História Sign - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Choi Youngjae, Got7, Im Jaebum, Jaebum, Jyp, Youngjae
Visualizações 88
Palavras 1.952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie genteee! :)
Bem, sem enrolação, ta qui cap novo, quentinho (literalmente até ;v)
Por favor, relevem os errinhos, eu terminei agorinha mesmo e ja vim correndo postar
Enfim... Boa leitura e a gente se vê nas notas finais o/

Capítulo 3 - Capitulo 03


“Que droga! Meu corpo não se mexe” pensou Youngjae ainda espalhado no chão por causa da queda.

- Youngjae!!! O que houve? -  Jaebum se aproximou rapidamente

- Não foi nada... Meu pé só se enroscou... Eu só estava indo até o banheiro. – Disse tentando se levantar

- Acho que não poderá fazer nada... Você bebeu demais, queria o que? Aqui, me dá a mão – Jaebum estendeu em direção ao Choi

- AH! Não, não, obrigado – o menor tentou disfarçar o nervosismo – Eu estou bem. É só daqui até o banheiro... eu posso ir sozinho – conseguiu erguer o tronco

- Hã? Por que você está tão obstinado? – o Im perguntou inocentemente ainda próximo – Bom, então se apoia no meu ombro – Pegou o chefe pelo braço na tentativa de levanta-lo mas Youngjae se afastou abruptamente, deixando o maior confuso

- Ahn...uh... não se importe com isso... você poderia... ir comprar um remédio? Alguma coisa para meu estômago? – tentava de todas as formas se livrar do moreno, mas nunca foi muito bom em arrumar desculpas

- Você tá com vontade de vomitar? Eu tenho remédio pra isso aqui em casa

- Ah... E uns cigarros também, os meus acabaram – Já estava ficando irritado com a lerdeza do Im

- Ué, mas eu não tinha comprado um maço inteiro quando saí pra comprar as cervejas antes?

“Argh! Mas que idiota imprestável!” O Choi praguejou internamente

 – Certo!!! Tudo o que eu preciso é de 30 minutos, então você poderia ir dar uma volta por aí? – o loirinho falou mais rapidamente enquanto gesticulava as mãos

-Mas por que eu tenho que sair andando no meio da madrugada? – falou sem entender o motivo pra aquele ataque de nervos - Já chega... Não vou continuar ouvindo as palavras sem sentido de um bêbado! Não vou deixar você vomitar em cima do colchão, nem pensar! Vamos lá... – pegou o Choi pelos braços mais uma vez, dessa vez conseguindo erguer boa parte do corpo dele do chão, mas só que o outro estava com as pernas bambas e no impulso de tentar se soltar dos braços do maior acabou se desequilibrando e levando agora os dois ao chão, caindo assim por cima de Jaebum – Ai! Pelo amor de Deus... levanta daí – falou entrecortado por causa do peso do maior em sua barriga

- Pra você é fácil falar... minhas pernas não... – o loiro inutilmente buscava forças pra sair dali mas foi interrompido por um movimento rápido do Im

- Anda, fique de pé! – A coxa de Jaebum sem querer moveu justo entre as pernas do menor fazendo este soltar um gemido alto, deixando o moreno sem reação e confuso sem entender o que estava acontecendo – Uh... Youngjae?

Youngjae estava mais vermelho do que um pimentão, tentava esconder o rosto enquanto tapava a boca com uma de suas mãos pra evitar que escapasse outro gemido – An... Anda e me ajuda a levantar!!! Não consigo ficar em pé!!! – Ele desejou no mesmo instante que seu sobrenome fosse Bolt e que naquele quarto houvesse uma passagem subterrânea na qual ele pudesse se enfiar rapidamente e partir correndo pro outro lado do mundo

Enquanto isso Jaebum parou pra analisar a situação. “Sinto... uma coisa estranha contra minha coxa... Será...” fez um impulso para cima e conseguiu colocar o Choi sentado ainda no chão com as costas apoiadas na lateral cama. Parou pra observar o rosto do outro e percebeu o quanto estava vermelho, e foi nesse momento que ele constatou em voz alta

 – Você está... Excitado...

