História Silly Fear - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Personagens Alex Vause, Personagens Originais, Piper Chapman
Tags Laura Prepon, Orange Is The New Black, Taylor Schilling
Exibições 211
Palavras 2.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente !!
E o tempo que anda curto ? Custei escrever esse capítulo aqui.
Espero que gostem <3
Obrigada pelos comentários e pelos favs , vocês são demais !

Ah! Mudei a estrutura do texto nesse capítulo , porque tou escrevendo pelo celular, aí é meio difícil.

Beijos , e curtam 😘

Capítulo 6 - Gasoline


Elas se beijaram. Um beijo lento e carinhosos ,elas não tinham pressa. Alex passou a mão pelas costas de Piper ,desfazendo o nó da parte de cima do seu biquíni. Ela parou de beija-lá por um instante e a olhou. Ela a olhava com admiração e desejo. Lembrou-se de quantas vezes ansiou por aquele momento , tinha medo que nunca mais conseguissem se entender. Sabia que aquela loira linda, dos olhos da cor do céu ,era a única pessoa na qual ela sentira realmente amor. 

-O que foi? - Piper fitou seu olhar

-Nada... - ela sorriu - você não sabe por quantas noites e dias eu sonhei com esse momento,Pipes.. você tem certeza ... - Piper a calou com um beijo. Dessa vez o beijo era mais urgente , suas mãos foram ágeis e retiraram a parte de cima do biquíni da Alex. 

-Eu tenho muito mais que certeza ,Al. - ela beijava o lóbulo da orelha da morena - eu tenho desejo, fome , eu anseio pelo seu corpo. Eu quero te sentir... eu quero sentir o seu gosto...

Aquele foi o ápice do momento. Ali elas esqueceram de qualquer coisa , jamais pensariam no depois,queriam estar ali e seria ali que permaneciam. Alex ficou em cima de Piper fazendo com que seus seios se tocassem. Ambas gemeram. Como queriam ouvir aquele som uma da outra. A morena colocou sua coxa entre as pernas da loira , causando um atrito em seu sexo , Piper gemia , o que para Alex era um verdadeiro som dos deuses. Elas se beijaram , o beijo era urgente e preciso, a modelo foi descendo pelo pescoço dando leves mordidas,até chegar aos seios. Ah ! Os seios ! Eram pequenos , mas cabiam exatamente na sua mão... na sua boca , enquanto chupava o esquerdo , estimulava o seio direito. Ela sorria neles,vendo o quão Piper estava entregue, a morena ia alternando entre um e outro. Dado momento , Alex retirou a peça que restava no corpo de Alex e com a mesma mão que acariciava o seio da amada , ela começou a massagear seu clitóris. Piper gemia e se contorcia, Alex gemeu ao ver o quão molhada ela estava, ela não se encontrava diferente. Ela estimulava ainda mais o sexo da loira, sem avisar penetrou dois dedos de uma vez. Piper curvou a costas e gemeu tão alto que Alex teve que tampar sua boca com a mão livre. Aquele cena era erótica , Piper totalmente rendida , Alex resolveu aumentar o ritmo das estocadas,sem retirar a mão da boca de Piper. Aquilo era alucinante , ela gemia fortemente e a morena contemplava aquela cena com um prazer imensurável. Alex sentiu o sexo da loira contrair,sabia o que tinha que fazer , ela retirou a mão da boca da outra e o dedo de dentro da mesma e levou aos seus lábios. Piper mordeu o lábio com aquela cena. Sem esperar ,Alex abocanhou o sexo da loira, ela queria sentir aquele gosto , com precisão ,sua língua invadiu o sexo deliciosamente molhado de Piper. Ela chupava ,lambia , mordiscava. Elas se olhavam nos olhos enquanto faziam isso, Alex achava a coisa mais excitante ficar olhando as expressões de prazer de Piper. Sentindo que o ápice da loira estava próximo ,Alex aumentou o movimento de sua língua ,fazendo Piper arquear , gemer e cair na cama diante do orgasmo mais arrebatador que ela tinha sentindo. Alex demorou um pouco pra chegar aos lábios Dela, antes ela bebeu todo o líquido quente que ela sempre havia sonhado com isso. 

-Horrivel né ? - Alex perguntou sorrindo

-O pior! Você é muito ruim nisso. - Piper beijou-a sentindo seu próprio gosto ainda nos lábios da morena. 

