História Side to Side - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT 127, NCT U
Exibições 53
Palavras 1.863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Guess who's back?
Sim,eu mesma auuabsbiiafu
Demorei? Acho que nem tanto,né,vai... ahduah
Obrigada pelos comentários,sou uma pessoa mais feliz por causa deles ^^ Obrigada também aos que favoritaram e fico bem alegre por estarem gostando.
MUITO THANK IU
<3 Boa leitura!

Capítulo 4 - Faculdade


Fanfic / Fanfiction Side to Side - Capítulo 4 - Faculdade

Finalmente era noite.Yuta já havia chegado de casa e mandado uma mensagem para Taeyong.Disse que conversariam amanhã e que Taeil já havia falado com ele.

Saiu de seu terceiro banho do dia vestido com um blusão cinza e uma calça folgada.Estava mais fresco,felizmente.Observou Jaehyun falando ao telefone com quem pelo jeito parecia ser sua mãe.

-Sim.Eu também estou.Não,não estou sozinho.Tenho um hyung legal que cuida de mim aqui.-sorriu.-Ok,omma.Eu também te amo.

Ele desligou,depois percebeu a presença do mais velho.

-Você já pode ir.-Taeyong falou.

-Obrigado.-sorriu,levantando-se e indo em direção ao banheiro.

Taeyong estendeu sua toalha branca na área aberta do dormitório e voltou para o quarto,sentando-se em sua cama.Jaehyun não demorou muito no banho.Saiu vestindo shorts folgados e uma regata branca.Quase não dava pra perceber a diferença entre pele e tecido.

-Hyung?-o mais novo chamou.

-Sim?-respondeu.

-Acha que eles vão querer passar um trote ou algo assim?-ele parecia receoso.

-Acho que com você não.Você não é novato no curso,apenas foi transferido.

-Realmente espero que não.Não quero passar por isso duas vezes.-sentou-se na própria cama.

-Como foi o seu?

-Me fizeram comer uma coisa que até hoje não sei o que era.Mas tinha um gosto horrível.E o seu?

-Ahn,prefiro não falar.-corou.

-Ah,Hyung!~-fez biquinho.

-Me fizeram ficar sem camisa durante a aula do professor de Marketing inteira.

-Queria ter visto.-riu.

-Ya!Idiota...

Não podiam negar que já pareciam muito mais próximos.Ambos estavam tão sincronizados e compatíveis em falar um sobre o outro,sobre o que defendiam,sobre seus passados,que até esqueceram que teriam aula no outro dia.Já era por volta de uma da manhã quando apagaram as luzes para dormir.

Jaehyun acordou no meio da noite com o barulho da respiração alta de Taeyong.Iluminou um pouco o quarto com a luz do celular e percebeu-o segurando seu cobertor com toda a força.Ele estava dormindo,mas chorando.Parecia ser um pesadelo.

-M-Mãe...-sussurrava.

-Hyung.-Jaehyun levantou-se e chamou de forma delicada,tocando no ombro do mais velho.-Hyung,calma...é só um sonho.-acariciou-o,fazendo finalmente abrir os olhos e levantar-se depressa.

Jae foi puxado com certa força para a cama e Taeyong o abraçou forte.Parecia tão assustado que agarrava a blusa de Jae como se pedisse para não sair mais dali até comprovar que tinha sido tudo um sonho ruim.Jae passou a mão pelos cabelos brancos enquando abraçava e abafava a respiração antes descompassada,que agora parecia melhorar.

-Está tudo bem.-o mais novo sussurrava.-Tudo bem...Passou.

-J-Jae...-se afastaram um pouco.

-Sim?Estou aqui.

-Você...pode dormir comigo?

O coração do mais novo pareceu saltar pela boca.

-É claro.-respondeu baixo,com um sorriso largo que não foi percebido devido à luz do celular ter se apagado.Se deitou,ainda abraçando o mais velho,que se aconchegou no abraço e fechou os olhos,respirando fundo.Dormiram assim.

°°°

O despertador de Tae o acordou,no início da manhã,o alertando sobre o primeiro dia de aula do semestre.Jaehyun ainda dormia ao seu lado,alheio ao barulho que agora fora parado pelo mais velho.As mãos branquinhas estavam abraçando o lençol azul que não precisou ser usado devido o calor.O mais velho pegou-se olhando para os traços serenos dele.Seus lábios avermelhados,sua pele,seus cílios longos.Jaehyunnie era lindo.De todas as formas.

Os olhos dele se abriram devagar,e percebeu que Taeyong o olhava.Abriu um sorriso envergonhado,que fez o coração do mais velho estranhamente palpitar.

-Bom dia,Hyung.-Jae fez menção de se levantar,mas o mais velho apenas colocou um braço por cima dele e o puxou,encostando suas testas e permanecendo assim por alguns segundos,ambos de olhos fechados.

-Obrigado,Jaehyunnie.-sussurrou,então levantou-se da cama devagar.-Vamos nos arrumar,hm?

-Ok.-levantou também.O sorriso explícito no rosto.

