História Simplesmente acontece.. (camren g!p) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Amor, Camila, Camren, Fifthhamorny, Intersexual, Lauren
Exibições 480
Palavras 2.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Acharam que iria ficar sem att hoje não é?
Jamais faria isso com vocês.

Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 18 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Simplesmente acontece.. (camren g!p) - Capítulo 18 - Capítulo 16

Pov's Camila.

_ Me beija Camz! _ diz ela

Eu só posso está ouvindo coisas, ela realmente pediu pra beijar-la.

_ O que? _ pergunto nervosa

_ Eu falei pra você me beijar! _ diz Calma sentando em minha frente

_ É que eu... Eu ! _ péssima hora pra gaguejar

Mas como eu iria beijar essa mulher, se eu nunca beijei ninguém na vida, tô bem ferrada.

_ O que foi? Você não quer não é? _ fala triste

_ Não é isso Lo, é que eu.. eu, Droga porque é tão difícil falar! _ digo frustada

_ Você sabe que pode confiar em mim, pode falar! _ diz

_ Eu nunca beijei Lo.! _ confesso de cabeça baixa, aquilo era constrangedor.

_ Hey não sinta vergonha por isso! _ diz segurando meu rosto, fazendo-me encarar aqueles belos olhos verdes.

_ Eu me sinto tão estúpida, por nunca ter tido coragem de beijar alguém, mas também quem iria querer uma aberração como eu não é mesmo?! _ digo

_ Nunca mais diga isso, você não é uma aberração Camila! _ repreende Lauren

_ Lo por favor eu sei o que...  !_ sou interrompida por ela

_ Pode ir parando por aí, você não é uma aberração Camila, se as pessoas te chamam assim foda- se elas, elas não conhecem a pessoa maravilhosa que você é, nunca mais repita isso! _ diz ela

_ Obrigada Lo! _ agradeço

_ De nada, mas eu continuo querendo te beijar, o que acha disso? _ diz ela

_ Que você é louca, mas eu acho uma ótima ideia, só não sei o que fazer! _ digo corando.

_ Eu te mostro Baby!_ diz se aproximando mais de mim o que me fez ficar tensa na hora.

_ Relaxa, e repita o que eu fizer! _ diz me dando um beijo na bochecha, depois um no canto da boca e então colando nossos lábios.

No início foi apenas um roçar de lábios sutil, mas logo ela pediu passagem, e eu sedi é claro, no momento em que Lauren introduziu sua língua em minha boca, só faltei solta fogos de artifício, era uma sensação maravilhosa.

Comecei a repetir os movimentos que ela fazia, acho que estava indo bem, pois em nenhum momento ela reclamou, logo nossas línguas estavam brigando por espaço, o beijo começou a ficar mais urgente, e como a posição estava um pouco desconfortável, Lauren sentou em meu colo, me fazendo arfar,tinha como ser melhor?

Porém como tudo que é bom dura pouco, o ar nos faltou, e ela encerrou o beijo com vários selinhos.

_ Uau! _ digo após recuperar o fôlego

_ Acho que alguém ficou animadinha! _ diz Lauren

_ Desculpe! _ falo vermelha de vergonha

_ Tudo bem, você foi perfeita! _ diz ela me dando um selinho 

_ Desculpe mesmo por isso Lo, as vezes não consigo controlar! _ digo 

Tinha medo dela me rejeita.

_ Sem problemas Baby! _ fala distribuindo beijos pelo meu pescoço.

Era uma sensação maravilhosa, mais estava me deixando mais excitada, e ela ainda estava em meu colo, uma combinação nada boa.

_ Lo, não faz assim! _ digo manhosa

_ Mas tá tão bom Camz! _ insiste

_ Eu sei Lo, como eu sei! _ digo segurando um gemido, pois ela se movimentou em meu colo, acho que por reflexo segurei em sua cintura e a trouxe pra mais perto, fazendo nossas intimidades terem mais contato, o que nos fez arfar.

Do nada ela envolve suas mãos em meus cabelos, e cola novamente nossos lábios, fazendo movimentos leves em meu colo. sério se eu morresse hoje morreria muito feliz.

Estava tudo de boa, tudo maravilhoso, mais sempre tem o demônio pra atrapalhar, nesse caso foi minha irmã entrando no quarto.

_ Depois dizem que não estão se pegando! _ provoca Sofia e Lauren esconde o rosto em meu pescoço, 

Agora ela fica com vergonha?

_ Não sabe mais bater não? _ questiono a olhando com raiva

_ Só vim avisar que mamãe e papai não voltam hoje! _ diz ela

_ Ok, já avisou! _ digo

_ Grossa, Usem camisinha! _ provoca Sofi rindo

_ Sou mesmo, agora some daqui! _ digo jogando um travesseiro, porém ela foi mais rápida e trancou a porta.

_ Gosto da sua irmã! _ diz saindo do meu colo o que me faz suspirar frustada

Não sai não.