Elas se olharam sorrindo, Piper, puxou as pernas da morena para que ela ficasse sentada em sua cintura. Acariciou suas coxas e pode ver Alex arrepiar. O tesão ainda as consumia por inteiro. A loira fez um sinal com o dedo chamando Alex , ela tocou o mesmo dedo na sua boca. Alex não entendeu muito bem. Piper foi descendo , ela queria que a morena sentasse na sua boca. Alex entendeu o recado dessa vez , estava prestes a retirar a calcinha do biquíni , mas foi interrompida por Piper. 

-Não , deixa que eu retiro. Vem cá. - ela não poderia ter esboçado um sorriso mais sacana que esse. 

Alex se sentou na boca da loira, Piper fazia movimentos com a língua por cima do tecido da calcinha. Aquilo era enlouquecedor. A morena queria arrancar aquela peça de uma vez , mas não ousaria "atrapalhar" os planos da outra. Mas ela não precisou esperar muito , Piper arrancou o tecido com os olhos famintos, o sexo de Alex estava ali pronto, deliciosamente esperando por ela , sem mais delongas ela abocanhou. A morena rebolava em sua boca , gemendo loucamente. Aquilo estava deixando Piper com muito tesão, ela levou uma das mãos em seu sexo e começou a se tocar , com a outra ela estimulava Alex a rebolar ainda mais. Alex gritava de prazer , sentia que estava prestes a gozar , olhou pra Piper , a mesma estava de olhos fechados gemendo, aquela cena foi o fim , ela explodiu em um gozo intenso. Piper a segurou bebendo todo seu líquido. Alex caiu ao lado de Piper , quando percebeu que a loira se tocava. 

-Deixa eu termino aqui. - ela retirou os dedos de Piper e substituiu pelos seus.Piper sentou neles - olha pra mim. - a loira assim o fez - geme Pra mim  e goza gostoso nos meus dedos-. Dito isso Alex começou a penetra-la. Piper a olhava , seus olhos ardiam em chama, ela rebolava nos dedos daquela mulher. Seus olhos não desgrudavam, o desejo neles eram visíveis. Piper cavalgava , rebolava é cada vez gemia mais alto. Alex sentiu o líquido quente escorrer pelos seus dedos e a loira caiu do seu lado desfalecida. 

-Já se cansou , Pipes ? Porque eu não. - Alex foi pra cima dela e continuaram ali por mais 2,3,4,5... incontáveis orgasmos. Até que acabaram dormindo.

xXXx

Carol e Red chegaram em casa e viram que tudo estava no perfeito silêncio. Olharam ao redor e viram algumas garrafas de cerveja espalhadas pela área da piscina. Viram marcas molhadas de pegadas pela casa e sorriram. 

-Acho que a festinha aqui foi boa ,Red. 

-A julgar pelo que beberam , pode acreditar que sim. 

-Espero que Alex e Piper tenham se acertado. Aquelas duas são duas cabeçudas teimosas. - Red concordou com a cabeça - imagino que elas tenham bebido e ido dar umas voltas. Vamos arrumar essa bagunça. Mas primeiro , vou pegar um vinho pra gente minha velha amiga , porque nós também merecemos! Vou só guardar minha bolsa. 

Carol subiu as escadas e deparou logo com a porta do quarto de Piper entreaberta. Ela pensou duas vezes antes de abri-la , mas assim o fez, deparando com Alex e Piper nuas , abraçadas , cobertas apenas por um lençol. O olhar das duas eram sereno, o que fez Carol sorrir. Ela não entendia como algumas família viam uma cena daquela como abominação. Ela sempre soube , antes mesmo de Piper , sua orientação sexual. Carol e Bill sempre a apoiaram indiretamente ,porque a loira nunca disse diretamente a eles que gostava de mulheres. Agora ali, olhando pras duas , seu coração não poderia estar mais feliz! Ela correu até a cozinha e chamou Red. A ruiva russa não agiu diferente de Carol. Elas ficaram admirando aquela cena por alguns minutos mas foram interrompidas. 

-O que tá acontecendo aí. - era Carl - deixa eu ver também. O rapaz entrou de uma vez no quarto despertando Alex e Piper. - MAS QUE PORRA É ESSA??? - Carl gritou. 

