História Simplesmente Acontece - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Mackenzie Foy
Personagens Demi Lovato, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Mackenzie Foy, Personagens Originais
Exibições 24
Palavras 2.215
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Babys volteeeeei com mais um capítulo pra vocês

Boa leituraaaa😁

Capítulo 5 - Five


Acordei com uma dor de cabeça tremenda e meu celular despertando não ajudou muito, levantei querendo já deitar novamente, fui ao banheiro fiz minhas higienes e tomei um banho, troquei de roupa e fui para o quarto de Alice.

- Vamos meu amor hora de levantar - disse já abrindo a janela do seu quarto.

Alice levantou com muito custo, dei um banho nela e a troquei, descemos para tomar café da manhã para eu poder levar ela na creche.

- Vai querer o que meu amor?- perguntei abrindo a geladeira.

- Panqueca - disse agitada.

- Panqueca?- perguntei e ela assentiu - Okay vou fazer suas panquecas - disse pegando os ingredientes para começar a fazer as panquecas.

Meia hora depois já colocava o prato com as panquecas em cima da mesa, servi umas duas para Alice e coloquei calda de chocolate por cima, comemos rindo do desenho que passava na TV da cozinha, depois de satisfeitas ajudei Alice a cê limpar, peguei sua mochila e minha bolsa e saímos de casa, minutos andando e já estávamos na frente da creche dei um beijo em Alice e ela entrou junto com a professora que estava esperando novamente, de lá fui direto para uma concessionária de carros - não posso depender de táxi pra sempre neah? - escolhi o qual me agradou mais, fiz toda aquela burocracia do caramba e já sai dirigindo - oooh glória - aproveitei que já está de carro mesmo e fui da uma volta no central park - não tenho nada pra fazer neh gente - estacionei o carro desci e o travei, fui andando até achar uma árvore com uma sombra grande e me sentei embaixo dela, o lugar tinha até que muitas pessoas andando de um lado para o outro, meus olhos focaram em uma morena muito bonita que parecia estar fazendo uma caminhada, fiquei olhando ela um bom tempo até que reconheci sendo Lauren Jauregui, minha melhor amiga antes de eu ir embora da cidade, levantei e fui em sua direção, parei alguns passos dela esperando que ela me visse, quando Lauren finalmente me viu fico com uma expressão de quem viu um fantasma, ela correu em minha direção e me abraçou sem dizer uma palavra.

- Eu senti sua falta também lolo - disse a apertando ainda mais em meus braços.

- Eu não acredito que é você mesma - disse nos separando e me analisando dos pés à cabeça para depois me abraçar novamente.

Ficamos abraçadas por um bom tempo, sem dizer nada uma para outra até Lauren quebrar o silêncio me soltando.

- Demi aonde você tava esse tempo todo? Como você tá? Por que foi embora? Ai meu deus eu não acredito que você voltou - disse derramando algumas lágrimas, eu não estava diferente.

- Não chora lolo - disse limpando suas lágrimas - Vamos sentar ali - apontei para um banco mais a nossa frente e ela assentiu.

- Me conta tudo agora - ordenou ela depois de sentarmos.

E eu contei tudo para ela, e menti também na parte do pai da Alice.

- Eu não acredito aquele cretino- disse depois que eu terminei.

- Vamos deixa ele pra lá Lau - disse realmente querendo esquecer ele.

- tá bom tá bom, mas e essa história maluca do seu pai? Então quer dizer que ele é aquele milionário que morreu e ninguém da mídia sabe quem é a herdeira? - perguntou.

- Ele mesmo, olha que não foi fácil esconder isso da mídia, aqueles urubus estavam por toda parte quando ele morreu, agora parece que esqueceram essa história - disse.

- Mas vem cá onde tá a Alice?- perguntou olhando em volta.

- Na creche Lau - disse olhando no relógio, já está quase na hora de busca ela, como o tempo voa.

- Por que ela fica na creche sendo que você ainda não trabalha? - perguntou.

- Por que eu não quero que ela fique o dia inteiro dentro de casa, brincando sozinha, não tendo contato com outras crianças, quero que ela crie amizades - respondi.

- Aaah tendi - disse sorrindo.

- Lolo e como ficou tudo por aqui depois que eu fui embora?- perguntei não querendo saber a resposta.

