História Shut up and dance - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Asrielxchara, Chariel, Dancetale, Frans, Gasterdoidão, Hentai, Sansrisk, Sansxfrisk, Undertale
Exibições 211
Palavras 2.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Josei, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nada pra dizer,só.......QUEM FOI O FILHO DA PUTA QUE DENUNCIOU SWEET PRINCESS?! XINGO MEMO! ERA UMA DAS MINHAS FICS FAVORITAS! TÔ PISTOLA!


Boa leitura-Desu!

Capítulo 11 - Doces memórias


        FRISK POVs On

Abri meus olhos devagar e dei uma boa espreguiçada enquanto pensava em tudo o que aconteceu ontem,não pude evitar de corar lembrando de certos momentos.

Me virei fitando o esqueleto preguiçoso que dormia profundamente com a boca meio aberta e saliva escorrendo. Ri da situação que se encontrava,e pensar que a gente acabou pegando no sono depois de tudo.......perai....Eu dormi....passou a noite inteira e agora é dia.....AAAH NÃO ! E AGORA BERG?! Levantei em um pulo da cama e acabei caindo em cima do meu tornozelo machucado,pois é,felicidade de Frisk dura pouco. Reprimi um grito de dor enquanto uma lágrima saía de um dos meus olhos.

O barulho acabou acordando a bela adormecida que até o momento estava num sono tão profundo que poderiam facilmente confundir com um esqueleto de plástico pro Halloween.

Sans:kiddo?...o que tá fazendo?

Ele falava bem sonolento com uma cara de cansado parecendo que a qualquer minuto ia capotar na cama de novo.

Frisk:TORIEL VAI MATAR A GENTE! FICAMOS FORA DO ACAPAMENTO A NOITE TODA!

Falei levantando do chão ainda dolorida pelo impacto.

Sans:é só isso? relaxa. ontem eu liguei pro asriel e pedi pra ele avisar a tori que você não ia voltar tão cedo.

Respirei aliviada me sentando na beira da cama enquanto Sans não parava de me encarar,como se eu fosse o último dollynho do deserto. Virei a cara levente corada.

Frisk:Que foi?

Sans:......eu te amo frisk.

Apoiei um joelho na cama me virando pra encara-lo,surpresa.

Frisk:Por que isso tão de repente?

Sans suspirou fitando o teto colocando os braços atrás da cabeça e eu continuei entendendo grandes nadas.

Sans:eu só...só quero ter certeza que isso é real. a ideia de ter você aqui comigo ainda é tão incrível que quero ter certeza que não é um sonho. que eu não vou acordar e vai tudo voltar a ser exatamente como antes...por isso sempre que tiver dúvida eu vou repetir que te amo.

Senti meus olhos lacrimejarem enquanto Sans ainda encarava o teto. Deitei do seu lado e abracei e ele passou o braço envolta da minha cintura sem deixar de olhar pra cima.

Frisk:Desculpa...

Sans:hun?

Ele me olhou meio confuso.

Frisk:Eu fui muito tonta. Devia ter percebido antes oque sentia e ter dito que te amava. Você passou por maus bocados por minha causa e eu nem consegui reparar no que estava na minha cara....mas eu tô aqui agora. Vou ficar do seu lado daqui pra frente...Eu também te amo Sans.

Ele me encarava enquanto sorria com ternura e com os olhos semi-cerrados. Sempre que o vejo sorrir é aquela coisa meio automática e as vezes até parece com um brinquedo ou boneco que sempre mantem a mesma expressão no rosto,mas dessa vez consegui perceber a cinceridade naquele sorriso e isso fez meu coração falhar uma batida enquanto ele aproximava seu rosto de meu. Não tem como desfarçar que só ele consegue mexer assim comigo,porque com um simples toque eu já sinto a alma acelerar e o rosto esquentar e mesmo quando ele fazia aquelas piadinhas HU3 da vida eu sempre ria porque ficar perto dele já me fazia sorrir. Eu ainda me lembro da primeira vez que ele dançou comigo e de como foi mágico tudo aquilo. Foi a 7 anos no MTT Resort.

