História Silent Night - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Goku, Vegeta
Tags Kakavege Goku Vegeta Yaoi
Exibições 145
Palavras 1.221
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olha por favor tenham piedade de minha alma *desvia das pedras*
se vcs acertarem essas pedrinhas em mim ninguém terminará a fanfic ;^;

Capítulo 3 - Capítulo 3 -Maldade


Fanfic / Fanfiction Silent Night - Capítulo 3 - Capítulo 3 -Maldade

Capítulo 3 – Maldade

 

-Meu deus! Goku! Não me diga que.... Não me diga que.... que você fez o que eu penso que fez? Por favor diga que.. – foi interrompida por Goku-

 

-Você disse que teria estômago para ouvir tudo. Então peço que não me interrompa... por favor.

Voltando. Quando pegamos cada um os brincos, os Kaios não tiveram a chance de explicar a profundidade desta fusão. Creio que se tivessem explicado Vegeta se recusaria prontamente a se fundir comigo. Pois se ele soubesse que ficaríamos tão expostos um ao outro... Creio que a resposta seria não.

Nos fundimos. Nosso corpo teve meio que uma vontade própria. Enquanto eu entrei na mente dele e ele na minha. De começo foi tudo diferente. Vi meu planeta natal. Vi o vegeta criança. Vi o rei. Vi meu pai. E comecei a ver lapsos da infância conturbada e destroçada de vegeta. Ele sempre foi muito solitário. O pai foi um bom rei. Ao seu modo. Mas um bom rei. A mãe creio que deve ter morrido no parto, pois ele não tinha nenhuma lembrança dela. Vi quando ele inúmeras vezes foi mandado para missões suicidas mesmo muito pequeno. Ele ser ensinado desde criança a não ter piedade. A matar.

Vi como isso o incomodava de começo, afinal era só uma criança. Vi o dia que apanhou severamente de seu pai por demonstrar algo muito próximo de um carinho de filho para pai. E vi a missão que ele foi mandado e demorou meses, onde creio que Freeza destruiu Begita.

Então vi as lembranças de Namekusei. Vi ele tentar burlar um plano para se tornar imortal. A luta contra as forças especiais de Freeza. Vi todo o processo até ele ser morto. Vi vários relances dele na Terra. Dele começando a ser familiarizar com o ambiente. Vi quando ele chegou em você na primeira vez, quando Yamcha te traiu. A mente dele mostrou claramente que ele mantém uma afeição muito grande por você, mas não era amor... e então quando eu morri na luta com o cell...  O desespero com o qual ele conviveu por muito tempo. Então aí comecei a ficar preocupado. Para mim aquilo era estranho. Então como um bom curioso, me aprofundei mais na mente dele. Por algum motivo ele havia “desmaiado” e a mente dele virou um livro aberto... então eu vi as várias noites em que ele sonhou comigo. Sonhou coisas pesadas, que na época, eu achava extremamente grotesco e nojento. Aquilo na ocasião me deu náuseas e enjoo. Então ele acordou repentinamente.

 

-Chega Bulma. Melhor parar aqui. Você vai querer me matar... eu fui um monstro....

 

-Começou agora termina!

 

Ele acordou e começamos uma discussão, feia. A cara dele era de horror ele não tinha idéia de como me olhar. E eu queria confrontá-lo apontar o dedo em seu rosto. Eu saí fora de mim. E então....

 

**Flashback -on**

 

-VEGETA! QUE COISA NOJENTA FOI ESSA QUE EU VI EM SUA MENTE?

 

-O que você viu Kakaroto?

 

-Tudo, e estou com vontade de vomitar! Acha mesmo que eu abandonaria uma vida normal e saudável, para virar gay? Para ficar com outro macho? Isso jamais seria do meu feitio. Isso é doença. É insanidade. É nojento.

 

-E em que momento eu lhe pedi algo?

 

-Você deveria ter vergonha de si mesmo. Transando com sua mulher pensando em outro macho!!!! Macho esse que você veio na terra matar!

 

-Eu já entendi Kakaroto! Poupe-me que eu mesmo me martirizo todos os dias por ter me apaixonado por você!

 

-APAIXONADO? QUE COISA MAIS RIDÍCULA VEGETA! SEJA UM HOMEM MAIS PARECE UM FROUXO PORQUE NEM MINHA MULHER FALA ASSIM, POR ISSO QUE VOCÊ NUNCA TEVE DEDO PARA SEQUER ME VENCER UMA VEZ! VOCÊ É FRACO! FRACO DE ESPÍRITO. EU TENHO PENA DE VOCÊ!