-Carl ... - Carol segurou seu braço - não é nada demais meu filho , vem. 

-ME SOLTA! - ele parecia enfurecido. Com o barulho Nicky e Lorna saíram do quarto também enroladas num lençol. 

-O que tá rolando aqui? - olhou pra dentro do quarto e viu Alex e Piper na cama. Segurou o riso , pois a situação ali parecia tensa. 

-EU FIZ UMA PERGUNTA PIPER! - ele estava vermelho e os demais devidamente assustados. - EU NÃO ACREDITO NESSA CENA QUE EU ESTOU VENDO AQUI. VOCÊS DUAS? PORRA! 

-Carl ... - Piper tentou acalma-lo. 

-QUER SABER? EU NÃO QUERO MAIS OUVIR NADA. O QUE VI AQUI JÁ FOI O SUFICIENTE. - ele deu as costas pra elas - SAI TODO MUNDO! - abriu a porta e as pessoas foram deixando o local. Fechou a mesma com toda força. Ele realmente estava irritado. 

XxXx

Todos ficaram em silêncio olhando para Carl. Ele nunca havia apresentado esse tipo de comportamento. Foi quando novamente ele abriu a porta. 

-Ahahahahahaha - Carl ria copiosamente e ninguém entendia nada. - meu Deus vocês precisavam ver suas caras. - ele gargalhava alto. - girafona você ficou com medo do irmão bravo aqui?

-Seu idiota!! - Piper e Alex jogaram o que estavam em seu alcance nele. - IDIOTA!!

-Você é um mané mesmo hein ? - Nicky socou o braço dele. 

-Qual é! Eu ia voltar atrás no início , mas a cara de vocês estava tão engraçada que resolvi prolongar meu poder naquilo. AUUUU! Mãe ! - Carol beliscou o braço dele - doeu porra! 

-Isso é pra você aprender que não se brinca com essas coisas. -  ela dizia divertidamente. - se aprontem e desçam. - ela apontou pras duas na cama que acenaram positivamente. - olhou pra Nicky e Lorna ,que sorriram sem graça. 

-Estamos indo também. - responderam juntas. 

-E você , Carl. Vá trocar essa roupa e desça também. 

Todos se arrumaram e desceram pra sala da casa. Alex e Piper estavam com a cabeça baixa , sentadas uma distante da outra. Ter e Carol vieram da cozinha trazendo vinho e alguns petiscos. 

-A noite está linda meus amores,vamos sentar no jardim. - Red sugeriu , ganhando a ajuda de Alex pra carregar as coisas. 

O jardim era um lugar lindo. O tempo colaborou naquela noite ,que não estava nem frio, nem quente. Sentaram-se numa mesa grande e serviram-se do vinho. 

-Carol... - Alex puxou uma conversa - queria pedir desculpas pelo que houve hoje. Eu...

-Ja que você começou ,Alex. Quem vai falar aqui sou eu. - seu semblante era sério. - Carl ! Para de jogar esses amendoins na Nicole e olha pra mim. - ela o repreendeu ,arrancando uma gargalhada de Nicky. - eu sou mãe , eu amo meus filhos. Quando eu digo filhos,me refiro à todos vocês. Creio que Red pense da mesma maneira - A ruiva concordou. - Pois bem. Eu os amo de todo coração, inclusive essa garota que chegou agora e já me ganhou - ela sorriu olhando pra Nicky,que retribuiu - minha maior felicidade é vê-los felizes. Quando Bill faleceu,ele disse que era pra eu cuidar de vocês por mim e por ele, que era pra amá-los por dois ,desde então é assim que eu o faço. O que vi hoje ,Alex , não me assustou é muito menos me chateou. Exceto o show fake do Carl. - ela franziu o cenho - o que eu vi hoje e o que vi sempre , meus amores , é amor. Somente isso , amor. Não tenham vergonha por amar. Isso é tão lindo! Eu amei e vou amar pra sempre meu companheiro da vida ,Bill Chapman. - nesse momento seus olhos não seguraram as lágrimas. - quero que vocês saibam e não percam tempo em saber como é bom amar alguém e ser amado. - ela estendeu suas mãos ,uma pra Alex e outra pra Piper e as mesmas seguraram - o amor de vocês é a coisa mais pura que eu já presenciei. Nasceu da inocência , passou por muitos testes, mas está aqui , podemos ver e sentir. - ela juntou a mão das duas. - sejam felizes minhas pequenas. - olhou pra Nicky e Lorna - isso serve pra vocês duas também. Ambas sorriram uma pra outra. Alex e Piper se olharam, não era preciso ser dito nada. Os olhos falavam por si. 