      Flashback 7 anos atrás...

Eu estava muito cansada de tudo oque vinha acontecendo nesses últimos dias. A batalha de dança que tive contra Undyne não foi brincadeira,principalmente porque o estilo de dança dela é capoeira que tá mais pra uma luta. Eu andava despreocupada até o MTT Resort que seria minha próxima parada pra descansar e comer alguma coisa,já que todas as minhas maçãs siri acabaram. Quando estava perto da entrada avistei Sans me esperando e logo em seguida ele me convidou pra entrar por um dos seus "atalhos". Acho engraçado o fato dele poder se teleportar,porque até onde eu sei só o Goku faz isso! Então as vezes eu fico imaginando um Sans Super Saiyajin ou um Goku com moletom dançando Hip Hop e fazendo piadinha prassodia...enfim nós entramos e logo de cara vi uma pista de dança gigante com um palco maior ainda! Tudo era muito bem iluminado com olofotes rosas e muita purpurina,além de várias caixas de som espalhadas e algumas
mesas onde sentamos pra conversar,tava tudo indo de boas,traquila e favoravelmente...quando ele abriu a boca e disse...

Sans :Você teria morrido antes de perceber.

Frisk:S-Sans?...

Gelei. Fiquei tremula e minha respiração desconpensada não ajudou em nada com o pavor que eu estava sentido naquele momento. Essas simples palavrinhas me fizeram lembrar de tudo de ruim que eu fiz.....ele não gosta de mim?....claro que ele não gosta! Olha só tudo que eu fiz pra ele!

Frisk:S-S-Sans...me desculpa...eu achei...achei que depois do meu último reset v-você ia me perdoar,mas parece que não vai...foi....minha culpa....minha culpa,foi minha culpa,foi minha culpa

Continuei sussurrando essas três  palavras que doíam tanto na minha alma. "Foi minha culpa" é a única coisa que posso dizer,afinal é verdade. Eu tinha uma família,amigos,amor...e joguei tudo isso fora. Troquei por EXP,ATK,DEF e....por LOVE. Ele tem todo o direito de me julgar agora. Antes que eu pudesse perceber,finas lágrimas escorriam do meu rosto e eu soluçava descontroladamente enquanto repetia as mesmas palavras"foi minha culpa,foi minha culpa...".

Senti as mãos gélidas dele tirarem as minhas do meu rosto que esteva deplorável,molhado pelas várias lágrimas que não paravam de sair. Sans me olhava como se estivesse triste e arrependido do que disse. Como sei disso? Porque ele não está sorrindo. É a primeira vez que vejo ele sem aquele sorriso na cara.

Sans:kiddo eu...não  devia ter dito isso. você é só uma pirralha e eu te assustei,mesmo que você já tenha escutado esse discurso antes. desculpe.

Frisk:E-Então você...me perdoa?...

Sans:eu...vamos só parar de falar nisso.

Bem,ele não disse "sim",mas também não disse "não"...isso é um progresso,certo? Ele se levantou pra ir embora,quando a voz do Mettaton surgiu de alguns alto-falantes cor de rosa e Sans ficou pra escutar.

Alto-falantes:"Darlings,é hora de botar pra quebrar! Peguem seus pares e vão para a pista de dança!"

Foi só ele terminar de falar que uma galera que eu não tinha visto antes brotou das trevas e foi geral com suas duplas pra pista de dança. Todos dançavam no estilo que bem entendiam tentando acompanhar o ritmo da música que não era nem muito lenta,nem muito rápida. Uma ideia me veio a cabeça e eu não contive o pedido.

Frisk:Hey Sans!

Sans:hun?

Frisk:Quer dançar comigo?

Falei dando um largo sorriso. Eu nunca tive problema com oque falo,tanto que minha maior tática de batalha é o flerte. Sans me olhou surpreso e suas bochechas estavam levemente azuladas.

Sans:bem,eu-

Frisk:Vamos lá! Considere isso um acordo de paz.

Peguei ele pelo braço e arrastei até a pista que brilhava como se estivesse dizendo"venha Frisk. Dance até seus pés caírem!"

