História Si tout le monde dans le monde, tout comme vous. (2 temp.) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Aspros de Gêmeos, Camus de Aquário, Defteros de Gêmeos, Dohko de Libra, Freya, Kanon de Gêmeos, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Minos de Grifon, Miro de Escorpião, Misty de Lagarto, Mu de Áries, Personagens Originais, Radamanthys de Wyvern, Saga de Gêmeos, Seiya de Pégaso, Shaka de Virgem, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio, Sonia de Escorpião
Tags Tout Comme Vous
Exibições 31
Palavras 1.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Revelações


Fanfic / Fanfiction Si tout le monde dans le monde, tout comme vous. (2 temp.) - Capítulo 13 - Revelações

...

-Hades...então era você, era você o cara que estava no quarto com o meu marido quando ele teve aquele ataque cardíaco!

-Podemos dizer que sim, exatamente. -Disse ele desinteressado.

-Quero saber quem é você e porque raios apareceu no escritório dele?!

-Vamos chegar neste assunto mas só...

-Cale essa maldita boca! -Disse e o meu "convidado" pareceu surpreso. -Me diga quem é você, não estou vom paciência...

-Sou um amigo da família Nickos, mas apenas Kardia e Milo mr conheciam...

Fiquei intrigado, pois este homem escondia algo...

-Milo não me contou nada sobre mim?

-Não...Descobri sobre você agora

-Hummmm, lembro-me que meus pais sempre me diziam que, em um relacionamento temos que deixar tudo as claras. Mas parece que o seu marido não entende isso, ele e nem o pai dele entendia...

-VAMOS CONTE-ME! Aonde quer chegar?

-CAMUS! -Desviei o olhar por um segundo e observei um Milo correndo em nossa direção. -SEU MALDITO! -só deu tempo dele voar no chão por cima do homem, tentando enforcá-lo, fechei a porta de casa, já que os meninos estavam na sala ao lado, com muito custo e uma ajuda de Aioria que veio junto com Milo, comsegui retirar Milo de cima do homem.

-MILO! O que pensa que está fazendo? -disse

-ESSE CARA...ELE...ELE...

-Respire cara! Tente respirar e se acalmar...-dizia Aioria.

-Acho que chegou minha hora de ir...foi um prazer, Camus!

O homem disse se retirando, deixando apenas Milo, Aioria e eu, que fitamos Milo com uma certa confusão, ele estava misterioso e de poucas palavras, ele teria de me contar essa maldita história direitinho...

-Milo quem é essa cara? -Ele me olhou, olhou, suspirou, pediu um momento para Aioria, todos entramos na casa e o leonino foi direto brincar com os sobrinhos, Milo e eu fomos para cozinha...

-Esse cara é um ex amante do meu pai!

-Ex?!??!?!?! -Fitei surpreso, Kardia tendo relações extraconjugais e ainda por cima homossexuais? -mas seu pai era...

-eu sei...um exemplo de macho alpha, sempre se dizia super hetero, mas ele teve um amante, teve por muito tempo, de se apaixonar, já pensou em até largar da minha mãe para viver um romance tórrido com o ex acessor dele... Luiz, o estrangeiro.

-Como foi que seu pai o conheceu?

-Conheceu em uma viagem pela Polônia há ums 20 anos atrás, comvidou ele para a empresa pois era um grande empresário, depois de alguns tempos eles começaram um romance, mas meu pai descobriu que ele era falsificador, então rompeu as relações com ele, meu pai tinha planos de se casar com ele e constituir uma família, ai esse filho da puta acha que tem direito a fortuna do meu pai por isso, sendo que por ser o único filho homem, eu sou o herdeiro legítimo, mas ele diz que quer me tirar tudo, até o que eu não tenho... Eu era o único que sabia do caso que o meu pai tinha com esse cara, o que me fazia ter ataques de rebeldia na época da escola, de dia eçe era o marido perfeito, de noite mentia, dizia que ia sair com os amigos, que a reunião se prolongou, mas eu sabia, ele ia se encontrar com o Luiz Paulo.

-Luiz?

-Sim, ele tem vários nomes, Luiz Paulo, António, o apelido Hades, esse cara é maluco, e agora que a minha mãe morreu ele vai me encher o saco...

-Milo...esse cara é...

-Ele é perigoso, ele descobriu aonde moramos, provavelmente deve saber coisas sobre mim, você, nossos filhos...vamos ter que sair daqui...

-Milo...mas sair, assim?

-Sim, meu amor! Esse idiota vai encher o saco, vai te ameaçar, ameaçar nossos filhos...

-Milo, eu non sou uma donzela indefesa que não sabe se cuidar...