_ Acho que alguém tem um grande problema! _ diz dando ênfase no grande, olhando pro meio das minhas pernas.

Safada.

_ Culpa de quem? _ questiono colocando um travesseiro em cima do meu volume

_ Se quiser posso ajudar! _ oferece ela

Ooh como eu queria isso, só não seria uma boa com nossas irmãs em casa, e eu ainda tinha um pouco de receio em relação a meu corpo.

_ Deixa que eu resolvo! _ digo me levantando e correndo pro Banheiro escutando sua risada.

Essa mulher ainda vai me matar, Ohh se vai.

_ É parceiro, agora só nós dois!_ digo

Eu não iria fazer o que vocês estão pensando, seu bando de pervertidos.

Joguei água em meu rosto, e tentei pensar em coisas que me fizessem broxar, coisa bem difícil, sabendo que Lauren estava do outro lado da porta, eu tinha acabado de beijar ela.

Demorou um pouco mas eu consegui resolver a situação, tomei um banho rápido.

Sai do banheiro encontrei Laur dormindo, a safada me deixa excitada depois dorme, muito bonito isso. Mas como sou um amor de pessoa, a cobrir e desci pra arrumar as coisas pra mais tarde.

Coloquei alguns colchonetes e edredons no chão, arrumei todas as besteiras numa mesinha ao lado do sofá, liguei na Netflix, era só esperar o povo chegar.

(...)

Por volta das 20:05 a campainha tocou, e fui atender, eram Louis, Harry e uma garota, loira, alta, muito bonita por sinal.

_ Hey Mila, que saudade! _ diz Hazz me abraçando

_ Eu também Hazz! _ digo

_ E eu não sentiu falta não? _ intromete Lou

_ Oh bicha ciumenta! _ falo abraçando ele depois de soltar Harry

_ Sou mesmo! _ diz ele fazendo bico

_ Vamos parando com a viadagem, que eu quero comer! _ diz a garota

_ Podem entrar! _ não aguentei e acabei rindo dando passagem

_ Ah Mila, essa idiota é a Dinah, Dj essa é a Camila! _ apresenta Harry

_ É um prazer! _ digo educadamente

_ Digo o mesmo bunduda! _ fala me abraçando

Acredita que eu não estranhei? Ela parecia ser legal, e convivendo com Louis era de se esperar.

Eles se acomodaram no chão mesmo, e eu fui chamar as meninas, como a Lern ainda estava dormindo, a deixei quietinha lá, pois ela parecia cansada, logo me juntei ao pessoal, pelo visto eles se deram bem, estavam conversando e tudo.

_ Que filme vamos ver? _ Questiona Dinah com a boca cheia

Essa é das minhas.

_ Fiquem à vontade! _ digo me jogando no sofá

Depois de uma bela discussão, eles optaram por invocação do mal.

_ Ah não amor, você sabe que tenho medo! _ diz Lou

_ Agora que eu faço questão de ser esse filme! _ comento

_ Gostei dessa garota! _ fala Dinah e fazemos um hi-five

_  Isso é um complô contra minha doce pessoa! _ fala Lou indignada

_ Calma amor, eu tô aqui! _ tranquiliza Hazz

_ É muito gay mesmo! _ fala Dj

_ Concordo com você! _ digo

Eu e Dinah entramos em uma conversa agradável, enquanto o filme não rolava por causa dos chiliques de Louis, nos demos bem de cara, ela é super engraçada e adora tirar onda com a cara de Louis, o que já ganhou pontos Comigo.

_ Oba, filmes! _ diz meu irmão animado se jogando em cima de Sofia e Taylor, atrapalhando o beijo delas.
Nem vi a criatura chegar.

Ele estava acompanhando de um rapaz, que pela semelhança entre Taylor e ele, devia ser Chris.

_ Sai daqui porra! _ xinga Sofi

_ Olha boca garota! _ repreendo

_ Podem se juntar a nós! _ fala Harry

_ Eu sou Louis, esse gostoso aqui e meu namorado Harry, e essa ridícula e Dinah Jane._ apresenta Louis

_ Ridícula é tua.. _ entro no meio a interrompendo

_ Opa, aquieta o fogo ai! _ Digo

Me sentir o juiz daquele ringue.

_ Sou Kaio, irmão dessa coisa aí! _ se apresenta meu irmão sentando ao lado de Dinah

_ É um prazer conhecer vocês, sou Chris! _ fala Chris se sentando ao lado do meu irmão.

Aí tem, Oh se tem.

_ Pelo visto vamos ficar de vela Camilinha! _ diz Jane

_ Camila tá sozinha porque quer! _ fala Harry

_ Cadê a gostosa de olhos verdes? _ pergunta Louis, Chris e Taylor olham pra mim.

Queria me enterrar naquele momento.

