História Simple As This - Larry Stylinson - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, Larry, Romance
Exibições 308
Palavras 2.504
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Disse que postaria segunda e aqui estou eu!
Leiam as notas finais ok?
Boa Leitura ♥

Capítulo 45 - Do what you want!


Fanfic / Fanfiction Simple As This - Larry Stylinson - Capítulo 45 - Do what you want!

*LOUIS POV*

“Por dentro ainda estou triste; logo, as palavras fogem e eu fico tropeçando em pensamentos ruins” -Anah Vizoto

Acho que peguei no sono de novo quando estava no colo de Harry. A verdade é que eu não consegui dormir nada nas duas últimas noites, e quando conseguia, eu tinha pesadelos. Não consegui distinguir muito bem sobre o que era, mas não deve ser nada demais, todos temos pesadelos, certo?

Eu acordei hoje e eram 5:00, resolvi não dormir mais. Harry ainda dormia então permaneci ali, ao lado dele, com respiração lenta, olhos fechados, apenas ouvindo seu coração batendo, calmo.

Será que devo contar para Harry que Matt me beijou, e o pior, que eu não rejeitei o beijo? Não, aquilo passou, e ninguém viu, foi só um beijo, aquilo não vai mudar nada do que sinto. E sobre Nick? Conto para Harry que Nick quer conversar? Me sinto inseguro quanto a isso, eu quero deixar Harry cuidar da sua própria vida e fazer o que ele quiser, mas eu não posso. Se alguma coisa acontecer com Harry, automaticamente acontece comigo também.

Eu não vou contar nada, vou deixar tudo do jeito que está, não quero que mais nada nos atrapalhe, já passamos por muita coisa para ficarmos juntos.

A manhã passou tranquila, tirando o fato de o Nick não parar de me olhar no refeitório, e não era um olhar amigável, era um olhar diabólico, e isso me deixou bem desconfortável.

Niall e Josh discutiram a manhã inteira, é por isso que eu digo, essa briga vai acabar em outra coisa...

Depois das aulas e do almoço, Harry e eu nos arrumamos e saímos da Uni, para comprarmos as fantasias. Ele pegou seu carro e agora estamos indo para o shopping.

- Está com sono? – Harry perguntou sem tirar os olhos da estrada.

Me ajeitei no banco do passageiro e encostei minha cabeça no vidro do carro. Eu senti falta de andar de carro com Harry, seu carro tinha o mesmo cheiro que ele, o que me deixava mais confortável. Ele sabia que eu estava com sono, faz duas noites que eu não dormia bem.

- Um pouco. – Murmurei, o olhando de soslaio. Ele me lançou uma olhava breve e voltou a olhar a estrada.

Harry levou sua mão livre junto a minha a pegando e levando aos lábios, e deixou um beijo demorado em nossos dedos entrelaçados. Sorri com o gesto e fechei os olhos...

**

- Louis... – Ouço uma voz calma e me chamar, apenas me remexo e não abro os olhos. – Louis! – Dessa vez a voz grita, logo percebo que não é Harry.

Me remexo de novo sem abrir os olhos, nesse momento o sono é mais importante que qualquer coisa... Ou talvez não.

- Harry está indo embora! – A voz grita me fazendo pular.

- O que?! Mas... Mas... – Eu não estava conseguindo raciocinar, onde eu estava não era o carro o que me deixou em pânico, e a voz que me chamava tanto era Niall.

- Desculpa, esse foi o único jeito de te acordar. – Niall falou dando de ombros e arrumando o chapeuzinho de duende na cabeça.

Estávamos no nosso quarto, precisei de um tempo para entender aquilo, eu provavelmente dormi no carro de Harry, mas ele não me acordou. Coço os olhos e sento na cama, onde eu estava dormindo.

- O que está fazendo?! – Niall pergunta irritado vestido de duende.

- Nada.

- Como assim nada?! Vai se vestir! A festa começa em uma hora! – Ele me puxou e me empurrou até o banheiro, onde me deu uma sacola enorme cinza.