Sans:h-hey! espera aí!

Não dei atenção pra as reclamações e fui direto pro meio da pista onde alguns monstros me olhavam desconfiados por ser humana,mas logo voltavam a dançar despreocupados,talvez por eles não quererem perder tempo comigo ou pelo fato que eu estou com o Sans.

Sans:tsc. você fica me devendo uma.

Frisk:Tá,tá. Só vamos dançar.

Não sabia qual tipo de dança ele faria. Estilo livre? Break dance? Passinho do Sans?....Perai que? (ShyriuAmigo:O PASSINHO DO SANS!) Sai do mundo da lua quando senti suas mãos na minha cintura. Ele me fitava esperando alguma reação da minha parte e eu logo percebi oque ele queria,coloquei minhas mãos no seu pescoço e o vi desviar o olhar por alguns segundos. A música já havia mudado para uma lenta e bem calma. Começamos a dançar acompanhando o ritmo,embora estivesse feliz pelo nosso acordo de paz,Sans estava estranho,com o rosto azulado,a cara virada pro lado e suando um pouco....esqueleto pode suar? A de ciência da superfície não sabe de nada mesmo! Fiquei bem curiosa pelo o comportamento estranho dele.

Frisk:Hey! O que foi? Por quê você não olha pra mim?

Falei me aproximando mais do seu corpo,levantando a cabeça pra encara-lo.

Sans:n-nada. só ignora.

Frisk:É difícil ignorar. Qual é Sans? Me olha nos olhos.

Sans deu uma risadinha e virou a cabeça e abaixo pra me encarar com um sorriso bobo.

Sans:te olhar nos olhos? mas como quer que eu faça isso se você não abre eles?

Ele soltou outra risada mas eu não achei engraçado. A algum tempo atrás na superfície,as pessoas viviam me encarando pelo fato dos meus olhos não serem exatamente"normais" pro resto do mundo,então eu passei a manter  eles fechados pra evitar que ficassem me encarando e deu certo.( Aí você pergunta:"Então como você enxerga Frisk?". E eu digo.......magia do protagonismo!) Ele comentar isso toca na ferida,porque não é legal ter um monte de gente olhando pra você o tempo todo.

Frisk :A-Acho melhor não.

Falei incerta e um pouco insegura.

Sans:heh. mas foi você que propôs esse acordo de paz. faça sua parte.

Falou debochado.

Frisk:Isso é chantagem!

Sans:não pense nisso como chantagem,pense como uma troca de favores. você me mostra oque eu quero ver e em troca pode pedir oque quiser.

Continuei receosa,pensando se ele ia achar estranho,mas cá entre nós o melhor amigo dele é literalmente o tocha humana,então acho que ele não vai falar muita coisa....que seja! Suspirei e abri os olhos bem devagar e quando estavam totalmente abertos encarei o esqueleto com um pouco de medo da sua  reação. Ele mantinha as orbes arregaladas e seu sorriso costumeiro não estava mais no rosto formando uma perfeita expressão de choque.

Frisk:Desculpa! É estranho ,não é? Eu sabia que não devia ter feito isso! É muito bizarro!

Falei com um sorriso forçando no rosto e mantinha os olhos fechados com força,me reprimindo mentalmente pela burrice que tinha acabado de fazer.

Sans:na verdade,achei lindo.

Pasmei. Eu ouvi direito,ele disse......"lindo"? O encarei com os olhos arregalados e boca aberta esperando em vão que algum som saísse dela.

Sans:seus olhos são...nossa! eu nunca vi nada igual. mal da pra descrever.

Não pude evitar de sorrir com aquele comentário. Era a primeira vez que alguém falava algo assim pra mim e eu admito que gostei.

Frisk:Bem...se você não achou estranho,acho que não tem problema deixá-los abertos...

Ele voltou a sorrire eu também estávamos nos encarando enquanto daçavamos de forma sincronizada sem nem mesmo ter ensaiado e quando menos percebi,estávamos só nós dois ali. Os outros monstros haviam sumido pra mim e eu estava completamente perdida nos nossos passos. Me aconcheguei no seu peito e ele pôs o queixo sobre minha cabeça. Eu queria que essa sensação mágica durasse pra sempre,mas infelizmente a música acabou e tivemos que nos afastar.

