História Simplesmente acontece.. (camren g!p) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Amor, Camila, Camren, Fifthhamorny, Intersexual, Lauren
Exibições 448
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello Peoples!
Vão querer mais um capítulo hoje????

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Simplesmente acontece.. (camren g!p) - Capítulo 5 - Capítulo 5

Pov's Camila.

_ O que é? _ 

_ Me ajuda, por favor! _ mumurro segurando o choro

_ O que aconteceu Camila? _ questiona 

_ Depois... eu explico... se você ainda estiver na escola... venha me ajudar! _

_Onde você está? _ pergunta

_ Estou... não m.. muito longe.. do p-ponto de ônibus, p-por f.. favor não demora! _ falo lentamente pela falta de ar, e porque doía cada pedacinho do meu corpo, só de tentar buscar a porra do ar.

Acho que quebrei alguma coisa.

_ Ok, eu estou indo! _ diz desligando

Eu queria ter respondido algo de volta, o problema é que a falta de ar veio com mais força, estava lutando pra não desmaiar ali.

Não muito tempo depois, vejo o carro de meu irmão se aproximando. (N/A: pensaram que fosse a Lauren né?)
O vejo descer correndo e ir até mim.

_ Quem fez isso com você? Vou acabar com esse desgraçado! _ diz com raiva nunca vi o Kaio tão possesso assim.

Ficaria até feliz pela demostração de preocupação comigo, mas no momento eu não estava conseguindo nem me manter respirando.

_ Por... Favor,  só me... tira daqui..., não ...estou conseguindo... respirar! _ mumurro já sem forças

_ Ok Ok, vamos pro hospital! _ fala me pegando no colo o que não foi uma boa ideia, pois sentir um pontada nas minhas costelas me fazendo gritar de dor.

_ Calma, tenta respirar bem devagar, ja vamos resolver isso! _ diz me colocando no banco traseiro do seu carro, correu pro seu lugar e saiu em disparada pro hospital.

Eu não sei em que momento aconteceu, Mas eu já não estava aguentando, minha visão ficou turva até que eu não vi mais nada.

(...)

Abrir meus olhos, e me arrependi no mesmo instante, as luzes estavam incomodando meus olhos, pisquei algumas vezes até focar minha visão em onde eu estava, não tão focada assim, pois estava sem meus óculos, os idiotas o quebraram, o quarto era todo branco, era definitivamente um quarto de hospital.

Tentei me mover, péssima ideia, minhas costelas doeram, me fazendo soltar um gemido de dor.

_ Finalmente acordou! _ diz uma voz muito conhecida por mim, olho pra uma poltrona ao lado da cama e ele estava lá sentado me encarando.

_ O que aconteceu? _ pergunto confusa.

_ Eu gostaria de fazer a mesma pergunta, Quem fez isso com você? _ questiona sério

_ Respondo, se me responder o que aconteceu depois que saímos de lá! _ retruco

_ Tinha esquecido o quanto você é chata! _ mumurra _ Você desmaiou enquanto vínhamos pro hospital, segundo os médicos fraturou duas costelas, tem um corte na boca, e está cheias de hematomas pelo corpo! _ diz

_ Agora repetindo, quem fez isso com você? _

_ Como se você se importasse, foram  Austin e Shawn, eles me agarraram e me bateram e depois fugiram de la! _ respondo

Meu irmão e eu estudávamos na mesmo colégio, Kaio ou Caleb como vocês preferirem chama-lo, fazia parte do mesmo time dos dois idiotas que me bateram.

As pessoas por lá não sabiam que éramos irmãos, desconfiavam pelo sobrenome, mas nunca questionaram, até porque ele também fazia questão de tirar onda com a minha cara por lá.

_ Aqueles desgraçados ainda irão se ver comigo! _ diz ele

_ Não precisa se meter nisso, e obrigada pela ajudar, não precisa perder mais seu tempo comigo kaio! _ digo 

_ Só vou sair daqui quando tiver alta! _ diz firme 

_ Porque está fazendo isso?_ pergunto

_ Sei que sou idiota a maioria das vezes, mais eu ainda sou a porra do seu irmão mais velho! _ exclama

_ Você nunca fez questão disso! _ retruco

_ Karla não dificulta minha vida, to tentando ser legal aqui! _ diz

_ Ok, mas porque só agora? E não me chama de Karla! _ digo bufando 

_ Porque eu estava conversando com Sofia, e ela me fez perceber o quão babaca estou sendo com você e com o Alejandro, na verdade com todos vocês!_ confessa

