História Simplesmente aconteceu - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys (bts)
Exibições 7
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiis bombons olha quem voltou!
Desculpa eu ta meio sumida e por que a escola me toma todo tempo(mentira e o bangtan mesmo)
Manooooo vai ter showww tem um olho na minha lágrima, mais enfim vamos ao CP boa leitura

Capítulo 7 - Corre que e ARMYs


Os meninos estavam tudo jogado no sofá quando minha mãe começa a Me ligar.


Ligação on

–alo!

–oii filha, já ta em casa?

–nao mais daqui a pouco eu vou.

–eu liguei pra avisar que eu não vou volta pra casa hoje, tenho muito trabalho e eu vou fica aqui na empresa.

–o que? Como assim! Você não pode fazer isso mãe.

–ja esta decidido eu vou fica na empresa e você vai pra casa ouviu?.

–que bela mãe você e em!

ligação off


Essa ausência da minha mãe esta me deixando louca como ela pode fazer isso cara eu sou a única pessoa que esta do lado dela e ela nem tem tempo pra mim, eu já estava sentindo um ódio misturado com tristeza corroer meu corpo quando o hope entra na cozinha e me olha estranho.


–ta tudo bem? Você esta com uma cara -falou indo ate a geladeira e tirando de lá uma jarra de água.


–estou sim! -falei mostrando um sorriso –so uns problemas mais ta tudo bem -falei mostrando o celular e guardando o mesmo em seguida no bolso.


–que conversar? -falou me dando um copo d'agua.


–nao e nada só minha mãe que não volta hoje pra casa -falei pegando o copo da sua mão e tomando um gole.


–isso e bom! -falou sorrindo.


–bom? Por que?


–por que você vai fica mais um tempo com a gente, vem! -falou me puxando pra sala.


–gente fica aqui ta muito chato vamos sair? -falou assim que chegou na sala.


–boa ideia eu ja estava no tédio aqui.-falou o tae dando um pulo do sofá


–pra onde a gente vai tem cama? -perguntou o suga se contorcendo no chão


–nao! -falaram todos em um coro.


–vamos ser boas pessoas e mostra a cidade pra nova moradora, aposto que você nunca foi em nem um ponto turístico aqui em seoul não e mesmo? -falou e se voltou pra mim fazendo a pergunta.


–nao minha mãe vive trabalhando então não temos tempo pra isso -falei um pouco triste.


–okay eu vou -falou o suga se levantando do chão e indo em direção ao quarto.


–vamos nos arrumar, espera a gente aqui! -falou o hope me guiando ate o sofá e foi ai que eu percebi que esse tempo todo ele estava com as mãos na minha cintura.

Eles foram pro quarto e eu continuei lá sentada ate receber uma mensagem de um número anônimo.

Xxxxxxx

Oi meu amor, como esta sendo fica com sua mãe? Sabia que eu sempre quis te ter pra mim? E logo logo eu vou ter.

Com amor seu eterno daddy.


Aquela mensagem me fez estremecer, sera mesmo que era meu pai? Não! E só uma brincadeira de mal gosto estão querendo brinca comigo ele esta preso não pode ser ele, e que papo e esse de querer me ter ele e meu pai isso e errado por mais que meu pai não goste de mim ele nunca seria capaz de fazer isso comigo, ou seria? Fui interrompida dos meus pensamentos quando o taetae sai correndo do quarto só de box com o kookie atrás dele.


–cade meu perfume seu alien mal 


–para de correr atrás de mim kookie eu já disse que esse perfume e meu, o seu ta no quarto 


–mentira eu vou fala pro omma jin -falou e parou de correr.


–eu ranco suas bolas fora -falou o tae ameaçadoramente.


–O JINNNN 


–eu vou te mata seu moleque- falou o tae indo em direção do menos.


–mais o que ta acontecendo aqui? -perguntou o jin saindo do quarto, ele olhou pra mim que estava assustada e com vergonha e depois olhou pro tae só de box e o kookie tentando se defender com uma almofada 

–o que vocês dois pensam que estam fazendo? -perguntou o suga saindo do quarto e vendo aquela sena e nessas alturas eu já estava com as mão cobrindo o rosto todo vermelho de vergonha.


–era exatamente o que eu ia pergunta, você não tem vergonha de fica só de cueca na frente de uma dama não -perguntou o jin aparentemente irritado.


–meu Deus eu não tinha te visto ai pequena, me desculpa -falou o taetae.


–ate por que ela ficou invisível né seu jumento, me explica como você não viu ela? Ela esta bem visível pra mim -falou o suga irritado também.


–bem eu não quero atapalhas mas acho que a situação já esta constrangedora o suficiente, por que vocês não vão termina de se arrumarem -falei ainda com as mão cobrindo o rosto 


–isso vão logo só falta vocês dois -falou o jin e depois de ouvir passos indo em direção ao quarto sinto um par de mão retirando as minhas do rosto –me desculpa por isso eles são sempre assim -falou envergonhado.


–entao os seus dias são animados 


–voce nao sabe o quanto -falou o suga se sentando no sofá e diga-se de passagem ele estava de tira o folego 


Quando finalmente estavam todos pronto e de tira o fôlego saímos pro tal passeio os meninos estavam bem animados e aparentemente felizes e por mais que eu me esforçasse eu não estava conseguindo me divertir sempre que eu estava quase me distraindo a mensagem que eu avia ressebido vinha em mente.


