História Sim? Não? Não sei - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aruan Felix
Personagens Aruan Felix, Personagens Originais
Tags Afreim, Aruan Felix, Edukof, Familia Breakmen, Ine, M matheus, Maycom, Portugua, Ravanha
Exibições 6
Palavras 933
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Suicídio?


  

E estava la eu, mas um dia, procurando uma faculdade e a unica que eu achei, a mais barata foi em Londrina, Paraná, só que eu não acho nenhum AP barato. 

- Kaya, eu vou sair, vê se arruma essa bagunça ai em cima - Meu pai gritou de la da cozinha 

-Ta! - gritei de volta - E vê se não volta nunca mas - falei só pra mim escutar e voltei o meu foco na tela no Notebook. 

Eu preciso achar uma faculdade, e é pra ontem, porque se não, eu vou enlouquecer, nessa casa. Eu tenho 18 anos, sem emprego ou faculdade, porque? Porque meu pai não deixa, mulher tem que ficar em casa, cuidar dos filhos, e blá blá blá, ele pensa que estou de ferias, e se eu não voltar para a escola mês que vem, fudeu.

 - Pronto, decidi, vou estudar em Londrina e morar com a minha tia, querendo ela ou não - falei para mim mesmo, pegando o meu celular e mando a mensagem para a minha tia, só que ela não me responde. 

Beleza quando ela não me responde, eu vou assistir videos do AM3NIC, eu amo todos da familia Breakman. 

 So que ae eu me lembrei que amanha é meu aniversário de 19 anos, uuhhhh mas não vai fazer la muita diferença eu acho neh? 

 E passou o dia, eu limpei a casa interia hoje novamente, lavei roupa e passei a que tinha, e tive que fazer o arroz e o feijao, e eu estava tomando banho quando minha mae chegou, terminei de tomar banho e de colocar a roupa e fui falar com ela que estava trocando de roupa 

 - Mãe eu estou pensando em fazer a faculdade em Londrina, eu ja fiz a minha inscrição e preciso ir pra la semana que vem, para fazer a prova - Eu disse com calma me sentando na cama 

-Mas como você vai pra la? não tenho dinheiro suficiente para isso - Minha mãe foi pra cozinha 

 -Mas ae é que ta, você tem uma irma la em Londrina, a Elizabeth - Eu disse indo logo atras dela

 -Mas nem converso com ela, bem eu vou comer e depois conversamos sobre isso - Minha mãe disse, com a voz firme avisando que o assunto já esta encerrado, por agora.

  Fui para o meu quarto, sequei meu cabelo que ia ate a cintura e era um loiro  claro e eu tinha olhos verdes que eu amava só que eu uso óculos então as pessoas nem olham muito para o meu olho direito. Quando terminei de secar o cabelo fui tirar um cochilo, já que ainda era de tarde. 

 Acordei com gritos vindo da cozinha, meus pais estavam brigando novamente, droga. So que em vez de ir la eu fiquei na cama tentando entendeu o porque deles estarem brigando 

 -Eu já disse, eu não vou, você não esta aqui quando preciso de você! - Minha mãe gritou

 - Nao grite comigo! - Meu pai gritou de volta

 -Se eu morrer o que você vai fazer?! - Minha mãe gritou de volta, e veio um calafrio

 -Simples, arranjo outra - Meu pai falou como se fosse simples, e depois veio o silencio, e eu acabei dormindo com minha cara úmida 

 Acordei no dia seguinte, era sexta, e minha mãe iria chegar mas cedo, as 14 hora da tarde, então eu tive pouco tempo para limpar o quintal e torcer a roupa que deixei de molho no tanque ontem, dei banho no Piter, meu cachorro e depois fui tomar banho.

Minha mãe chegou pouco tempo depois de eu terminar de lavar a louca que eu sujei.

 -Filha, desce aqui! - Minha mãe gritou de la da sala de estar 

 - Ja to indo - coloquei o chinelo e desci e minha mãe esta com uma caixa meio que de celular

 - Feliz aniversario - Minha mãe me abracou e depois me entregou o presente

 -Mãe, não precisava -  e abri a caixa e dentro tinha uma câmera e eu abracei minha mae novamente 

 - Eu sabia que você gosta de tirar fotos e isso é apenas o inicio para você - Minha mãe me abraçou mas forte e senti algo mas naquele abraco

 -Mãe, você esta bem? - Eu olhei para a minha mãe que estava com os olhos lagrimejando 

 -Eu estou bem sim, agora você vai no mercado comprar o bolo porque eu me esqueci de comprar e vê se estreia essa câmera nova viu - Minha mãe bateu na minha bunda e subiu para o seu quarto

 Isso esta estranho, ela comprou uma câmera, e que eu me lembre, custava mais ou menos, uns 600 reais no shopping, e ela esqueceu de comprar o bolo, como isso é possível?  E eu foi no mercado e deixei a câmera la em casa pois ainda não sei mexer nela, comprei o bolo e dei um paradinha na praia, eu moro no Rio de Janeiro, e depois de tirar uma foto do mar eu fui para a casa.

 Chegando la, estava tudo silencioso ate demais, fui para o meu quarto e na cama tinha o cartão da conta da minha mãe do banco, e a senha e do lado tinha uma carta, eu abri e a primeira palavra era   "desculpa". 

Corri para o quarto da minha mãe e ela estava la, deita na cama e do lado tinha vários vidrinhos de remédio.

 -Mãe! Mãe! Por favor - E desabei a chorar gritando e abracando o corpo imóvel da minha mãe.

 Minha mãe se suicidou bem no aniversario de sua filha


Notas Finais


Oi pessoas, chuva, sol, trovão e tudo mais
Minha primeiro fic então se ficar meio merda meio bosta, nao fiquem bravos ok??
Eu não sei quando eu vou atualizar, pq eu estou fazendo essa fic pq não tenho nada pra faze, faze o que neh??

Então até o próximo cap, bjs no kokoro (coração) e byeeee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...