História Simplesmente Aconteceu - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques, Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Comedia, Drama, Romance
Visualizações 37
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Nao me deixa esquecer voce....


Pov`s Lukas

Descemos juntos e tempos depois o Daniel saiu de casa. Não sei por que... Mas senti que algo estava dando errado.

Pov`s Manuela

Passei muito tempo sozinha em casa, até que uma pessoa bate na porta. Fazia três meses que eu não recebia uma visita e então eu abri a porta.

Xxx: sentiu saudades Manuela?! -Ele entra sem pedir e o seu perfume me da enjoo.

Eu: quem é você? -Pergunto ainda perto da porta, qualquer coisa era só correr.

Xxx: então é verdade... você está mesmo sem memória meu amor? -Ele segura em minhas mãos e acaricia meu rosto. Seu toque frio e sem nenhum amor me deixa desconfortável.

Eu: Quem é você?!! -Pergunto mais uma vez, tirando suas mãos de mim.

Xxx: eu acabei com você. -Ele sorri vitorioso.

"Luiz..." Pensei.

Seu nome me da medo, muito medo. E eu sem querer deixo transparecer isso.

Eu: SAI DAQUI!!! SAAAAI!! -Empurro seu peito com todas as forças que tenho, mas mesmo assim Ele continua parado, rindo na minha frente.

Luiz: Gatinha... que linda tentando me afastar. -Ele me beija e eu viro o rosto para todos os lados impedindo tal ato. Mas suas mãos grandes e fortes machucam meu pescoço fazendo com que eu ficasse sem ar.

Quando estava quase roxa ele me joga pra frente, caindo no corredor.

Eu comecei a chorar de medo, tudo em volta girava e a minha cabeça estava doendo.

Eu estava em desespero.

Pov`s Daniel

Já que o Lukas não levantava pra ir atrás da Manuela, eu fui.

Acho que bati na casa dela três vezes e nas três ela não atendeu.

"Que estranho..." pensei e fiquei preocupado. Quando escuto um grito abafado vindo de dentro da casa comecei a bater e gritar desesperadamente na porta.

Eu: MANUELAAAAA!!!!!!!!

...

Pov`s Manuela

Alguém estava gritando na porta da minha casa, mas na condição que eu estava, eu não podia atender. Nem gritar eu podia.

Luiz: o amigo veio te salvar! Olha só, que pena! Ele não vai entrar. -Ele riu e trancou a porta.

Eu estava realmente ferrada.

...

Pov`s Lukas

Depois de 40 minutos que o Daniel saiu, ele me ligou.

Ligação Molos👊

Eu: fala Mano. -Disse desanimado.

Daniel: CORRE PRA CASA DA MANUELA!! -Ele deu um berro no meu ouvido tão alto que a Steh, que estava no outro lado do sofá, ouviu.

Eu: por que?! O que que foi? -Disse preocupado.

Daniel: tem gritos aqui, ela tá gritando! Rápido Lukas!

Eu: Luiz...!

Ligação Off Molos👊

Eu desliguei sem dizer mais nada...

Botei o tênis e saí voando. Chegando lá, o Daniel estava tentando empurrar a porta, mas não estava tendo sucesso.

Daniel: tem chave? -Ele pergubta ofegante.

Eu: merda esqueci!

Um berro foi ouvido de dentro da casa...

Manu: SOCORRO!! -Ela estava chorando, aparentemente desesperada.

Eu não aguentei, meti o pé na porta e ela se abriu.

Eu: tens três segundos pra sair de cima dela, ou eu acabo com você! -Fui pra cima de um cara com a altura do Dani.

E ele me bateu.

Aí o Daniel bateu nele por que ninguém bate em mim, o cara bateu no Daniel e eu bati no cara por que ninguém bate no Daniel. A Manuela levantou e tentou revidar, mas o cara bateu nela, eu bati nele por que ninguém bate nela, no meio dessa confusão eu acabei batendo no Daniel. Muito sem querer.

Daniel: Ai porra! O soco é nele, não em mim! -Ele pôs a mão na parte lateral esquerda do rosto, que foi onde eu o acertei.

Eu: Ah qual é!? O marmanjo tem a tua altura e a tua cor, como que eu vou saber quem é quem?! -A gente se distraiu, essa foi a brecha pra ele fugir.

Lógico que tinhamos percebido que era o Luiz, mas isso não importava tanto.

Manu: gente... obrigada. -Ela colocou a mão na barriga, provavelmente onde estava machucada.

Daniel: a gente fica longe por um tempo e você só arruma confusão? -Ele fez uma cara de dor e vai na direção da Manuela.

Manu: pois é! Não se machucaram muito, não é? -Ela nos olha com preocupação. Mas isso não era motivo pra se preocupar, nós no mínimo ficaríamos com alguns hematomas na barriga e um no rosto do Daniel que eu sem querer coloquei la.

Daniel: não. E você? O que ele fez com você? -Ele a amparou até o braço do sofá para que ela pudesse respirar tranquila.

Manu: ele apareceu aqui do nada e me chamou de amor, tentou me beijar e quando eu revidei ele me bateu.

Eu: você não acha que prestar queixa seria uma boa? -Pergunto segurando o queixo e sentindo os socos que nele eu recebi.

Manu: sim... seria uma boa. Mas não tenho com quem... -Ela deixou que a frase morresse e olhou para mim e pro Daniel.

Seus olhos estavam com lágrimas e ela abraçou o Daniel como quem pede que não a abandone.

Daniel: a gente vai ficar com você. Tá? Ela não vai mais encostar em você. -Ele fez carinho no cabelo dela e ela chorava rios de lágrimas no ombro dele. Até que ela olha pra mim. Os olhares que trocamos e as palavras não ditas, disseram tudo.

Ela se jogou nos meus braços e sussurrava algo que me trouxe uma alegria muito grande.

Manu: não me deixe esquecer você de novo. Me protege, por favor Lukas.

Eu: de sempre e pra sempre, até o mundo acabar. -Eu prometi, e iria cumprir.

{Alguns dias depois do ocorrido...}

Eu passava muito tempo com a Manuela, e isso era bom. Era muito bom. Nós estávamos voltando a ser amigos, e era tudo o que eu queria. E também queria que fôssemos só amigos.



Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...