-Ai mãe , que puxa saco !- Carl revirava os olhos -  agora eu estou mais que ferrado, pq são 6 mulheres contra mim, um pobre rapaz indefeso. - todos riram. - maninha, eu quero que você seja feliz ! E eu já sabia que vocês tinham uma parada no ar , mas nunca quis tocar no assunto porque isso devia partir de vocês ! Vocês estando felizes , eu também estarei! - ele piscou pras duas - e a girafona agora é minha cunhada? 

-CARL! - Piper o repreendeu

-Poxa, só perguntei... - se fez de ofendido - e você leãozinho , bem vinda à família ! Vou me acostumar com a presença dessa juba sua nos almoços de domingo. 

-Cala boca que você já me ama! - Nicky se divertia

A noite foi totalmente agradável. Alex e Piper ficaram todo momento juntas. Red e Carol foram dormir enquanto Carl foi curtir a noite e "pegar geral" . Ficaram Nicky , Lorna , Alex e Piper conversando e bebendo. 

-Ohhh Piper... isso mais rápido. - Nicky zombava e Lorena chorava de rir. 

-Nicky!! Para com isso porra. - Alex estava vermelha já. 

-Velho, se alguém tivesse me contado eu não acreditaria - a loira de cabelos bagunçados colocava a mão na barrig de tanto que ria. - mas eu ouvi , aliás , nós ouvimos né amor ?

-Ouvimos! - Lorna chorava de rir - Ohhh Alex eu vou ...: - recebeu um super tapa da loira. - qual é , deixa eu curtir também. 

-Já chega! Sabemos bem o que ouviram. - Piper revirou os olhos - não precisa repetir. E outra coisa Nicole , o gemido Dela é muito melhor de ouvir que essa sua imitação barata. Né amor? - a última palavra saiu sem querer dos lábios de Piper. Ela pediu aos céus pra que ninguém tivesse reparado aquilo. 

-Acho que devíamos dormir. - Nicky sugeriu - Vamos Lor? 

-Vamos sim! - elas se despediram das demais e deram as costas. 

-Cuidado com os barulhos. - Alex alfinetou recebendo o dedo do meio de Nicky como resposta. 

Alex estendeu a mão à Piper levando ela pra se deitarem no gramado observando o céu que estava incrivelmente estrelado. 

-Amor? - Alex quebrou o silêncio. - você me chamou de amor. - a morena virou-se pra ela , procurando seu olhar. 

-Eu não sei o que me deu, simplesmente saiu... - a loira desviou o olhar  

-Hey. - Alex segurou seu queixo fazendo-a olhar nos seus olhos. - eu sempre esperei por esse momento Pipes. Ser chamada de amor por você , poder segurar na sua mão, olhar nos teus olhos... você não imagina o quanto eu sonhei com esse momento. Eu sempre achei que nunca mais o destino iria nos unir novamente e aqui estamos. Ainda com a benção de Carol. - elas sorriram. - eu amo seu sorriso. - ela passava os dedos pelos lábios da loira. - você é tão linda , Pipes. 

-Al... - ela fechou os olhos sentindo cada palavra daquela mulher. - eu não sei o que te dizer. Tudo isso aqui ... nós ... parece um sonho e eu não quero acordar. Eu sei que eu fiz muita... 

-Shhhhh ... - Alex selou os lábios impedindo que ela continuasse. - EU TE AMO PIPER CHAPMAN! - os olhos eram banhados de lágrimas. 

Piper abriu os olhos encarando aquele par de esmeraldas que ela tanto amava. Segurou no rosto da morena. 

-Eu amo vocé,Alex Vause. E vou amar sempre. 

Elas se abraçaram fitando o céu estrelado. O único barulho que elas ouviam eram das batidas compassadas de seus corações. E naquele momento, eram um só. 


Notas Finais


Aiiii gente. O hot foi sem inspiração nenhuma. 🙄
Mas espero que gostem do cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...