 

-AINDA ESTOU PROCURANDO O MOMENTO EM QUE PEDI SUA OPINIÃO OU PENA!!!!

-AQUI VAI O AVISO VEGETA... DEPOIS QUE ESSA LUTA ACABAR VAMOS DAR UM JEITO DE NOS DESFUNDIR E EU NUNCA MAIS, EM TODA A VIDA QUERO QUE OUSE PRONUNCIAR UMA PALAVRA A MIM SEJA DE ÓDIO OU SIMPLES CUMPRIMENTO. GENTE COMO VOCÊ DEVERIA SER ESTUDADA. TEM SÉRIOS PROBLEMAS. POR DEUS SE IMAGINAR EM UMA CAMA COM OUTRO MACHO. NOJENTO

 

-NÃO SE PREOCUPE KAKAROTO. DURANTE ESSA LUTA FOI A ULTIMA VEZ QUE NOS FALAMOS. NUNCA MAIS OUVIRÁ FALAR DE MIM!

 

-ACHO BOM! NÃO TENHO INTENÇÃO DE TER APROXIMAÇÃO DE UM PORCO COMO VOCÊ! MAS O QUÊ? AUHAUAHUAHUAHAUH SÉRIO VEGETA? ESTÁ CHORANDO MESMO? É FROUXO MESMO! TENHO PENA DO TRUNKS QUE NÃO TEM UMA FIGURA MASCULINA DENTRO DE CASA, TEM DUAS MÃES!

 

**FLASHBACK-OFF**

 

-Goku! Meu deus eu não sabia que você era assim! Quanta maldade! Meu deus você estilhaçou ele parte a parte. Por isso que ele estava daquele jeito até ter a paz que procurava.

 

-Mas Bulma esse não sou eu. Aquilo não era eu... eu jamais falaria aquilo em sã consciência!

 

-Mas falou! Retiro o que disse. Se quiser Goku, eu lhe arrumo uma capsula com uma casa permanente, mas por favor deixe o Vegeta em paz. Você já fez muito merda para uma vida só!

 

-Mas Bulma você disse que iria me ajudar!

 

-Mudei de idéia! Creio que seja melhor assim.

 

-Bulma eu estou apaixonado por ele! Por favor me ajuda!

 

-Ora Ora mas isso não era nojento?

 

-Bulma eu já pedi desculpas, eu lhe disse que quando você se propôs a me escutar que tivesse estômago para isso.

 

-É verdade Goku. Desculpe. Eu verei o que posso fazer. Sugiro você ir até o supremo senhor Kaiôh e perguntar sobre a memória de vegeta!

 

Bulma se pôs a ir atrás de todos os equipamentos necessários. Ela sabia quase com convicção de que ele precisaria de uma nave para achar as super dragon balls. Algum tempo depois Goku volta com todas as respostas. Ele precisaria ir atrás das dragon balls, reuni-las e procurar Vegeta, e quando ele estivesse junto do outro... faria o pedido para trazer a memória do mais velho à tona.  

 

-Tem apenas um problema nisso tudo. E quando ele relembrar de tudo. Como acha que ele vai se sentir depois de tudo o que você cuspiu nele? Goku não foi algo trivial! Ele chorou na sua frente! E você ainda fez pouco caso!!! Fora que você o ofendeu das mais diversas formas. Tanto como homem como ser humano.

 

-Eu preciso tentar Bulma! Eu não posso e não quero mais ficar sem ele! Tem noção de como é ir transar com sua mulher e chamar o nome de outro na cama?

 

-Tenho o Vegeta chamou por você na cama.

Na hora Goku corou. Lutaria por aquilo. Lutaria pelo perdão do mais velho. E faria de tudo para amenizar os danos psicológicos feitos no outro, nem que isso custasse sua vida.

 

-Vá Goku! Eu já reparei a nave que vai te levar rumo às dragon balls. Traga eles para terra que eu descobrirei onde mora vegeta!

 

Goku a abraçou agradecido. Era bom no final de tudo ela o estar ajudando mesmo depois dele ter se livrado daquele peso que estava em suas costas há mais de um ano. Contar esse absurdo que ele havia feito o relaxou um pouco.

 

-Me espere Vegeta! Eu voltarei... nem que seja para amar ou morrer. Desde que seja pelas suas mãos e em suas mãos...Eu realmente não me importo com mais nada!  Só você


Notas Finais


calma gente que a parte amorzinho vai começar :3 provavelmente amanhã sai ^-^

beijokas e me amem... que isso foi essencial para o que vem pela frente :3

ps: I'M EVIL! YES I'M!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...