- Ficamos desesperados quando você foi embora, a gente revirou essa cidade inteira atrás de você, Jen ficou muito mal, Jared também, eu nem preciso falar neh - disse me olhando brava - sua mãe nunca falou cê você tinha dado notícias ou não, depois ela também foi embora ou mudou de casa não sei, com o tempo me distanciei dos meninos, falo algumas vezes com o Jared apenas, que eu saiba Jen nunca ficou com outra depois de você, ele é um empresário muito bem sucedido hoje em dia, Jared também é um empresário bem sucedido, trabalha com o Jen eu acho, e está noivo da Genevieve - disso eu já sabia - e eu bom tenho cá Camiz, sou dona de uma confeitaria com ela, acho que foi tudo de importante que aconteceu - disse por fim.

- Uow bastante coisa, eu já tinha conversado com o Jared, inclusive ele foi em casa ontem, mas ele não falou muito do que aconteceu, ele mais me ouviu do que falou - disse soltando uma risada baixa - Mas me conte como a Camiz tá? - disse sorrindo.

- Está ótima, linda como sempre, sou suspeita pra falar você sabe, amo aquela mulher - disse com um olhar apaixonado.

- Eu fico feliz em saber que vocês ainda estão juntas, desdo colegial, meu shipper eterno - disse abraçando ela de lado.

- Sim desdo colegial - disse rindo.

- Bom eu já vou indo, preciso pegar minha princesa na creche- disse depois de olhar o relógio.

- Eu também tenho que ir, preciso ir pra confeitaria ainda, ajudar a minha princesa - disse rindo mais alto.

Trocamos número de telefone e nos despedimos, fui para o carro e logo já estava a caminho da creche da Alice, estacionei do outro lado da rua e desci do carro para esperar ela, logo a vejo vindo correndo em minha direção.

- Oie minha princesa- disse a pegando no colo e enchendo seu rosto de beijo.

- Oie mamãe - disse me abraçando pelo pescoço.

- Tá com fome? - perguntei atravessando a rua e parando ao lado do carro.

- Sim, de quem é? - perguntou apontando para o carro.

- É nosso meu amor - disse abrindo a porta dando espaço pra ela entrar.

- Legal- disse pulando em cima do banco.

- Agora senta ai na sua cadeira e deixa eu prender o sinto - disse, Alice sentou e eu prendi o sinto certinho nela fechei a porta e fui em direção a porta do motorista, entrei e dei partida no carro.

- O que você que comer no almoço meu amor? - disse a olhando pelo retrovisor.

- Não sei, o que cê fez? - perguntou.

- Não fiz nada ainda meu amor- disse - que tal nos irmos em uma lanchonete? - perguntei, não quero ficar dando muita besteira pra ela, só que eu ainda não cozinhei nada e pela cara que ela está, vai me enche o saco até não querer mais por que está com fome, então é melhor comer um fast food que é mais rápido.

- Ebaa- comemorou, como ce eu não soubesse que ela ia ficar assim.

Dirigi em direção a uma lanchonete que tinha perto da minha antiga casa que eu ia sempre com meus amigos, estacionei e desci abrindo a porta traseira e soltando o sinto para que Alice pudesse descer também, travei o carro e entramos no estabelecimento de mãos dadas, o lugar ainda está do mesmo geito que eu vi pela última vez a quase cinco anos atrás, sentamos em uma mesa e uma garçonete veio nos atender.

- Oi o que vão querer? - perguntou simpática.

- Oi eu quero fritas e o especial da casa e coca-cola, e pra ela fritas e especial de frango e suco de laranja - disse para a garçonete - Aah e desculpa perguntar mais o dono daqui ainda é o Joseph Jackson? - perguntei curiosa.

- É sim, conhece ele? - perguntou.

- Sim, já vim muito aqui antes de me mudar, ele está por aqui? - perguntei olhando em volta.

- Está no escritório lá em cima, quer que eu o chame? - perguntou apontando pra escada perto dos banheiros.

- Ah não precisa, quando eu terminar aqui eu subo la, obrigada- disse simples.

Logo depois ela cê retirou, fiquei "conversando" com Alice até sentir alguém cê aproximando de nós e parando ao nosso lado.

- Demi? - perguntou, me virei e dei de cara com Jared e Jensen ao meu lado.

- Jared - disse surpresa- o que faz aqui?- perguntei me levantando e abraçando o mesmo.

- Vim almoçar Ué - disse óbvio quando me soltou - Oie princesa - disse para Alice.

- Tio Jared - disse animada.

- Oi Demi - disse Jen me encarando.

- Oi Jensen - disse fria.

- Bom a gente vai sentar ali - disse Jared.

- Não ati - disse Alice manhosa.

- Tem problema Demi- disse Jared.

- Não tudo bem, sentem aí - disse sentando no meu lugar.

