História Simplesmente Amor - Capítulo 62


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana, Lucas Lucco, Manu Gavassi
Personagens Luan Santana, Lucas Lucco, Manu Gavassi, Personagens Originais
Tags Amor, Luan, Luan Santana, Romance, Sertanejo
Exibições 54
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


LEIAM AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 62 - Ela acordou


Fanfic / Fanfiction Simplesmente Amor - Capítulo 62 - Ela acordou

P.o.v do Luan

Fazia dois meses, dois longos meses que ela estava ali naquela cama de hospital inconsciente, respirando com a ajuda daqueles malditos aparelhos, descobri que ela esperava um filho nosso, mas um filho, que perdemos naquele maldito acidente, minha menina tão indefesa, todos os dias eu levava os meninos pra verem ela.

Breno: tando a mamai vai acoida ? (Breno estava sentado no meu colo e alisando o rosto da mãe ) 

Luan: Logo filho.

Samira: A mamai tá idual a plincesa beia  domecida neh titia bu? (Sami tava no colo da bruna)

Bruna: É sim sami, a mamãe é uma princesa.

Samira: A bluxa feiz ela doimi, papai o plincipe atoida a plincesa tom um beizo 

Luan: Mas a mamãe não vai acordar com um beijo amor.

Deu a hora deles ir embora, eles deram um beijo na mãe e saímos ,  minha mãe tava no corredor, Bruna levou eles pro carro.

Marizete: Nenhuma melhora ?

Luan: Não mãe  (me desabou em chorar a abraçando )  to com medo mãe e se ela não acordar ?

Amarildo: Temos aue ter fé em Deus Luan.

Luan: É difícil pai, vou voltar pro quarto, ela pode acordar a qualquer momento e eu não estou lá.

Eles assentiram me dando um beijo, comecei a andar de volta pro quarto mas antes o médico me parou.

Medico: Senhor Santana

Luan: Eu.

Medico: as notícias sobre suas esposa não s ao nada boas ( ele respirou fundo ) fazem dois meses que ela tá assim, se ela demorar maia vamos ter que desligar os aparelhos. 

Luan: oque? vão desligar porcaria nenhuma,eu pago as despesas todas que estão tendo com ela,

Medico: Senhor mas....

Luan: Mas nada.

Sai dali antes que me estressasse e voltei pro quarto, ela ainda tava do mesmo jeito, me aproximei dela e peguei em sua mão.

Luan: Oi meu amor (falei chorando) você me faz tanta falta, sinto saudades até das suas broncas de quando eu molhava o chão do quarto ou até deixava toalha em cima da cama, sinto saudades do som do teu sorriso, da tua voz.......ta tão difícil sem você aqui.....dificil seguir em frente......volta meu amor....volta pra mim....volta pros nossos filhos.

Me virei de costas e quando ia saindo escuto o barulho das máquinas parando meu Deus sai correndo pra chamar os médicos e eles entraram como balas,depois de algum tempo, algumas horas lá dentro o primeiro médico sai.

Medico: Luan, tenho uma notícia boa é uma ruim.

Luan: Fala logo.

Médico: A boa é que finalmente a Nathalia acordou, e a ruim é que ela não lembra de nada, acha que ainda tem 19 anos, então por favor cuidado quando falar com ela pra não causar um choque maior.

Os médicos saíram da sala e as lágrimas caiam, ela não lembra como assim, ela não pode me esquecer, não pode esquecer nossos filhos, não pode esquecer nosso amor, ou pode? pode uma pessoa esquecer um amor tão puro e verdadeiro assim da noite pro dia?

Entrei no quarto e ela estava lá, olhando pro teto, me aproximei.

Luan: Meu amor....

Nah; meu amor? (Ela falou assustada)

(....)

Eu acordei em um quarto branco, repletos de gente, depois me informaram que eu estava no hospital, eu não lembrava de absolutamente nada, logo entrou um homem nele.