Os dois se arrumaram,tomaram café com todos no refeitório,inclusive com Yuta que ficou um bom tempo observando a interação entre eles com um sorriso estranho no rosto.Não viram Ten no refeitório.Parecia estar se escondendo deles.

Finalmente era hora de entrarem nas salas.Jaehyun estava na mesma que Doyoung e Tae,felizmente.Os três entraram e já deram de cara com Ten e Jhonny conversando,dando várias risadas altas.Ali caiu a ficha de Taeyong.Era realmente como Taeil havia dito.Eles provavelmente já estavam juntos.

Quando o tailandês pareceu finalmente perceber a existência do platinado ali,ele já estava muito bem sentado de costas para a ceninha.Jaehyun estava sentado ao dele e Doyoung atrás.

Jae encarava-o sem qualquer vergonha.Jhonny pareceu perceber a tensão,então falou que iria pra sala dele.Despediu-se de Ten com um beijo na bochecha,que foi respondido com um tapinha.

Ainda bem que Tae não viu aquilo.-Jaehyunnie pensou.

Ao longo das aulas,Jae foi apresentado e todos ficaram calados no decorrer.Chegada a hora do intervalo,Doyoung foi com Jaehyun até o refeitório comprar algo para comerem e Taeyong preferiu ficar na sala terminando de copiar algumas anotações do quadro.Ten olhou seu celular,levantou-se da cadeira e começou a caminhar,mas esbarrou com Yuta na porta,já que ele estava entrando na sala.

-Desculpe,Yuta.

-Tudo bem.

Ele apenas seguiu para fora e Yuta caminhou até Taeyong,bagunçando seu cabelo logo depois.

-Aish,Yuta,você sabe que eu não gosto quando você bagun--

O platinado olhou para o amigo assustado.O rosto dele estava sério,olhando em direção a porta.

-Qual é,para com isso.-Taeyong continuou-Não fique agindo assim com pena de mim.Eu vou superar.

-Aham.Que olheiras são essas?-perguntou.

-Olheiras?Estou com olheiras?

Abriu a frontal do celular e percebeu-as.

-Você não está nem dormindo direito?

-Ah,eu tive um pesadelo esta noite.

-Sua mãe de novo?

-É...Mas,hm,o Jaehyunnie cuidou de mim

-Ah,foi?-Yuta sorriu.-Vocês se aproximaram tão rápido.

-Parece que sim,mas,é estranho.Sinto como se nós fossemos amigos à muito tempo.

-Bem,e aí?Taeil me falou o que te disse.E eu concordo.

-Eu sei,mas eu só quero ir com calma,normalmente.

-Entendo.

Alguém entrou na sala gritando,extasiado,afirmando que um trote estava ocorrendo no refeitório.

Jaehyun.

A primeira coisa que Taeyong fez foi puxar Yuta e sair correndo para o refeitório.Se estavam passando um trote mesmo ele sendo transferido,queria dizer que eles estavam se sentindo ameaçados.Se era assim,não pegariam leve.

E ele acertou,infelizmente.Quando chegaram ao refeitório,Jaehyun estava sujo de todo o tipo de comida e tempero.E cada vez jogavam mais.Tentava se defender com os braços,mas não conseguia ao menos pensar.De repente as bandejas começaram a ser jogadas e uma delas o fez ficar meio desnorteado e cair.Ali foi a gota d'água.

-Chega!-Taeyong gritou,calando a boca de todos ali,seu olhar em fúria.Alguns pararam,já que o platinado era muito respeitado.Mas outros dois insistiram.-Mandei pararem,porra!-se aproximou dos dois que não se sentiram nenhum pouco intimidados.

-Vai defender ele,Taeyong?Não se sente injustiçado?Você ralou pra chegar aqui,não?Ele foi apenas transferido de uma universidade de merda e veio parar nesse céu.Não tem algo errado?

-Seu caráter.-respondeu à altura.-Ao menos conhece ele pra saber se ele ralou ou não pra chegar até aqui?Não só isso,tenho certeza que a Neo Culture não faria um estardalhaço nas normas por alguém sem potencial que faria cair a nota da faculdade.Pare de agir feito alguém inferior e infantil.Você está numa faculdade prestigiada.Vocês todos.Está tudo bem fazer essas coisas com alguém até derrubá-lo no chão e continuarem fazendo?Sério?

Todos se calaram.Respeitavam o platinado porque além de sunbae deles,era mais velho por ter demorado um pouco para conseguir entrar.Não imaginavam que algum dia se comportaria desse jeito para defender alguém,já que era mais na dele para esses assuntos.

Doyoung ajudou Jae a se levantar enquanto os garotos se desculpavam pelos seus atos.A bagunça que se encontrava ali despertara um instinto enlouquecido em Tae,que odiava ver aquelas coisas.Aproximou-se de seu colega de quarto.

-Você está bem,Jaehyunnie?-seu olhar demonstrava sua preocupação.O menor estava sujo de batata palha e molho de salsicha por todos os lados.

