História Sign of the times - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Hime_Serenity

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bullying, Jikook, Jimin, Jungkook, Suícidio, Yaoi
Visualizações 46
Palavras 2.081
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


essa fic é da bad kkk desculpe que nao ficou boa o suficiente é uma oneshot.so para tira duvidas, ha obrigada hime_ahri pela capa eu amei e pelas algumas ideias voce é demais.
boa leitura doces de leite❤

Capítulo 1 - BLOOD and TEARS


Fanfic / Fanfiction Sign of the times - Capítulo 1 - BLOOD and TEARS

       

As noites de inverno era tal dolorosa, parecia que facas entrava na sua pele de um jeito meio agressivo,o garoto se encolheu mais para senti o calor do corpo , seus lábios tremia junto com seu corpo  frágil ,o park odiava invernos.na manha seguinte as ruas de seul estava movimentas e pessoas passava atrasadas para seus devidos trabalho com roupas quentes e grossas, e lá estava o acastanhado  no meio daquela manha fria,deu passos cautelosos e  parou na frente da sua escola, como ele odiava aquele lugar.

Entrou rápido para não se notado mas nunca  funcionava parecia quer tinha roupas neon e uma placa  escrita "vadio" ,
passou por um grupo de meninas que cochichavam entre si e ria sem ao menos se importar  com ele , coisa simples​ que o machucava,caminhou mais um pouco e parou na frente do armário seus olhos ardia e sua garganta estava um nó  , Por ser fracassado e não se defender

.Colocou a testa no armário e inspirou e suspirou,era tudo sua culpa disso tudo esta acontecendo , deu um soco no armário atraindo olhares curiosos  e saiu apressado dali,todos riam e soltavam piadas , ele subiu para o terraço que a escola continha e tampou a boca com a mão para abafar seus choro meio sofrido.

      flashback on

–então ,  aceita sair comigo ?–perguntou ren com um sorriso bonito nos lábios,jimin tombou a cabeça e olhou as orbes escuras
–s-sim– disse meio animado,seria legal se ele não fosse tão idiota. –aonde vamos?–perguntou inocente,o loiro deu um sorriso malicioso e disse só que pegaria o mesmo as 8:45,jimin estava feliz era seu primeiro encontro,então estava tudo bem, não? o que daria errado?
jimin esperava na frente da sua casa suspirou quando  um carro branco se aproximou e logo buzinou, então foi ai seu erro.
–ren,para–afastou a mão do garoto para não toca em sua coxas fartas,o garoto riu melancólico,então se aproximou para beijar jimin,só que o mesmo empurrou o loiro ele estava entrando em pânico não queria ter seu primeiro beijo assim em um carro na frente de um motel
–pensei que você fosse mais fácil!–exclamou um pouco alterado,jimin arregalou os olhos
–eu...você é um idiota–murmurou quase chorando,ren se aproximou outra vez pegando o braço de jimin e imprensando  o mesmo na porta do carro.
–você é difícil , eu gosto assim –sussurrou,jimin se debatia para o loiro o soltar.
–me larga –gritou chorando,o garoto então foi deixado no meio do nada,e no dia seguinte todos estava falando dele por transa com o ren,ou como ele um vadio sem moral,o ren havia falado para todos que eles tinha transado. e o acastanhado ficou mau e sem chão era olhado como um qualquer.

flashback off

jimin apoiou as mãos em uma barra de ferro e seus olhos estava embaçado por contas das lágrimas,fechou por segundo sentido a brisa fria  bate no seu rosto.


   –eu tenho certeza que não transou com aquele idiota –jimin virou assustado e limpou o rosto,vendo o garoto mais lindo e popular da escola e seu ex e único amigo,jeon jungkook ele tinha as mãos nos bolsos da calça e um meio sorriso de lado,jimin virou outra vez.
–por que você acha que eu  não transei com ele ?–perguntou com a voz de choro e trêmula ele estava cansado de todos os julgamentos e palavras ditas olhou para baixo onde tinha dois andares apenas , ninguém deu-lhe a chance para ele se explicar e contar sua versão,afinal ninguém iria acreditar mesmo.