Eu não lembro de ter comprado a fantasia, mas não dava mais tempo de reclamar apenas tomei um banho e fui ver o que era naquele pacote, ou era uma bolsa? Ah não sei, é tudo a mesma coisa.

Abro o zíper que tem, e me deparo com uma roupa formal, acho que mais formal que o normal, era uma fantasia de príncipe, fiquei ali com a roupa estendida na minha frente, apenas a admirando. Com certeza foi Harry quem escolheu. Sorrio e olho mais naquela sacola, ou bolça, e vejo uma coroa dourada, junto com sapatos sociais.

Respiro fundo e começo a vestir tudo aquilo. Nunca pensei que uma simples fantasia dessa fosse tão difícil de vestir, fiquei preso nela diversas vezes, até que enfim consegui colocá-la por completo.

Saio dali e vou para a frente do espelho enorme que tem no guarda-roupas, fico ali me olhando dos pés à cabeça e logo começo a arrumar meu cabelo. Resolvi fazer um topete, mas vejo que essa ideia foi uma das piores pois vai dar muito trabalho. Mas no final tudo ficou bem, peguei a coroa e a coloquei com cuidado em minha cabeça, para não desarrumar meu topete.

Coloquei os sapatos, e fiquei ali, sentado na cama. E enquanto eu estava ali, de repente veio um frio na barriga, aquela sensação de novo, não estou com a mínima vontade de ir a essa festa, estou com um pressentimento ruim, o que faz todos os pelos do meu corpo se arrepiar e não de um jeito bom.

- Louis você viu minhas... Wow! Cara você tá lindo! – Niall falou alto me fazendo revirar os olhos.

- Não exagera. – Suspirei.

- Harry vai de princesa? – Ele zombou e eu joguei um travesseiro em seu rosto. – Você viu minhas orelhas? Eu não as encontro.

- Bom, provavelmente, elas estão grudadas cada uma de um lado da sua cabeça. – Dessa vez foi minha vez de levar um travesseirada na cara.

- Louis! Estamos atrasados e você fica de brincadeira?! – Niall reclamou e começou a revirar as gavetas da escrivaninha. – Onde estão minhas orelhas de duende idiota!

- Você vai fantasiado de duende idiota? – Perguntei e ele me lançou um olhar mortal, por isso resolvi ficar quieto porque Niall Horan irritado, é outro nível. – Elas estão no balcão do banheiro.

Ele saiu correndo em direção do banheiro e saiu de lá com duas orelhas pontudas. Acho que essa fantasia caiu perfeitamente para ele.

Niall olhou as horas e saímos do quarto e descemos até o campus. Eu não sabia onde seria a festa, mas Josh sabia, e ele estava vindo junto com Liam e Harry. Não vejo Matthew desde ontem, depois do que aconteceu, me senti um pouco culpado pelo o que ele sente, afinal, eu sou mesmo o culpado.

Niall e eu ficamos esperando os meninos ali, em pé na grama, eu estava curioso para saber qual a fantasia de Harry.

- Sabe que horas já são agora?! – Niall perguntou alto para Josh que se aproximava junto com Liam e... Harry.

Logo um sorriso automático de formou em meus lábios ao vê-lo, isso sempre acontece. Harry estava absurdamente lindo, acho que lindo não chega nem perto de como ele está agora, usando quase a mesma roupa que eu, de príncipe, seus cachos voando sobre os ombros e uma coroa dourada no todo da cabeça.

Liam estava de pirata, com um chapéu preto enorme, uma espada e uma roupa bem espalhafatosa, Josh estava com aquele vestido do Harry Potter, com uma varinha e óculos. Mas o que estava prendendo minha atenção era meu príncipe. Eu estava parecendo uma garotinha esperando seu príncipe encantado chegar, mas eu não ligo, gosto de me sentir uma garotinha quando se trata de Harry.

- Você está tão sexy. – Harry falou com sua voz rouca em meu ouvido me abraçando por trás.

- Pensei que iria dizer que eu estava lindo. – Falei rindo, vendo os outros conversarem.

