História Single - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekyeol, Chanbaek, Daddy Kink, Sekai, Shotacon
Exibições 430
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


mais de 100 favoritos eu to tipo aaaaaaaaaaaaaaaaaaa
amo muito vocês serio

Capítulo 4 - 04


 

A cada semana que se passava, Baekhyun ficava mais feliz. Agora, Chanyeol ia todos os dias a sua casa, e em alguns dias, os dois até saiam juntos para comprar novas roupas para Baek. Todas as noites depois do jantar, eles ficavam em seu quarto trocando beijos e carícias, com Baekhyun em seus trajes femininos e Chanyeol se sentindo cada dia mais culpado. O garoto exercia um poder sobre ele que era algo surreal, ele se via completamente encantado com cada ação do menor, por mais bobo que fosse. O Park não podia evitar, Baekhyun era o seu garoto, mesmo que aquilo fosse completamente sujo e errado.

A senhora Byun colocara Baekhyun para fazer aulas de dança, e pedira para Chanyeol acompanhá-lo, já que estava de férias do trabalho e ela estaria ocupada. Claro que o garoto ficou extremamente animado com a notícia, ainda mais por saber que seu hyung o acompanharia. No dia anterior, mostrou para Chanyeol alguns passos que já sabia, o vestido rosa claro rodopiando com seus movimentos suaves e precisos. Baekhyun tinha talento para a dança, isso era inegável, e isso o deixara ainda mais apaixonado pelo seu menininho.

— Acha que está bom, hyung? — perguntou Baekhyun, terminando sua dança. — Quer dizer, e se eu não for bom o suficiente pra aquela escola? É a melhor da cidade, tenho vergonha de fazer feio.

O menor fez um biquinho, abaixando a cabeça. Tinha medo de passar vergonha na frente dos outros, de rirem dele. Nunca gostou de humilhação, e de ser humilhado, o que infelizmente acontecia muito em sua vida.

— Está perfeito Baek, você vai ser o melhor da turma! — respondeu Chanyeol, dando um selinho no garoto para animá-lo. — E, mesmo se alguém rir de você, eu vou estar do lado de fora, pronto para ser preso por agressão.

— Aigoo, hyung! Você não vai ser preso nunca, não fale uma coisas dessas!

— Bom, talvez não seja por agressão...

— Como?

— Nada, Baekkie. Dance mais um pouco para mim, ok?

 

No dia seguinte, os dois seguiram para o estúdio de dança. A secretária do lugar explicou como funcionava as aulas, podendo optar por até três estilos de dança. Sua mãe o havia inscrito no de dança contemporânea, então Baekhyun escolheu balé como segunda dança. Ele treinaria duas horas por dia, com pequenos intervalos para descanso. Enquanto Baekhyun se dirigia para a sala de ensaios, deu um último abraço em seu hyung.

Para passar o tempo, Chanyeol foi até o shopping comprar mais vestidos. Ao passar na sessão de lingerie, ficou tentado ao comprar algumas coisas a mais. Começou a encarar aquelas peças, imaginando Baekhyun vestir cada uma, para então Chanyeol tirá-las depois. Só quando uma das vendedoras lhe perguntou se estava tudo bem que ele saiu de seu transe. Resolveu levar três conjuntos, alegando ser para sua namorada. Iria esconder aquelas peças, pois não tinha certeza completa se iria entregá-las para Baek.

— Comprou mais roupas para mim? — perguntou Baekhyun, ao reparar nas sacolas no banco de trás do carro.

— Comprei, acho que vão ficar lindas em você — respondeu Chanyeol, sorrindo.

Suas mãos foram parar imediatamente nas coxas do garoto, enquanto o mesmo admirava seus novos vestidos. O trânsito estava um caos, e todos os carros estavam completamente parados havia meia hora. Chanyeol colocou uma música para tocar, e só levou alguns minutos para perceber a quietude de Baekhyun. Assim que olhou para o lado, viu o garoto encarar incrédulo as lingeries.

— Hyung, isso é para mim? — perguntou Baekhyun, segurando uma das calcinhas.

— Bom, é... Na verdade, não iria dar elas para você agora, ai meu Deus!

Chanyeol enterrou o rosto nas mãos, envergonhado. Não sabia o que Baekhyun iria pensar de sua atitude, não queria corromper seu menino. Quando sentiu o suave toque no ombro, ergueu a cabeça, e deu de cara com um Baekhyun sorridente.

— Eu gostei muito, hyung. Não vejo a hora de vestir elas para você.

Aquela mísera frase foi dita com tanta sinceridade e inocência, que infelizmente Chanyeol não pôde resistir. Iria se arrepender muito daquilo futuramente, mas ele realmente não dava a mínima naquele momento.

— Baekkie, quer passar na minha casa antes?


Notas Finais


saudades inocência do baek


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...