História Sing - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Deuce, Hollywood Undead
Personagens Daniel "Danny" Murillo, Dylan "Funny Man" Alvarez, George Ragan (Johnny 3 Tears), Jordon Terrell (Charlie Scene), Jorel "J-Dog" Decker, Matthew Busek (Da Kurlzz)
Tags Aventura, Banda, Romance, Show, Tour
Exibições 21
Palavras 2.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei mas foi por um bom caso. Vim com a segunda parte yaaaaay vejo vcs nas notas finais. <3
Agradeço ao @Lyoon que esta me divertindo muito nos últimos dias. <3

Capítulo 6 - All the love that you brought us - Part 2 ( Completo)


Fanfic / Fanfiction Sing - Capítulo 6 - All the love that you brought us - Part 2 ( Completo)

Deuce P.O.V

“Oi Ari, eu gostei de hoje, e minha musica foi aceita de primeira. Voce vai gostar muito. Vou dormir em um hotel ta? Conheci uma garota muito legal, ela não parece essas de querer o dinheiro alheio, mas tomarei cuidado do mesmo modo. Se cuide viu e por favor fica longe do Danny.

Te amo princesa.”

Eu tinha acabado de sair do estúdio, fiz uma musica chamada Do you think about me, sobre Ariel. Sinceramente faz anos que venho tentando achar as melhores palavras para essa musica, quero que seja uma musica especial, quero que seja dela.

Quando dormimos juntos, todas as cenas dela me ajudando a voltar a seguir carreira veio a mente. Ela me ajudou quando todos me colocaram no chão, ficou comigo quando todos achavam que eu era o vilão da historia, ela segurou minha mão quando eu não tinha mais ninguém. Tudo me fez chorar.. Eu estaria apaixonado?

Obviamente que sim, faz anos que a conheço e isso só cresceu cada vez mais, porem eu sei que ela me vê como amigo, já chegamos a ficar uma vez, mas isso foi a muito tempo. E nesse tempo não existia nenhum Danny na vida dela.

Sim eu odeio Danny, suportar ele vivendo no mesmo ambiente que Ariel, Hope e os outros me fazem odia-lo cada vez mais Arrgh... As duas sempre foram minhas garotas, não digo namoradas nem ficantes, sim amigas, mas bem... Ariel conseguiu me fazer amar de novo.

Após a saída do estúdio convidei uma amiga minha, e ela tem ficado bastante tempo comigo, conversamos por celular e fazemos ligações. Eu gosto dela, conheci ela a 1 ano e meio, e estamos saindo juntos. Nós estamos meio enrolados mas sei lá, não consigo agir normal quando estou dividido entre duas mulheres.

Segui até um hotel onde Barbara esta (A garota que estou ficando), iríamos assistir filmes juntos e fazer um jantar.

 

 

1 SEMANA DEPOIS

 

P.o.v Narrador

 

Depois de uma semana, Sweet Revenge estava no camarim se arrumando para fazer o 1° show de abertura da Tour. Sim em uma semana treinando, eles começaram a agir. Nesse tempo Danny não conseguiu ver Ariel nem Matt a Hope. Porem hoje Hollywood Undead estava na fileira VIP vendo como seria a banda SR. Eles estavam ansiosos.

- Vamos mostrar nossas musicas para a nossa banda favorita gente, é a primeira vez que vão ver a gente nos palcos. Quero ver todos se esforçando, isso é um milagre para nós, que comece o show. – Disse Hope abraçando a todos.

-YEEEEEAAAHA! – Gritaram todos ali se preparando para entrar ao palco.

Enquanto isso na parte VIP HU estava apreciando a banda nova. Todos ali estavam comentando como seria as musicas, estavam mais ansiosos que os próprios musicas que iriam entrar ao palco. Matt quebra o silencio:

- Vamos ver como são. Espero que sejam maravilhosos.- Matt estava empolgado.

- Claro que vão, falam muito bem dessa banda por ai, mesmo não tendo visto nenhum vídeo deles. - Jorel responder quando termina de responder, o lugar que era muito grande e tinha muitos, muuuuitos fan’s se apaga ficando apenas o telão grande que ficava no palco. A bateria poderia ser vista dali, ela estava na frente porem vazias. As guitarras estavam penduradas em ganchos decorados e o microfone estava no meio como de costume sem ninguém. –Vai começar. - Terminou Jorel

No telão apareceu duas pernas de alguém vestindo uma calça jeans e all-star’s vermelhos, a pessoa caminhava em uma floresta estranha ( Um pouco macabra eu diria ) sozinha. Quando a pessoa se abaixa claramente se vê Ariel de costas pegando uma flor no chão, ela levanta ainda de costas e continua a seguir, nisso a bateria começam nos toques um, dois, três... As pessoas começaram a fazer um alvoroço ao ver que a banda já estava ali no palco, mas as luzes estavam apagadas e só via as sombras deles.