-Mas esse cara, é Hades, ele matou meu pai...

-COMO?

-ele envenenou meu pai, porque ele não queria colocar seu nome no testamento, por...envenenamento...

-E essa doença?  A doença que...

-ele deu uma substância que fez o coração dele se acelerar e aquecer ao máximo, foi diagnosticado envenenamento mas minha mãe fez com que isso não vazasse...

-Meu Deus, Milo...

-eu vim de uma família suja, minha mãe subornou médicos, meu pai tinha casos fora do casamento... E eu sabia de tudo, de tudo...

-Porque me escondeu isso?

-Você era a pessoa mais próxima do meu pai, profissionalmente. Acha que pegaria legal para o Império dele? Pois bem, eu não sei o que ele está tramando, mas quero ele longe daqui, vamos passar uns dias na mansão do mafioso...

-Você que sabe Milo, só sei que irei aonde você for...

-Obrigado meu amor...

-PAPAI! -Sempre quando tentamos ter um momento de afeto é assim, um chorinho começa a ecoar pela casa.

-Defteros, cale a boca!

-Aspros isso é jeito de falar com seu irmão? -ele negou. -Peça desculpas!

-Desculpe.

-muito bem, agora, Teros' meu amor o que foi? -Não houve tempo para respostas, Milo apareceu por trás de mim e o pequeno esticou os bracinhos para ele...maldito loiro, Teros sempre foi mais apegado a ele, já Aspros se dá muito bem comigo.

-O que foi anjinho do papai?

-Papai, Aspros disse que tem bicho debaixo da minha cama...

-Ora meu amor, claro que não. Venha cá vou te mostrar. -Milo subiu com Teros nos braços e eu fui junto sendo seguido por Aspros e sua cara emburrada...

-Papai, tenho medo!

-Não precisa temer, olhe! -Ele levantou os lençóis e não tinha nada. -Sempre que tiver medo de algo, segure isto com força...-ele deu uma pedra roxa para ele. -Meu pai me deu isso quando eu era da sua idade, ela te protege de todo mal.

-Como papai?

-É que há muito muito tempo, na Grécia antiga, existiam cavaleiros...-Aspros olhou com interesse para Milo que o chamou para se sentar ao lado do irmão. -Cavaleiros de Atena.

-NOSSAAAAA E COMO ELES ERAM?

-Eram de ouro! Cavaleiros de ouro! Que protegiam a deusa Atena. Eles se chamavam Mu de Áries, Aldebaran de touro, Saga de gêmeos, Máscara da morte de câncer, Aioria de Leão, Shaka de virgem, Dohko de libra, Milo de escorpião, Aioros de sagitário, Shura de capricórnio, Camus de aquário e Afrodite de peixes...

-ESPERE! Você e o papai Camus eram cavaleiros de Atena?

-talvez... Em nossa vida anterior! -Disse Milo fazendo os meninos rirem. -essa pedrinha tem o energia do cosmo dos cavaleiros de ouro, ela vai proteger vocês dos trovões, dos meninos maus na escola, das palmadas do papai Camus...-eles riram...-Já consegui uma escola nova para vocês, MAS!

-MAS?-disseram

-VAMOS VIAJAR COM O DINDO AFRODITE!

-OBAAAAAAAAAA!-Disseram

-isso, agora parem de brigar e vão brincar, se não, não vai ter passeio!

-SIM PAPAI! -eles sairam correndo.

-Eles são ótimos! -Milo disse sorrindo.

-Milo, o que vamos fazer com relação ao Hades?

-Não se preocupe amor, eu já sei o que irei fazer...fique tranquilo.

Fiquei mais ao menos aliviado, as palavras e a proteção de Milo me fazem ficar cada vez mais seguro da nossa relação.
Entre beijos e carícias nós descemos, aonde passamos o resto da tarde com os meninos...
Depois resolvi ligar para o Afrodite.

-Dite?

-Mon Amour!?

-Sim, Milo e eu vamos com você, para a casa do seu Italiano!

-AAAAAAAAAAAAH QUE BOM AMOUR! Vou providenciar tudo!

-não precisa se preocupar, mas eu vou precisar de uma ajuda sua...

-Minha?

-Vem aqui cedo na minha casa, prometo lhe contar tudo, ok?

-Pode deixar...

-obrigado, dite!

-Que isso amour! Boa noite!

-Igualmente.

Olhei em volta, todos já dormiam, resolvi ajudar Milo a se livrar desse cara, ele não fazer mal a minha família, nem que eu mesmo tenha que matá-lo!


Continua...



Notas Finais


Demorei...mas voltei ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...