História Simple As This - Larry Stylinson - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, Larry, Romance
Exibições 304
Palavras 1.755
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi pessoas!
Avisinho importante nas notas finais! Por favor, leiam!
Boa Leitura ♥

Capítulo 44 - Makes me happy


Fanfic / Fanfiction Simple As This - Larry Stylinson - Capítulo 44 - Makes me happy

*HARRY POV*

“Jurei te amar eternamente, mas como não sou eterno, juro te amar até o fim da minha vida” –Desconhecido.

Desde o momento em que vi Louis em pé na minha frente, chorando, parecia que uma manada de elefantes tivesse passado por cima de mim, pois doeu. Me dói vê-lo assim, e não poder fazer nada. Eu queria saber o motivo, mas Louis não fala, ele diz que assim é melhor. Mas eu quero ajuda-lo, quero saber quem o deixou assim.

Passamos um bom tempo abraçados, até eu sentir que a respiração de Louis acalmou um pouco, ele havia dormido. Isso me deixou mais tranquilo, ele não iria chorar mais. Não sei se devo perguntar de novo o motivo de ele ter ficado desse jeito, porque se eu perguntar, ele pode lembrar e ficar triste de novo, e eu não irei me perdoar se deixa-lo triste. Eu gosto de vê-lo sorrindo, como sempre, pode ser bem gay mas, o sorriso dele deixa meu mundo mais colorido.

O ajeito na cama, o cobrindo com o cobertor logo em seguida, me afasto. Sento na ponta da cama e coloco o notebook em meu colo, fico olhando algumas coisas sem interesse, até eu receber uma ligação do Skype, era minha mãe.

Logo aceitei e a vi na tela junto com Gemma.

- Harry meu amor. – Mamãe falou já chorando.

- Mãe, não precisa chorar, é só o Harry. – Gemma falou com um saquinho de pipoca nas mãos. Eu apenas sorri ao vê-las, faz quase um mês desde a última vez que falei com elas.

- Estou com saudade. – Falei sentindo meus olhos arderem, mas eu não iria chorar na frente delas.

- Também estamos querido. – Anne falou limpando algumas lágrimas. – Então nos conte uma novidade, já encontrou alguém interessante?

Eu nunca contei para Gemma ou para minha mãe sobre ter encontrado Louis aqui, e se elas souberem vão surtar. Elas só sabem sobre Niall e Liam, e já estou nervoso para dizer que Louis está estudando aqui e que estamos juntos de novo.

- Encontrei. – Falei olhando para Louis dormindo. Ele fica tão adorável assim, eu queria o acordar para dar um oi, mas ele fica tão fofo assim que me vi obrigado a deixa-lo em paz.

- Ai meu Deus! – Mamãe exclamou. – E quem é ele?!

- Mãe! – Gemma a cutucou para que parasse de gritar. – Então Hazz, ele é bonito? Já estão juntos?

- Ele é lindo, e sim, já estamos juntos.

- Ele te faz feliz? Está realmente feliz com ele? – Minha mãe perguntou preocupada.

- Sim mãe, nunca estive tão feliz como estou agora, ele me completa.

- Quando iremos conhecê-lo? – Gemma perguntou comendo a pipoca.

- Eu...

- Hazz... – Louis me interrompeu e logo tiro minha atenção do notebook para olha-lo. – Com quem está falando? – Ele perguntou coçando os olhos de uma forma tão preguiçosa que me fez rir.

- Ele está aí? – Minha mãe pergunta, Louis ouve e arregala os olhos para mim e gesticula um “sua mãe”, eu apenas assenti para os dois.

- Mãe, ele está aqui e quer rever vocês. – Comentei e minha mãe me olhou confusa junto com Gemma.

- Como assim rever? – Gemma pergunta.

- Só não surtem, ok? – Elas assentiram.

Me virei para Louis e o puxei para ficar de frente a tela do notebook. Ele se ajeita ao meu lado, e um sorriso tímido se abre em seus lábios ao vê-las na tela, Gemma parou de comer a pipoca e mamãe apenas olhava para Louis como se fosse algo surreal. As duas o olharam boquiabertas, acho que nem acreditaram que era realmente Louis quem estava ao meu lado. Mas se eu estivesse no lugar delas, agiria da mesma forma, pois passaram mais de um ano sem vê-lo.