“ I'm alone, you can find me?...In this world so violent, I hope to save me!
(Eu estou sozinha, voce pode me achar?...Nesse mundo tão violento, eu espero que me salve! ”

Ariel começou a cantar lentamente como se estivesse totalmente relaxada. Sua voz era incrivelmente linda e perfeita, calma e relaxada mas com um toque de tristeza, depois da frase o palco acendeu e todos ali estavam tocando seus  instrumentos lentamente.

“I was running around, feeling that you were following me. Love, are you lost?
(Estava correndo por ai, sentindo que voce estava me seguindo.  Amor voce se perdeu?”

Ariel mantinha a calma por mais que as guitarras estavam em um ritmo agora forte e rápido, diria que a banda se parecia muito com Bring me The Horizon, Ariel continuava a cantar de forma calma e lenta. Ela queria que todos entendessem suas dores.

“I looked for you, but only found their tracks. You left me and now I'm walking like a sleepwalker. I want to find you but do not know where you are…
(Eu procurei voce, mas apenas achei seus rastros. Voce me deixou e agora estou andando igual um sonâmbulo. Eu quero te achar, mas não sei onde voce esta...)”

Agora no refrão Ariel cantava forte e tocava sua guitarra base, ela estava em seu ritmo poderoso e bem afinado.

“Man I loved you. why did you do that with me? You pushed me into a dark hole. Dude… you will pay me one day…

And I

can be.

The last thing

 that you

 will see …

in your

 shitty life. !!
(Cara eu te amei. Porque voce fez isso comigo? Voce me jogou em um buraco escuro, Cara.. voce vai..me pagar um dia. E eu poderei ser... A ultima coisa... que voce... vai ver...na sua bosta de vida.)”

Ariel disse pausadamente o refrão. As guitarras faziam sincronia com o som da bateria. Tudo estava perfeito, aquilo impressionava demais os garotos do Hollywood Undead. “Como poderiam ser tão fodas assim?” Pensavam eles.

Ariel se destacava, mas ela ia se movendo enquanto cantava, fazendo gestos e indo atrás de cada um da banda. Ela cantava algumas partes com os demais da banda, fazendo todos dar atenção a todos os membros da banda, não só para ela. Hope se destaca na bateria, alem de bonita tocava muito bem e essa musica falava de cada um da banda. Essa musica foi feitos por todos eles.

No telão enquanto eles cantavam e tocavam, ainda aparecia à garota de costas andando na floresta, não tinha acontecido nada, ela apenas andava. No final da primeira musica o palco ficou preto e no telão a garota olha para a câmera com o rosto  do nariz para baixo todo deformado e no coração esta um buraco mostrando que não existe nada ali. Essa era a primeira musica do álbum The pieces of a Broken Heart.

No intervalo da primeira musica os meninos do HU estavam assustados e todos se entreolharam e não resistiram em fazer comentários.

-Cara que foda.- Matt disse olhando para o palco.

-Surpreendeu ate a mim. É muito bom – Johnny comentou

-Eu esperava algo normal, não achei que fosse mexer comigo, essa letra foi bem pesada. - Dylan disse olhando para Charlie que lhe respondeu – Nem eu amigo, pesado mesmo, mas bonita também. - terminou

- Isso me lembrou ate umas gurias aí com quem eu fiquei- Jorel comentou rindo

- Não poderia esperar mais, gostei. - Danny comentou sentando ao lado de Johnny que sorriu ao vê-lo comentar algo descente.

Danny conhecia Ariel há pouco tempo, e no tempo que conheceu ela viu uma menina triste e fechada. Vivia em seu mundo e nada parecia faze-la feliz, ela se feria com qualquer coisa , era vulnerável para qualquer argumento grosseiro. Mas agora no palco, sua personalidade exaltava confiança e atitude, era uma pessoa que não se feria com nada, seu mundo ainda estava ali, mas ela conseguia juntar o mundo dela com o mundo real fazendo todos os fan’s sentirem a dor que ela sentia através de musicas.

Depois de algumas musicas o show durou em media de 1 hora, foram bastante musicas e performances, tudo foi muito bonito de apreciar, ouvir as pessoas cantando suas musicas faziam os membros da banda SR se emocionar.

