História Simplesmente acontece - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Tags Laura Prepon, Laylor, Taylor Schilling
Visualizações 296
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou de volta com mais um capítulo pra vocês! Espero que gostem 😘😘

Capítulo 3 - CAP 3


Fanfic / Fanfiction Simplesmente acontece - Capítulo 3 - CAP 3

POV TAYLOR

 Acordo 6 AM com uma dor de cabeça horrível. A rotina do meu trabalho é bem puxada e exige muito de mim. As vezes a correria é tanta que mal tenho tempo para me alimentar direito e dormir. Levanto, coloco a banheira para encher enquanto procuro meu iPod para ouvir umas músicas e começar bem o dia. De banho tomado, vou para o closet procurando algo confortável para vestir e corro pra cozinha pegando apenas uma maçã e sigo para o trabalho.  

Chego dez minutos adiantada e aproveito para descansar antes de começar a cortar os peixes para alimentar Billy e Willi, meus parceiros de trabalho, meus melhores amigos.   

   Próximo às 11 AM, eu, Billy e Willi nos aprontáva-mos para o primeiro dos três shows do dia. Como sempre, antes fico com um enorme frio na barriga como se fosse a primeira vez. Converso um pouco com meus golfinhos e logo dou início aos comandos para o show começar. 

  Em toda apresentação, gosto bastante de interagir com o público, e dessa vez, pude perceber logo na primeira fila a presença de Laura Prepon, uma deusa da luta. Não sou muito fã de lutas, acho algo muito agressivo sair socando as pessoas sem um bom motivo, mas sempre que estava entre amigos e era dia de luta eu torcia para ela. Fiquei empolgada com sua presença, nunca imaginei que um dia ela estaria ali na minha frente apreciando meu trabalho. Assim que a apresentação acabou pensei em procurá-la, mas já não a avistava mais. Continuei com a minha rotina para preparar Billy e Willy para a próxima apresentação. Segui para o local onde os peixes ficavam armazenados, separei uma quantidade para limpar e alimentar meus fiéis amigos e coloquei em um balde, quando meu chefe me chamou me dando uma bronca mais do que desnecessária, querendo me ensinar a fazer meu trabalho, me deixando super irritada. Fui em direção ao aquário onde os animais ficavam soltando fumaça pelas narinas, quando de repente uma louca aparece no meu caminho, fazendo com que eu derrube todo o peixe encima dela.

-MERDA! NAO ENXERGA NAO? - fico pegando fogo de tanta raiva, mas na hora que subo meu olhar levo um susto. Era ela...


POVLAURA 

Assim que o show acabou, eu e Danny decidimos andar um pouco para procurar algum lugar para comer, e meu dia que estava sendo maravilhoso acabou quando recebi uma ligação indesejada do Ben, que me fez ferver de raiva. Sabia que uma hora teríamos que conversar, mas naquele momento ele era a última pessoa com quem eu queria falar. Danny decidiu voltar para o hotel e eu decidi ficar um pouco mais no parque para pensar. Até que alguma louca infeliz derruba peixe em mim.

-MERDA NAO ENXERGA NAO? - Eu que estava fedendo a peixe e ela que estava irritada? Sério? 

-MAS QUE PORRA! OLHA SO O QUE VC FEZ 

-M...meu Deus me desculpa, eu...eu sinto muito. - acho que ela me reconheceu e ficou bem sem graça pelo o que aconteceu. Eu estava morrendo de raiva, mas me segurando pra não rir da cara de dessespero que ela estava fazendo - Me desculpe, é que eu estava com pressa e...e você apareceu do nada. 

- Olha, você acabou de estragar a minha camiseta preferida, mas está tudo bem. Só preciso ir a algum lugar me trocar porque ninguém merece esse cheio horrível. 

- Claro! Vem comigo que te arrumo uma camisa.


POV TAYLOR

Eu estava com tanta vergonha, mas tanta vergonha, que a minha vontade era de abrir um buraco no chão para enfiar a minha cabeça. O mínimo que eu podia fazer, era ceder uma camisa minha para ela se livrar do cheiro de peixe. Então, levei ela para o vestiário e durante o caminho ela tentou puxar assunto.

- Mas e aí...por que você estava tão nervosa correndo com aquele balde de peixes? - ela sorri. E por Deus, que sorriso maravilhoso. 

- Tinha acabado de levar uma bronca do meu chefe - digo sem graça com a cabeça abaixada. 

- Hmm entendo... - ficamos em silêncio por alguns segundos

- Mas e você? Também parecia estar nervosa e não era só por causa do peixe - sorrio para quebrar o gelo. Sabia que ela podia não gostar da pergunta, achar meio pessoal.

- Ah, não era nada demais. Tive uma briga pelo celular, só isso. - ela parecia estar muito distante, pensativa.

- Hmm também entendo -rimos - Chegamos! Vou pegar uma blusa pra você no meu armário, já volto. - Assim que voltei ela estava sentada em um banco esperando. Me permiti apreciar um pouco aquela linda mulher. Fala sério, quem nunca teve um crush nela? Ela é Laura Prepon, a mulher mais linda, mais sexy da história do MMA. Antes de ser pega no flagra entrego a blusa e ela se troca ali mesmo na minha frente. Essa mulher queria me matar? Não consegui disfarçar e a "sequei". Parecia que eu estava vidrada naquela barriga definida e naqueles peitos fartos. Mordo o lábio inferior de tanto desejo que estava sentindo é bem na hora ela se vira me deixando super sem graça por ser pega no flagra.


POV LAURA

Assim que ela me deu a blusa decidi trocar ali mesmo, não tinha muita vergonha de fazer essas coisas. Quando eu estava passando um papel pelo meu corpo na tentativa de tirar um pouco do cheio de peixe, senti estar sendo observada, então olhei para trás e aquela mulher estava me "secando" descaradamente. Não sou inocente e sei muito bem o poder que tenho de mexer com a cabeça das pessoas, eu até que gosto disso, acabo me divertindo muitas vezes com as reações delas, mas o olhar daquela mulher era tão profundo que estava me deixando um pouco incomoda. Então tratei de limpar o mais rápido possível para poder sair dali. 

- Muito obrigada pela camisa - disse meio sem graça

- Não precisa agradecer, até porque a culpa foi minha. Era o mínimo que eu podia fazer.

- Então acho que vou indo...

- Ok tudo bem. Nos vemos por aí?

- Claro! Tchau - ia apaertar sua mao mas ela me puxou para um abraço me dando dois beijos na bochecha.

- Até mais... -  ela sussurrou no meu ouvido e não sei porque, mas fiquei toda arrepiada e senti um calor Instantaneamente

- Até - me afastei e fui embora


Notas Finais


Me desculpem pelos erros, mesmo revisando sempre passa alguma coisa.😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...