História Sick Love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 25
Palavras 439
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Fim inesperado


Pietro

Ouvir seu gritos de socorro me faz agir sem pensar, corri em direção ao escritório e encontro seu corpo encolhido recendo chutes, eu me joguei pra cima de Ian que está descontrolado, raiva pulsa em suas veias ele me soca no queixo me pegando desprevenido, eu me levanto e o acerto no olho esquerdo, gritos das empregadas e logo os seguranças estão nos separando.

-Eu vou matar você seu bastardo! Acha que pode pegar o que é meu?- Ian vocifera tentando sair das garras do segurança.

Eu nunca pensei que ele fosse assim, eu escuto as sirenes e me sinto aliviado em saber que Zoe será socorrida.

E apesar de toda essa confusão, eu me sinto aliviado, pois agora eu sei Zoe ficará livre e então eu poderei ter uma chance.
_____________________________________
Zoe

Depois de  ser liberada do hospital, onde eu passei os últimos dois dias, dando ao médico a garantia que iria me cuidar, ele me receita analgésico para aliviar a dor de ter três costelas quebradas, Pietro me ajuda a sair pelos fundos, a porta do hospital está uma loucura, o caso está ganhando uma grande repercussão, Ian está preso, acusado de agressão, cárcere privado e estupro, exames no hospital constataram o abuso.

Eu me recuso a viver na mansão, Pietro alugou um apartamento para mim e minha filha até que tudo seja resolvido.

Foram longos meses de julgamento, testemunhar contra o homem que um dia eu amei não foi fácil, ter seus advogados me massacrando dizendo que eu sou uma caça dotes foi ruim, mas ruim mesmo foi ter de relatar todos os abusos sofrido nas mãos do homem que jurou me amar.

Bárbara Knox ficou do meu lado o que foi uma surpresa para mim. No fim Ian foi julgado a 20 anos de prisão sem direito a condicional, e uma ordem de restrição para mim e Becky foi expedido, ele nunca mais se aproximaria de mim novamente.

2anos depois.

Estou fechando a floricultura quando Becky vem correndo e abraça minhas pernas.

- Mamãe, mamãe.. papai disse que poderíamos tômar sorvete..- eu olho para um sorridente Pietro vindo em nossa direção.

-Você à está mimando muito!- eu digo entre beijos.

-Você sabe que eu não sei dizer não as minhas meninas...- ele sorri e alisa minha barriga de sete meses.

- E meu garoto como está?-

-Travesso como o pai- nós pegamos a mãozinha de Becky e seguimos para a sorveteria.

O destino trouxe meu verdadeiro amor no momento mais difícil da minha vida, e se tivesse que passar por tudo para ter o que tenho hoje, eu faria sem sombra de dúvidas.

                           Fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...