_ Seria muito bom se você calasse a boca na frente dos irmãos dela! _ digo

_ O que? Já tá tudo em família?_ comenta Lou

Eu ia falar só que sou interrompida pela voz rouca da minha deusa.

_ Camz, Porque não me chamou! _ diz fazendo bico

Porque tão fofa?

_ Vem aqui! _ digo dando espaço pra ela, e ela se joga em mim, pego um edredom nos cobrindo.

Não sei de onde surgiu toda essa intimidade, essa necessidade de tá perto, mas eu adorava.

_ Você estava tão Linda dormindo que fiquei com pena de acordo-la!_ sussurro em seu ouvido e ela beija meu pescoço

Nós não tocariamos no assunto sobre o que aconteceu mais cedo, e eu agradecia por isso.

Podia sentir o olhar de todos sobre nós duas, Nem me importava, ela estava comigo isso era o suficiente.

_ Vão ficar olhando ou vão colocar o filme! _ digo

_ Chata! _ diz Kaio

_ Então era aqui que você estava ontem? _ pergunta Chris

_ Sim pirralho, falo com vocês mais tarde, Vamos ver esse filme! _ diz Lauren.

Depois de apresentar os meninos e Dinah pra ela, finalmente o filme foi colocado e começamos a ver, vez ou outra Louis dava uma de histérico e gritava por nada, no final de tudo estava sendo uma noite agradável.

(...) 14 de outubro de 2014.

Acordei com um corpo em cima do meu, acho que pegamos no sono no meio do quinto filme.

Olhei as horas em meu celular, já passava das nove da manhã, parabéns Camila, bem que a Lauren avisou que não era bom ficar até tarde vendo filmes em dia de semana.

Mas foda-se, uma vez não mata ninguém.
(N/a: Eu amo fala foda-se, acho que tenho algum problema, só pode!)

Eu precisava ir urgentemente ao banheiro, só que com Lauren em cima de mim não iria conseguir sair sem acorda-la.

_ Lo, acorda Baby! _ digo 

_ Só mais cinco minutos amor! _ mumurra ela

Ela me chamou de amor, eu ouvir direito? Mas eu não poderia me dar ao luxo de surtar, pois eu precisava ir ao banheiro, aquela porra doía muito.

_ Lern por favor, preciso usar o banheiro! _ peço

_ Mais tá tão bom aqui! _ diz me apertando

_ Tá doendo Lo! _ mumurro chorosa

As vezes eu não me entendo, uma hora eu tenho vergonha de falar com ela sobre isso, outras eu nem ligo, sou estranha mesmo.

_ Oh desculpe, vai lá! _ diz saindo de cima de mim e eu vou até o banheiro do meu quarto.

Aproveito faço minha higiene, tomo um banho rápido e visto uma roupa confortável, não iria sair mesmo.

Desço, e vou direto pra cozinha me surpreendo encontrando Lauren fazendo panquecas.

_ Tomei a liberdade de fazer café pra esse povo! _ diz ela

_ Meu estômago agradece por isso! _ falo dando um selinho nela

Ok, isso foi impulsivo.

_ Desculpa! _ falo envergonhada

_ Não peça desculpas por algo que não estou reclamando, pelo contrário, vem aqui! _ diz puxando minha camiseta e colando nossos lábios

_ Opa, podem continuar eu não vi nada! _ fala Dinah fazendo Lauren rir em meio ao beijo, encerramos com selinhos e ela voltou a fazer as panquecas.

_ Vamos acordar esse povo! _ digo

_ Tenho uma ideia! _ fala Dinah com um olhar de quem iria aprontar

_ Tem panelas no armário ao lado, divirtao-se! _ comenta Lauren sem olhar pra gente

_ Mas como você sabia? _ questiona Dj

_ Tenho muita vontade de fazer isso também! _ diz simples

_ Ok, vamos lá! _ digo

Lauren termina de arrumar a mesa para o café com a nossa ajuda, e seguimos com o nosso plano perverso.
Cada uma pegou duas tampas de panela, e fomos pra sala em silêncio.

_ No três! _ sussurra Dj

_ Um! _ falo

_ Dois! _ diz Lauren

_ Três! _ fala Jane e começamos a bater as tampas uma na outras, fazendo com que todos acordem assustados.

_ Mas que porra! _ grita Kaio

_ Estão doidas?_ pergunta Sofia

_ Foi ideia da Lauren! _ Defendo-me

_ Que feio, me entregando desse jeito! _ diz indignada

Na hora todos começaram a discutir, paramos com o estrondo que a porta da frente fez e minha mãe entra com tudo.

_ Que bonito em Karla Camila, nós saímos uma noite e você me aprontando uma dessa Karla Camila, que decepção, nem pra convidar sua própria mãe e seu pai pra farofa você serve Karla!_ diz é todos começam a rir.

Eu estava feliz, Finalmente tinha amigos, estava me dando bem com meus irmãos, tinha Lauren, tudo estava indo bem, espero que continue assim.

(...)





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...