- Por favor, me diz que esse não é aquele Louis, baixinho, bundudo, e de olhos azuis. – Gemma falou sem tirar os olhos de Louis.

- Também senti saudades Gemma. – Louis falou sorrindo.

Minha mãe ainda o olhava incrédula, agora com lágrimas nos olhos. Ela colocou uma das mãos na boca, ainda sem acreditar que Louis estava aqui ao meu lado.

- Louis... – Ela sussurrou. – Louis, querido, é você...

- Oi dona Anne. – Louis falou com um sorriso enorme. – Sou eu, em carne e osso.

- Nossa, que saudade de você... – Mamãe começou a chorar, isso era típico dela.

- Não precisa chorar, também senti saudade, muita. – Ele falou, e eu vi seus olhos azuis marejados, por isso passei meu braço a sua volta, o apertando em meu corpo. Louis sorri com o gesto e se encolhe mais a mim.

- E em pensar, que eu separei vocês eu... – Minha mãe falava em meio a lágrimas, quase soluçando. – Oh, me perdoem...

- Mãe, não precisamos te perdoar por nada, está tudo bem agora. – Falei tentando reconforta-la e Louis apenas assentiu.

- Mas eu... – Ela começou a soluçar igual uma criança. – Me desculpem...

Ela entregou o notebook para Gemma e saiu chorando, eu ri com isso mas Louis me deu um tapa de leve no braço.

- Mamãe é uma manteiga derretida. – Gemma falou dando de ombros e pegando a pipoca. – Então Louis, desde quando você usa piercing e tatuagens?

- Foi só uma fase. – Louis deu de ombros ainda em meus braços.

- Ficou muito lindo. – Gemma disse fazendo Louis corar.

- Ei, tira o olho. – Reclamei fazendo os dois rirem.

- Não se preocupe irmãozinho, Louis é só seu, e também, não gosto mais dessa fruta. – Ela falou calma, e eu franzi o cenho.

- Como assim? – Perguntei confuso. – Espera aí, então quer dizer que...

- Desligando... – Ela falou acenando com uma das mãos.

- Não ouse fazer isso. – Ameacei.

- Tchau... – Ela cantarolou e desligou.

Então quer dizer que Gemma é lésbica? Foi isso que ela quis dizer, não foi? Isso é estranho, minha única irmã, lésbica. Acho que ela pensou a mesma coisa de mim no começo, mas preciso tirar essa história a limpo, outra hora eu converso com ela com calma. Peguei o notebook e o coloquei ao meu lado.

- Está tudo bem? – Louis perguntou me olhando, apenas assenti e o beijei.

Seus beijos sempre me fazem sentir algo diferente, é sempre inédito, cada beijo, cada toque, sempre é uma sensação nova, e eu adoro isso. Puxo Louis para sentar em meu colo, ele coloca suas pernas ao redor de minha cinturam enquanto suas mãos puxam alguns fios de leve na minha nuca, apenas me provocando.

Mas infelizmente somos humanos e precisamos de ar, logo nos separamos com selinhos. Olho para Louis que ainda está com os olhos fechados apenas sentindo minha mão acariciar seu rosto, sua pele macia se arrepia ao meu toque. Lembrei quando ele chegou aqui, e estava chorando. Odeio vê-lo triste, seus olhos cheios de lágrimas faz meu coração apertar, e se pudesse, eu tirava isso que o incomoda e colocava em mim, só para não vê-lo sofrer.

- Hazz... – Louis sussurra e abre os olhinhos, ainda demonstrando sono. – Promete que nada vai nos impedir de ficar juntos.

Ele me olhou de uma forma tão triste que fizeram meus olhos marejarem. Eu queria muito prometer isso, e ter a certeza de que cumpriria, mas como eu disse, infelizmente somos humanos e não temos certeza de nada. Mas eu preciso prometer, pois também quero que fiquemos juntos, e eu vou lutar para isso. Vou lutar por nós.

- Prometo. – Sussurro de volta e ele sorri fraco depois escondendo seu rosto na curva do meu pescoço. – Eu te prometo Louis, vamos ficar sempre juntos.