- Não diga “excitado”!!! – Youngjae desesperou-se completamente

- Bom, é claro que isso não aconteceu por vontade própria... – Jaebum lembrou da bebida e ligou os pontos

- Eu mesmo... Darei um jeito nisso, é só você me a ajudar a chegar ao banheiro

“PUTA MERDA!” Jaebum não queria estar prestando atenção em certos detalhes neste momento mas ele não conseguia evitar de encarar Youngjae enquanto pensava em como ele conseguia ser extremamente sexy daquele jeito, com os fios dourados meio molhados pelo suor caindo pela testa, com as bochechas coradas, os lábios entre abertos e com os dois primeiros botões da camisa afastados, deixando assim á mostra a pele branquinha e leitosa do Choi. E então ele é quem acabou ficando meio corado.

- Você disse “você mesmo” mas nem seus braços nem suas pernas tem força alguma... você vai conseguir sozinho...? – Segurou o Choi pelos ombros e pensou “Uma situação como essa com certeza nunca mais acontecerá” – Eu vou... Eu – tentou se aproximar mais do rosto do menor mas  foi meio afastado pela mão tremula  deste

- Ei...! Jaebum! – falou o encarando com um olhar assassino – Maldito, não posso acreditar... Que você realmente teve a coragem de tentar fazer alguma coisa...

Jaebum sentiu os músculos retesarem, enquanto sentia o mini ataque de tapas do baixinho enraivecido. – Não é isso! Não é nada disso!!! – parou de tentar desviar e concluiu “ Oh... ele está com o poder de ataque reduzido”

- Seu... filho da mãe... que coisa mais estranha... só por eu ter bebido um pouco demais... Vou fazer você se arrepender de ter nascido, espera só um minutinho, não se mova, só um segundo, peraí  - tentava se levantar

- Você está me acusando injustamente? Você quem bebeu sem perguntar nada!

- Hein!?

A cara de “fudeu” que Jaebum fez ao se dar conta do que tinha soltado, foi impagável. Tentou se justificar rapidamente, levantou e pegou o frasquinho – Isso! E a culpa é sua por andar bisbilhotando a casa dos outros! E olha que eu escondi beeeem lá no fundo do armário!

- O... O que você ta dizendo...?! A culpa é sua por ter esse tipo de coisa dentro de casa!!!

- É...É que... um amigo meu praticamente me obrigou a trazê-la...

- Deixa de querer por a culpa em outra pessoa!!! Além do mais, o fato de você não ter jogado fora quer dizer que você esteve planejando usa-la em alguém não é mesmo?!!!

-Mas... mas eu nunca tive a mínima intenção de usar em você... Quer dizer... Não acho que tenha tido...

- Então estava planejando usar em outra pessoa?! Miserável desleal!!! – Mais um pouco e o Choi iria se transformar em um super saiyajin  - ohh...hn... uh, uh, uh... – se contorceu um pouco, o membro endurecido já estava incomodando dentro da calça

O Im o olhou de soslaio – Não é melhor por ele pra fora?

- CALA A BOCA!!!  Eu sei muito bem disso – mesmo corado tentou desabotoar a calça mas nem isso conseguiu fazer

- Hm... Eu te disse você não está acostumado... Quer que eu abra pra você? – Disse como quem não quer nada

- Eu não preciso da sua ajuda – falou ainda mais corado – E pro seu governo fique sabendo que eu tenho muita habilidade! E não fique me olhando!

- Mas se você continuar assim... Se você não gozar pelo menos uma vez, não será nada bom, não é?- Disse tentando se aproximar novamente do menor

- Parado aí, moçinho! – Youngjae tentou sem sucesso se afastar

- Por que a gente não chama o que vai acontecer aqui hoje de... hum...”um acidente infeliz”... Causado pelo nosso “mútuo descuido”...? Que tal? – Falou próximo ao rosto do Choi

- Tá ficando maluco!!! Nem vem com es- Nesse momento o moreno moveu a mão direita e apertou levemente o membro de Youngjae por cima da calça, fazendo este soltar mais gemido – Seu... Seu idiota, nem pense nisso! – respirava pesadamente

- Se é tão ruim assim, feche os olhos... – Abriu o botão e enfiou a mão direita dentro da cueca box, alcançando o membro totalmente rígido – Imagine que é outra coisa então – Falou próximo ao ouvido do menor fazendo este soltar um pesado suspiro

- Par... Jaeb... ah... uhn -  Em um movimento involuntário, Youngjae agarrou os braços do Im trazendo assim, em consequência, o corpo do maior para mais próximo de si

