História Simplesmente acontece - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 1.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá pessoas, essa fanfic foi escrita aos um tempo depois de eu ter assistido alguns doramas e lido várias fanfics sobre casamentos por contratos e eu a criei no formato de fanfic. Boa leitura😘

Capítulo 1 - Capítulo 1


O que fazer? O que fazer? Por que isso está acontecendo comigo? Por que? Sinto meu pulmão me abandonado pela falta de ar de tanto tempo que eu estou correndo. Quando eu enxerguei a porta do térreo quase cai, mas não desisti de chegar lá. Eu preciso pensar sobre tudo isso.
- Rayeon, podemos conversar? – Eu virei assustada ao ouvir aquela voz e fiquei o encarando. Encarando meu marido.
ALGUMAS HORAS ANTES
- Já está chegando a formatura, graças a Deus. – Disse Yerim durante nossa aula vaga
- Ainda tem a faculdade pela frente Yerim, lembre se disso. – Disse Naeun revirando os olhos.
- Eu sei disso, porém eu fico feliz que a escola está acabando e não vou precisar me matar com química. – Disse Yerim mexendo no caderno
- Eu ficarei triste por não poder mais admirar o YooJun. – Disse a Naeun com um bico no rosto.
- Uma pessoa poderá admirar o YooJun durante um bom tempo, né Rayeon unnie? – Disse Yerim olhando para mim com um sorriso de lado.
- O que? Por que você me chamou de unnie? Você nunca me chama de unnie. – Eu disse surpresa.
- Sua família é amiga da família dele, vocês vão se ver mais vezes nããão é unnie? – Disse Yerim me cutucando com o cotovelo.
- Acho que sim, mas por que você está me perguntando isso? E para de me chamar de unnie, você é mais velha. – Disse tentando desviar do assunto.
- Ah, olha o YooJun ali, você chama ele de oppa? – Disse ela me olhando.
- O que? Não, eu mal converso com ele. – Eu disse meio surpresa com aquilo
- Ele está vindo pra cá. – Disse ela quase me derrubando da cadeira. – Bom dia Yoojun shi.
- Bom dia, Rayeon eu posso falar com você? – Ele disse me fazer tirar o olhar do livro.
- Hum, pode sim. – Eu disse me levantando e olhando pra Yerim e Naeun que mantinham um sorriso de lado.
Sim, era mentira o fato de que nunca conversamos nessa vida. Somos amigos desde que éramos pequenos, porém com a adolescência chegando e YooJun se tornando popular em tudo decidimos se afastar. Não que eu não fosse popular, porém ser popular pelo fato de meus pais terem uma boa condição de vida não era lá essas coisas.
A brisa do terraço me fez dar uma despertada que eu estava precisando, a maquiagem estava me ajudando estes dias cobrindo minhas olheiras de tanto estudo.
- Até quando vamos continuar fingindo isso Rayeon? – Ele disse olhando para a paisagem.
- Até acabar a escola, não quero uma fã sua me perseguindo e me perguntando o por que disso estar acontecendo. – Eu disse olhando na mesma direção que ele.
- Isso é tão ruim? Sabe, você vai ficar quase dois anos longe de mim.
- Não podemos fazer isso depois de você voltar? – Eu disse virando pra ele.
- Isso me faz pensar que você não quer isso. – Ele virou e ficou me encarando.
- Casar não estava na minha lista de realizações até a faculdade. – Eu disse olhando pra frente novamente.
- Nem na minha lista.
Eu me virei e percebi que ele me olhava.
- Acho melhor nos dois descer agora, certo? Então vamos. – Eu disse já indo em direção a porta, não gostaria de me atrasar e já estava pensando no que falar para as meninas que iriam encher o meu saco até descobrirem o que está acontecendo.
- Você não vai fugir disso Rayeon, um dia teremos que nos encarar como pessoas normais. – Ele disse passando na minha frente e piscando o olho pra mim. Tenho certeza que devo estar um tomate agora.
Como eu previ, Yerim ficou me perguntando o que houve durante a conversa entre nós dois e eu fui inventando histórias pra ela. O dia foi passando lentamente e a cada aula Yerim ficava falando sobre uma festa que eu não prestei atenção.
- Quero arrasar na festa de despedida da Sohyun, você vai não é Rayeon? – Ela disse com os olhos de um cachorro abandonado
- Tenho um compromisso no dia, compromisso da minha família tecnicamente. –  Eu disse olhando o livro que estava na minha mesa.
- Seu irmão vai? – Ela disse me olhando curiosa.
- Você tem uma queda no meu irmão? – Retribui o olhar
- Admirar ele não é um pecado. – Eu acabei soltando uma pequena risada  com a confissão dela.
- Você vai ficar contente em saber que eu vou morar com ele depois da formatura. – Eu disse vendo ela ficar com a informação, Yerim costumava dormir na casa algumas vezes.
- E-essa informação será muito utilizada unnie. – Ela me disse enquanto estava tentando esconder o rosto vermelho.
Ri com a situação da garota.
Logo o sinal que anunciava que aula estava terminando, vi muitas pessoas chorando por ser o último dia. Yerim e Naeun estavam do meu lado mas não estavam chorando, elas iriam fazer uma festa do pijama na minha casa antes de irmos pra faculdade. Eu estava arrumando as minhas coisas quando notei que YooJun me olhando, eu desviei o olhar e sai andando vendo as pessoas quase morrendo te tanto chorar.
Agradeci mentalmente por ter chegado em casa, mas quando eu vi a quantidade de vestidos que a minha mãe estava organizando me fez querer voltar pra escola.
- Mãe, é necessário tantos vestidos? Eu só vou usar um hoje. – Eu disse revirando os olhos.
- Você precisa escolher um que represente o poder da nossa família Rayeon.– Ela disse sem olhar pra mim.
- Eu escolho esse então, vou me arrumar. – Eu disse enquanto pegava um vestido rosa claro e fui para o quarto antes dela falar algo.
Me joguei na cama assim quando entrei no quarto e fiquei olhando o vestido, era bonito. Me levantei quase me arrastando pra tomar um banho e me arrumar.
Queria estar colocando todo o meu sono em dia nesse momento, porém estou prestes a assinar um papel que me tornaria uma mulher casada. Eu estava andando pelo local que tinha sido realizado uma pequena cerimônia, lê-se assinatura de um contrato, quando vi YooJun de costas pra mim, aparentava estar beijando uma garota que eu desconhecia completamente. Após eles se separarem, ele olhou pro lado e me achar prestes a correr o mais rápido possível pra não ver a cara dele sem querer socar ele. E foi o que eu fiz. Não sou apaixonada por YooJun, considero ele um amigo com quem eu poderia contar, mas aquilo me fez ficar ferida por dentro.
NO MOMENTO
- Rayeon, podemos conversar. 
- O que? Você prometeu que não faria isso enquanto essa coisa durasse. – Eu disse indo pra traz a cada passo que ele dava na minha direção.
- Não aconteceu nada que você pensa. – Ele disse tentando se aproximar e eu já não tinha mais pra onde escapar.
- Então o que aconteceu? Vocês dois estavam simplesmente conversando? Eu não acredito em nisso. – Eu disse tentando não olhar pra ele.
- Eu nunca ficaria com alguma pessoa se eu não sentisse nada, ainda mais agora. – Ele já estava próximo de mim, mas perto do que é seguro
- O que você quer dizer com isso YooJun?
- Como você consegue ser tão lerda assim? Eu gosto de você Rayeon.
Eu acho que meus olhos nunca ficaram arregalados como ficaram agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...