História Simplesmente acontece - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 4
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - 3 -


Pois então, ficamos vendo o filme e vendo as novelas que passavam após do programa, até meu celular despertar avisando que já era 18h 50m.

Dei um pulo, que fez Wesley cair de boca no chão

- Que foi? Parece que viu um monstro - O mesmo diz vermelho de raiva

- Claro que vi! Tinha um deitado no meu colo - Rio e o mesmo lança o dedo do meio.

- Abobada! - Ele olha pra mim sério e logo indaga: - Agora falando sério, o que aconteceu?

- Já vai ser sete horas da noite e eu não me arrumei! A festa vai ser ás oito e quarenta da noite. Preciso me arrumar urgentemente! - Digo andando de um lado e pro outro.

- Vai lá - diz o mesmo calmo e eu assinto 

Subo as enormes escadas até meu próprio quarto e logo abro a porta do mesmo.

Vou andando em direção ao guarda-roupa e vejo meu short jeans lavagem escura, e minha blusa da adidas, de mangas compridas, que ia até a metade da barriga. Logo pensei:

~ Tá ficando frio, acho que vou botar uma calça.

Pego o short e dobro o mesmo, colocando no seu devido lugar. 

Vou até a parte do meio do guarda-roupa, abrindo a porta e vendo minhas calças . Escolho uma calça jeans lavagem clara com rasgos no joelho e na coxa.

Entro no banheiro, ficando nua, me viro olhando meu corpo no enorme espelho.

Fui andando devagar até o box, entro no mesmo e ligo o registro, deixando a água morna cair sobre meu corpo.

***

Depois de um banho calmo, e demorado, desligo o registro, me enrolando numa toalha cinza que tinha ali.

Parei na frente do espelho novamente, me olhando, eu era magra, e tinha um corpão, enfim.

Me sequei e logo passei o hidratante no corpo.

Fui até meu quarto pegando uma lingerie preta e coloquei a mesma, botei minha calça e a coloquei, e fiz o mesmo com a blusa.

Me olhei no espelho, e passei o desodorante, e também passei um perfume que meu pai havia me dado de aniversário, eu só uso ele de vez em quando.

Fiz uma make rápida, sequei meus cabelos no secador de cabelo e pranchei ele; logo desci as escadas, encontrando Miguel, Luara, Wesley e Júlia.

Quando cheguei ao último degrau da escada, todos me olharam.

- Ham... Oi - Digo vermelha de vergonha

- Oi.- Diz Miguel seco

- Tá gata em - Luara e Júlia dizem juntas

- Vamos logo!

Rimos e saímos pela porta da frente.

***

Quando chegamos estava tudo agitado, as meninas dançavam, e os meninos apertavam a bunda delas.

Naquele momento, fui até o barmen, e pedi um energético. Dentro de 1 minuto ele trouxe para mim, com um sorriso lindo, e branco nos lábios.

- Obrigada! - Digo retribuindo o sorriso.

- De nada linda! - Diz ele se virando e indo atender outras pessoas do outro lado da bancada.

- Ai Lah, teu irmão está tão lindo, pena que está com uma garota rebolando no seu colo.

- Meu irmão, como assim? - Engulo o energético, e levanto.

- Ele está logo ali.- Diz apontando para um garoto, alto, olhos azuis e cabelo castanhos.

- Que porra mano! - Saio andando em direção ao garoto

- Calma, não me deixa aqui!! - Diz ela me puxando

- Ok - Digo parando do lado dele.

Puxo ele para um canto:

- O que tu tá fazendo aqui?!

- Vim te cuidar - Diz ele rolando os olhos

- Me cuidar? Que caralho Lucas! Veio me cuidar, e tá quase comendo aquela vadia lá? Porra mano, a Júlia gosta de você, e você tá pouco se fudendo pra ela. Cara, ela é linda, e você pega esses dragãos.

- Mas cara, tipo...- Quando ele ia falar, aquela cadela que estava rebolando no colo dele, chega.

- Me chamou de que? - Diz ela botando a mão na cintura

- Sou papagaio para repetir por acaso fofa? - Digo imitando a mesma

- REPETE LOGO SUA PUTA - Diz ela gritando

- V-A-D-I-A - Soletro e vejo a mesma vermelha de raiva

Ela vem pra me bater, mas o Lucas segura ela

- Solta ela Lucas, deixa eu acabar com a raça dessa vadia! - Digo 

- Tá - O mesmo solta ela 

Ela veio correndo até mim, e me empurrou. Dei um soco na cara dela, e vi os olhos da mesma enchendo de lágrimas. Ela começou a puxar meu cabelo, e eu dei um soco na barriga dela e ela me solta e poe a mão na barriga, vou até ela e empurro a mesma, que cai de bunda no chão. Mas logo se levanta e vem pra cima de mim de novo, ela ia me acertar, mas alguém segurou a mão dela.

- Acho melhor você não fazer isso queridinha.- Diz Júlia

- Por que? Você é outra vadia? - Diz a piranha.

- Não, é que se não, nós três acabamos com sua raça.- Diz Júlia sorrindo

- Eu não - A piranha sai correndo dali e eu me sento no chão rindo

 


Notas Finais


Comentem se gostaram babys <3
me sigam no wattpad: AnneNunes17
Pra quem não sabe, escrevo essa história também no wattpad.
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...