_ Ela ameaçou não falar mais com você, não foi? _ questiono

_Não vou negar que isso aconteceu, e você sabe o quanto eu gosto daquela pirralha, mas ela está certa Camila, eu estou descontando minhas frustrações em pessoas que não tem nada haver, por causa de um idiota que me abandonou sem nem olhar pra trás!_ desabafa ele abaixando a cabeça

_ Caleb, olha pra mim! _ ele faz o que peço

_ Eu, Sofia e nossos pais, sim nossos pais, porque Alejandro gosta de você como se fosse filho dele, até te registrar como filho ele fez, nós estamos aqui por você, aquele idiota não merece absolutamente nada de você! _ digo

_ É tão difícil Camila! _ diz

_ Eu não posso imaginar o quanto seja difícil, mas estamos aqui, foca no que te faz bem, e deixa o resto pra trás, você vai ver como irá melhorar! _ o tranquilizo 

_ Você é tão forte, me perdoa por tudo que eu fiz e disse pra você! _ pede

_ Claro que eu te perdôo, afinal você é meu irmão! _ digo

_ Obrigado, eu prometo tentar ser melhor, as poucos acho que consigo! _ fala se levantando e vindo me abraçar só esquecemos de um pequeno detalhe, minhas costelas.
Acabei grunhindo de dor.

_ Desculpa, eu vou chamar o médico! _ diz saindo do quarto logo em seguida.

Aquela foi nossa primeira conversa civilizada em quatro anos, eu me sentia muito msis leve, depois daquilo.

Espero verdadeiramente que ele melhore mesmo.

(...)

Depois de ouvir todas as recomendações do médico, recebi alta, teria que ficar duas semanas de molho, sem movimentações bruscas, ou muito esforço.

Kaio me colocou em uma cadeira de rodas e fomos pro estacionamento, ele estava tão cuidadoso, parecia nervoso, diferente de tudo que eu estava acostumada.

_ Você pode agir normal comigo K, relaxa! _ digo

_ Tudo bem Mila, você não sabe o quanto é importante essa sua confiança em mim! _ diz ele olhando pelo espelho do carro.

_ Eu confio em você, vejo que realmente está tentando!_ Digo e ele sorrir

O restante do caminho até em casa foi silencioso, quando chegamos em casa, nossos pais e Sofia estavam vendo Tv, Kaio e eu iríamos subir sem fazer barulho, só que não deu muito certo!

_ Onde pensam que vão?_ questiona minha mãe ainda com olhando pra TV, sério as vezes tenho medo dela.

_ O que aconteceu com a Mila? _ questiona Sofi, vindo até nós, pois eu estava no colo de Kaio.

_ Vou deixar-la no quarto, lá vocês conversam melhor! _ diz k, subindo as escada e sendo seguido pelo resto da cambada.

Ele me colocou com cuidado na cama, me deu um beijo na testa e saiu do quarto, me deixando com três pessoas completamente confusas.

_ O que foi isso? _ questiona dona Sinuh confusa

_ Nós nos resolvemos! _ Explico

_ Ok, isso foi inesperado, mas bom, fico feliz hija! _ diz Alejandro me abraçando, minhas costelinha doeram entregando a situação.

Ok definitivamente preciso ficar longe de abraços.

_ O que aconteceu? _ pergunta minha mãe séria

Expliquei tudo o que aconteceu pra eles, eles queriam ir na escola fazer barraco, porém não deixei, seria pior pra mim se isso acontecesse.

Depois que minha mãe me ajudou com o banho, mais uma situação constrangedora, no qual ela tiraria onda com a minha pessoa pelo resto da vida.

Agora me encontrava deitada em minha cama, pensando no que aconteceu, uma coisa que garanto a vocês, muita coisa vai mudar, chega um momento na vida que você cansa, e eu cansei de ser feita de saco de pancadas.

Eu não mudaria meu caráter, isso jamais, mas não aceitaria ouvir tudo calada.

Sou desperta de meus pensamentos, com meu celular vibrando na cômoda ao lado.

Adivinha quem era?

Bad girl*: Esqueceu do nosso trabalho nerd? 

Bad girl*: Que inresponsável Baby, sua sorte que o professor adiou pra daqui três semanas!

Camila": Ótimo, te encontro uma semana antes da entrega!

Ela continuou mandando mensagens e eu as ignorei, graças teria tempo pra melhorar, fiquei vendo TV até cair no sono.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...