Tudo voltou ao normal,os outros monstros ao nosso redor começaram a sair da pista de dança e conversavam entre si e eu não parava de fitae o skeleton na minha frente.

Sans:welp. acho que esse acordo de paz pode dar certo...a gente se vê kiddo.

Frisk:Espera!

Sans:hun?

Frisk:V-Você disse que eu poderia pedir oque eu quisesse,certo?

Ele suspirou e me encarou.

Sans :o que você vai querer?

Coragem Frisk! Pede.

Frisk:Quero que você dance comigo mais uma vez. Não precisa ser agora,mas é isso que eu quero.

Sans:heh. claro. da próxima vez que a gente se encontrar eu faço isso. até mais.

Ele fez uns passinhos e sumiu. Eu tratei de comprar alguma coisa pra viagem e andar rápido pra poder encontrá-lo e ter essa sensação mágica de novo.

     Flashback off

Sorri ao lembrar disso. Aquele foi um tempo muito bom e também foi a primeira vez que alguém disse que me achava bonita.

Sans :que foi? agora é você que ta me olhando estranho.

Frisk:Nada não, só lembrando de algumas coisas nossas.

Sans:coisas boas? Ele estava com os olhos semi cerrados chegava cada vez mais perto de mim.

Frisk:Com você,só coisas boas.

Fechei meus olhos a medida que nos aproximavamos e quando tínhamos só milímetros de distância.......o celular toca! Eu to dizendo,felicidade de Frisk dura pouco!

Sans:tsc. é meu pai.

Sans atendeu com desgosto e uma carranca como a da mãe Toriel quando ainda era divorciada do Asgore. Ele colocou no viva voz pra ambos ouvirmos.

-

Sans:pai?

Gaster:SANS! O QUE VOCÊ FEZ

? Sans:han?

Gaster:VOCÊ DISTRIU MINHA PESQUISA SOBRE PROCRIAÇÃO HUMANA! FRISK,EU SEI QUE VOCÊ ESTÁ AÍ! COMO VOCÊ PÔDE?! VÍDEOS PORNÔ NÃO SÃO A MESMA COISA QUE AO VIVO! VOCÊ É PIOR QUE O EDWARD DO CREPÚSCULO! VIRGONA DE CARTEIRINHA! FAZ IDEIA DE COMO É RUIM TER QUE ALIVIAR NO BANHEI-

-

Sans encerrou a ligação e desligou o celular,seu rosto estava mais azul que as cataratas do Waterfall e eu...mais rubra que uma da suas garrafas de ketchup. Esse é o meu futuro sogro? Parece até que cheirou pó de toddynho e injetou dollynho guaraná na veia enquanto assistia o programa da Regina Casé! Ainda bem que essa loucura não é de família.

Sans: bem......ele não é oque você pode chamar de normal,sabe?

Frisk:Eu percebi.

Ficamos quietos por um longo tempo até que Sans se levantou e eu fiz o mesmo. Saímos da sua antiga casa e fomos andando em silêncio até o Antigo castelo Dreemurr. Nós entramos no grande salão de festa que estava meio acabado pelo tempo que ficou sem uso.

Sans:welp...me concede essa dança minha princesa?

Ele fez uma referência e estendeu a mão pra mim e eu peguei sorrindo um sorriso Colgate.

Frisk:Claro que sim meu bobo.

Ele colocou uma das mãos na minha cintura e a outra segurando a minha enquanto eu pus a minha no seu ombro e começamos uma valsa lenta. Mais uma vez era como se tudo a o redor tivesse desaparecido e só nós dois estávamos ali,rodopiando e sorrindo como bobos. Não me importa se meu sogro é meio tantã das ideias eu aguento essa família maluca.






Continua.....

   


Notas Finais


Gaster disse tudo oque eu queria falar.

Ainda indignada com a denúncia de Sweet princess!

O que eu vou fazer sem os hentai hard ?;-;;-;;-;;-;????


Bye-Desu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...