História Simplesmente complicado - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Perheps_Little

Postado
Categorias Ao no Exorcist
Personagens Amaimon, Arthur Auguste Angel, Izumo Kamiki, Konekomaru Miwa, Kuro, Mephisto Pheles, Personagens Originais, Renzo Shima, Rin Okumura, Ryuji "Bon" Suguro, Satan, Shimei Moriyama, Shirou Fujimoto, Shura Kirigakure, Yukio Okumura
Tags Amor, Ao No Exorcist, Gêmeos Okumura, Rikio
Visualizações 15
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Brigas... :o
Adoooro!
Espero que gostem!
Boa leitura...

Capítulo 3 - Um grave discussão


Fanfic / Fanfiction Simplesmente complicado - Capítulo 3 - Um grave discussão

~Rin

Eu estava dormindo calmamente, porém acordei com o Yukio me chamando/gritando...

-RIIIIIN! Vem aqui! Agora! (Yukio)

Porra! Cade você Yukio... Procuro em seu quarto, na cozinha... Ele só pode estar na lavanderia. ESPERA! A camisa suja... Droga!
O azulado corre até a lavanderia na esperança de que o irmão não tenha achado as roupas manchadas de sangue. Ao chegar lá, encontra seu irmão furioso segurando a tal camisa. 

-Que porra é essa Rin!? Como sujou a camisa? (Yukio)

-Ela está s-suja faz tempo... - me aproximo para pegar a camisa dele,mas ele segura a minha mão e puxa a manga de minha blusa para cima.

-ACHA QUE SOU IDIOTA!? (Yukio fala olhando para as marcas em meus pulsos)

Tento me soltar, mas o mesmo começa a apertar meus pulsos.

-Para Yukio... Solta... Está doendo... - Lagrimas começam a brotar em meus olhos.

-É PARA DOER MESMO! Quem sabe assim pensa bem antes de fazer isso de novo! (Yukio)

Ele aperta mais as mãos, então lágrimas teimosas começam a rolar sobre minhas bochechas.

-Yukio... para... está me... machucando - meu choro se intensifica.

Yukio não da o menor sinal de que vai largar o irmão. Porém Mephisto chega e, espantando com a cena que presencia, pronuncia-se.

-O que está acontecendo aqui!? (Mephisto)

-Estou ensinando à ele de que não deve se corta! (Yukio)

-Assim só vai dar a ele um incentivo! (Mephisto)

Ao ouvir as palavras do diretor, o mais velho solta o irmão que cai sentado no chão. Então nota o que acabou de fazer... Perdeu a cabeça com seu irmão e praticamente o torturou. Um grande remorso bateu em seu coração.

-Rin... me desculpe... (Yukio diz se aproximando de Rin para levantá-lo)

-NÃO TOQUE EM MIM! EU REALMENTE NÃO SEI O QUE EU FIZ PARA MERECER QUE ME TRATE DESSA FORMA! TENTEI ME APROXIMAR MAIS! ME ESFORCEI EM DEIXAR TUDO ORGANIZADO COMO VOCÉ GOSTA! ATÉ ESTUDEI MAIS! MAS PRA MIM JÁ DEU! Eu desisto, Yukio...

Assim que Rin termina de pronunciar essas palavras, se levanta e sai correndo em direção ao campus, deixando Yukio, imóvel, e Mephisto no alojamente; vai até a fonte que fica em uma parte mais isolada do campus. 

Eu não sei o que dói mais! A corpo ou o coração... Por que Oni-chan... Por que!? Só o que eu faço é te amar e você só é mau e frio comigo...
Eu não sei mais o que fazer... Às vezes acho que é melhor nem ter nascido... 

Rin se senta abraçando os joelhos, chorando... Tentando entender o porquê de seu irmão estar tratando ele daquela forma.

~Yukio

"... Eu desisto, Yukio..."
Essas são as palavras que inundavam a minha mente até ser acordado de meus desvaneios por Mephisto.

-Sr. Okumura, sugiro que treine sua paciência. Não sei o Vaticanos vai gostar de saber que estão discutindo nessa proporção. Cuidado! (Mephisto diz sério e se retira)

O que foi que eu fiz... Rin...

Não posso deixar as coisas assim... Mas não posso simplesmente pedir desculpas. De modo algum seria o suficiente... O que eu faço? O que eu faço!
Vou esperar ele chegar... Preciso realmente ter uma conversa com ele... De hoje não passa!

O maior sobe até seu quarto.

~Rin

Sinto uma mão tocar meu ombro. Uma mão quente e macia. Transmitia não só um calor corporal, mas também um carinho. Levanto meu rosto de meus joelhos e...

-Shiemi!?

-Rin... Está chorando? (Shiemi)

-Acho que desta vez não vou conseguir esconder... Não é!? - Dou um sorriso triste.

Shiemi se senta ao lado de Rin e o abraça.

-O que aconteceu? (Shiemi pergunta preocupada)

Sem pensar, retribuo o abraço e caio aos prantos em seus braços.

-Foi o Yukio... E-eu não sei mais o que f-fazer... Acho que e-ele me odeia... - Digo em meio a soluços.

-Não diga isso Rin! Ele é seu irmão! Deve estar sendo muito difícil para ele aceitar que é um demônio... Sabe que ele sempre se preocupou em salvar as pessoas e descobrir que agora tem poder para machucá-las deve ser aterrorizante para ele... (Shiemi)

-Eu sei Shiemi... Mas eu tento não ser um peso para ele... Tento fazê-lo rir... Mas a única coisa que ganho dele são seus olhares frios e dor... - Digo passando as mãos em meus pulsos e Shiemi entende o que quis dizer, já que a loira era a única que sabia de minha auto-mutilação...

- Vai ficar tudo bem! Olha... por que você não vai para casa e toma um banho para relaxar... e quem sabe vocês dois conversam...(Shiemi)

-Eu não quero ficar sozinho com ele...

-Eu vou com você... Vamos! Vai ficar tudo bem... Confie no Yukio... (Shiemi)

-Ok...


Notas Finais


Espero ter agradado!
Obrigado por ler ^.^
Com carinho...
~LSM♤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...