aqui para te observar dormir, embora não é como se fosse chato- ele ri fazendo o mais novo tirar o braço de sua vista que protegia da pouca luz vinda da janela e bufar.

- Suga, estou com sono... –O mais novo responde olhando para o teto e em seguida colocando a almofada que acomodava sua cabeça sobre o rosto.

-Quando não está?- Suga debocha enquanto brincava com o cadarço do tênis azul de Jimin e recebe apenas mais um suspiro pesado em troca.

-É melhor você acordar ou irei te bater [...]

Flashback off:

Depois de tal cena invadir sua mente, Park levantou-se às pressas se surpreendendo com a imagem que estava em sua frente, era Min Yoongi- ou Suga como havia apelidado o amigo de infância.

-Suga?- Jimin abraçou o esverdeado que ria da expressão surpresa do menor- Você tem ideia do quanto senti sua falta?- o ruivo não conteve tamanha alegria e desabou em lagrimas.

-Eu também senti sua falta... Nós nos encontraremos em breve- antes que Jimin pudesse dizer algo ele acorda em sua casa assustado e com lagrimas escorrendo pelas bochechas, observou o local por longos minutos e então sua ficha cai... Tudo não passou de um sonho.

 

Jimin voltou ao local como prometido a seu novo amigo Taehyung, lamentando-se varias vezes por tudo o que pensava ser real não ter passado de sua simples imaginação.

Encarou o local por longos minutos, coçando a cabeça constantemente pelo nervosismo.  Anda lentamente, ao passar pela porta sente o doce aroma do lugar, como se varias flores perfumadas ocupassem o ambiente.

-Cuidado para não cair... –Uma voz surgiu dos fundos do estabelecimento, e ao levantar o olhar, encontra o dono dela. Esfrega os olhos para garantir estar acordado, e quando percebe, sente novamente seus olhos ficarem úmidos- Acabaram de limpar aqui- Suga - O próprio anda na direção do ruivo vagarosamente e por um ato inesperado segura o braço de Park, em sua intenção de evitar uma queda.

-Suga? É realmente você dessa vez?- o ruivo diz surpreso tocando o rosto do mais velho para ter a certeza de que aquilo não era uma miragem criada por sua mente traiçoeira.
-Sim, eu sou real Jimin- Yoongi ri pelo nariz- Eu senti sua falta pequeno- gentilmente Suga tira as mãos de Park de seu rosto e puxa o mesmo para um abraço caloroso e cheio de sentimentos.
Jimin se afasta um pouco de seu hyung e com delicadeza enxuga as teimosas lágrimas de felicidade que escorria pelas bochechas de Suga
-Jiminiee- Min chama o ruivo manhoso, mas ao invés de uma resposta Yoongi recebe um beijo não muito longo mas carinhoso de Jimin.
Ainda com os olhos fechados e a testa grudada com a de Park, Suga coloca a mão no bolso do casaco tirando de lá uma corrente dourada com um pingente de bússola.
-Achei isto hoje de manhã em minha sala- Yoongi diz colocando a bússola no pescoço do rapaz ruivo - Foi à partir daí que tive a certeza que o meu pequeno Jimin havia voltado para mim- Park abre um sorriso e deposita um breve selar nos lábios de seu hyung
-Agora eu me lembro dessa fotografia- Jimin se aproxima da moldura e passa a mão na imagem das duas crianças - Somos nós dois quando visitamos a praia de Busan pela primeira vez... E também o último verão que passamos juntos. Me perdoe por ter esquecido algo tão importante hyung.
Park estava se julgando mentalmente por ter esquecido daquele momento tão precioso que tivera em sua vida que nem prestou atenção no que seu hyung lhe dizia 
-Ei! Está me ouvindo?- Suga estalou os dedos na frente de Park para que ele despertasse do transe- Você não mudou nada mesmo Jimin- o esverdeado suspirou e pegou a mão do mais novo o guiando para fora do estabelecimento. Antes que o ruivo pudesse protestar ou fazer qualquer pergunta, Min pediu para que ele ficasse quieto e apenas o seguisse. 
Jimin obedeceu ao mais velho sem insistir em questioná-lo para onde estavam indo, até porque isto pouco importava para o jovem ruivo. Ele confiava em Yoongi e deixaria que o mesmo o guiasse como uma bússola.
Depois de algum tempo caminhando os dois rapazes chegam à praia de Busan- Foi exatamente aqui que meu pai havia tirado nossa foto- Yoongi diz se sentando na areia de frente para o mar- Desde que me mudei para cá venho aqui todos os dias e tiro fotos para expor na agência... Mas nenhuma é tão especial quanto aquela- Suga suspira e tira sua câmera da bolsa 
-Venha cá Jiminiee- O mais velho se aproxima de Park e passa um dos braços ao redor do pescoço do mesmo e ambos fazem uma pose para a foto
-Essa será a primeira foto de muitas outras que virão- Suga comenta se deitando no colo do mais novo arrancando um belo sorriso dele.
Os dois permanecem naquela praia até o anoitecer trocando carícias e criando novas belas memórias. 


A verdade é que existe um longo caminho para os dois percorrerem juntos, mas não existira bússola nenhuma para guiá-los no futuro... O único guia que haverá no caminho daqueles jovens será o amor verdadeiro que eles sentem um pelo outro.  


Notas Finais


Hello pessoas aqui é a Gerumy17
Eu fiquei realmente muito feliz em escrever essa Yoonmin com a LordKS :3
Espero que assim como eu gostei, vocês também tenham gostado. ~ E um feliz aniversário ao nosso bolinho Park Jimin ♥ ~
Até a próxima ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...