- Nah, lindo é pouco se referindo a você. – Ele falou e deixou um beijo demorado em meu pescoço me fazendo rir. – Dormiu bem?

- Sim, era para você ter me acordado. – Fiz um bico e Harry apenas riu.

- Você estava muito cansado, preferi te deixar dormindo. – Disse ele quando começamos a andar, e o medo me tomou de novo.

Não queria estragar a noite de ninguém, mas eu queria estar no meu quarto agora, deitado na minha cama, enrolado nas cobertas e se possível, com Harry junto comigo, apenas assistindo algum filme chato e comendo besteiras. Por isso parei e andar e Harry me olhou confuso enquanto os outros continuaram andando em direção a um salão de festas que tocava uma música alta logo na nossa frente.

- O que foi Louis? – Harry perguntou soando preocupado e eu apenas neguei com a cabeça.

- Eu só... Hazz, a gente pode voltar? – Perguntei o olhando. – Eu estou com um pressentimento nada bom.

- Como assim? Louis, você estava tão animado para essa festa.

- Eu sei... Mas...

- Lou. – Ele me interrompeu e segurou meu rosto com as duas mãos. – Isso já aconteceu, lembra? Lá em Doncaster, na festa do Niall.

Eu lembro daquele dia, naquela época eu odiava festas por conta das pessoas drogadas e bêbadas, das pessoas que só iam para transar, e essas coisas. Mas agora é diferente, eu meio que já me acostumei com festas e até gosto, mas isso que me incomoda não tem nada a ver. Eu só acho que se fomos a essa festa, algo não vai acabar bem.

- Eu sei, mas é diferente Hazz. – Insisti. – Vamos voltar.

- Olha, vamos fazer assim, nós vamos, se você ainda não se sentir bem, nós voltamos, ok?

Me pareceu uma boa escolha se eu não tivesse visto Taylor e Nicholas ao longe, nos olhando. Mas eu não queria que Harry deixasse de ir a uma festa e se divertir por minha causa, a minha única opção foi concordar, mesmo tendo medo. Eu vou enfrentar isso por Harry.

- Tudo bem. – Falei por fim e ele sorriu e me deu um selinho. Harry segurou minha mão e caminhamos em direção a entrada do salão enorme.

Quando entramos, o local estava quente, tinha vários alunos com diversas fantasias, umas tão bem feitas que até pareciam reais, e outras foram improvisadas. Alguns alunos nos olhavam de uma forma maliciosa, mas não ligamos para isso. Não me impressionei muito ao ver alguns alunos já bêbados e outros se comendo, literalmente, mas isso é típico de festas.

Andamos até um bar que me impressionei por ter ali. Nos sentamos nos bancos perto do balcão. Aquela sensação ainda estava em mim, e agora era maior, não sei o que vai acontecer, só sei que não vai acabar bem. Depois de um tempo ali sentado, o barman nos trouxe uma bebida vermelha.

Fiquei ali sozinho apenas bebendo uma bebida qualquer, mas eu não iria exagerar, queria ficar sóbrio para saber o que a noite reservou para hoje. Harry havia saído para ir ao banheiro faz um tempo e até agora não chegou, fiquei um pouco preocupado mas eu tenho que aprender a confiar nele e deixa-lo quieto e fazer o que quer.

- Harry está demorando, não acha? – Ouço aquela maldita voz em meu ouvido.

Nick se senta ao meu lado. Ele está usando um tipo de smoking com uma maquiagem de caveira, e seu cabelos está uma bagunça, diria até que ele está bonito. Não ligo para ele e continuo calado.

- Então Louis, você sempre tem que estragar meus planos. – Ele falou alto por conta da música.

- Do que está falando? – O olhei e ele olhava para a multidão que dançava, ou melhor, se esfregava.

- Pensei que você fosse mais esperto. – Ele me olhou com um sorriso diabólico. – Para de se meter em meus caminhos Louis, ou essa história não vai acabar bem.

- Você é doente.

- Todos dizem isso. – Nick deu de ombros e se levantou ficando mais próximo de mim. – Deixa meu caminho livre Louis, vai ser melhor pra todo mundo. – Ele deu tapinha em minhas costas e se afastou, sumindo no meio da multidão.