-Estou.Só machuquei um pouco o braço quando escorreguei.

-Tae,vou fazer uma reclamação para a diretoria.-Doyoung falou.

-Vou levar você até o dormitório.-Taeyong falou para Jae.-Nos vemos mais tarde,Doyoung.Yuta,você vem?

-Vou com o Doyoung.Tenho que achar o Taeil também.Mais tarde nos encontramos.

Todos foram para seus devidos caminhos.Jaehyun e Taeyong entraram no dormitório calados.O mais velho segurava o outro com delicadeza e cuidado,mesmo estando se sujando.

-Você deve estar desconfortável,Hyung.Eu posso me limpar sozinho.

-Você machucou o braço e ele está inchando.Nem pense em mexer agora.

Levou Jae até o banheiro e fechou a porta,deixando-o enrubecido.

-H-Hyung?

-Me deixe tirar sua camisa.-o olhar do platinado era sério.

O mais novo assentiu com a cabeça,então deixou que Taeyong desabotoasse cada botão de sua camisa colada azul petróleo,assim como tirá-la,deixando-a cair por trás.O peitoral estava grudento com o molho.

Jae olhava o mais velho intensamente.Olhava o modo como ele desabotoava o botão da sua calça e a retirava devagar.Já nem mais contestava ou tinha vergonha de nada.Estava preso ao momento.Apoiou-se no ombro do mais velho para livrar-se completamente da peça.Estaria totalmente despido se não fosse sua cueca,que continha um certo volume.

E Taeyong o notou.Porém apenas engoliu em seco e olhou para o outro com um sorriso meio forçado.

-O resto você pode fazer,certo?-fez uma pergunta retórica,mas que Jae faria questão de responder.

O mais velho se virou de costas,mas foi puxado pela camisa de forma sutil.Olhou para o mais novo e entendeu o que o olhar dele queria dizer.

-Jae,não me olhe assim.-sussurrou,agora ficando de frente para o companheiro de quarto.

O mais novo se aproximou alguns centímetros do rosto dele.

-Era você quem não devia estar me olhando daquele jeito.-a boca do mais novo beijou o lóbulo da orelha de Taeyong.Um golpe baixo.

-Não faça isso...Não assim.

-Não se preocupe.Não precisa me encarar com seriedade agora.Só quero que saiba que você não está me forçando à nada.-agarrou a cintura do platinado,deixando-o surpreso e aflorando seus desejos na pele.-Eu quero isso e se pudermos continuar,eu não me importaria de satisfazer você.De consolar você,de amar você.Não temos algo sério agora,nem precisamos ter pressa.Mas vamos seguir e tentar...-beijou o pescoço alvo,deixando-lhe arrepiado.

-J-Jae...-falou com a voz rouca.Um baque de costas batendo à parede foi ouvido ali,aumentado pelo eco do banheiro que não era muito grande,mas ainda assim confortável.

O mais velho prensou Jaehyun entre a parede e seu próprio corpo e lambeu a boca ainda suja de molho do mais novo.Colocou o joelho entre suas pernas e começou à beijá-lo.Seu corpo e consciente não pareciam mais ligar para o cheiro de comida ali presente ou a bagunça que estavam.O mais novo começou a tirar a camisa do mais velho,que logo tirou a calça e a boxer,sem o mínimo de cautela.

-Você quer me deixar louco,hã?-Taeyong cravou as unhas nos ombros e costas do mais novo.-Me deixar louco com o quanto você é atraente...-puxou o outro,guiando-o até a banheira e fazendo-o cair dentro dela.

Sentou-se no colo do mais novo,roçando-se nele enquanto iniciava um novo beijo selvagem e quente.Fazia movimentos pélvicos que faziam Jaehyun agitar as pernas com a sensação boa e deleitosa.O braço nem ao menos doía mais.Só queria agarrar o cabelo do platinado e puxá-lo para ainda mais perto.E assim o fez sem maiores esforços.

-Hyung,ande logo...-sussurrou,fazendo-o soltar uma risada extremamente sexy.

-Você está apressadinho?Não vou perdoar outro erro como o da última vez.-mordeu o lábio inferior do outro.-Na verdade ainda estou chateado com aquilo.Eu deveria te punir mais grosseiramente hoje?

Desceu a boxer do mais novo e se livrou dela jogando-a em um lugar qualquer.Ligou a água gelada da banheira na menor temperatura possível e permitiu-se deleitar o arrepiar da pele de Jaehyun antes de desligá-la.A água estava atingindo apenas três dedos de altura,mas a sua frieza fazia o mais novo querer se esquentar no corpo todo do mais velho.Essa era a intenção.E ele seria bem aquecido.

 

 

CONTINUA...


Notas Finais


Asiabdsaibf DESCULPEM POR ESSE FINAL kkkkkk
Eu podia ter continuado? Podia.
Mas eu não sei,eu achei que ficaria melhor assim e seria bom postar logo o capítulo pra vocês,então...Tá aí.Espero que tenham gostado amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...