Jared sentou de frente para Alice e Jensen de frente para mim, ele não parava de me olhar e isso já estava me incomodando, eles fizeram seus pedidos e ficamos conversando um pouco.

- O que Jared Padalecki o bem sucedido empresário faz almoçando em um lugar como esse? - perguntei.

- Gosto daqui, trás várias lembranças da nossa adolescência - disse rindo um pouco.

- Verdade tava com muita saudade daqui, melhor especial da casa de todos - disse também rindo, Jensen só observava a conversa.

- E você Srt. Lovato, a mais nova milionária do pedaço o que faz aqui? - perguntou me olhando.

- Aah cê sabe ainda tenho meu lado pobretão - disse rindo - e além do mais como já disse estava com saudades daqui.

- Certo, certo agora vamos comer - disse quando a garçonete colocou nossos pratos na mesa.

- Que ajuda filha - perguntei para Alice.

- Não mamãe eu já so mocinha - disse me olhando.

- Aah claro mocinha - disse rindo.

- Cê acha a gente grande - Disse Jared.

- Você ainda não viu nada - disse comendo minhas fritas.

- Quantos anos ela tem? - perguntou Jensen.

- Quatro - disse.

E findamos a conversa nisso, comemos em silêncio as vezes quebrados por Alice que resmungava alguma coisa, a ajudei a comer seu lanche já que a mocinha não estava conseguindo sozinha, depois que terminamos pedi a minha parte da conta para a garçonete que logo me trouxe, paguei a ela que cê retirou logo depois.

- Bom eu já vou indo - disse pegando minha bolsa e a mochila da Alice.

- Mais já Demizinha - disse Jared, ele sabe que odeio esse apelido tanto quanto odeio meu nome.

- Quer morrer?- perguntei colocando as bolsas de lado novamente.

- Não fiz nada - disse cê fazendo de santo.

- Me chama disso de novo e eu vou fazer com você igual eu fiz no colégio, esfrego sua cara no chão - disse o olhando nos olhos.

- Eu me esqueci desse seu lado brutal- disse Jensen, olhei para a cara dele e revirei os olhos.

- Calma Demi, não cê irrite, gosto do meu rosto assim e a Genevieve também - disse levantando as mãos em forma de rendição.

- Acho bom que você goste mesmo - disse agora rindo da cara dele - encontrei a Lolo hoje no central park - disse.

- Faz tempo que não vejo ela - disse Jared.

- Ela me falou, saudades da Camiz e da Genevieve, vou marcar alguma coisa lá em casa e chamo vocês - disse pensativa.

- Camiz já não vejo a uns dois anos essa louca - disse rindo.

- Credo vocês cê afastaram de mais - disse olhando para ele.

- Olha que fala, foi embora sem falar nada por quatro anos - disse Jensen.

- Tive meus motivos Ackles - Disse com raiva olhando para ele.

- Ae teve? Me conte quais foram esses seus motivos então? - disse parecendo bravo.

- Não é da sua conta - falei um pouco mais alto.

- Ah não? Cê você não sabe eu era o seu namorado quando você foi embora Demetria, sem deixa um mísero recado, sem dar uma notícia cê que por quatro malditos anos - disse olhando nos meu olhos.

- Agora você cê lembra que era meu namorado? Mais quando você tava na cama com aquela vagabunda da Megan você não lembrou disso neah? - guspi as palavras em cima dele, mas antes que ele pudesse falar alguma coisa peguei minhas coisas e Alice e sai do estabelecimento escutando ele me chamar algumas vezes, fui em direção ao meu carro coloquei Alice na sua cadeirinha e sentei no banco do motorista, pude ver Jared tentando acalmar Jen que por sua vez tentava vim atrás de mim, liguei o carro e fui pra casa, fiquei o dia inteiro brincando com Alice que parecia nem ter ouvido minha pequena discussão com Jensen na hora do almoço, mais a noite fiz uma janta leve para mim e para a pequena, comemos assistindo Frozen - filme preferido da Alice, não aguento mais - depois do filme dei um banho nela que não cê aguentava em pé de tanto sono, botei ela pra dormi e fui tomar meu banho, coloquei meu pijama e desci para conferir cê estava tudo trancado e apaguei todas as luzes, subi pro meu quarto deitei debaixo do edredom e dormi rapidamente.


Notas Finais


Sorry qualquer erro de ortografia

O que acharam? Jen é culpado ou não por essa traição? O que aconteceu aquele dia? Será que a Demi vai perdoa ele?

Estão gostando? Deixe nos comentários a sua opinião, críticas construtivas sempre bem vindas

Até o próximo capítulo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...