– você ta bem? Parece que não esta gostando -perguntou o jin se sentando ao meu lado.


–eu só não consigo para de pensar em uma coisa, mais tirando isso eu to bem.


–voce quer ir pra casa? Eu posso te levar.


–nao, não quero eu quero que voce me fassa esquecer dos meus problemas, você pode fazer isso por mim? -perguntei olhando em seus olhos e eu pude jura que vi um brilho diferente se forma ali.


–fico feliz que você confie em mim, vou fazer de tudo pra esse ser seu melhor dia -falou e me puxou ate onde os meninos estavam -gente que tal irmos num parque de diversão? -perguntou assim que chegamos ate eles 


–otima ideia, eu quero ir no trem do terror -falou o tae todo animado.


–NAO! Você ta doido -falou o hope –eu não gosto desse brinquedo.


– democracia, vamos vota, quem quer ir no trem do terror levanta a mão - todos menos o jimin e o hope levantou a mão – a maioria vence -falou tae satisfeito.


–eu nao vou -falou emburrado 


–eu vou esta do seu lado não precisa ter medo -falei baixinho só pra ele ouvir, ele tem sido um ótimo amigo e o minimo que eu posso fazer .


–obrigado


Compramos os bilhetes e nos dirigimos ao trem pra cada "vagão" tinha três assentos eu fiquei no meio o hope do meu lado e o jin do outro, no de trás ficou o o jimin o tae e o kookie, e lá atrás ficou o rapmon o suga e uma menininha fofa. quando o brinquedo começou a se movimenta o hope fechou os olhos e essa atitude me fez rir, segurei em sua mão o fazendo abri os olhos e olhar pra mim.


–relaxa vai fica tudo bem.


–obrigado -falou sorrindo e olhando pra frente apos solta um longo suspiro 


–jin! Os brinquedos aqui não são tão assustadores né? -perguntei tentando não demostra meu nervosismo.


–so um pouco -falou rindo.


–uhm... Legal -falei sorrindo pra não transparece meu medo.


–nao se preocupe eu vou esta aqui -falou no meu ouvido 


Quando finalmente saímos daquele brinquedo demonioco eu estava com o coração na mão, tinha segurado a mão do Jin o trajeto todo e o hope a minha eu estava tremendo e os meninos não paravam de rir do hope por que pode acredita ele gritou muito lá dentro ainda nao havia recuperado minhas forças quando escultor alguem grita bem alto.

–OH MEU DEUS E O BANGTAN ! -uma garota começou a aponta pra nós e logo uma multidão de meninas já estavam ao seu lado.


–droga! Mete o pé gente -depois de ouvi o rapmon eu só senti minha mao sendo puxada olhei pra trás e tinha uma multidão ouvi os meninos falarem pra se separa e assim o fizeram.

Me soltei de quem que seja que estava me segurando e começei a correr em uma direção qualquer quando de repende a mister equilíbrio tropeça nos próprios pés e cai contudo no chão tudo que eu mais queria era chora mais ao vê um grupo de meninas correrem em minha direção me levantei com muita dificuldade e comecei a correr, já nao estava mais sentindo minhas pernas e tinha uma boa quantidade de sangue descendo dos joelhos pra baixo, olhei pra trás  e vir que estava quase despistando elas resolver entra em um beco e me escondir de trás de um contêiner de lixo que havia lá olhei pros meus joelhos e comecei a rir e depois a chorar me levantei do chão e fui pra fora do beco comecei a andar tatiei meu bolso a procura do meu celular e quando finalmente achei procurei o número do jin nos contados e quanto finalmente achei disquei o mesmo eu nao sabia onde estava e eles eram os únicos que poderia me ajudar, me sentei ma calsada e esperei a ligação ser atendida.

Ligação on


–oi pequena, onde você esta? Por que soltou minha mão? Voce esta com alguém dos meninos?


–calma jin! Eu nao estou com os meninos e soltei sua mão por que eu sei que vocês são muito famosos na Coréia e se me pegarem com vocês poderia dar problema, bem eu to meio que perdida e nao conheço nada aqui você poderia vim me busca?


–claro, mas essa conversa não acabou aqui não era pra você solta minha mão, você poderia me dar um ponto de referência?


–uhm deixa eu ver... Eu to perto de um tipo de templo nao sei explicar.


–eu sei onde e vou liga pro meninos e já chegamos ai


–okay ah eu nao estou tão perto estou de baixo de uma arvore e meio afastado.


–okay, nao saia dai


Ligacao off


Olhei pra minha pernas e estava realmente feio estava doendo muito e ainda saia um pouco de sangue, fiquei um tempo tentando não ligar pra dor na quele local ate um grupo de garotos se aproximar de mim.


–olha o que temos aqui, ta perdida princesa? -um dos meninos que aparentava nao ser coreanos perguntou –to vendo que você está machucada, vem comigo eu vou cuidar de você -falou se aproximando com um sorriso sinico no rosto.


–nao chega perto de mim -falei me afastando eles.


–calma amor eu nao vou te machucar.


–SAI DE PERTO DELA! -ouvir aquela voz me fez soltar o ar que nao sabia que estava prendendo.




Notas Finais


Opaaaa olha eu aqui,
Eu realmente não sei se está bom espero que gostem
Tenho demorado por que essa coisa de show está me deixando desesperada mais enfim ate a próxima
Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...