Jaebum começou os movimentos de sobe e desce enquanto ouvia os gemidos do Choi praticamente ao pé do seu ouvido, a sensação não poderia ser melhor, não precisou de muito mais tempo pra que o menor se desfizesse em sua mão, deixando Jaebum ainda meio extasiado

“Ah... eu não acredito nisso... eu... gozei com um homem tocando em mim” – pensava enquanto ainda controlava sua respiração

-Uau, essa foi rápida - falou levando seu polegar até a boca para lamber e sentir o gosto do Choi, enquanto estava com os olhos fixos nele

-Cala a boca! Deve ter sido por causa da bebida, não é verdade? Geralmente eu demoro mais – Quando Youngjae olhou pra baixo percebeu que já estava começando a ficar duro novamente – Merda... Outra vez... que tipo de droga...

Jaebum não conseguia mais resistir aos impulsos do próprio corpo, sendo assim em questão de segundos levou sua boca até o membro desperto do Choi e começou a distribuir algumas lambidas

- Para com isso – tentou afastar o Im – Se eu for dormir, logo ele abaixa... ahn

- De jeito nenhum, agora que você está assim... você não vai conseguir – o maior abriu a blusa do Choi e subiu sua língua pelo tórax do mais novo.

A verdade é que Jaebum já estava no limite da sua sanidade, agora quem não conseguia controlar seus próprios movimentos era ele, sendo guiado exclusivamente pelos gemidos manhosos de Youngjae. Levantou a cabeça para fitar o outro e levou seu rosto até próximo ao dele enquanto empurrava o corpo do menor um pouco para trás, a fim de deita-lo

Youngjae sentiu seus músculos enrijecerem quando abriu os olhos e viu a expressão de puro desejo de Jaebum. – E... ei... Jaebum? Que cara é essa? Não me diga que pretende levar isso até o final? – tentou afastar o maior de si, sem sucesso

O Im começou a dar beijos molhados e varias mordidinhas no pescoço do menor, arrancando um arfar do outro. Deslizou a mão pelas costas do Choi chegando até a parte de trás, apertou sua bunda, e depois deslizou os dedos de encontro a pequena e apertada entrada do loirinho

- Se de qualquer jeito a gente tem que fazer isso, que pelo menos seja prazeroso pra você, não é mesmo? – sussurrou no ouvido de Youngjae

- Ah... não tem nada de prazeroso  nisso, seu idiota... ahn... – Aquela sensação estranha e dolorida de ter os dedos de Jaebum dentro de si, só aumentava com os movimentos do maior

- Tem certeza? – virou Youngjae de costas, parando  os movimentos e subiu as mãos deslizando novamente pelo tronco do Choi enquanto ainda beijava seu pescoço de uma forma necessitada. Jaebum queria sentir cada pedaçinho do corpo vulnerável daquele por quem tem sido apaixonado durante mais de 1 ano. Desceu uma das mãos até o membro do menor apertando levemente enquanto fazia movimentos de sobe e desce conseguindo arrancar vários gemidos sôfregos do outro.

Afastou-se um pouco para tirar a sua própria camisa enquanto ainda fitava o Choi. Fazendo o outro se virar minimamente para encara-lo – uhn... o qu... o que você vai – Youngjae perguntou confuso enquanto travava uma verdadeira guerra interna, porque por mais que seu cérebro dizia que aquilo era errado e que era melhor  parar enquanto ainda dava tempo, o seu corpo pedia, não, implorava e ansiava cada vez mais pelo Im.

Jaebum se aproximou do loiro novamente e segurou rosto dele com ambas as mãos enquanto o encarava intensamente sem conseguir disfarças um pingo que fosse o quanto queria o Choi.

“Quero ver o rosto dele quando ele for gozar... quero olhar em todos os mínimos detalhes... e então... ver seu corpo também... seu corpo inteirinho... quero tê-lo por completo... cada parte dele, não só o corpo, mas também a alma e o coração... quero fazê-lo meu, só meu... quero possuí-lo”

CONTINUA...


Notas Finais


Bem, gente, é isso, deixar eu pedir desculpas por esse "meio" lemon bosta kkk
É que foi o meu primeiro, então me perdoem e não desistam de mim, pleaseee, eu vou treinar um pouco pra melhorar e poder dar uma continuidade descente no proximo cap, tá?
A gente se vê na proxima semana, ou quem sabe ainda nessa, né ~deixo no ar~
Até mais e obrigada pelos favoritos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...