Depois do show a banda estava indo direto para casa, comemorar a primeira e bem sucedida performance na Tour. Eles fariam a cada semana em um lugar diferente e teria um show para Sweet Revenge e no próximo era a banda principal Hollywood Undead, foi feito assim para que na ultima Performance que encerraria o Tour as duas banda iriam tocam juntas ao mesmo tempo no mesmo lugar. Juntos

Em um carro a banda SR vinha à casa junto com a banda HU indo em outro carro. Quando chegaram entraram na casa de Ariel, Hope e os outros, e começaram a comemorar. Ambas as bandas estavam bebendo, escutando musica altas e comendo as comidas que estavam fazendo na cozinha. Estava sendo uma festa apenas deles, Johnny e Hope cozinhavam e Jorel, Charlie, Andy e Rafa ajudavam entregando os ingredientes, os outros: Matt, Danny, Dylan,Ariel e Dazze estavam na sala brincando sentados no sofá. Era uma festa mais amigável e familiar. Em pouco tempo a mulher e a filha de Johnny e Dazze chegaram, assim como a mulher de Jorel chegou logo depois, Dylan estava com uma namorada sua. Charlie tinha convidado uma amiga também. Rafael e Andy chamaram umas amigas suas para fazer parte da festa.

Ariel foi à parte de traz da casa onde tinha um jardinzinho, ela foi lá para arrumar umas mesinhas ali fora. Depois de arrumar sozinha ela se vira para sair quando bate com a cabeça no peito de alguém.

- Ahh ai..- Resmungou Ariel massageando a cabeça, quando levantou a cabeça conseguiu encontrar Danny ali. Ele estava de regata um pouco rasgada e larga, uma calça jeans preta um pouco colada, cintos de espinhos e tênis preto de Skate. – Oi..- Terminou corando um pouco.

Tinha passado um tempo que não via Danny e nem conversado com ele, arrumar o show e as coisas levaram muito tempo impedindo dela se comunicar e tentar esclarecer algumas coisas com o mesmo. (Por exemplo: A noite em que dormiram juntos).

-Oi, gostamos muito do show de vocês.- Disse ele ainda fitando os olhos da menina. – Alias vocês me surpreenderam bastante, a mim e aos caras.- Terminou

-Obrigada – Sorriu – Fico feliz em saber.

Hope chegou ate a parte de traz onde os dois estavam conversando e avisou:

-Deuce esta aqui, ele veio comemorar com a gente, todos estão de boa. Venham logo.- Disse Hope rindo da cara corada de Ariel.

Após sair dalí, Danny foi cortando a distancia entre ele e Ariel.

-Sabe..- Dando passos lentos ate a mesma- Voce fica incrível no palco.- Continuou andando

-Obrigada. – disse Ariel indo para trás. Ate que bate em uma parede. – Ah..

Quando Danny foi de encontro com o rosto da mesma, Deuce aparece na porta vendo os dois e se calando.

-Ari..el?- Disse ele um pouco brabo ao ver a cena.

Danny encarou O mesmo então se voltou a Ariel, continuou e então colocou sua mão no queixo da mesma e lhe deu um beijo, calmo e provocativo, com o braço esquerdo colocou em volta da cintura de Ariel a trazendo mais perto ainda. Depois de um beijão ele soltou a mesma encarando Deuce novamente que assistia com uma cara irritada e um pouco de espanto.

Danny fez de propósito, pois sabe que Deuce estava afim dela, ele percebeu isso nas atitudes do mesmo. Quando soltou ela antes de passar por Deuce, ele disse:

-Te espero la dentro. Não demore ok?- Debochou passando sobre Deuce batendo seu ombro no garoto ali o provocando. Sumindo de vista dos dois

Deuce olhou para Ariel que estava vermelha, e irritado foi saindo também e antes de sair disse:

-Ele esta te esperando la dentro Ari, não demora viu?!- Disse serio e frio, aquilo tinha irritado demais Deuce. Ele saiu dali totalmente bravo.

Ariel apenas riu para tentar espantar o que havia acabado de acontecer. Danny estava mexendo com a cabeça dela e ela gostava. Ariel então volta para dentro e todos estão conversando, Deuce estava conversando com Hope na cozinha e a banda SR E HU estava na sala, ao ver Danny ele bateu no sofá pedindo que ela senta-se do lado dele. Ela assim o fez e então os dois ficaram ali rindo e contando coisas, mas Danny nem prestava atenção na conversa. Ele prestava atenção no deuce que o encarava da mesma forma.

 

“O sangue está ficando mais quente, o corpo está ficando mais frio

Eu te disse uma vez, eu fui o único que a ajudou.

Eu não quero morrer, eu não quero morrer

Eu não quero morrer ,então você vai"

  -IDWD-


Notas Finais


Demorei mas foi por que muitas merdas estavam acontecendo comigo. Alias perdi minha cachorra e isso foi mais um motivo pra ficar triste e sem vontade de fazer nada.
Estou muito feliz por vocês gostarem da fanfic agradeço muito <3

(A música que Sweet Revenge canta, é uma música que eu criei. Como eu escrevo musicas, coloquei minhas originais aqui.)

Danny provocou Deuce, MEU SONHO
e ai gente. Como vocês estão?
Querendo ver briga e sangue? huahus
DEU REVELOU O POR QUE CHOROU UHUUUUU!!! #Anny <3

Até a próxima lindos, com amor Yura


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...