História Simplesmente Eu, Anne - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Sea
Visualizações 8
Palavras 917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Foram séculos? Foram!
Desculpa, desculpa!
Eu decidi adiar alguns fatos e demorei pra reorganizar tudo de novo...
Mas bom agora eu voltei e prometo pelo menos duas cenas fofas(espero que tenha dado certo).

Boa leitura!!

Capítulo 12 - Não é Segredo


-Anne, você está com ciume?

-Eu não estou com ciume. A Cordelia está se aproximando das pessoas erradas.

-Que pessoas? O Ben e a Cathy?

-Sim! - A ruiva responde levando a voz.

-Do Ben também?

-Do Ben também - cora.

-Que gracinha!! Você nunca demonstra ciúme.

-Tara! - repreende. - Eu não estou com ciume... - ela praticamente sussurra.

-Ah, claro - ironiza.

-Oi vocês duas!

-Oi vaca! - Anne cruza os braços séria.

-O que aconteceu Tara?

-Você nos trocou pela Cordelia.

-O quê?? Mas eu nã...

-Então explique-se - a morena abaixa os ombros pensando que, pelo menos isso, seria fácil explicar.

-Eu a estava ajudando com química - Cathy aponta o polegar para si, convencida. - , na minha melhor matéria.

-Só isso mesmo? - A amiga balança a cabeça confirmando. - Ah, bem!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

-Você sabe que devemos nos aproximar dos amigos primeiro, certo?

-Eu sei, eu sei! Mas eles são tããão desinteressantes! Nosso alvo é bem mais excêntrico.

-Você é demais, sabia? - Alexander acaricia os longos fios negros de Cordélia.

-É, eu sei!

-Convencida! - A gêmea faz bico, fingindo estar chateada. - Não faz isso por favor! Precisamos voltar pro trabalho.

-Ok.

Os dois saem da sala juntos, como de costume.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

-Mas não é possível!

-É sim, Anne!

-Me parece ser algo assim mesmo, Cathy...

-É bem provável... Aquele dia Guim e Cordelia estavam estranhos e, agora, Cordelia está se aproximando de mim.

-Sim. Ela gosta do Guim. - Tara completa um pouco insegura com isso.

-Será que ela acha que se aproximando da Cathy irá conseguir que Guim preste atenção nela? Porque todos sabemos que ele não vai fazer isso do jeito que ela quer.

-É sabemos. Inclusive sabemos de quem ele gosta.

-Anne! - Cathy repreende.

-Sabemos é? Eu não sei não, viu?

-Isso está na sua cara, Tara. - Cathy ironiza e Anne também ri.

-Eii! Eu quero saber!

-Estamos brincando! - Cathy mente. - Guim se algum dia gostar de alguém nesse sentido será tão discreto que não seria nada fácil de saber. - Tara realmente não acreditou nisso, mas concorda que Guim não costuma ser tão explícito. No fundo ela realmente não queria saber quem era essa pessoa.

-Ah malvadas!! Eu fiquei curiosa.

-Foi mal! - Anne se desculpa.

-Vamos dormir! - Tara mostra a língua e se cobre um pouco irritada com si mesma por ter ficado tão mexida assim com o fato de Guim ter alguém que gosta.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

• Um dia depois •

-Guim! Espera, por favor. - Tara acena.

Ele para com um sorriso admirando a garota que vinha correndo.

-Oi! - Ela dá um beijo na bochecha dele cumprimentando.

-Oi! Está bem animada, não é?

-Sim!

-E poderia me dizer por quê?

-Só mesmo o motivo, a conclusão não.

-Má! Mas vai, fala.

-Eu e as meninas vamos entrar para o mesmo clube!

-Novidade - debocha. - Mas qual seria esse clube?

-Não é novidade! Mas, como disse: só o motivo, não a conclusão.

-Ah me conta! Por que segredo?

Ela balança a cabeça negando e ele ri maléfico.

-Não é segredo. Só não precisa ser dito agora.

-Ah, é? - O sorriso cresce.

Derrepente, Tara é surpreendida com cócegas.

-Hey! Para - diz entre risos - , por favor, estamos no meio da rua!

Mas o garoto não para, queria realmente arrancar informações.

-Vai me contar?

-Não! Você não vai conseguir.

Tara se desequilibra e se apoia em uma árvore que tinha perto do passeio em que estavam e Guim coloca os braços na árvore, cercando-a.

-Vai me contar? - Os rostos ficam próximos.

-Não agora, mas você devia imaginar.

-Devia, eh? - Ele sussurra, ambos estão vermelhos.

A menina confirma com a cabeça. Estão próximos a ponto de sentirem a respiração um do outro.

-D-desisto! - Guim engasga se afastando.

-E-eu ganhei. - Tara comemora envergonhada.

Tara está andando um pouco atrás de Guim e coloca as mãos sobre a boca com o rosto totalmente vermelho. "O que foi isso? Por que meu coração está tão acelerado?", pensa.

O caminho segue silencioso até a escola onde encontram Cathy e Anne.

-Oi?

-Oi - respondem em coro sem olhar um para o outro diretamente.

-Demorou, viu?

-Já que estão aqui eu vou, ok? Até depois.

-Ok! - Respondem em uníssono.

-Está bem Tara? - Ela balança a cabeça confirmando e as outras se olham com sorrisos suspeitos.

-Estou sim, Anne.

O sinal toca e elas se veem obrigadas a irem pra sala.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

-Ed! O que pensa que está fazendo? Abre essa porta!

-Por favor, eu preciso fazer isso.

Cathy o olha curiosa e vê que ele se aproxima. A garota tenta dar um passo para trás, mas Ed é mais rápido e a beija. Cathy não tenta se afastar e apenas retribui o beijo suave do garoto.

Após um tempo são obrigados a se separarem buscando ar.

-Quando é que eu vou parar de ficar vermelha assim? - Ela ri desajeitada.

-Espero que nunca - ele recebe um olhar surpreso. - Você fica linda assim.

-Bobo! - O sorriso e o vermelho cresce em seu rosto.

-Cathy, presta atenção. Não se sinta obrigada a me responder agora. - Ela confirma com um leve aceno com a cabeça e Ed coloca uma das mãos no rosto de Cathy. - Cathy, e-eu... - É interrompido quando a porta abre e Cordelia entra distraída.

Assim que ela os vê se vira e vai rapidamente embora com um pedido de desculpas.

-D-desculpe.

-Que vergonha! - Ed ri nervoso. - Melhor irmos. Demos sorte que foi Cordelia quem nos viu. - Ele a puxa até a porta entreaberta.

-Mas e o que você tinha que falar?

-Não era importante! - "Droga! Além de já ser difícil o suficiente falar, tem que sempre aparecer alguém justo na hora" , pensa.

-Mesmo?! - a resposta foi confirmada com um aceno discreto no corredor, mas sem fazer Cathy acreditar. - Tenho que ir! - Cathy dá um rápido beijo na boca do garoto que fica um pouco confuso.


Notas Finais


Quem será esse alvo?
Só aviso que o capítulo anterior tem alguns indícios de suspeito de alvo...

Quase beijo Tara e Guim!!!
Eu às vezes nem me sinto bem tendo feito esse quase.

E BEIJO CATHY E ED!!!!
E mais alguma coisa, mas que foi atrapalhado de novo :v

Os clubes também já foram escolhidos, mas achei melhor também adiar um pouco isso.

Bom, agradeço a leitura, espero que tenha gostado e, por favor, me avise sobre qualquer erro

Valeu♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...