–porque...você está chorando ?–deu passo até fica perto do acastanhado,  jimin negou,então jungkook o virou para si vendo aquele ser tão fragilizado,em um ato de humanidade ele abraçou o menor passado seu calor, o park agarrou sua camiseta e afundou  sua cabeça no peito do rapaz, deixado seu choro escandaloso e doloroso sair,a vida não é justa para muitos e jimin sabia disso ele foi caluniado e oposto para toda sua escola,seus pais iriam fica desapontados com ele.
–não chora ,  odeio ver você chorando–falou acariciado sua madeixas castanha claras,jimin fungou e separou de jungkook meio envergonhado sentou no chão gélido e agarrou seus joelhos.
–me desculpa–murmurou, jungkook sentou na sua frente , ele até hoje  nunca vai esquecer do dia que foi muito idiota com o menor  que ele ama,  ele  só queria o  proteger mas acabou se afastado por medo,como pode  se tão idiota? .
–n-não precisa se desculpar– falou calmo ,  jungkook queria guardar o park no pontinho, e nunca  mas deixa ninguém falar nada dele.
–jeon porque você se afastou de mim?eu era tão chato assim?eu fiz algo?eu não entendo! eu sofri tanto–sussurrou virado a cabeça para o lado,aquelas perguntas quebraram o coração​ do jeon ele era um monstro ele né sabia responde,era um corvade,inútil
–desculpa...–foi o que saiu baixo e trêmulo,o sinal tocou .
–pode ir vou ficar aqui–disse jimin , viu a mágoa na fala do garoto,ele o conhece  muito bem
–jimin posso ficar aqui?–perguntou receoso e jimin concordou.
– sabe jeon eu amava muito uma pessoa,acho que ainda o amo–riu sem graça e fungou,jungkook sentiu seu coração se quebrar.
–e quem é a pessoa sortuda?–falou firme e então ele cerrou os punhos,mas quando viu os olhos pequeno brilhando na sua direção ele amoleceu,como jimin iria fazer isso?com seus pais,jungkook. 
 –promete que vai cuidar dos meus pais se algo acontecer?–algumas pessoas pode até dizer que o garoto era dramático e  isso  e só para aparecer ,mas ele sabe que a dor esta presente no seu coração ,cada palavra dita,cada riso maldoso,  mas  ninguém suportou sua dor , então , ninguém sabia como ele se sentia , e isso o machucava muito.

Jimin tinha um vazio no seu coração ,  um buraco enorme .
 –pequeno jimin –jungkook abraçou o menor outra vez de um modo mais desconfortável por conta da posição.  

jimin olhava seu reflexo no espelho do quarto,hoje era sábado e por incrível quer pareça não  estava frio  , nevando ou  chovendo,jimin suspirou cansado e sentou na cama e pegou o celular em cima do criado mudo olhando a hora.

–jimin,desça ,  queremos conversa com você!–gritou jin, jimin sentiu seu coração que  batia mais rápido a cada degrau.
na cozinha estava namjoon e jin conversado entre si,jimin olhou para a cena e respirou fundo seria errado ele sair corredor dali.então ele virou os calcanhares mas não deu um passo.
–jimin!–exclamou jin,jimin virou não queria quer seus pais ficasse decepcionado com si,seus olhos estava carregador de medo,triste,dor,e magoa.os kim's levantaram e seguiram até o acastanhado que lutava para não chora,sua vida tinha se tornado cansativa e deprimida,não tinha amigos a escola inteira o julgava por ser tao...ele odiava as pessoas jimin odiava sua vida.
–pai,appa,desculpa não ser bom,eu não sou bom o suficiente,todos me odeia por ser tao...idiota  eu foi um idiota eu iria conta que estou magoado por todos falaram mal de mim,a cada vez que eu vou a escola eu sinto que...–as lágrimas já caia fazendo ele soluça e passa a mão no rosto para limpa o rosto  , os kim's abraçaram ele.
–não chora minie–sussurrou jin ele odiava ver seu pequeno assim,namjoon notou o desespero na voz do marido ele agora se sentia um inútil. jimin parou as poucos mais não queria solta seus pais parecia que seus problemas havia sumido
–eu vou mata esse tal de ren– esbravejou namjoon,soltando as duas pessoas que mais amava no mundo.
–namjoon!–repreendeu o marido,jimin deu uma risada pequena e curta
–o jungkook contou tudo para nós , jiminie,por que não nos contou?–perguntou namjoon–iria da um jeito nele –jimin riu e jin também.

era a noite depois da conversa com os pais jimin resolveu toma um banho para tenta tira todas as dor emocionalmente que foi um pouco difícil,depois ele resolveu come algo e subiu,pegou seu celular
–jeon?–resolveu liga para o seu ex amigo,iria pedi obrigado ele tirou 50% de peso das costas.e jungkook era seu e único amor por que não?!mas sua confiança era zero ele não sentia quer um dia jeon jungkook olhasse para si como algo a mas de um garoto depressivo e quer sofre bullying porque a vida dele era tal complicada
–jimin!?–exclamou  já que era a   terceira vez que chamava o nome do menor
–é...eu te amo!–sua confiança foi destruída como sempre então por um impulso ele desligou,e jogou o celular em qualquer canto do quarto e deitou na cama.sabe quando tem aquela voz dizendo para fazer algum jimin sentou na cama e suspirou audível,ele segui-o pra o banheiro e parou na frente do espelho por dentro ele tremia,passou longos minutos ali parecia que sua força tinha acabado ele não consegui-a se mexe ele viu uma lâmina brilhando  era uma boa hora ele ouviu a voz de jeon,abraçou  e conversou com os pais.