Xxxxx: Meu amor.

Olhei e minha nossa era o meu ídolo o Luan, mas não entendi porque o meu amor.

Nah: Meu amor?

Vi que ele ficou assustado e não entendi, que não estava entendendo sou eu, oque ele estava fazendo aqui;

Luan: Que bom que acordou. (Vi que ele tava chorando pois seus olhos estavam vermelhos e inchados)

Nah: Eu não entendo nada, porque choras?

Luan: Você não lembra de nada mesmo? (Neguei com a cabeça )  oque lembra?

Nah: Eu tenho 19 anos, acabei de chegar em São  paulo,moro com meus primos, e vou cursar jornalismo, e que sou luanete 

Ĺuan: (Ele sentou ao meu lado da cama e pegou minha mão )  não se assusta se vou te falar isso assim (Olhei olhei pra ele reparei que ele tentava ser forte.) somos casados a dois anos, você vai fazer 23 mês que vem, e temos dois filhos de 3 anos, são  gêmeos samira e Breno.

Nah: (ri achando aquilo engraçado ) claro que não, se eu fosse casada com meu ídolo e tivesse filhos eu me lembraria.

Luan: Não, no dia em que saímos pra comemorar nossos dois anos de casados sofremos um acidente, você estava desacordado a dois meses.

Nah: Eu quero minha mãe.

Puxei minha mão, ele me olhou e suspirou, eu não estava entendendo nada, ele disse que iria ligar pra ela e saiu.

P.o.v do Luan

Sai daquele quarto e o choro qye prendia desabou, eu sentia uma dor enorme no meu peito, liguei pra Luiza e quando falei que a Nathalia acordou ela veio rápido, em minutos todos estavam aqui.

Luiza: Cadê ela? 

Luan: Acho melhor a Luiz a entrar só com o Felipe Ricardo.

Ele assentiu e Luiza entrou com o Felipe no quarto, Ricardo me abraçou.

Luan: Ela não lembra de mim e dos nossos filhos Ricardo, ela só lembra de mim como ídolo  (Falei soltando tudo)

Ricardo: é só uma fase Luan calma.

Luan: O médico disse que é sequela do acidente e não sabe se ela vai voltar a lembrar.

Ricardo: Se ela esqueceu de você consequente de mim também.

Luan: Provavelmente, os meninos querem ver a mãe oque eu vou falar Ricardo? que amar deles não lembra de nenhum? (Falei sentando na cadeira)

Ricardo: Calma Luan  uma coisa de cada vez, vocês passaram por tanta coisa, esse vai ser mais um que vai superar, o amor de vocês é lindo, e ele que vai fazer a Nathalia lembrar.

Luan: As vezes acho que não era pra gente tá junto, quando estamos felizes a vida vem e nos dá uma rasteira.

Ricardo: Reconstrói as lembranças de vocês, desde o primeiro encontro, desde a primeira vez que se viram, foi no dia da sua comemoração de carreira certo?

Luan: Isso, mês que vem eu faço 13 ama o de carreira.

Ricardo: Aproveita e faz reconstruir uma das lembranças, você lembra de todos os encontros?

Luan: Cada um (sorri) nunca vou me esquecer do quanto ralei  

Ricardo: Eu te ajudo qualquer coisa, agora para de chorar, a samira e o Breno vai precisar de você mais do que nunca.

Ele tinha razão eu não posso desistir assim, não posso desistir do amor da minha vida, se ela não lembra vou ajudar ela a lembrar, reconstruir cada lembrança.

O Breno e a samira precisam de mim, não posso me abater.


Notas Finais


https://spiritfanfics.com/historia/the-cry-of-a-desire-7086426

Já saiu o primeiro capítulo girls vão lá ❤ LEIAM e comentem oque acharam .


Gente que fofo ele vai reconstruir cada lembrança, cada momento, será que a Nathalia vai colaborar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...