Se eu estivesse no meu quarto, eu não estaria sentindo nada, estaria tranquilo, estaria em paz, mesmo que fosse só por algumas horas. Agora a angustia me toma, e Harry ainda não chegou. Liam, Niall e Josh também sumiram, e eu estou aqui, sozinho.

Estava pronto para me levantar a procurar por Harry, quando sinto braços por minha volta, me apertando. Eu ia olhar para ver quem era, mas senti aquele cheiro tão familiar.

- Desculpa pela demora. – Harry falou com o rosto em meu ombro.

Assenti e ficamos assim por um tempo, até vermos alguém subir em um palco improvisado, parando a música e chamando a atenção de todos do local.

- Isso está funcionando? – O cara que está no palco com um microfone pergunta para outro, que está atrás junto a mesa de som. – Boa noite pessoal!

Ele grita e todos dali gritam de volta um “boa noite!”. Harry ainda tem seus braços em mim, o que me deixa mais tranquilo, mas aquela sensação agora só aumenta e me deixa desconfortável.

- Então, agora iremos chamar o rei e a rainha da nossa festa! – O cara fala e todos começam a gritar e bater palmas. – A rainha é... – Ele segura um papel em sua mão. – Taylor Swift! – Um holofote ilumina ela, que grita de alegria.

Devo me impressionar com isso?

Todos batem palma e grita quando Taylor sobe no palco com um pouco de dificuldade por conta do seu vestido rodado vermelho exagerado. Reviro os olhos quando ela pega o microfone do cara.

- Ain gente, eu realmente não esperava por isso, obrigada! – Ela fala com aquela voz enjoada. Taylor iria continuar a falar, mas o cara tocou o microfone de suas mãos.

- Agora o rei! – Todos gritam quando o cara fala e olha para o mesmo papel em sua mão. – O rei da nossa festa é... Harry Styles!

Ele grita e aponta para Harry que ainda está me abraçando. Somos iluminados por um holofote e o cara chama Harry para o palco, para receber uma coroa e uma faixa de rei. Antes de ele sair, deixa um beijo em meus lábios e se direciona ao palco.

Desde o começo eu sabia que ele iria ganhar, mas se eu soubesse que a rainha seria Taylor, nunca o teria escrito. Quando Harry subiu no palco teve aquela gritaria de sempre e as palmas. Dessa vez eu aplaudi, pois quem estava ali era Harry, e ele merece ser aplaudido.

O cara perguntou se Harry queria dizer algo e ele negou com a cabeça, logo uma garota vestida de vampira trouxe duas faixas e duas coroas. Ela tirou a coroa que Taylor tinha e colocou a que ela ganhou, a mesma coisa foi com Harry, depois ela entregou as faixas. Todos aplaudiram de novo.

- Agora queremos um beijo do nosso rei e rainha! – O cara falou no microfone.

Todos ali começaram a gritar “beija, beija, beija!”, e é claro que eu não gostei nada disso.

Fiquei ali, olhando Harry que estava em dúvida do que iria fazer, Taylor apenas sorria vitoriosa, pois quem sabe ela consiga finalmente um beijo de Harry.

Me incomodei com isso, mas Harry pode fazer o que quiser, isso pode até me magoar, mas é a vida dele...


Notas Finais


Queria agradecer pela ideias maravilindas que me deram ♥ Amei todas
Se pudesse eu usaria todas, mas eu tive que escolher somente uma, então escolhi a de príncipes da @ZquadMAry ♥♥
Não que eu tenha gostado mais da dela, eu amei todas, ok?

Gente, estou escrevendo uma nova Fic, Larry também, só que ainda não postei pq me sinto meia insegura... O nome vai ser My Problem, e se vocês quiserem ler eu posto ainda hoje ♥

Então, Harry beija ou não beija? Eis a questão...
Nick é insuportável? Sim, ele é insuportável (na Fic)
O que será que ele está tramando?

Se tiver algum errinho me perdoem, ok? rsrs
Até a próxima amores ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...