jungkook  chegou na casa do menor e parou na frente ele estava sentido algo uma dor no peito meio clichê,mas  era verdade  ele não estava bem,bateu na porta e esperou,jin abriu a porta com um sorriso.
–o jimin esta?–perguntou seu coração bombeava sangue o mais rápido que consegui-a,e uma inquietação apoderou do corpo do garoto ele estava estranho.
–sim,vou chama-lo–então jungkook esperou na sala ele estava meio   atordoado  e sem paciência então veio um grito do anda de cima jungkook né
pensou duas vezes antes de corre escada a cima
–namjoon!–gritou jin,namjoon que estava no escritório correu para o quarto e quando jungkook chegou lá.tudo,tudo mesmo acabou parecia que seu castelo de cartas tinha desmoronado,namjoon chegou por trás e parou e entrou em choque,jin estava com seu pequeno filho no colo mas não como ele queria mais sim de um jeito horrível,que ninguém  queria ver seu filho ou filha.jungkook caiu de joelho no chão chorado assim como  jin ja estava namjoon ainda estava no mesmo lugar
ver seu filho ensanguentado no braço do marido estava sento a pior visão que já viu em toda sua vida.
–namjoon!acorda o nosso pequeno jimin–gritou,jungkook si aproximou cauteloso​ ele só poderia esta desmaiado,não era?namjoon era médico iria acorda-lo era o pensamento de jin,então namjoon si aproximou pegou o pulso do filho,e chorou então foi ai o desespero do dois pais  e de um amor.jungkook si aproximou tocado no rosto ainda quentinho do menor.
–não,mim deixa eu te amo–sussurrou  namjoon tentou tira jin de cima do filho e puxou para si,eles estava tento um pesadelo só podia.
–namjoon,acorda nosso filho–gritou chorando tanto quer deu pena,jungkook segurou o corpo sem vida e abraçou com toda sua força,jin estava tao chocado e desolado que desmaiou nos braços do marido.jungkook acariciou os cabelos castanho ele não estava acreditado aquilo não podia ser real ele estava​ chorado forte.
–eu te amo,acorda–gritou namjoon saiu do quarto  atordoado,deixando o marido na cama do seu filho,acho que ninguém queria passa por isso era tal doloroso e triste.

 

jungkook chorava abraçado os joelhos no canto do quarto fazia uma semana que não saia de casa,era como seu coração fosse enterrado com jimin naquele domingo chuvoso e triste.ele foi para o enterro com seus pais,jin não consegui-o ir  ele estava no hospital dormido namjoon resolveu todo ele si demostrava se forte,mais quando estava sozinho deixava as lágrimas caírem feito chuva.na manha seguinte jungkook foi pra a escola mesmo sentindo dores físicas por dormir de mau jeito e emocionais seus coração estava tao destruído que né ligaria que morresse agora,desceu as escadas meio desaminado e abriu a porta vendo a neve branquinha caída no chão,andou com a cabeça baixa,caminhou uns três quarteirões e parou na frente  da  maldita escola,onde tudo começou onde ele via jimin sentando sozinho lendo algo ou escutando musica,ele tinha uma enorme sensação que ele ainda estava ali.quer sabe não estaria.ele parou por um segundo olhado em volta ,então ele saiu corredor em direção ao loiro que estava de costa rindo e conversado puxou a camisa e depositou um soco no rosto de ren que caiu apoiado a mao no maxilar.
–seu nojento,espero que todos vocês vão para o inferno–esbravejou todos olharam assustado,e outro arrependidos então ele saiu da escola com os olhos brilhado com as lágrimas que insistia em  cair,tudo avia si tornado preto e branco depois de vinte minutos andado ele parou na frente o cemitério o local que não seria o seu primeiro encontro ou um pedindo de namoro e um pedido de casamento,um local frio aonde jungkook jamais queria que seu pequeno jimin entrasse.      


Notas Finais


eu não sei que postarei outro tipo um "bônus" comente o que acharam isso é muito importante para mim.❤❤❤❤❤ desculpe os erros não revisei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...