Ficamos um tempo assim, Louis bocejou bastante, não é pra menos, ele acordava de dez em dez minutos na noite passada, e estava tendo pesadelos quase a noite inteira. Me senti mal por isso, estava sendo difícil pra mim e pra ele também, eu queria poder tirar todo o sofrimento, toda a tristeza dele, mas não posso, e é isso que me deixa irritado.

Louis não merece sofrer, não merece ficar triste. Louis merece toda a felicidade, ele merece o mundo, e é o que eu quero dar a ele.

Passamos tanto tempo assim que Louis acabou pegando no sono de novo, e eu fiquei feliz por isso, ele precisava dormir. O deitei na cama com cuidado, o cobrindo e em seguida deixando um beijo em sua bochecha quente, depois fiquei ali, sentado ao seu lado acariciando seus cabelos e cantarolando uma música que eu estava ouvindo antes de ele chegar.

Mas fui interrompido por Niall, Josh e Liam que entraram no quarto sem ao menos bater. Josh e Niall discutiam sobre algo, enquanto Liam apenas ria deles. Ele sentou na cama do Niall e nós dois ficamos observando um quase casal brigando na nossa frente.

- Não vou usar essa coisa! – Josh gritou.

- Ah você vai sim! – Niall gritou de volta. – Sabe, eu me matei para achar essa fantasia pra você!

- Eu vou parecer um idiota usando óculos redondos! – Josh já estava vermelho de tanto gritar, e Liam estava vermelho de tanto rir.

- Dá para falarem mais baixo, Louis está dormindo. – Falei e os dois me olharam e assentiram.

- Me desculpa Harry, é que Niall quer me fazer vestir uma fantasia que eu não quero. – Josh explicou.

- E o que ele quer que você vista? – Perguntei ainda acariciando os cabelos de Louis, que respirava calmo sem perceber a briga que acabou de acontecer.

- Eu só quero que ele vista a fantasia do Harry Potter. – Niall deu de ombros e cruzando os braços.

- Harry Potter? – Perguntei rindo. – Isso é sério?

- Viu, eu não vou usar isso! – Josh exclamou. – Vai ser ridículo.

- Não, não quis dizer isso, vai ser legal. – Falei e Niall abriu um sorriso concordando comigo.

- Ah não Harry, até você. – Josh fez cara de triste e se jogou na cama o lado de Liam que ainda ria sem parar.

- Você vai fantasiado de quê Liam? – Perguntei.

- Eu vou de pirata. – Liam falou animado. – E você?

- Surpresa. – Sorri de lado.

Nós quatro começamos a conversar sobre como seria a festa, e Josh ainda continuou reclamando sobre sua fantasia, ele disse que ficaria horrível nos óculos de Harry Potter, mas seria divertido. Niall disse que iria de duende, achei que isso iria combinar perfeitamente com ele. Josh ia de Luigi e Niall de Super Mario Bros, mas daí eles não encontraram essa fantasia, e as últimas foram vendidas

Eu e Louis iremos comprar nossas fantasias amanhã, e eu já estou ansioso para isso.


Notas Finais


Bom, eu queria dizer logo que, provavelmente, estarei postando só dia de segunda (hoje foi só uma exceção, pois estou sem nada pra fazer), por conta das minhas notas na escola que estão uma bosta, e se eu não me interessar vou repetir de ano, e eu não quero isso
Espero que me entendam...

Queria agradecer do fundo do meu coração a quem comenta! Gente, serio, adoro os comentários de vocês. Quando termino de postar, eu fico na frente do computador só esperando o primeiro comentário, e me dá quase um Heart Attack quando vejo as notificações... Eu sou muito exagerada, mas tipo, essa é minha primeira Fanfic e é muita emoção kkkkkk

Enfim... Qual fantasia vocês acham que o Hazz e o Louis irão a festa?
Tô aceitando sugestões, ok? Então quem tiver alguma ideia de fantasia legal para os dois, me diz!
Quero saber as ideias de vocês!
A festa vai ser no próximo capitulo.

Midisgurpa por fazerem lerem muito kkkkkk
Tá, vou parar...
Até a proxima seres humanos! ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...